Informações sobre o Turismo Social

Não é só pelo modismo, mas pela lógica em si, muitos turistas estão optando por conhecer a verdadeira face dos lugares visitados. A prática que está ganhando cada vez mais adeptos foi denominada de Turismo Social, e não é em vão. Conhecer lugares completamente diferentes aos oferecidos pelas agências de viagens tem grandes ganhos, além de ver a realidade em que a maior parte da população se encontra, conhecer lugares paradisíacos que só não são mais lindos devido aos descuidos sociais com a sua população, este tipo de turismo gera oportunidades para a economia local. Pensando na possibilidade de colaborar com o desenvolvimento das populações menos favorecidas, muitas pessoas têm preferido o turismo social como modo de conhecer um determinado lugar.

Veja também:  Turismo em Gênova (Itália) - Dicas de passeios

O turismo social também é definido como "voluntourism", termo criado pela união da experiência de realizar um voluntariado e ao mesmo tempo conhecer a cultura de um outro país. 

Atualmente, Cuba possui o programa de voluntourism mais antigo, ele foi criado e está sendo desenvolvido pelo Instituto Cubano de Amistad con los Pueblos, Icap. A primeira comitiva de solidariedade foi realizada por um grupo de turistas norte-americanos que estava contra o bloqueio econômico pós-revolução cubana. Os participantes das comitivas reúnem-se antes da viagem para planificar os locais que visitarão e também definir quais produtos serão levados.

Muitos militantes de esquerda sentem-se atraídos por visitar o país na sua mais profunda realidade.



Uma das principais vantagens em fazer turismo social é a oportunidade de conhecer muitos aspectos da cultura que ficariam de fora em roteiros turísticos clássicos. Quando se fala de clássicos, isso não quer dizer que eles sejam menos importantes, mas é claro que a maior parte das agências prefere mostrar aqueles pontos turísticos que são mais conhecidos e que não apresentarão quaisquer aspectos desfavoráveis do destino. É justamente em ambientes mais heterogêneos que se encontram outros valores da cultura local, que podem ser conhecidos e desbravados por turistas que tenham vontade de conhecer a fundo as características dos povos.

Veja também:  Turismo em Orlando (EUA)

Aqui no Brasil, cada vez mais turistas estão indo visitar favelas, eles afirmam que é um passeio muito importante e acolhedor, já que nesses locais muitos moradores tem encontrado o seu sustento implantando restaurantes, bares, pousadas (para aqueles que desejam uma imersão completa na cultura local), entre outros tantos atrativos.

Espera-se que este tipo de turismo cresça e que em pouco tempo ele possa quebrar paradigmas e reafirmar algo que sabemos, o verdadeiro valor de um país está no seu povo e na sua cultura.

Por Melina Menezes





Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *