Japão – Como Tirar o Visto de Turista?

  


Saiba aqui o que você deve fazer para tirar o visto de turista para ir ao Japão.

Para quem sonha em conhecer a terra do sol nascente pode ir comemorando. Quem nunca foi ao Japão ou está planejando ir conhecer a terra dos samurais, uma boa notícia: A emissão de vistos para aquele país está cada dia menos complicada.

Desde que o Japão assinou um acordo de cooperação com o Brasil em fevereiro de 2016, os brasileiros que desejam viajar a passeio terão maiores facilidades na hora de conseguir uma permissão para pisar em solo japonês.

As facilidades começam logo com o fato de que é possível tirar várias entradas para aquele país em uma só solicitação, ao contrário de alguns países que só permitem a obtenção de um único visto de entrada.

Veja também:  Fórum Brasileiro de Turismo - Caraguatatuba (SP)

Apesar da facilidade de se obter mais de um visto, vale salientar que no caso de turismo, os visitantes só poderão permanecer no país por até 90 dias e os vistos retirados deverão expirar após três anos contados a partir de sua data de emissão. Então quem é turista poderá entrar e sair durante este prazo, sem a necessidade de estar sempre renovado a cada viagem.

Então, se você está pensando em visitar o Japão e pensa em tirar um visto com várias entradas, é bom observar as seguintes regras:

1 – Já ter estado no Japão nos últimos três anos, o que deve ser comprovado com o passaporte;

2 – Ter um emprego e um salário que possa responder por sua subsistência;

Veja também:  Dicas na hora de programar a sua Viagem

3 – Ser dependente (filho ou cônjugue) do candidato citado acima;

4 – O visto de várias entradas só será válido para três anos, nestes casos.




Então, depois destar regras, vamos agora ao documentos necessários para se tirar o seu visto:

1 – Documento de identidade;

2- Foto 3×4 ou 4×5 e que seja recente;

3 – Passaporte que deve ter sido emitido em pelo menos 90 dias antes da viagem;

4 – Passagens (ida e volta);

5 – Formulário preenchido para a solicitação dos vistos (Escrito a mão em letra de forma ou feito digitalmente);

6 – Roteiro bem detalhado de sua programação de viagem pelo país.

De posse de todos estes documentos, o solicitante deve comparecer a um escritório da embaixada japonesa mais próximo de sua casa ou ao consulado daquele país em horário adequado para dar entrada no seu pedido.

Veja também:  Dicas para Comprar Passagens Aéreas Baratas

Emmanoel Gomes






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *