Como Morar e Trabalhar Legalmente na Austrália

  


Saiba aqui o que voê precisa para poder morar e trabalhar na Austrália.

A Austrália tem se tornado um dos destinos mais procurados por brasileiros que querem morar fora do país, seja por motivo de estudos, profissionais ou até mesmo para arriscar uma guinada na vida. Tanto para quem vai só quanto para aqueles que vão embarcar junto com a família há uma série de fatores que necessitam de ser observados para que tudo corra da melhor maneira possível.

Se você está nessa situação confira nossas dicas e orientações para que tudo saia direito:

Mudança com a família: Tecnicamente em todos os processos que envolvem imigração, seja ela de caráter temporário ou permanente, o aplicante principal pode incluir sua família como dependente. Vale observar que isso se aplica a chamada família direta, ou seja, esposa/esposo e filhos. Mas há exceções como é o caso de se incluir os pais do aplicante como dependente.

Veja também:  Austrália, o segundo país na preferência dos Brasileiros

Onde buscar informações:Detalhes sobre os processos de imigração e vistos podem ser consultadas nos sites oficiais. Um deles é o da Embaixada da Austrália no Brasil.

É importante também, especialmente se for se mudar com a família, procurar a ajuda de uma consultoria especializada ou até mesmo de um agente especializado. Esse tipo de ajuda é fundamental para que se encontre um caminho mais rápido, acessível e seguro para quem vai imigrar.

O site MARA – Migration Agents Registration Authority traz aos interessados informações sobre agentes habilitados para atuarem nessa função.

Tipo de visto: Esse ponto é muito importante. Há diversos tipos de visto e cada um vai depender da situação da família. No caso da imigração permanente para a Austrália existem três tipos de vistos principais:

Veja também:  Turismo na Austrália - Torquay a Warrnambool



Skill Select Program; Employment Nomination Scheme eBusiness and Investment Program. Cada um destes possui uma função específica e é aplicado a um caso. Por isso, consultar a embaixada, agentes de imigração e demais fontes oficiais é importante.

Ainda sobre os vistos, é fundamental destacar que os permanentes vão exigir um investimento maior do que os cobrados para vistos de turistas e imigrantes, por exemplo.

Educação: Se a família tiver filhos em idade escolar, o ideal é procurar por uma moradia próxima da escola, dentro da chamada “catchment área”. É que na Austrália as escolas são divididas em zonas, então quem mora dentro da zona da escola tem prioridade nas vagas.

Veja também:  Hastings (Inglaterra) - Turismo Histórico e Intercâmbio

Para se aprofundar mais no assunto acesse os sites abaixo:

Site da imigração;

Embaixada da Austrália no Brasil.

Por Denisson Soares






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *