Novas Regras do Seguro Viagem 2017 – Veja o Que Mudou

  


Confira aqui o que mudou com as novas regras do Seguro Viagem 2017.

Para aqueles que gostam de viajar com frequência, seja de férias ou mesmo a trabalho, temos uma notícia muito animadora. Todas as seguradoras estão literalmente obrigadas a cobrir todas as despesas hospitalares, odontológicas e médicas em qualquer viagem internacional. A regra já está valendo desde março do ano passado e foi uma determinação expressa da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), que coordena as novas regras dos seguro viagem.

Deixaram de ser comercializadas as assistências viagens e agora somente o seguro viagem está sendo negociado. A diferença entre os dois é que na assistência viagem, a pessoa só poderia usar uma rede de prestadores específicos contratados pela empresa de viagem e se preferisse ser atendido em outra rede, poderia correr o risco de não ter o reembolso de todas as despesas médicas. Outro ponto negativo que contribuiu para a nova mudança é que como os serviços funcionavam em forma de assistência, caso acontecesse algum imprevisto durante a viagem, o viajante não poderia recorrer a SUSEP, que é a responsável pelo mercado de seguros em viagens internacionais, pois só haveria fiscalização em caso de morte por acidente durante o percurso.

Veja também:  Principais roteiros da PB no Festival de Turismo de Gramado

Todos os pacotes de viagens estão sendo vendidos com seguros, onde uma seguradora é contratada para garantir cobertura total dos clientes em caso de morte acidental, despesas médicas e hospitalares, extravio de bagagem, entre outras. O viajante pode escolher o local de atendimento de sua preferência e posteriormente, solicitar o reembolso para a seguradora que tem 30 dias para fazer.

Outra boa mudança é que todo atendimento relacionado a doenças ou lesões crônicas, também terão cobertura pela seguradora, porém, com um menor valor para ser reembolsado, pois é considerado preexistência.




Para viagens ao exterior, a seguradora é obrigada a oferecer, além das coberturas de despesas médicas, odontológicas e hospitalares, serviços de translado de corpo, médico e regresso sanitário.

Veja também:  Turismo em Petra - Jordânia - Paisagens de tirar o fôlego

É sempre bom ficar atento as novas regras, pois elas não são muito divulgadas e o consumidor deve exigir seus direitos na hora de viajar e saber tudo que está sendo contratado para se evitar dores de cabeça, além de gastos extras.

Rodrigo Souza de Jesus






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *