Chapada dos Guimarães – Quando Ir, Como Chegar, O Que Fazer, Onde Ficar





Confira aqui mais informações sobre a Chapada dos Guimarães.

A Chapada dos Guimarães é sem dúvida um dos lugares mais bonitos que você pode conhecer. Apesar de pouco visitado quando comparamos com as praias da região nordeste, o local é reconhecidamente um ótimo destino para turistas de todo o mundo, principalmente para aqueles que adoram se aventurar e admirar a natureza, longe de todo o caos das grandes cidades. O local de chapadas gigantescas e imponentes possui beleza esplendorosa e encanta quem visita o famoso Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Qual o melhor período para visitar a Chapada dos Guimarães?

Infelizmente no período de inverno pode-se não ter uma boa visibilidade dos paredões e da vista do verde na Chapada, por isso, o melhor momento e o que mais recebe turistas é o verão. No verão é possível aproveitar ao máximo tudo o que esse lugar lindo pode te oferecer, incluindo além da visitação, banhos de cachoeiras refrescantes e de águas límpidas. A experiência é realmente inesquecível.

Veja também:  Dicas de Passeios em Curitiba



Como chegar lá?

O local pode ser acessado através da estrada MT-251. O percurso de carro é de mais ou menos 60km até a Chapada.

Opções de roteiro e lugares para ficar

Com uma boa proximidade da cidade, a Chapada oferece várias opções de roteiro, pegando a estrada no sentido para Campo Verde, você poderá conhecer a famosa Aroe Jari, que é a maior caverna do Brasil de arenito, incrível não é mesmo? Aproveitando a oportunidade, é recomendável que você não deixe de ir na Gruta Azul, a beleza do ambiente é por muitos turistas que visitam “mágica”.


Ao entrar dentro da Gruta Azul à luz do sol, a parte interna acende uma luz incrivelmente azulada, é também possível tomar banho no lago, não há como não ficar encantado com o local. É inclusive, um lugar maravilhoso para fazer muitas fotos e guardar de recordação desse cenário.

Veja também:  Turismo Rural e Ecológico em São Bento do Sul (SC)

Os aventureiros de plantão vão adorar conhecer o Morro de São Jerônimo, são mais de 800 metros de altura com uma vista ampla para toda a beleza da Chapada, o local possui uma subida bastante íngreme e é quase impossível de acessar em períodos de chuvas, os dezesseis quilômetros de percurso podem cansar os desavisados, por isso, antes de escolher seu roteiro se informe bem sobre o local que deseja conhecer.

Serão mais ou menos sete horas contando com ida e volta para o Morro de São Jerônimo, é importante ressaltar que paga-se um valor para poder ser realizada a trilha, em média, o curto fica em torno de R$180,00, para saber o valor atualizado no momento da sua viagem, procure uma agência de turismo.

Para se hospedar, é possível encontrar opções bastante acessíveis na Chapada dos Guimarães, as diárias podem ser de R$300,00 por pessoa na Pousada Solar do Inglês. Também há opções com valores mais elevados que ficam mais próximos a Chapada, como é o caso da Pousada Penhasco, que fica em cima da borda da Chapada.

Veja também:  Turismo em San Miguel de Allende (México) - Hotel e Shoppings

Para visitantes e turistas que preferem aquele ambiente mais caseiro, existem também as duas pousadas que servem bem a este tipo de demanda e que não deixam nada a desejar, as camas são confortáveis e o ambiente acolhedor, são elas a Pousada Villa Guimarães e a Pousada Parque.

Uma dica para quem vai

Além de evitar ir em períodos de maior intensidade de chuvas como o inverno, é preciso reconhecer também que esses passeios não são tão indicados para serem feitos por pessoas mais idosas ou crianças muito pequenas, isso porque o percurso de trilhas pode cansar bastante pessoas com mais dificuldades em realizar as subidas mais intensas, como é o caso da ida ao Morro de São Jerônimo.

Raiza Pereira da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *