Jalapão – Quando Ir, Como Chegar, O Que Fazer, Onde Ficar





Confira aqui mais informações sobre o Jalapão.

Sabe aquelas fotos de paisagens que aparecem ao ligar o computador com dunas de areia e piscinas naturais com águas cristalinas? Pois é, elas existem e ficam aqui mesmo no Brasil, no estado de Tocantins.

O parque estadual do Jalapão é o maior do estado e sua beleza é tanta que já serviu de cenário de novela da Rede Globo e até de reality show internacional. Apesar das cachoeiras, lagoas e morros, a vegetação predominante é o cerrado, o que faz os pontos turísticos serem bem longes um do outro.




Para os amantes de animais, a área é perfeita para conhecer os bichinhos típicos do país, como tamanduá-bandeira, lobos-guarás, macacos, araras-azuis, tucanos e vários outros.

A melhor época

O Jalapão oferece diferentes programas durante o ano todo. Entre novembro e abril é o período de chuva mas isso não significa que faça frio, afinal, estamos falando da parte Norte do país. Quem acha que a chuva impede os passeios nas cachoeiras está muito enganado, nesta época do ano a temperatura gira em torno dos 35º e a temperatura da água fica próxima dos 28º.

Veja também:  Turismo em São Francisco Xavier (SP) - Viagem de Inverno

Já entre maio e outubro fica o período de seca, que oferece dias completamente ensolarados, secos e com um calor próximo dos 40º. Diferente do período chuvoso, a água nesta época fica mais gelada, o que garante a refrescância dos turistas.

Uma curiosidade sobre o mês de setembro é que durante este mês é possível apreciar o capim-dourado no auge da sua cor.

Como chegar

Localizado a 300km de Palmas, capital do Tocantins, o Jalapão está localizado no leste do estado. Para quem pretende pegar um avião para chegar ao local, Palmas é a principal entrada onde recebe voos diretos de Brasília, Goiânia e São Paulo.

Não há aeroportos no Jalapão, sendo assim, a única forma de acesso é por via terrestre, sendo que parte do trajeto é por estrada de terra ou areia, dando vantagem aos veículos 4×4. O risco de fazer o trajeto em um carro comum é o atolamento na estrada de Ponte Alta e Mateiros, que podem atolar no areião (em clima seco) ou na lama (em tempo de chuva).

Veja também:  Bruges - Uma viagem no cenário Medieval da Bélgica

A principal via de acesso ao Jalapão a partir de Palmas é a TO-030 e a TO-130, que passam pelas cidades de Santa Tereza do Tocantins e Ponte Alta, respectivamente. A partir de Ponte Alta o trajeto não é mais asfaltado.

O que fazer

Para os amantes de água, existem inúmeras atrações na região de Mateiros. Os principais deles são as nascentes de água cristalina, que não te deixam afundar devido a força da água, os fervedouros mais famosos são os de Ceiça e o Bela Vista.

A trilha da Serra do Espírito Santo também é uma das paisagens mais bonitas da região, ao lado das dunas há uma formação de arenito, que garante a visão impressionante. Para chegar até lá é preciso ter muito fôlego, já que é necessário enfrentar uma subida íngreme com a altura equivalente a um prédio de mais de 80 andares.

A aventura também faz parte da programação no Jalapão, isso porque o Rio Novo oferece opções de descer pelas corredeiras através de caiaque ou rafting.

Veja também:  Turismo em Ilha Bela (SP) - Belezas naturais

As cachoeiras também são destinos essenciais para quem deseja desfrutar desse paraíso brasileiro, as mais famosas são a Cachoeira da Velha e a Cachoeira da Formiga, devido ao verde das águas.

Onde ficar

O Jalapão é formado por oito cidades, sendo que as principais são: São Félix do Tocantins, Ponte Alta e Mateiros. As opções de hospedagens nas cidades são em pousadas ou campings.

Na cidade de Ponte Alta as pousadas são: Pousada Águas do Jalapão, Pousada Planalto e Pousada Beira Rio.

Em Mateiros as opções são: Pousada Beira da Mata, Pousada Santa Helena, Pousada Panela de Ferro, Pousada Vereda Tropical, Pousada Buritis do Jalapão e Pousada Jalapão.

As pousadas de São Félix do Tocantins são: Jalapão Eco Lodge e Cachoeiras do Jalapão.

Já os campings oferecidos são: Fervedouro Bela Vista, Camping o Vicente, Cachoeira do Formiga e Pousada Beira da Mata.

Agora que você já sabe tudo sobre o Jalapão é só arrumar as malas e partir!

Diana Diniz de Jesus



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *