A Azul pretende expandir as suas operações e informou que irá atender mais 35 cidades brasileiros.

Nesta última quarta-feira, dia 27 do mês de março, a Azul, empresa de linhas aéreas, anunciou oficialmente que pretende expandir as suas operações. De acordo com a novidade, a companhia irá atender mais 35 cidades brasileiras em diversos estados brasileiros.

O processo de expansão se dará gradativamente ao longo dos próximos anos. As cidades que serão atendidas, como já foi dito, são de várias áreas do país, áreas estas que atualmente não oferecem voos comerciais mais regulares e nem destinos internacionais diferentes.

Para começar, neste ano de 2018 serão contemplados de 8 a 10 destinos novos para voos, o que em porcentagem representa 5% de crescimento na capacidade.

Existe uma lista com os nomes dos novos destinos e dentre eles estão Caruaru, Santos, Guarapuava, Mossoró, Toledo, Pato Branco, Umuarama, Serra Talhada e outros.

A ideia é que a maioria destes mercados seja atendida com aviões do modelo ATR 72-600, que oferecem capacidade para um total de 70 passageiros.

De acordo com informações do vice-presidente de Receitas da Companhia Aérea, Abhi Shah, neste momento estão sendo acertados acordos com as prefeituras dos lugares onde se pretende oferecer voos, para assim tornar viável as condições que são necessárias para as operações terem início.

A Azul possui uma boa expectativa em relação a esse novo projeto, pois se baseia na cidade de Jaguaruna que passou a oferecer voos no ano de 2016 e que em um período pouco maior que um ano já transportou mais de 90 mil clientes. Fato que só comprova a viabilidade do projeto.

No último dia 24 do mês de março, último sábado, a Azul estreou dois destinos novos, sendo eles Córdoba e Rosário, ambos localizados na Argentina. O próximo destino a ser disponibilizado para voo será Santa Cruz de la Sierra, localizado na Bolívia.

A Azul é a companhia aérea que oferece atendimento em voos para o maior número de municípios do Brasil. Os números atualizados apontam mais de 100 destinos que a empresa atende, sendo 6 deles internacionais.

Além disso, a empresa possui convênio com outras empresas aéreas que são parceiras e oferecem aos clientes da Azul, conexões entre voos em Portugal e nos Estados Unidos, o que facilita muito a vida de quem viaja para estas regiões.

Veja abaixo todos os novos destinos que a empresa aérea pretende atender nesse novo projeto:

– Caruaru, Guarapuava, Mossoró, Umuarama, Toledo, Pato Branco, Serra Talhada, Macaé, Santos, Sant’Ana do Livramento / Rivera, Sobral, Franca, Tangará da Serra, Guanambi, Itaituba, Linhares, Balsas, Teófilo Otoni, Araguaína, Barretos, Ponta Porã, Bagé, Paranaguá, Caçador e Catalão.

Nunca na história do Brasil se viajou tanto de avião como nos dias atuais. Isso se dá pelo fato de há alguns anos atrás só pessoas com elevado poder financeiro podiam contar com os serviços de transporte aéreo.

Nos tempos atuais as passagens áreas, em razão da concorrência que existe entre as companhias, tornaram-se muito mais acessíveis. Voar de avião deixou de ser um privilégio somente dos chamados ricos e pode-se dizer que se popularizou bastante.

A oferta desses novos destinos chega em um momento muito bom, pois os brasileiros estão mais bem planejados na hora de realizarem uma viagem de férias por exemplo e procuram sempre por novos destinos, principalmente dentro do território brasileiro e em países vizinhos. Além disso, as empresas aéreas estão sempre com pacotes promocionais que acabam motivando os brasileiros a voarem mais.

A Azul Linhas Aéreas é uma empresa com reconhecimento nacional que já possui uma trajetória bem sucedida no país, o que passa mais credibilidade aos seus clientes antigos e principalmente aos novos.

Nesse sentido, resta agora aguardar que aos poucos esses 35 novos destinos sejam disponibilizados pela companhia que dificilmente encontrará uma concorrente com cobertura maior no país.

Por Sirlene Montes

Azul


Saiba aqui como fazer o seu check-in para viagens na Azul.

Viajar nem sempre é um processo calmo, inclusive, há quem faça isso em meio a correria do dia a dia, logo tudo que puder ser feito antecipadamente é uma mão na roda para tornar esse momento mais tranquilo. Se você vai viajar com a companhia aérea Azul, saiba que é possível fazer o seu check-in online de forma rápida e prática.

O check-in é um trâmite obrigatório para fazer qualquer viagem de avião. Até pouco tempo os passageiros tinham que ficar em longas filas para fazer este procedimento no balcão do aeroporto. Para contornar este problema e ganhar mais agilidade, as companhias aéreas adotaram o check-in online. Confira abaixo como fazer check-in online na Azul:

Check-in pela internet

Para quem quer fazer o check-in de viagem Azul antes de sair de casa, uma alternativa é usar a opção pela internet. Você deve fazer os seguintes passos:

· Usando o seu computador, você tem que acessar o site da Azul e clicar no ícone ‘’Check-in’’ na página inicial;

· Em seguida, escolha uma das alternativas para informar os seus dados, tais como: número da identidade, CPF, número Azul ou código de reserva;

· Feito isso, será aberto um novo campo, onde você tem que informar o número do documento selecionado;

· A partir daí, você vai receber o seu cartão de embarque, sendo necessário imprimi-lo;

· Se você não tem bagagem para despachar, não há a necessidade de passar pelo balcão de atendimento, basta embarcar no seu voo.

Check-in pelo aplicativo

Para os passageiros que desejam ter ainda mais praticidade na hora de viajar, uma opção mais moderna é fazer o check-in através do aplicativo da Azul. Veja como:

· Em primeiro lugar, faça o download do aplicativo da Azul no seu smartphone. Para isso, basta clicar no ícone da loja de aplicativos e pesquisar pela ferramenta da Azul;

· Após baixar e instalar o aplicativo, abra-o e selecione o número de documentos que deseja informar, podendo ser: número da identidade, CPF, número Azul ou código de reserva;

· Depois, digite o número do documento escolhido e confirme;

· Continue seguindo todas as instruções do aplicativo;

· Siga todas as instruções apresentadas pelo aplicativo;

· Ao chegar no portão de embarque, você deve usar o celular para mostrar o cartão de embarque;

· Se você está viajando apenas com bagagem de mão, não tem malas para despachar, não precisa passar pelo balcão de atendimento, basta seguir para o seu voo.

· Sempre que optar por fazer o check-in usando o celular, você ganhará pontos no programa de fidelidade da Azul, podendo trocá-lo por outros benefícios da companhia.

Check-in por SMS

Você está indo viajar com pressa, esqueceu-se de fazer o check-in em casa pela internet e não quer ter que passar pelo balcão do aeroporto? Então, faça o check-in por SMS, que é bem simples e rápido. Veja como fazer:

· Pegue o seu celular, abra a ícone de mensagens e envie um SMS para o número 26990 com o localizador do seu voo;

· Na próxima etapa, escolha se deseja informar o seu número de identidade, CPF, número Azul ou código de reserva;

· Para dar sequência ao check-in da Azul, você deve responder ao SMS com todos os dados solicitados pela companhia;

· Após este procedimento, você irá receber um link com indicação para imprimir ou salvar o seu cartão de embarque;

· Na hora de embarcar, é preciso usar o celular para mostrar o cartão de embarque;

· Caso não haja nenhuma bagagem para despachar, não é necessário passar pelo balcão de atendimento.

Para quem não quer enfrentar filas, outra alternativa é fazer o check-in Azul no totem de autoatendimento dentro do aeroporto, basta informar todos os dados citados anteriormente e imprimir o seu cartão de embarque.

Simone Leal


Saiba aqui como fazer o seu check-in para viagens na Gol Linhas Aéreas.

Na empresa aérea Gol é possível contar com várias formas para realizar o check-in de viagem. É possível inclusive ganhar tempo e fazer o check-in no local onde estiver, utilizando dos canais digitais disponibilizados pela Gol, entre eles: o site, o Twitter, o aplicativo e também o totem de autoatendimento. Se o passageiro preferir, também poderá fazer no próprio balcão de atendimento da empresa Gol, no aeroporto.

Saiba mais sobre as 6 opções disponibilizadas pela Gol e escolha a que melhor se encaixa com seu perfil e necessidade de praticidade, não deixando o check-in para a última hora.

1. Por Selfie Check-in

· Baixe no celular o aplicativo disponibilizado pela Gol;

· Acione a função “Selfie Check-in” no menu principal do aplicativo;

· Cadastre seu rosto no intuito de permitir o reconhecimento facial;

· A partir deste momento, para as próximas viagens, não será mais necessário o preenchimento de nenhuma informação, bastando apenas uma selfie para ter acesso ao cartão de embarque necessário.

2. Através do site

· Acesse o site e clique na opção “faça seu check- in”;

· Indique as informações solicitadas: localizador, CPF, Smiles ou nome e sobrenome;

· Indique o número de um documento;

· Selecione a opção de despachar alguma bagagem extra ou não;

· Escolha o assento no qual deseja efetuar a viagem;

· Faça a impressão do cartão de embarque em casa ou mesmo no Totem de atendimento da Gol no aeroporto.

3. Pelo Smartphone

· Baixe o app da Gol de forma gratuita;

· Indique as informações solicitadas: localizador, CPF, Smiles ou nome e sobrenome;

· Indique o número de um documento;

· Selecione a opção de despachar alguma bagagem extra ou não;

· Escolha o assento no qual deseja efetuar a viagem;

· Se possuir, indique seu número de Smiles, para com isso acumular suas milhas;

· Mostre o cartão de embarque eletrônico diretamente na tela do aparelho celular, no portão de embarque.

4. Através do Totem de autoatendimento

· Vá até um dos Totens de autoatendimento da Gol dispostos no aeroporto em questão;

· Indique seu localizador, CPF e número Smiles, além de nome e sobrenome;

· Indique o número de um documento;

· Selecione se deseja ou não o despacho de alguma bagagem extra;

· Escolha o assento em que prefere viajar;

· Faça a impressão de seu cartão de embarque no próximo Totem de autoatendimento da Gol.

5. Utilizando o Twitter

· Siga o perfil da Gol Linhas Aéreas (@VoeGOLoficial), faça um tuíte com a hashtag #GOLcheckin;

· Em seguida você vai receber uma mensagem de forma privada, na qual haverá o pedido do código localizador de sua passagem. Depois serão solicitadas as confirmações de dados, assim como preferências de seu voo, sendo que tudo será no ambiente privado;

· Caso você seja cliente Smiles, poderá ainda digitar o seu número para acumular milhas no programa.

· Você irá receber em seu celular o cartão com “QR code” para efetuar o embarque e já poderá viajar.

Obs: caso necessite informações complementares relacionadas ao check-in no Twitter, acesse https://twitter.com/voegoloficial

6. Direto no balcão da Gol no aeroporto

· Apresente no balcão seu RG, CNH, identidade profissional com foto ou passaporte. No caso de viagens internacionais, você deverá apresentar o passaporte. Caso o destino seja um dos países pertencentes ao Mercosul, poderá ser apenas o RG. O código de reserva eletrônica (localizador) ou o da própria passagem impressa não deve ser esquecido;

· No balcão, despache a bagagem, caso possua, as malas serão pesadas, etiquetadas e enviadas à aeronave, neste momento, caso se faça necessário, poderão ser compradas mais bagagens. Se o serviço for contratado de forma antecipada, nos canais digitais ou nos Totens dos aeroportos, será possível receber um desconto de 50%;

· Na conclusão do check-in o cartão de embarque será recebido, com ele você já terá acesso à área de embarque e ao avião.

Por Silvano Andriotti


Saiba aqui como fazer o seu check-in pelo celular e internet em voos da Latam.

Grande parte das companhias aéreas oferecem a possibilidade do cliente fazer o check-in (primeiro passo para que seja autorizado o seu embarque no avião) online. De tal forma, a Latam não fica de fora dessa, oferecendo o serviço online, também, e de forma prática, mas como fazer para usá-lo?

Antes de explicar é preciso fazer algumas observações e deixar algumas coisas bem claras, como por exemplo, que em algumas das ocasiões de check-in não permitem o preenchimento online, como a de jovens menores de dezoito anos que viajam desacompanhados, pessoas com problemas especiais, passageiros que viajam com bebês ou animais de estimação ou que solicitaram cadeira de rodas.

A empresa oferece um site muito intuitivo, visualmente agradável e de fácil entendimento. Agora vamos à alguns passos simples:

1. Acesse: https://www.latam.com/pt_us/informacao-para-sua-viagem/como-fazer-checkin-online/

2. Veja se seu voo é operado no código LA, 4M, 4C ou XL, caso sim, prossiga.

3. Clique no botão "Faça o Check-in" no link acima.

4. Coloque o código de reserva e o sobrenome vinculado à reserva entre 48 horas e 2 horas antes da partida de seu voo.

5. Selecione um assento de sua preferência.

6. Basta verificar e caso necessário preencher os dados do passageiro.

7. Imprima o cartão gerado para o embarque.

8. Se possuir bagagem para mover enquanto espera o avião, você precisa ir ao check-in no aeroporto para solicitar o serviço.

Caso seu voo possua o código JJ ou PZ (remetentes a Brasil e Paraguai, respectivamente):

1. Coloque o código de reserva e sobrenome vinculado à reserva (também deve ser entre 48 horas e 2 horas antes da decolagem).

2. Escolher ou mudar o assento.

3. Imprimir o cartão de embarque ou pedir o envio por e-mail ou SMS. Já no aeroporto, registre a bagagem destinada ao compartimento de carga no balcão e dirija-se ao portão de embarque com o documento oficial com foto e o cartão eletrônico.

Os aeroportos que atendem ao serviço com o código JJ ou PZ (que remetem ao Brasil e Paraguai):

Todos os aerportos presentes no Brasil para voos domésticos feitos pela LATAM Airlines Brasil (JJ) e em voos internacionais partindo dos Estados Unidos, Paris, Frankfurt, Lima, Londres, Madri, Milão, Santiago do Chile, Montevidéu, e São Paulo (aeroporto internacional de Guarulhos), exceto destinos aos Estados Unidos.

Para fazer a partir do celular:

1. Acesse: m.tam.com.br e escolha a opção de "Chek-in via celular".

2. Insira o código e o número da reserva (se quiser somar pontos com a LATAM fidelidade, basta colocar o número membro)

3. Escolha ou altere o seu assento, caso necessário.

4. Selecione como deseja receber seu cartão de embarque a partir das duas opções: via e-mail ou SMS.

5. Dentro do areporto, faça o cadastro da sua bagagem no compartimento de carga no balcão e vá ao seu portão de embarque com o documento oficial com foto e cartão eletrônico.

OBS:

1. Se você teve algum imprevisto com o seu celular, como a falta de bateria, será necessário a locomoção até o balcão de check-in no aeroporto e solicitar a impressão do cartão de embarque.

2. O passageiro que for fazer voos domésticos terá que se apresentar 30 minutos antes no portão de embarque e 60 minutos, no caso de voos internacionais.

3. Para cancelar o check-in, acesse o site da LATAM, clique em "Check-in". Tal cancelamento pode ser realizado até 45 minutos antes do voo.

4. Para viajens onde há a presença de conexão, a emissão do cartão de embarque não estará disponível em nenhum trecho.

Espero que a matéria tenha ajudado e tirado algumas dúvidas.

Fabrício Guilhermo


Saiba aqui o limite de peso e tamanho da bagagem de mão.

Está de férias? Pensando em viajar de avião? Mesmo sendo a trabalho ou por qualquer outro motivo, se você está pensando em pegar o próximo avião ou está ainda planejando o seu roteiro, é bom ficar bastante atento para algumas regras básicas que devem ser seguidas para que você tenha um voo tranquilo e bastante calmo.

Para quem ainda nunca embarcou numa aeronave, existem certas normas que devem ser seguidas à risca principalmente para aqueles viajantes que gostam de embarcar levando muita coisa embaixo do braço.

Pensando no bem estar, conforto e segurança dos próprios passageiros , as empresas aéreas elaboraram uma série de regras que devem ser seguidas para quem vai viajar de avião. É claro que estas regras podem variar de uma empresa para a outra, mas existem certos pontos em comum e que são levados em consideração na hora de se oferecer uma viagem tranquila e mais confortável.

De olho também na segurança e principalmente na capacidade de conquistar e manter clientes fidelizados, as principais empresas de aviação comercial que operam no Brasil estipularam condutas relativas ao que os seus passageiros podem leva consigo na hora do embarque.

Diferentemente das viagens por terra, onde qualquer passageiro podia acomodar sua bolsa, sacola ou mala de viagem no bagageiro do ônibus e ainda levar mais sacolas e bolsas, que eram dispostas num loca acima das cadeiras, quem vai de avião deve ter bastante atenção no que vai levar na chamada bagagem de mão para não ser barrado na hora do check-in.

Neste artigo, vamos falar das normas adotadas para quem leva algum volume de mão pela empresa Latam. Isto vale tanto para os voos nacionais e internacionais.

Para começar, a empresa estipulou uma regra geral para todo tipo de bagagem, seja ela de mão ou despachada. A empresa se recusa expressamente a transportar qualquer um dos tipos cujos donos estejam portando o smartphone da marca Samsung e cujo modelo seja o Galaxy Note 7. Esta restrição foi adotada em virtude dos constantes episódios de explosão do aparelho, o que poderia comprometer a segurança dos passageiros e da tripulação.

Com relação a bagagem de mão, a empresa permite que os passageiros possam portar uma pequena mala de mão e algum tipo de item pessoal e que seja suficiente para que possa ser colocado no compartimento localizado acima das poltronas.

A empresa estipulou as dimensões para as bagagens pessoais com ao seguintes medidas: 55x35x 25 centímetros, sendo altura, largura e espessura nesta ordem. Nestas medias, leva-se em consideração as alças, rodas e bolsos externos.

Além de estipular as medidas, a Latam adotou também a classificação por peso e em função do tipo de voo a ser feito.

Assim, para viagens nacionais, o limite de peso é de 10 Kgs. Para as viagens internacionais, saindo e chegando ao Brasil, na classe econômica, o limite é o mesmo.

Para as rotas internacionais em cabines do tipo Economy e que não passem pelo Brasil, o limite reduz-se para 8Kgs. Ainda nos voos internacionais, do tipo Premium, o limite sobe para 16 Kgs.

No caso da bagagem pessoal ultrapassar estes limites, ela deverá ser transportada no bagageiro do avião e obedecendo ainda aos limites permitidos para este tipo de bagagem. Caso seja ultrapassado, o passageiro terá que desembolsar um certo valor pelo excesso.

Portanto, se você realmente vai pegar um voo nos próximos dias ou nas próximas férias, seria bom estar bem informado com relação ao que pode constar na chamada bagagem de mão.

Quem vai pela Latam, o bom é se informar de todos estes detalhes. Isto pode ser feito entrando diretamente no site da empresa. Para quem se interessar pode clicar aqui e conferir tudo. Depois é só pegar o bilhete e boa viagem!!!

Emmanoel Gomes


Saiba aqui todos os detalhes sobre as bagagens em aviões da Gol Linhas Aéreas.

Viajar de avião é mais seguro, porém, há uma série de normas rigorosas que todo passageiro deve seguir para que possa não apenas embarcar, mas também, garantir segurança dentro do próprio aparelho onde vai realizar sua trajetória até o fim desejado, país ou cidade. As linhas aéreas são imprescindíveis hoje, pela praticidade e comodidade que oferecem tanto para pessoas de negócios quanto para pessoas que estejam a passeio. É importante salientar que todo passageiro precisa ser instruído com relação à bagagem, distinguindo dois tipos de bagagem, a de mão e a despachada.

Conforme instruções importantes disponíveis no site da Gol Linhas Aéreas, a bagagem sempre é determinada por passageiro e por segmento ou trecho. O custo pago pela bagagem é valido por todo o itinerário, desde a origem, ponto de partida, até o fim da viagem. E isto não depende das escalas ou conexões que o voo estabeleça.

Os critérios para bagagem são os seguintes: com relação à bagagem de mão esta deve seguir um padrão que esteja em torno de 55 cm entre comprimento e largura e possuir peso máximo de 10 quilos. Neste caso, o conselho é que o passageiro dê preferência à mochila ou tipos de malas bem pequenas. No que se trata da bagagem de despacho, as dimensões seguem o critério de 50 x 28 x 80 cm entre comprimento e largura e, no máximo, 23 quilos. É claro que mesmo com todas as normas claras sobre esse procedimento, ainda assim as pessoas levantam dúvidas, por exemplo, sobre a quantidade de bagagem permitida. Na Gol existem valores que são calculados para bagagem cujos preços tem até 50% de desconto se as aquisições são realizadas pelos canais de autoatendimento. São quatro promoções, a Light, Flexível, Programada e GOL Premium.

O repertório de objetos categorizados como bagagem de mão ou despachada inclui todos os itens a seguir: Aparelhos eletrônicos tais como notebooks, smartphones ou câmeras fotográficas são bagagem de mão. Baterias de filmadoras e câmeras ou qualquer aparelho elétrico portátil, somente como bagagem de mão. Em caso de pessoas com problemas de saúde que necessitem carregar medicamentos e até equipamentos médicos, há um protocolo a ser rigorosamente seguido, com regras muito específicas que podem ser consultadas no seguinte link: https://www.voegol.com.br.

Com relação a produtos líquidos e cremosos de utilização pessoal, tais como gel, pasta, creme, aerossol, a regra é no máximo 2 kg ou 2 litros e cada unidade com 500 g ou 500 ml, portanto, são bagagens de mão. As bebidas como refrigerantes, sucos, vinhos ou cervejas são bagagens despachadas, que só podem ser transportadas dentro de suas respectivas embalagens e devidamente lacradas. Aromatizadores de ambiente, desodorantes, perfumes, colônias e outras espécies de aerossóis podem ser considerados tanto bagagem de mão quanto despachada, seguindo o mesmo critério para os líquidos, sendo 2 kg ou 2 litros e no máximo de 500 g ou 500 ml em pote. Para vegetais existe uma norma especial, pois o transporte é realizado somente via Gollog. Neste caso, os dirigentes da Gol aconselham sempre o passageiro a consultar a Secretaria de Agricultura. Para acessórios esportivos a regra se aplica conforme a natureza do objeto, por exemplo, pranchas de surf só podem ser despachadas; para as bolas, devido à pressão do vôo, existe um critério que determina, conforme as medidas, se elas serão despachadas ou bagagem de mão. Bicicleta em geral, de aro superior a 20, só despacho. Os bastões e as pranchas devem ser despachados em capas próprias. Óculos, botas, luvas, por exemplo, são bagagens de mão. Caiaque não pode nem deve ser despachado, mas sim embalado e transportado pela Gollog, que é a divisão de cargas da Gol. Instrumentos de mergulho tais como máscaras e nadadeiras, são bagagens de mão. Cilindro de oxigênio, devidamente esvaziado, só via Gollog. Skates motorizados, tais como o hoverboard, não são transportados em hipótese alguma, já que a bateria de lítio desse tipo de equipamento pode causar incêndio e explosão. Instrumentos musicais serão bagagens de mão ou despachados, conforme o tamanho. Televisões ou computadores, somente em embalagem original e despachada, bagagem no check-in, via Gollog. Máquinas de lavar, fogões ou qualquer eletrodoméstico da mesma espécie não são transportados pela Gol. Outros tipos de eletrodomésticos mais portáteis, como fornos Microondas, podem ser apenas despachados. No caso de produtos perecíveis e alimentos, estes devem ser devidamente embalados e lacrados, de modo a impedir vazamento ou derretimento, em meios tais como isopor ou plástico resistente. Papéis negociáveis, joias, peças valiosas, dinheiro, entre outros, só como bagagem de mão. Para os objetos frágeis, somente se os mesmos estiverem devidamente embalados e protegidos, pois a empresa não se encarrega de ressarcimento em caso de danos. As bagagens declaradas possuem uma série de normas específicas, critérios mais rigorosos, de categoria de bagagem despachada. Existe uma taxa complementar no valor de 35%, além de outros procedimentos. Documentos bancários, títulos de crédito, talões de cheque, equipamentos comerciais e outros objetos de mesma natureza seguem o mesmo padrão de normas. Explosivos, gases, líquidos inflamáveis, determinados modelos de armas, entre outros objetos perigosos, não embarcam em nenhuma hipótese. Proibidos conforme explica o site da ANAC.

Para maiores informações acesse o site da GOL: https://www.voegol.com.br. Segurança acima de tudo.


Confira aqui mais detalhes sobre a Bagagem de Mão na Azul Linhas Aéreas.

A Azul disponibiliza algumas orientações essenciais para você que vai viajar com sua bagagem de mão.

O peso limite não pode passar dos 10 kg. Com relação ao tamanho, a bagagem não pode passar dos 115 centímetros computando a soma da altura, largura e profundidade respectivamente.

É aconselhável levar em sua bagagem de mão objetos frágeis e de uso pessoal como remédios, dinheiro, notebook, tablet ou mesmo objetos eletrônicos pessoais (câmera, pen-drives, celular). Ressaltamos também que a companhia área não irá se responsabilizar por quaisquer perdas ou danos sobre estes itens. Desta forma, qualquer bagagem de mão como pequenas malas, mochilas, bolsas ou sacolas, é de inteira responsabilidade do passageiro.

Há uma orientação especial sobre o transporte de Hoverboard (Skate Elétrico). A Azul não está autorizada a transportar este tipo de equipamento pela falta de segurança que o envolve em voo, esta determinação é geral, válida para quaisquer voos internacionais ou nacionais.

Dicas valiosas para você viajar somente com a bagagem de mão

Pode parecer impossível viajar somente com uma bagagem de mão com peso de até 10 kg, mas para um passageiro mais organizado e com um tempo de viagem relativamente curto, este sonho pode virar realidade, as vantagens são inúmeras:

– Você pode fazer o check-in online, pelo computador ou até pelo celular.

– Evitar filas para despachar suas malas e esperas atenuantes próximos de esteiras nos desembarques.

– Menos preocupações com malas grandes e pesadas, sem falar na dor de cabeça quando sua bagagem é perdida ou furtada.

A autora Monique Renne, publicou valiosas dicas em seu artigo "13 dicas para viajar só com uma bagagem de mão com até 10 quilos", que vale a pena serem seguidas, abaixo resumimos as principais:

1. Economize nos potes e utensílios de higiene pessoal

Você não precisa de potes ou frascos inteiros de cremes, shampoos ou utensílios para higiene pessoal, como pasta de dentes e escovas, procure acomodar tudo em potes pequenos e não se esqueça que determinados hotéis já oferecem estes itens de higiene em suas acomodações.

2. Reduza os objetos do seu dia a dia

O secador de cabelos enorme e profissional não é necessário em sua bagagem, um pequeno já basta, o mesmo vale para joias ou bijuterias em grandes quantidades, tudo que conseguir eliminar ou reduzir vai ajudar a ter mais espaço na mala e menos peso para computar nos 10 kg de limite.

3. Menos é mais quando você for se vestir

O conselho é antigo, mas vale até hoje, escolha as roupas que mais usa ou que mais lhe caem bem em qualquer ambiente, isto é, leve apenas o essencial e o menos volumoso.

4. Não se apegue a roupas bonitas que nunca foram usadas

Gosta daquele vestido mas só usou uma vez e nem se lembra quando, adora aquele terno mas nunca teve mais tempo para prova-lo, pois é, estes tipos de roupas não são úteis em sua bagagem, por mais que goste delas.

5. Seja eficiente nas combinações de roupa e deixe de lado roupas de difícil gosto ou combinação

Para melhorar sua bagagem de mão, leve roupas que permitam ter inúmeras combinações com outras, isto vai facilitar muito seu dia a dia.

6. Roupa boa é roupa leve e que não amassa com facilidade

Sim, vale tudo para economizar nos 10kg e roupas com tecidos leves são grandes aliadas.

7. Cuidados com os sapatos que for levar, prefira os mais confortáveis em todos os lugares que for andar.

Esta dica é valiosa não só para sua bagagem como para a saúde de seus pés, sandálias e tênis são seus aliados a qualquer hora.

8. Se despeça das bolsas, sacolas ou mochilas que sempre são adicionais na viagem.

Foco e atenção no principal que é sua bagagem de mão, utensílios adicionais mais atrapalham do que ajudam.

9. É difícil, mas adiante a todos amigos e parentes que desta vez não vai ter presente e nem aceitar encomendas

Lista de presentes demanda espaço em sua mala, coisa que você não estará disposto a ceder a ninguém, inclusive a você mesmo.

10. Mala boa é mala leve, mas se previna antes com relação a companhia área

Saiba as normas e peso sobre a bagagem de mão que irá transportar pela companhia que irá viajar e escolha modelos simples e leves para isto.

Faça uma boa viagem!

Carlos B.


Confira aqui todos os detalhes sobre Bagagem Despachada.

Clientes que estão acostumados a viajar com a Azul Linhas Aéreas pode perceber que desde Junho/2016 as bagagens despachadas estão sendo cobradas, porém, algumas passagens ainda continuam incluindo a bagagem – com valores mais altos. E se você não conhece quais são os planos disponibilizados pela companhia aérea e valores, vamos explicar nesse post.

As tarifas disponibilizadas para os clientes, são: MaisAzul e Azul.

A Categoria MaisAzul é a mesma modalidade que o cliente já encontrava na companhia área, com 1 bagagem de 23kg (voos nacionais) podendo ser despachada e o cliente tem ainda mais 10kg de bagagem de mão. Já na categoria Azul, a passagem é mais barata, porém, inclui apenas a bagagem de mão de 10kg, caso o cliente queira adicionar bagagem despachada o valor é de R$ 40,00 se comprado por aplicativo, call center ou pelo site, no guichê da companhia área o valor é de R$ 60,00. Porém, será cobrado excesso de bagagem, caso ultrapasse a cota de 23kg, valor que vale para as duas categorias.

Com 23kg de bagagem inclusa no valor, cada cliente possui um total de 45kg para ser despachado, mediante a pagamento de excesso de bagagem e a depender da disponibilidade do voo.

Além das bagagens convencionais, como malas de viagem. Os carrinhos de bebes de crianças de 0 a 2 anos também devem ser despachados, estes sem custos.

Bagagens Proibidas

Objetos cortantes são extremamente proibidos na companhia área, por colocar a segurança de todos à bordo em risco. Hoverboard também não são permitidos, em viagens nacionais e internacionais.

Voos Internacionais

Voos para a Europa ou Estados Unidos, as bagagens despachadas dependem da classe que o cliente optar. Para a classe Business são permitidas 3 bagagens de 23kg cada e mais 10kg de bagagem de mão. Para a econômica, são autorizadas 2 bagagens de até 23kg e bagagem de mão de 10kg.

América do Sul e Caiena, pelo plano MaisAzul, apenas 1 bagagem de até 23kg e 1 bagagem de mão de até 10kg.

Bagagem Mão

Para todos os voos – nacionais e internacionais, a bagagem de mão deve ter no máximo 10kg e até 115 centímetros no total, somando as medidas de largura, altura e profundidade.

A companhia área Azul, possui também o programa de vantagens. Para compras em dinheiro (reais), mais os pontos das pessoas que já são clientes da companhia, pelo plano AZUL, os preços ficam assim para voos nacionais:

Categoria TudoAzul, pelo plano AZUL é permitido 1 bagagem de 23kg;

Categoria TudoAzul Topázio, são autorizadas apenas 1 bagagem de 28kg;

Categoria TudoAzul Safira ITAUcard Platium, 1 bagagem de 33kg sem cobrança de despache de bagagem;

Categoria TudoAzul Diamante, sem taxa de despache de bagagem, está categoria inclui 1 bagagem de 38kg;

E para os voos internacionais, as categorias são as mesmas, porém, com diferença entre Estados Unidos, Europa e América do Sul, pelo plano MAISAZUL.

Para mais informações sobre este tópico, é aconselhável verificar os detalhes no site da empresa.

Companhia Aérea Azul

A companhia de viagem Azul foi fundada em 2008. A Azul já é a segunda companhia do Brasil em frota de aviões, a terceira maior companhia do Brasil em números de viajantes e a maior em número de destinos ofertados.

As aeronaves operam em mais de 90 aeroportos brasileiros e em 8 aeroportos internacionais – iniciando sua trajetória em 2014.

Sendo o aeroporto de Viracopos, Confins e Recife seus principais centros de operações.

A companhia aérea Azul fornece aos seus passageiros segurança e programas especiais para seus clientes.

Não deixe de visitar o site da Azul e conhecer ofertas especiais para viagens nacionais e internacionais com descontos e promoções atrativas.

Fabiane de Barros Coelho


Empresa passará a cobrar por alimentos durante seus voos nacionais. Apenas água continuará sendo fornecida de graça.

A partir do dia 20 de julho de 2017, aqueles que forem fazer voos nacionais por meio da companhia aérea Latam terão uma novidade. A empresa não servirá mais comida de graça a seus passageiros. A partir de agora, a companhia irá oferecer um cardápio que contém 52 opções de bebidas e de comidas, e somente a água potável é que será servida sem que haja uma cobrança extra.

A princípio, entorno de 80 voos diários ganham a novidade, fazendo a interligação dos aeroportos de Bauru (interior de São Paulo), Brasília (Distrito Federal), São Paulo (Congonhas), Rio de Janeiro (Galeão), Maceió (Alagoas), Natal (Rio Grande do Norte), Recife (Pernambuco), Ribeirão Preto (interior de São Paulo) e Santarém (Pará). Com o passar do tempo, o serviço será espalhado para toda a frota nacional da companhia aérea.

Tendo preços entre R$ 4 (chá e café, por exemplo) e R$ 30 (para quem quiser consumir um espumante), os itens do cardápio se dividem em café da manhã/tarde; os sanduíches; as saladas e wraps; bar; bebidas e os snacks (salgados e doces). Esse cardápio pode ser consultado na página da Latam, na web.

Será aceito pagamento com cartão de crédito (bandeiras Mastercard ou Visa) ou em dinheiro. É importante que os passageiros estejam preparados para a novidade, considerando que muitas pessoas compraram a passagem com antecedência e acabam não se atentando para mudança como essa.

Sobre a bagagem

Outra questão da empresa se refere às bagagens. Desde o dia 24 de junho de 2017, a Latam começou a adotar também uma cobrança separada para as bagagens despachadas. O preço que se paga por esse serviço é entre R$ 30 e R$ 80, de acordo com o momento da sua contratação, para os clientes dos voos nacionais que fizerem a opção por passagens mais baratas.

No que se refere aos voos internacionais, o despacho da bagagem ainda é algo incluso, tendo sido feita alteração apenas no que se refere ao limite de duas malas pesando 32 quilos para duas malas com peso de 23 quilos (em alguns destinos específicos, como: África do Sul, EUA e Europa). Para os voos para fora do país o serviço de bordo continua sendo o mesmo.

Iris Gonçalves


Empresa informa que mudanças passarão a valer a partir do dia 18 de maio de 2017.

De acordo com as novas regras da companhia aérea LATAM, daqui a poucos dias já estará em vigor o processo de cobrança por bagagens de primeira unidade. A nova regra aplica-se aos voos domésticos. Por isso, essa decisão anuncia que é hora das pessoas que precisam desse meio de transporte aprenderem a diminuir o número de bagagens, se não quiserem aumentar os gastos com despesas aéreas adicionais.

Na sexta-feira, dia 11, a empresa LATAM divulgou um comunicado registrando as mudanças nas suas regras sobre a cobrança do despache de bagagens adicionais. De acordo com a companhia, na quinta-feira, dia 18 de abril, o plano começará a ser executado. É importante frisar que a regra é válida tanto para voos nacionais, quanto para voos internacionais.

É necessário entender que, inicialmente, a partir de quinta- feira, a empresa cobrará apenas as bagagens que estiverem em excesso, ou seja, bolsas e malas que estiverem muito pesadas ou então, em grande quantidade.
Dessa forma, os voos domésticos, permitem no máximo, 23 kg por bagagem. Tal regra estende-se também para rotas que ligam a América do Sul ao Caribe. Por outro lado, os demais voos internacionais permitem que os passageiros levem duas bagagens de 23 kg cada.

Para voos domésticos, se a compra para o despacho da unidade de cada bagagem for feito com antecedência, pode custar R$ 30,00.

Durante esse mesmo período, a empresa começa a vender novas tarifas. Contudo, a mudança será realizada de modo lento, para que os clientes não sejam prejudicados pelas mudanças de última hora.

Já que os voos internacionais permanecerão com a mesma franquia sobre a bagagem, pelo menos, a passagem custará cerca de 20% menos aos passageiros que comprarão passagens para voos dentro do território brasileiro.

Outra novidade da empresa LATAM é o fato das passagens serem reformuladas para a suas posteriores vendas. Dessa forma, elas foram separadas em quatro tipos de tarifa, isso é: Top, Plus, Light e Promo. Segundo a empresa, a ideia é oferecer ao cliente um modo mais versátil e flexível de viajar, pois é dado o consumidor a possibilidade de escolher o serviço que melhor lhe cai bem, de forma que ele pagará apenas pelos benefícios que usufruiu.

SIirlene Montes


Apesar da liberação de cobrança extra para as bagagens, empresas devem manter o antigo sistema nos próximos meses.

Na última sexta-feira do mês de abril, dia 28, a Justiça Federal anunciou sua decisão em relação à cobrança extra por parte das companhias áreas sobre o despacho de bagagens, liberando assim este tipo de cobrança.

Contudo, embora muitos usuários esperassem que imediatamente após essa decisão as companhias aéreas já começassem a realizar esse tipo de cobrança, o que ocorreu não foi bem isso. Aliás, as companhias de viagens aéreas sequer possuem uma previsão sobre a partir de quando começarão a fazer este tipo de cobrança.

De qualquer forma, as empresas aéreas do país, desde o último dia 29 de abril, já estão liberadas para praticar a cobrança por bagagem, através do valor das passagens.

A informação inicial é de que as companhias em sua maioria, neste momento, estão estudando o assunto de forma interna e assim que algo for decidido, os seus clientes serão devidamente comunicados. Até que essa decisão, particular de cada companhia, seja comunicada, as coisas, ou melhor, a cobrança de passagens continua da mesma forma.

As companhias Gol, Latam e Azul declararam que ainda não possuem uma decisão definida sobre o fato de cobrar a mais pelas bagagens.

A Companhia Avianca Brasil anunciou que também pretende estudar melhor a questão e que nos próximos meses tudo continuará da mesma forma, ou seja, as passagens não estarão mais caras por causa de bagagens extras.

Desde o mês de fevereiro a Anac, que é a Agência Nacional de Aviação Civil, já havia estipulado novas regras em relação à cobranças de taxas extras por bagagens a serem despachadas nos voos nacionais e também internacionais.

Nesse sentido, foi estipulado que a bagagem de mão, que antes possuía o limite de 5 quilos, passasse para 10 quilos. Além disso, é possível levar uma bagagem de até 23 quilos sem que haja a cobrança extra. Contudo, se esse limite fosse ultrapassado os passageiros deveriam pagar a taxa extra.

Com a decisão do último dia 28, as empresas aéreas ganham a liberdade de criar suas próprias regras em relação ao despacho de bagagens, o que já acontece em companhias áreas de todo o mundo.

Dessa forma, as companhias poderão melhorar os serviços, valores e os consumidores terão a oportunidade de escolher o plano, os bilhetes e assim pagar por aquilo que realmente vão utilizar. O que vai gerar uma concorrência saudável entre as companhias, em que os clientes levarão a melhor.

Ao que tudo indica, pelo menos nos próximos meses tudo operará como já estava, contudo, as empresas com certeza estudarão a questão e irão apresentar suas decisões e que beneficiará os usuários.

Sirlene Montes


Sindicatos pretendem fechar os aeroportos nesta sexta-feira, dia 28 de abril de 2017.

O SNA, Sindicato Nacional dos Aeroviários, pretende fechar os aeroportos em todo o Brasil, na sexta-feira 28 de abril, apoiando a greve geral que manifesta os trabalhadores contra a Reforma Trabalhista proposta pelo governo Temer. Segundo o Sindicato, o movimento é totalmente contrário às reformas trabalhistas, da lei da terceirização e da previdência, por isso deve apoiar a greve geral, fechando os aeroportos e suspendendo as atividades.

O Aeroporto de Guarulhos já anunciou seu fechamento a partir das 6 da manhã da sexta-feira. Isso significa que o maior aeroporto do país teve a paralisação aprovada, operando assim com apenas 30% das operações, obedecendo a Lei que regulamenta greves. Por esse motivo, a maioria das viagens datadas de 28 de abril devem ser afetadas.

Movimentos contra as propostas do governo Temer estão acontecendo em todo o Brasil. A greve será apoiada por várias categorias, portanto, bancos, correios, serviços de transporte metropolitano e escolas devem paralisar-se nessa sexta, além de muitos outros serviços.

A postura das companhias aéreas diante da determinação do SNA de paralisar os aeroportos foi um tanto quanto positiva. A Gol e a LATAM pronunciaram-se acerca dos voos já marcados para a data da greve. A LATAM recomendou que os passageiros que tenham voos marcados no dia 28, consultem o status do voo no site oficial da companhia com antecedência, no caso do cliente ter o voo afetado pela paralisação. A empresa deu as opções de adiantar a viagem para o dia anterior ou prorrogar a mesma viagem para um dos 15 dias seguintes, sem custos adicionais. Já a Gol foi ainda mais arrojada, afirmando que todos os clientes da companhia que tenham viagens para o dia 28, se desejarem alterar a data, tanto antecipando quanto postergando, poderá realizar essa ação sem custos adicionais, através de um dos canais de atendimento da empresa.

Se você possui algum voo para sexta-feira dia 28, verifique junto à sua companhia aérea as ações possíveis para realizar sua viagem sem maiores transtornos.

Carolina B.


Saiba aqui quais são as melhores companhias aéreas do mundo em 2016.

Estamos acompanhando recentemente nas mídias a forma como as empresas aéreas estão se comportando em situações que vão além daquilo que estão acostumadas a vivenciar. Os tipos de situações são essas: um passageiro em estado de confusão, fazendo com que seu comportamento fique anormal aos demais; situações de risco em caso de acidentes ou ameaças demais ou até casos como partos dentro do avião ou situações que possam vir a interferir com a saúde dos passageiros. Esses são apenas alguns dos casos, pois cada caso pode ser levado de um extremo ao outro, mas serve para avaliar como as mesmas tem “jogo de cintura” para lidar com situações incomuns e como prezam pela qualidade da viagem, do serviço, além da satisfação do passageiro.

Tendo alguns desses pontos em vista, em 2016 saiu uma pesquisa sobre as melhores companhias aéreas. Se você está pensando em fazer uma viagem, seja essa de pequena, média ou longa distância, vale sempre dar uma olhada e considerar alguns aspectos essenciais.

O primeiro lugar do ranking ficou com a mais conceituada “Emirates”. É quase unânime. Excelente em serviços, a companhia praticamente presenteia seus passageiros com o melhor que pode ser oferecido em serviços de viagens. A empresa recebe esse lugar no ranking pela quarta vez.

O segundo lugar fica com a empresa Qatar Airways. Oferecendo também o luxo e a excelência em atendimento, já ficou em primeiro lugar da mesma lista por 3 vezes.

O terceiro lugar fica com a empresa Singapore Airlines.

Em quarto, podemos encontrar a empresa Cathay Pacific Airways. A empresa já chegou a ocupar o primeiro lugar, mas desde então vem descendo de posições.

Em quinto, podemos nos deparar com a empresa All Nippon Airways, também chamada de Ana. A empresa japonesa foi criada em 1952.

Em sexto lugar nos deparamos com mais uma empresa dos Emirados Árabes, a Etithad Airways.

Em sétimo encontramos a empresa turca Turkish Airlines. A mesma já ocupou a quarta posição no ranking.

Em oitavo lugar encontramos a Eva Air, empresa de Taiwan.

Em novo lugar fica a empresa australiana fundada em 1920, Qantas Airways.

Em décimo lugar você encontra a empresa alemã Lufthansa.

Em décimo primeiro fica a empresa Garuda Indonesia.

Em décimo segundo a empresa chinesa Hainan Airlines.

Em décimo terceiro fica a empresa tailandesa Thai Airways.

Em décimo quarto a empresa francesa Air France.

Em décimo quinto a empresa suíça Swiss Airlines.

Em décimo sexto a empresa sul corena Asiana Airlines.

Em décimo sétimo a empresa neozelandesa Air New Zealand.

Em décimo oitavo a empresa Virgin Australia.

Em décimo novo a Austrian Airlines.

E por fim, em vigésimo, a empresa Bangkok Airways.

Yamí de Araújo Couto


Confira aqui o ranking com as companhias aéreas mais seguras no ano de 2016.

Se você é uma dessas pessoas que tem o hábito de viajar de avião, um estudo divulgado na última terça-feira, dia 3 de janeiro, pelo Jet Airliner Crash Data Evaluation Center, o Jacdec, com certeza chamará a sua atenção.

Isso porque o mesmo elegeu uma lista das companhias aéreas mais seguras de se viajar no ano de 2016. Sediada em Hamburgo, a organização é focada em desastres aéreos e englobou no estudo as 60 maiores companhia do mundo.

E pela terceira vez consecutiva, a empresa aérea Cathay Pacific, do Hong Kong, foi eleita como a mais segura de todo o globo. Apesar de não voar pelo Brasil, a campeã possui uma frota de 147 aviões de passageiros e de cargueiros. Com idade média das aeronaves de oito anos, a organização cobre, pelo menos, 177 destinos em 44 diferentes países, com serviços próprios nas aeronaves de passageiros ou, ainda, em codeshare com as demais companhias e serviços especializados em carga.

O Brasil

Entre as brasileiras na lista, somente duas enquadram o ranking das 60 maiores. São elas: a Gol e a Tam, respectivamente nos 52º e 54º lugares.

Outra informação pertinente é que, das 12 empresas mais seguras, somente cinco voam atualmente para o nosso país. São elas: Qatar Airways, na 4ª colocação; KLM, em 5º lugar; e na sequência, Emirates (7º lugar), Etihad Airways (8º lugar) e Lufthansa (12º lugar). Todavia, dessas, a oitava colocada já anunciou no ano de 2016 que não irá mais realizar voos para São Paulo, valendo a decisão a partir do final do mês de março de 2017.

Os 12 primeiros colocados

A lista das 12 primeiras companhias aéreas eleitas, conforme o Jacdec, são: Cathay Pacific, do Hong Kong; Air New Zealand, da Nova Zelândia; Hainan Airlines, da China; Qatar Airways, do Catar; KLM, da Holanda; Eva Air, deTaiwan; Emirates, dos Emirados Árabes Unidos; Etihad Airways, dos Emirados Árabes Unidos; Qantas, das Austrália; Japan Airlines, do Japão; All Nipon Airways, do Japão; e, por fim, Lufthansa, da Alemanha.

Considerado um dos melhores anos em termos de segurança para a aviação civil, o Jacdec ressaltou que o número de mortes por acidentes aéreos vem caindo continuamente nos últimos anos, com 321 fatalidades em todo o mundo no ano de 2016. O índice é relativamente pequeno se comparado com o ano de 2015, no qual foram contabilizadas 521 mortes.

Porém, é importante ressaltar que somente são levadas em conta pelo organização as aeronaves com peso superior a 5,7 toneladas e, ainda, com pelo menos 19 assentos. Sendo assim, aviões militares não são levados em conta no levantamento, como é o caso do avião militar russo que vitimou 92 pessoas que estavam a bordo no mês de dezembro.

Kellen Kunz


ANAC libera cobrança de bagagem em aviões.

Na última terça-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac, aprovou um pacote de medidas que permite que cobranças sejam feitas sobre qualquer tipo de bagagem despachada pelo passageiro. Além disso, o pacote ainda trata de indenização do passageiro no caso de overbooking ou de desistência do bilhete.

Segundo a agência, o pacote em questão tem como objetivo alinhar as regras da aviação brasileira com relação as práticas internacionais. Outro aspecto importante é a simplificação do entendimento da regulação nessa área.

De acordo com a Anac a expectativa é de que agora, com a regulamentação implantada, ocorra uma certa redução nas tarifas praticadas pelas companhias. A Agência espera que com essas medidas as empresas ofereçam preços melhores para os passageiros. Aliás, o superintendente da Anac diz que esse é um ponto que já foi verificado em outras regiões do mundo.

Porém, há muito ainda que ser trabalhado. Uma questão fundamental abordada pela Anac é o fato de que ela e as entidades de proteção ao crédito devem se empenhar na fiscalização dos preços. Isso com o claro objetivo de evitar que as empresas acabem formando cartel.

Outro ponto importante é que essas mudanças deixem a estrutura tarifária um pouco mais atrativa para o mercado internacional. Em especial para aquelas empresas chamadas de “low cost” ou baixo custo.

A Anac informou que as novas medidas devem entrar em vigor dentro de 90 dias. Ou seja, a partir do dia 14 de março de 2017.

É interessante chamar a atenção para o fato de que os voos que forem feitos após essa data, mas que cujas passagens tenham sido compradas antes desse prazo de 90 dias (ou seja, ainda de acordo com as regras atuais) seguirão valendo a regra de isenção da tarifa de bagagem. Sendo assim, quem comprou o bilhete hoje, por exemplo, terá a isenção das tarifas de bagagens após 14 de março.

Outro detalhe é que as bagagens de mão continuam isentas das tarifas, sendo que o limite é de 10 quilos por cada item. Se fosse pela regra atual seria de cinco quilos por item levado a bordo.

As empresas aéreas, por sua vez, ainda não comentaram muito sobre as novas medidas. A maior parte delas informou que só vai comentar a questão após publicação das regras.

Por Denisson Soares


Para algumas pessoas, os enjoos são quase que inevitáveis durantes as viagens. Ânsias e diarréias são os principais sintomas de algumas pessoas que viajam de avião ou até mesmo de transporte terrestre em geral podem apresentar. Segundo os especialistas, algumas dicas podem ser úteis na hora de pegar a estrada ou cruzar o céu em destino a uma boa temporada de férias ou até mesmo a trabalho. As dicas são:

Hidratação: Beber muita água é uma boa medida para evitar o enjoo estomacal. Estar hidratado e alimentado com coisas leves como as frutas ajuda na hidratação e repõe líquidos rapidamente no organismo. O álcool em gel também melhora a sensação do mal-estar se aplicado nos pulsos e nuca;

Acomodação: O banco da frente pode reduzir as sensações de desconforto durante as viagens. Se a viagem for feita de ônibus o local ideal é a parte central devido ao pouco balanço. Caso as sensações piorem, abaixar a cabeça, respirar fundo e cheirar um limão, vai ajudá-lo a prosseguir melhor até o fim da viagem. Se estiver de carro, pode respirar com tranquilidade parando ou pedindo para que o motorista o faça;

Remédios antes de seguir Viagem: Todo e qualquer medicamento só é recomendado a partir da prescrição médica. Infelizmente muitas pessoas utilizam remédios de maneira incorreta colocando em risco a própria saúde. Até o uso de calmantes são feitos por pessoas que sentem algum tipo de fobia. Caso este seja o caso, consulte o médico antes de viajar;

Ruídos ou Sensação de Surdez: Os barulhos ou demais incômodos também são fáceis de se adaptar segundo os especialistas em otorrino. Os incômodos causados pela pressão do ar tanto nas serras quanto nas alturas devem ser amenizadas com a famosa hidratação citada anteriormente. A pressão negativa causada por uma das situações ainda mais as crianças.

Para todos os efeitos, também vale lembrar que variadas regiões do Brasil exigem vacinas especiais antes do embarque. Afinal, o que desejamos é curtir com a família e os amigos e além de evitar desagradáveis sensações de mal-estar, queremos voltar com a nossa saúde bem e em dia!

Por Luciana Ávila 





CONTINUE NAVEGANDO: