Como comprar jóias e relógios no Caribe?




Você pode encontrar grandes barganhas nas ilhas caribenhas, mas tome cuidado com falsificações

Se você pensar em compras de itens de luxo, o Caribe é o lugar ideal. Para esses itens, as ilhas caribenhas são para os americanos o que o Paraguai ou Miami são para os brasileiros. A diferença é no nível de itens. No Caribe você encontrará tudo que de mais luxuoso há no mundo, de joias comparáveis àquelas que artistas de cinema se dão uns para outros a relógios das marcas mais caras do mundo. E o melhor: a um preço consideravelmente mais baixo que nos EUA, além da isenção do imposto sobre compras, a “sale tax”.

Mas nem tudo são flores. “Ainda há piratas no Caribe”, como dizem por lá. Só que eles mudaram de ramo. Não assaltam mais navio, agora assaltam os bolsos de turistas desavisados vendendo “gato por lebre” ou cobrando muito caro por seus produtos. Mas não se preocupe, neste guia nós lhe diremos como comprar por preço justo, em lojas confiáveis, e ainda aproveitar o passeio.


Porto de St. Thomas
Porto de St. Thomas

Como ir para lá

Vamos insistir. Pegue um cruzeiro. Para ir para St. Maarten, St. Thomas ou Bahamas, há voos regulares partindo de Guarulhos. Você pode alugar um carro ou pegar um taxi no aeroporto e ir para seu hotel. Pode pegar um pacote se quiser. Não há segredo nisso. No entanto, para aproveitar melhor as ilhas e ter uma melhor experiência de compras, sugerimos fortemente que você pegue um cruzeiro. Faça isso. Nosso guia assumirá que você foi para lá por cruzeiro.

O navio traz uma série de vantagens: você não precisa reservar hotel, pode visitar mais de uma ilha, os passeios já estão inclusos e você ainda terá as dicas de compras de guias especializados da empresa que promove o cruzeiro, além de cupons de desconto.

Onde comprar?

Se você embarcar em um navio de cruzeiro, uma dica é ficar atento às dicas dos guias de compras. Embora digam que vão te achar uma boa barganha, eles não te indicarão necessariamente os lugares mais baratos. No entanto, esses lugares são certificados pelas empresas, que seguem vários procedimentos para certificar aos passageiros de que estes não comprarão joias ou relógios falsos, nem pagarão um preço exorbitante pelos itens. Embora tenha gente que diga que esses guias são “comprados” pelas empresas, não se engane. Uma boa companhia de cruzeiros, como NCL, Royal Caribbean ou Carnival, não vai arriscar seu nome e se expor a processos judiciais vendendo a indicação para qualquer um. Reserve um cruzeiro com uma boa empresa, compre em lojas certificadas e tenha certeza de um bom negócio.

Veja também:  Turismo Cairo (Egito) - Bazar Khan El-Khalil

Dica para avaliar sua joia: joalheiros americanos e brasileiros, claro, conhecem bem uma boa joia, mas também conhecem a fama caribenha. Portanto, quando quiser que alguém avalie sua joia, jamais diga de antemão que a comprou no Caribe, nem mesmo se a loja for séria. Espere a avaliação para revelar essa informação depois. Há muitos relatos de pessoas que tiveram suas joias avaliadas por até 1/3 do preço que realmente valiam por dizerem que vieram do Caribe.

Há redes de lojas presentes em todas as ilhas. Por exemplo, você encontrará lojas da Diamonds International e Little Switzerland em todas as ilhas citadas (St. Maarten, St. Thomas e Bahamas). Em nossa experiência, notamos que elas não estão necessariamente entre as mais baratas, mas pode ter certeza de que a compra é segura, com certificado e tudo. E há produtos para todos os gostos, de joias de poucas centenas de dólares a grandes diamantes de 3 quilates para investidores, passando por relógios de marcas como Rolex, Breitling, entre outros. Não deixe de ver as lojas certificadas no folder de seu guia, mas senão tiver muito tempo, essas duas lojas são boas para comprar.

O que comprar?

Relógios

Há relógios para todos os gostos e bolsos no Caribe. Há ótimas opções em relógios mais baratos, de menos de US$ 200 ou pouco acima disso, como Scuderia Ferrari, Michael Kors, Invicta ou Diesel, passando por marcas mais caras, como Breitling, Hublot, Lamborghini, Tag Heuer, Cartier, Omega ou Rolex e chegando àquelas para magnatas, como os Romain Jerome, que trazem poeira lunar e podem custar absurdos US$ 500 mil. Os relógios das marcas mais comuns são fáceis de achar, qualquer loja no porto os tem. E se você por acaso quiser um raríssimo Romain Jerome, fique atento às dicas do seu guia, que vai te dizer em que loja, no momento, existe um à venda.

Jóias

No Caribe você vai encontrar uma belíssima oferta de pedras raras. De safiras e esmeraldas, mais baratas, às raríssimas tanzanitas, passando por diamantes. Vamos insistir aqui. Visite uma loja certificada pela sua empresa de cruzeiro, uma Diamonds International ou uma Little Switzerland. Mas há algumas dicas que podemos te dar para te situar no preço das joias, especialmente dos diamantes e tanzanitas, dos quais trataremos aqui.

Diamantes

Diamantes podem variar muito de preço de acordo com sua cor, transparência, corte e tamanho da pedra. São os chamados 4Cs: carat (quilate, para tamanho), color (cor), clarity (transparência) e corte (cut).

Veja também:  Compras no Paraguai - Melhores Lojas em Ciudad del Este

Tamanho é uma das variáveis que mais influencia no preço de uma joia. Você pode comprar uma peça com 3 quilates de diamantes por cerca de US$ 2 mil ou pagar até US$ 20 mil a US$ 30 mil por outra peça com os mesmos 3 quilates. Isso porque o preço da pedra sobe exponencialmente de acordo com seu tamanho. Preste atenção nisso. Você pode ter uma peça maravilhosa formada por várias pequenas pedras, no lugar de uma só.

 

Classificação das cores de um diamante

Classificação das cores de um diamante

Cor: quanto mais cristalino o diamante, mais caro ele é. Diamantes podem ser levemente amarelados, ou, mais raramente, apresentar outras tonalidades, como rosa, azul ou verde, de acordo com a pureza do mesmo. Ao contrário dos amarelos, diamantes de outras cores são caros. São os denominados “fancy”, que incluem, segundo algumas classificações, até mesmo o amarelo forte.

Quanto aos diamantes regulares, a classificação vai em letras alfabéticas, de D a Z. D, E e F são os mais cristalinos. Se você for comprar uma peça em ouro branco, tente comprar nessa classificação, caso contrário o amarelo pode ficar evidente.

Já se você for comprar uma peça em ouro amarelo, você pode pegar um quase cristalino, nas classificações G, H, I ou J.  O ouro amarelo sempre vai fazer com que a luz que atravessa o diamante seja um pouco amarelada e só um olho muito treinado verá que o diamante é levemente amarelado. Para uma joia, está ótimo.

Outras classificações terão seu amarelo mais evidente. Já que está no Caribe comprando uma boa peça, recomendamos que as evitem.

Transparência: a transparência recebe classificações em letras, de acordo com a detecção de imperfeições, visíveis a olho nu ou com microscópio a 10 aumentos. As classificações FL (flawless, sem falhas), IFL (internally flawless, sem imperfeições internas) e VVS 1 e 2 (very very small inclusions, defeitos muito muito pequenos) são muito caros, mais para investidores; para quem for comprar uma joia com diamante, já é suficiente um VS 1 ou 2 (very small inclusion) ou S 1 ou 2 (small inclusion); o diamante não parecerá ter defeito algum a olho nu. Um P 1, 2 ou 3 (Piqué 1, 2 ou 3) já pode ter algum defeito visível a olho nu e não são recomendados.

Corte: o corte vai ao gosto do freguês. Existem muitos formatos diferentes, inclusive em forma de coração, gota, etc. Em geral, o corte brilhante, em formato de trapézio e o round (redondo) são os que mais deixam a luz passar e tornam a pedra mais brilhante. Cabe uma nota que o corte pode encarecer muito o preço da peça e algumas marcas levam o nome de artesãos famosos, enquanto outras levam cortes padronizados, por computador. Mesmo que seu guia te recomende o corte artesanal, se o intuito for obter uma peça muito bonita por preço menor, prefira o corte por computador.

Veja também:  Dicas de onde fazer compras em Nova Iorque

Tanzanita

Tanzanitas são pedras extremamente raras. Seu nome vem da Tanzânia, lugar onde estão as únicas minas desse tipo de pedra no mundo. Elas são similares a um diamante no brilho e na resistência, mas tem uma coloração azulada e, por sua raridade, são mais caras que diamantes.

As cores que podem ter as tanzanitas. As da esquerda são azuis com tonalidade violeta, mais clara e mais escura; as da direita são violeta com tonalidade azul, também da mais clara para a mais escura. Fonte: Tanzanite Foundation
As cores que podem ter as tanzanitas. As da esquerda são azuis com tonalidade violeta, mais clara e mais escura; as da direita são violeta com tonalidade azul, também da mais clara para a mais escura. Fonte: Tanzanite Foundation

As classificações são de acordo com a cor: azul com toque violeta (bV) ou violeta com toque azulado (vB); clareza, que pode ser E (excepcional), V(vívido) ou I (intenso), além de outras variações, não recomendadas aqui; e tamanho, em quilates. Quanto mais azulada for a peça, mais cara ela é. O mesmo ocorre com a clareza: quanto mais escuro, mais raro e mais caro.

Existem tanzanitas com outras tonalidades (verde, laranja, rosa e outras). São as “fancy”. Assim como diamantes, são raras e caras.

Extra: roupas e artesanato

Artesanato caribenho não é difícil de encontrar. Sempre há uma feirinha no porto onde é possível encontrar itens locais (não aqueles feitos na China) a bons preços. Especificamente, em Nassau, vale a pena visitar a feira que fica ao lado do Forte Fincastle, um forte em formato de navio, em Bennet’s Hill, o ponto mais alto da cidade. A vista de lá não é tão estonteante quanto aquelas que você vai encontrar em St. Thomas, mas se você gosta de história e de um bom artesanato, é um bom lugar para ir.

Você pode encontrar roupas e acessórios bem interessantes na Cariloha, especializada em peças que mudam de cor se o sol estiver batendo. Há peças que ficam em preto e branco sem sol e coloridas com sol, camisetas que são brancas sem sol e amarelas com sol, dentre outras.

Para quem gosta de motos, a Harley Davidson também é uma visita imprescindível. Nas lojas da marca em qualquer das ilhas (aliás, não só nas ilhas, como em qualquer lugar do mundo), é possível adquirir camisetas com temas rockeiros com a estampa do local atrás (a de Nassau, por exemplo, vem com a estampa “Harley Davidson Nassau Bahamas”. É um item para colecionador imprescindível para você dizer que esteve por lá.

Aviso de isenção: este texto foi produzido com base na experiência pessoal do autor. O autor deste artigo não tem qualquer relação profissional com as empresas citadas.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *