Limite de Compras no Exterior – Europa, EUA

  


Confira o limite de gastos e de quantidade de cada item

Você está planejando viajar para o exterior e pretende fazer compras lá fora? Antes de chegar a outro país, se empolgar e sair comprando, é importante estar atento ao limite de gastos que você pode atingir para evitar possíveis problemas com muitas e com a alfândega. Assim, você pode aproveitar a viagem sem maiores preocupações.

É praticamente impossível viajar e voltar sem pelo menos algumas lembrancinhas. Há limites diferentes para cada categoria de produtos que os turistas brasileiros podem comprar nos Estados Unidos ou na Europa. Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre o limite de compras no exterior!

Quanto você pode gastar?

Os brasileiros que viajam de avião para o exterior podem gastar, no máximo, US$ 500 em compras, correndo o risco de ter que pagar uma multa de até 50% em relação ao valor excedente. Em se tratando de viagens por navio ou via terrestre, o limite de gastos é de US$ 300.

Veja também:  Edimburgo: A capital que preserva suas tradições

Porém, desde o mês de outubro de 2010, as máquinas fotográficas, celulares, roupas, cosméticos, calçados e relógios são considerados itens de uso pessoal, logo não precisam ser declarados, pois não entram na cota de isenção. Mas, existe um controle de quantas unidades de cada item que é possível trazer para o Brasil.

Quantidade de produtos que podem ser comprados no exterior

Lentes e demais equipamentos fotográficos: a quantidade máxima depende do valor, mas não é indicado comprar mais de 10 itens, nem mesmo sendo de tipos ou marcas diferentes. Esses artigos entram na cota de US$ 500, a não ser que haja a comprovação de que foram comprados para uso profissional.

Câmera fotográfica e celular: pode-se comprar 1 item desse por pessoa, e não faz parte da cota de US$ 500, visto que são classificados como objetos de uso pessoal, independente do valor ou modelo, mas devem estar fora da embalagem e usados.

Notebook, videogame e outros eletrônicos: o turista brasileiro pode comprar 1 de cada tipo por pessoa. Essas mercadorias fazem parte da cota dos US$ 500. Por questões de protecionismo, o Ministério da Fazenda não liberou esses itens.

Veja também:  Ligações Internacionais - Dicas para Economizar no Telefone

Câmera filmadora: é possível comprar até 2 câmeras por pessoa. O artigo entra na cota dos US$ 500. Se a câmera filma e fotografa, ela será classificada como câmera fotográfica, ou seja, um produto de uso pessoal.




Roupa e calçado: ao viajar para o exterior, os brasileiros podem comprar, no máximo, 3 tipos de cada produto. Nesse caso, os itens não entram na cota dos US$ 500, sendo considerados objetos de uso pessoal, desde que condiga com o passageiro e o tipo de viagem realizada.

Relógio: os viajantes podem comprar 3 itens por pessoa. Os artigos não entram na cota de US$ 500, uma vez que também são considerados de uso pessoal.

Cosméticos: não há uma quantidade oficial determinada para a compra desses produtos, mas é recomendado trazer até 10 unidades da mesma mercadoria. Esses itens não entram na cota de US$ 500, sendo de uso pessoal. Porém, o ideal é não exagerar para não ter que arcar com tributos aos chegar no Brasil.

Veja também:  Viagem para Las Vegas (EUA) - Dicas de Turismo

Cigarro: é autorizada a compra de até 10 maços no exterior, sendo possível acrescentar mais 20 maços no Duty Free. Os cigarros fazem parte da cota dos US$ 500, apenas os maços adquiridos no Doty Free não serão tributados.

Bebidas: para esses itens, o turista pode comprar 12 litros no exterior, tendo a oportunidade de adicionar mais 24 garrafas no Duty Free. Os produtos fazem parte da cota dos US$ 500, apenas as garrafas compradas no Doty Free não são tributadas.

Agora que você já sabe o seu limite de compras no exterior, o ideal é se planejar para não arcar com impostos muito altos.

Por Simone Leal

Compras no Exterior






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *