Como Conferir Dólar Falso





Saiba aqui o que fazer para descobrir se a nota de dólar é falsa.

As notas de dólares americanos são as que mais circulam no mundo, sendo assim, também são alvos constantes de falsificadores na mesma proporção. Por mais que o Banco Central dos EUA faça constantes aperfeiçoamentos na fabricação das cédulas, os falsificadores, por sua vez, desenvolvem formas de cópia, muitas vezes não muito fáceis de se identificar.

Mesmo assim, existem alguns macetes que ainda são eficazes no momento de conferir a autenticidade das notas.

Vamos conhecer 5 passos na conferência de Dólar falso, que se bem observados podem reduzir, ou até mesmo anular a chance de ser enganado!

  1. Espessura e textura do papel: já nesse primeiro passo muitas falsificações são descobertas, se observado com atenção. É preciso sentir, com sensibilidade no toque, a textura da cédula, pois as verdadeiras são fabricadas com fibra de algodão e de linho e sua textura é bem diferente do que a de um papel comum. A tinta com a qual a nota é feita, também faz com que exista um pequeno relevo bem sensível ao toque. Isso ocorrerá principalmente quando a nota for nova. Por isso é preciso cuidado redobrado com notas mais antigas. Passando a unha sobre o retrato, em qualquer nota, é possível verificar como a textura fica evidente. A espessura de uma nota de dólar é menor do que a de um papel comum.

  2. Verificação da Marca D´água: colocando a nota contra a luz é possível verificar se a imagem da figura que identifica a cédula aparece novamente à direita da imagem original. Tal retrato, ou imagem ao lado, deve aparecer quando as notas em questão forem de: U$5, U$10, U$20, U$50 ou U$100.





  3. Análise do número serial: a nota verdadeira do Dólar americano, logicamente, possui o mesmo número serial, indiferente do lado. Para uma falsificação, por vezes é necessário “ajustar” a numeração. A cor dos números deve ser estritamente igual, também nos dois lados, bem como a cor da estampa do Tesouro Nacional Americano. Uma forma a mais de verificação do número serial é analisar as demais notas, pois os falsificadores costumam repetir o número.

  4. Perfeição nos retratos: outra forma simples de verificação é na perfeição dos retratos, indicando uma nota verdadeira. As notas falsas costumam ter retratos levemente disformes, borrados e impressos. Utilizando-se de uma lupa é possível verificar que no contorno de cada retrato nas células verdadeiras deve haver o nome do país: The United States of America. Tal característica não pode ser copiada facilmente.

  5. Microimpressões visíveis: as notas de Dólar possuem números e também palavras minúsculas, praticamente invisíveis quando a olho nu. Nas cédulas verdadeiras, estes possuem um pequeno relevo. Dificilmente o detalhe é copiado com perfeição, sendo mais comum acontecer de as notas falsas não possuírem relevo e as microimpressões serem “borradas”.

Existem também alguns equipamentos que podem servir de auxiliar: canetas, luz ultravioleta e etc. Mas nunca utilize uma forma apenas de verificação.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *