Vale Histórico de São Paulo – Passeios culturais em várias cidades

  


O Brasil é uma mistura maravilhosa de cultura e história, e para aqueles que pensam que cidades históricas estão somente em Minas Gerais enganam-se. Cidades próximas a São Paulo contam com uma bagagem recheada de herança cultural deixada pelos seus ancestrais.

Vou citar algumas cidades que fazem parte do Vale Histórico de São Paulo: Arapeí, Areias, Bananal, Queluz, São José do Barreiro e Silveiras.

Começando por Arapeí, que é uma cidadezinha que faz parte da microrregião de Bananal, suas atrações turísticas ficam por conta do turismo rural, ecoturismo e da história e cultura da cidade.

A cidade de Areias é conhecida por ser a primeira a plantar o café e por hospedar imagens ilustres como Dom Pedro I e Dom Pedro II. As atrações da cidade são suas construções, o povo hospitaleiro e ecoturismo.

Veja também:  Culinária Italiana em São Paulo - Dicas de Restaurantes



Graças a uma capela humilde e um povoado que formou uma pequena vila em meados do ano 1832, Bananal cresceu e enriqueceu através do café. Essa cidade teve seus momentos de glória, teve até moeda própria, fazia empréstimos na época Imperial para Bancos ingleses. Atualmente a cidade é bem simples e vive do turismo histórico-cultural.

Próximo a Guaratinguetá está o município de Queluz, onde podemos encontrar o Pico dos Três Estados, no qual marca a fronteira entre Minas, São Paulo e Rio de Janeiro. A herança dessa cidade se deve aos  índios puris. Logo surge a primeira capela e a cidade vai se desenvolvendo e vira um marco histórico!

São José do Barreiro surge para dar suporte às cidades vizinhas, localizada na Serra da Bocaína, é rica em beleza natural e seu principal atrativo fica por conta do Parque Nacional da Serra da Bocaína. Ela também conquista os turistas devido às comidas caseiras, doces e trilhas.

Veja também:  Oktoberfest São Paulo 2017

Silveiras também encanta pela natureza e o artesanato. Surgiu através dos Tropeiros, coleciona uma rica história do Brasil, a qual vale a pena conhecer. 

Por Viviane Lima






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *