Atrações turísticas do Paraná



Conheça os principais destinos turísticos do Estado do Paraná

Quem já ouviu os termos “Piá” e “Daí” sabe de qual estado brasileiro, da região sul, estamos falando. O seu litoral é banhado pelo Oceano Atlântico e ele faz fronteira com o Uruguai e Argentina e com os estados brasileiros de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Acertou que respondeu o belíssimo estado, Paraná!

Vamos começar falando da capital e do tempo instável daquela região, onde um mito existe dizendo que todos devem estar preparados para um dia de sol, chuva ou os dois, então, já sabem, vão preparados!



No centro de Curitiba e, no máximo, a 8 (oito) km ao redor, podemos achar pontos turísticos. Várias maneiras de chegar até eles podem ser usadas, como as caminhadas, bicicletas, veículos próprios, ônibus de agência de turismo e até taxis ou corridas de aplicativos. Um detalhe para esses dois últimos itens é que, por ser uma distância curta entre um ponto e o outro, o valor tende a ser, dependendo das modalidades, mais baixo.



No Centro Histórico, a imagem que vocês vão ver é a da preservação de um pequeno lugar antigo chamado “Vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais”. No centro, pelas ruas de pedras, podemos chegar à “Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Chagas”, que foi a primeira igreja da cidade e que tem o Museu de Arte Sacra. Nessa parada podemos ver inúmeras obras que falam sobre o tempo de crescimento e desbravamento daquela região.

Outros museus, sempre todos ricos em informações, objetos da época e fotos, fazem parte dali, como por exemplo, o Museu Oscar Niemeyer, que tem um acervo enorme e é muito procurado pelos visitantes, e o Museu Ferroviário, onde o visitante pode passear de trem, pela serra do mar, até a cidade de Morretes.

Leia também:  Hotel Colina Verde (SP) - Pacotes para o feriado de Corpus Christi

Curitiba ainda tem o Jardim Botânico, com muita beleza e um espaço verde de 278 mil metros. Por ali, nascentes formam lagos, a natureza está em abundância e podemos visitar uma estufa de plantas com 450 m².

Voltando a falar na cidade de Morretes e da cidade de Paranaguá, nós estamos falando de duas cidades importantíssimas para o desenvolvimento da região, uma recebia a produção do estado e a outra, com o seu porto marítimo, exportava. A importação também foi um ponto fundamental na história, onde o meio de transporte era, a já mencionada, linha ferroviária e a perigosa, porém lindíssima, Estrada da Graciosa.

Estrada essa que é um dos meios de chegar a famosa Ilha do Mel, com inúmeras curvas, de mão dupla e repletas de Hortênsias. Um adendo pessoal, eu já passei por ela e era de paralelepípedo, sem acostamento, realmente perigosa e principalmente, uma obra lindíssima de Deus!

No Porto de Paranaguá, o turista pode chegar até a Ilha do Mel pela tradicional Balsa e também com barcos de agências de turismo. A ilha conta com diversas pousadas, campings, restaurantes, mercados, farmácias, posto de saúde, bares, diversas baladas e os seus Fortes, que a história, contada com artefatos nos locais, mostram que um dia já defenderam aquele litoral brasileiro de muitas coisas. Particularmente, eu recomendo esse passeio, tenho ótimas lembranças de lá, num réveillon com o meu compadre!

Paraná é um estado tão abençoado que, além de um povo extremamente acolhedor, tem vários outros lugares para visitar e alternativas diferentes também, um exemplo disso, mas sair da água salgada e vamos para a água doce, nas Cataratas do Rio Iguaçu, na cidade Foz do Iguaçu.

O visitante entrará no Parque Nacional do Iguaçu, que faz fronteira com a Argentina. Vá, e você estará num Patrimônio da Humanidade, tombado pela UNESCO em 1.986, e que está em primeiro lugar no mundo, como sendo uma floresta pluvial subtropical.

Leia também:  Turismo na Amazônia - Dicas de Hospedagem em Hotéis de Selva

Outro parque que Paraná oferece, mas não tão grande como o do Iguaçu, é o Parque Estadual de Vila Velha. Ele está situado na cidade de Ponta Grosa e tem 3.122 ha (hectares), ou seja, 31,22 km².

Outra cidade que merece ser visitada é de Tibagi, com o sexto maior Canyon, em extensão, do mundo, no Parque Estadual do Guartelá, na Região dos Campos Gerais.

O Pico do Agudo, em Sapopema, irá tirar o fôlego de muitos turistas, pois a vista, que é de um lugar alto, com cerca de 1.200 metros, só é acessível por uma trilha de dois quilômetros, que até trechos que utilizam cordas de segurança o visitante irá achar.

Paraná tem muitos lugares para visitar e para um público de gosto muito variado, ou seja, qualquer um pode ir pra lá, Um lado ruim, é que são muitos lugares, um mais bonito que o outro, e uma simples “férias”, não seria o suficiente para visitar e conhecer tanta beleza!

Boa Viagem!

Por Fernando Dias

Cataratas do Iguaçu

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *