Carnaval RJ 2017 – Enredo das Escolas de Samba da Série A



Confira aqui o enredo das Escolas de Samba da Série A do Carnaval do Rio de Janeiro 2017.

As 14 escolas de samba da Série A do Rio de Janeiro entram na Marquês de Sapucaí entre os dias 24 e 25 de Fevereiro. Confira os enredos cariocas de 2017:

A Acadêmicos do Sossego, que venceu a Série B em 2016, irá homenagear uma atriz brasileira consagrada e entrará na Avenida com o samba enredo: “Zezé Mota, a Deusa do Ébano”. Comandada pelo carnavalesco Márcio Puluker, poderemos acompanhar a vida da atriz e matar a saudade de seus sucessos na tv, no teatro e cinema.



A Alegria da Zona Sul também optou por fazer uma homenagem, a estrela da festa que deu nome ao enredo “Beth Carvalho – Madrinha do Samba” deve estar muito lisonjeada. O desfile irá comemorar os 50 anos de carreira de Beth como compositora e cantora.

A Unidos do Viradouro apostou na infância como tema e chega no sambódromo com o enredo: “Todo menino é um rei”. Todos os meninos vão tomar posse do trono em um universo mágico e bem divertido.



E também tem escola que escolheu a religião como fonte de inspiração. A Império da Tijuca contará a história de São João Batista. O enredo: “O último dos profetas” irá mergulhar na história daquele que foi o percursor de Jesus.

A União do Parque Curicica acredita que “O importante é ser feliz e mais nada”. A escola vai trazer para o público as recordações boas de brincadeiras, programas de televisão, livros, músicas e jogos. Os carnavalescos Leandro e Vítor Mourão acreditam que o tema vai animar e contagiar a todos.

O Cantor Gonzaguinha também será um dos homenageados desse ano. A Estácio de Sá está apostando no enredo: “É, o moleque desceu o São Carlos, pegou um sonho e partiu com a Estácio”. Tarcísio Zanon e Chico Spinosa, carnavalescos da escola, irão retratar sua trajetória de vida, incluindo a relação com seu pai, Luiz Gonzaga, mundialmente conhecido como o Rei do Baião.

Leia também:  Azul Viagens - Pacotes Turísticos para o Rio de Janeiro RJ

Viajando pela Literatura Infantil, a Acadêmicos de Santa Cruz chega em 2017 com o enredo: “Vou levar apenas o que couber no bolso e coração”. Com uma história repleta de imaginação e sabedoria, a escola pretende apresentar as soluções para um mundo melhor.

Viriato Ferreira, figurinista e carnavalesco brasileiro conhecido por sua genialidade, será o tema escolhido pela Acadêmicos da Rocinha. O enredo: "No saçarico do Marquês, tem mais um freguês", comandado por João Vítor Araújo, promete abalar a Sapucaí.

A Acadêmicos do Cubango chegará à Avenida prestando reconhecimento a João Nogueira, um dos maiores defensores do samba e que acaba de completar 100 anos de história. O enredo “Versando Nogueira nos cem anos do ritmo é nó na madeira” foi elaborado pelo carnavalesco Lúcio Sampaio.

A Inocentes de Belford Roxo vai falar sobre os grandes vilões que conquistaram o público ao longo da história do cinema, livros e televisão. Destaque para a sedução de Macunaíma. O enredo “Vilões – o verso do inverso”, de Wagner Gonçalves, é uma mistura de história e nostalgia.

“Meu quintal é maior do que o mundo”, poema consagrado na literatura brasileira, é o enredo da Império Serrano, que homenageará o grande Manoel de Barros. A celebração pretende manter o poeta vivo no coração das pessoas.

A Unidos de Padre Miguel entra na avenida falando sobre a inegável importância de preservação as matas e do poder de cura de muitas ervas medicinais, por meio da história e visão de um Orixá. O enredo “Ossain e o poder da cura” foi desenvolvido pelo carnavalesco Edson Pereira.

“O Papel e o Mar”, da Renascer de Jacarepaguá, conta a história de um bilhete que foi escrito, posto dentro de uma garrafa e jogado ao mar. Durante o desenvolvimento, a escola mostra também 02 personagens brasileiros que mudaram a história de nosso país, são eles: Carolina Maria de Jesus e João Cândido.

Leia também:  Turismo em Pouso de Cajaíba (RJ) - Praia e tranquilidade

Para encerrar o segundo dia de desfiles, a Unidos do Porto da Pedra vai relembrar os clássicos bailes de Carnaval e também os atuais. O enredo “Ó abre-alas que as marchinhas vão passar” irá fazer um giro no tempo de muita alegria e diversão.

Por Beatriz

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *