Coronavírus – Cuidados e o Que Fazer Quando Viajar para Fora do Brasil



Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve ter ao viajar para fora do Brasil.

Devido ao estado de emergência pela infestação do novo coronavírus, o Ministério da Saúde do Brasil, alerta sobre viagens para a China. Todo o território do país passou a ser considerado área de risco para a transmissão da doença, pelo Organização Mundial de Saúde (OMS). Somente no país foram registrados 2.062 casos.

As áreas consideradas de maior transmissão são as províncias de Hubei e Guangdong. Porém, até quarta-feira (29), foi divulgado uma lista com mais 18 países infectados pelo coronavírus. São eles: Alemanha, Japão, Vietnã, EUA, Taiwan, Macau, Tailândia, Coreia do Sul, Singapura, Austrália, Malásia, Nepal, Camboja, França, Canadá, Emirados Árabes e Finlândia.



Portanto, o Ministério da Saúde não aconselha viagens para a China, só se realmente for de extrema necessidade. Algumas empresas aéreas já estão disponibilizando o cancelamento gratuito de viagens para as principais províncias afetadas, e para outras regiões do país.

E quanto aos demais países, é necessário redobrar os cuidados, pois já foram adotadas medidas rigorosas de vigilância contra a doença, pelos aeroportos. Tendo em vista a confirmação de casos em outros países e o alerta para uma infestação global.



Quais os cuidados necessários para reduzir os risco à contaminação pelo coronavírus? Veja 4 cuidados essenciais:

1. Recomenda-se lavar as mãos com frequência;

2. Não compartilhar talheres e objetos de uso pessoal;

3. Evitar aglomerações;

4. Evitar contato com pessoas que apresentem sintomas ou sinais da doença como: tosse, febre e dificuldade respiratória.

Quais cuidados tomar em aeroportos, aviões e hotéis?

Em aviões é indispensável o uso de máscara cirúrgica afim de reduzir o risco de contaminação. As equipes já foram orientadas e estão tomando medidas necessárias de higienização dos aviões. Mas como forma de prevenção, solicite toalha higiênica descartável para reforçar a limpeza do encosto e da bandeja.

Leia também:  10 Pacotes para o Réveillon 2017

Em táxis evitar o contato com maçanetas e banco, e depois de fazê-lo higienize bem as mãos. No hotel é de suma importância verificar as condições de higiene do quarto, banheiro e áreas comuns.

Qual é a situação no Brasil?

No país, até ontem (29), foram identificados 9 casos suspeitos de coronavírus em 6 estados: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Ceará. Os pacientes ainda estão realizando testes para confirmar a infecção pelo vírus 2019-nCov.

Confira como está o quadro, até o momento:

  • São 9 casos suspeitos;
  • 0 caso confirmado;
  • 33 casos notificados;
  • 4 casos descartados, mas a investigação não confirmou o vírus;
  • 20 casos excluídos, pois não apresentaram todos os requisitos para serem enquadrados como suspeitos pela contaminação.

De acordo com João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde, não há como prever a velocidade que esse possível surto se desenvolverá no Brasil. Ele informa que será feita uma campanha de recomendações, assim como foi feita no caso do Influenza.

Reis também informou que não foi cogitado a possibilidade de interferência no carnaval devido ao coronavírus.

Quando devo procurar o serviço de saúde?

O paciente precisa apresentar febre acompanhada por sintomas respiratórios como: tosse, espirros e falta de ar. Além de ter viajado para China nos últimos 14 dias ou tido contato com um suspeito ou algum paciente com caso confirmado. Lembrando que o coronavírus fica incubado por um período de 14 dias e os sintomas só começarão a aparecer a partir desse tempo.

Ainda não foi desenvolvida uma vacina ou medicação específica de prevenção ou combate ao vírus. Mas algumas medidas podem ser tomadas para se prevenir. Além do que já orientamos no início do artigo, é necessário evitar tocar as mucosas dos olhos, boca e nariz, cobrir nariz e boca com lenço descartável ao espirrar, manter o ambiente bem ventilado e evitar sair de casa, caso esteja gripado ou resfriado.

Leia também:  Quando ir para Arraial do Cabo - Melhor Época para Conhecer

A atenção deve ser redobrada em crianças, idosos, pessoas com o sistema imunológico comprometido e com doenças cardiopulmonares. Pessoas nessas condições estão mais propensas a infecções.

Por Erika Balbino

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *