Dicas de turismo no Pantanal (MT)



Os turistas podem aproveitar épocas distintas que ocorrem no Pantanal: de inundação ou de seca. Nos dois períodos a região oferece diversas belezas naturais e opções de passeio.

Quem está prestes a decidir um destino de viagem dentro do país, deve conhecer as opções incríveis do Pantanal Mato Grossense. São inúmeras opções recheadas de beleza: fazer um safári para observar animais selvagens, cavalgar para contemplar planícies de belezas de tirar o fôlego, acompanhar o pôr do sol em um passeio de canoa ou fazer uma caminhada pela floresta, onde você terá um contato mais íntimo com a natureza.

O Pantanal é a maior planície inundável do planeta e apresenta extremos durante as estações do ano: ora está em seca, ora está inundado. Ao visitar o local, avalie bem o período, para que sua viagem não seja frustrada.



Veja também:  Cresce número de turistas no Brasil

Na estação da seca, que acontece de abril a setembro, as opções mais interessantes são os safaris para observação das espécies locais, como mamíferos e aves, que começam a habitar as planícies. A vegetação, antes verde, agora fica marrom e árida. Cenário que lembra muito um safári na África. Nessa época também ocorre um dos eventos mais incríveis que o Pantanal oferece: a floração das Púvias (Ipês). Todo o cenário torna-se roseado por uma semana. O evento ocorre no final do mês de julho ou no começo de agosto.

Logo após a floração do Ipê rosa, uma árvore semelhante ao Ipê conhecido como para-tudo colore o cenário de amarelo também por uma semana. E estação da seca também oferece alguns perigos: no meado de setembro, a seca chega ao seu auge e o capim fica tão esturricado que um raio pode começar um incêndio devastador a qualquer momento.

Depois do auge da seca, a estação da cheia traz de volta a água que renova o ciclo da vida no Pantanal. A estação ocorre entre outubro e março. As plantas então voltam à coloração verde e as aves que se reproduziram durante a seca, aproveitam a fartura de frutos para alimentar os seus filhotes recém-nascidos.



Veja também:  Turismo no Rio de Janeiro - Pontos turísticos

As planícies mais baixas, agora inundadas, possuem um espelho d’água que proporciona o pôr do sol mais bonito do ano. Os mamíferos se afastam dos alagadiços, deixando o local para espécies como cegonhas, jacarés, patos e peixes que lutam pela busca de alimentos, por entre as espécies multicoloridas de plantas que se desenvolvem nos alagadiços.

Quem deseja conhecer o Pantanal pode hospedar-se em uma das inúmeras pousadas do local, que oferecem pacotes de 3 a 5 dias, que podem incluir itens comuns como café da manhã e almoço, e alguns casos, pacotes especiais oferecem o transfer entre o aeroporto e a pousada e alguns passeios pelo local.

A melhor época vai depender do que você deseja contemplar no local, já que o Pantanal é um local de grandes extremos. Mas a época de alta temporada é a de julho a setembro (seca), onde mais pessoas procuram o local, fazendo com que os preços subam mais. Se escolher esse período é preciso levar roupas de frio, pois as temperaturas podem cair muito durante a noite.

Quem desejar ainda mais belezas naturais pode fazer outros roteiros: Amazônia, Pantanal Norte, Chapada dos Guimarães, Pantanal Sul ou Bonito.

Por Patrícia Generoso

Turismo no Pantanal



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *