Máscara nos Aeroportos e Aviões – Dúvidas Sobre o Uso



Saiba aqui qual tipo de máscara contra Covid-19 é recomendada para usar dentro dos aeroportos e aviões.

Atualmente surgiram muitas dúvidas a respeito do uso de máscaras em aeroportos de todo o Brasil. Pensando nisso, a Anvisa divulgou algumas perguntas que estava recebendo com freqüência , já respondendo o questionamento.

Para quem não sabe, há pouco tempo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabeleceu algumas mudanças nas regras para o uso de máscaras em aeroportos. Essas regras começaram a ter validade no dia 25 do mês de abril. Tendo isso em vista, com o intuito de esclarecer as mudanças, a agência publicou uma lista de perguntas e fizemos essa matéria com as respostas da Anvisa, que auxiliam os transeuntes de aeroportos sobre o uso de máscaras tanto em aviões quanto no próprio aeroporto.



1) Usar máscara em aeroportos e aeronaves é medida imprescindível para que se possa evitar a transmissão do coronavírus. Desde o início da pandemia, milhares de instituições de saúde vêm batendo na mesma tecla. A máscara é como uma barreira física, e por isso evita principalmente a saída do vírus do indivíduo. Dessa forma, se os tripulantes estão e um avião completamente vedado, e o ar não circula, é extremamente necessário que todos utilizem a máscara, já que não é possível manter o distanciamento social seguro. No aeroporto, também é extremamente importante usá-la, especialmente devido ao risco de contaminação por novas variantes, que talvez ainda não tenha no país para onde o passageiro se destina.

2) Outra medida de segurança muito necessária é estar sempre realizando a higienização das mãos, já que nem sempre é possível manter o distanciamento social. Além disso, é necessário saber armazenar, limpar e descartar as máscaras para evitar uma contaminação maior.

Leia também:  Bagagem Gol Linhas Aéreas - Tamanho, Peso e O Que Pode e Não Pode Levar na Mala


3) O uso de máscara facial não é obrigatório para um grupo específico de pessoas, como aqueles com deficiências sensoriais, deficiência intelectual, espectro autista ou outra deficiência em que o indivíduo não consegue se adequar ao uso da máscara facial. No entanto, cabe ressaltar que esse grupo específico só pode ficar sem o uso da máscara, mediante a uma declaração médica que comprove. Além disso, crianças menores de 2 anos também não fazem o uso de máscara, seguindo as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria.

4) O protetor facial, face shield, é permitido ser usado em aviões e aeroportos contando que seja usada também a máscara de proteção, já o face shield não consegue fazer o mesmo papel de barreira física que a máscara faz, impedindo que gotículas do nariz e da boca sejam expelidas contaminado o ambiente.

5) Podem ser usadas máscaras não profissionais, feitas de forma artesanal ou industrial. Nesse caso é importante que tenha duas camadas para proteção. Além disso, podem ser usadas máscaras profissionais, como as cirúrgicas, no entanto elas não podem ter válvulas.

6) Existem alguns tipos de máscaras que são proibidos, como protetores faciais usados sem uma máscara, lenços e bandanas ou um pano qualquer que não seja máscara, máscaras com válvulas, máscaras de acrílico e máscaras não profissionais que não possuem uma dupla camada de proteção.

7) As máscaras de uso não profissional que são confeccionadas tem recomendação da Anvisa de serem feitas por panos que tenham algodão em sua composição, devendo evitar panos duros e que causam irritabilidade na pele. Também pode ser utilizado o Tecido não Tecido, também conhecido como TNT sintético. Contudo, é importante saber se esse material também não pode causar uma futura irritação ou alergia.

Leia também:  Como Comprar Passagens Aéreas Mais Baratas em 2019?

8) As máscaras não profissionais devem ser trocadas a cada 3 horas ou assim que o indivíduo perceber que está úmida. Após colocá-la não encostar mais a mão nela. Além disso, não se deve cruzar os elásticos atrás da orelha, pois isso faz com que haja aberturas nas laterais da máscara. O recomendável é utilizar uma que se ajuste totalmente ao rosto, sem folgas.

9) Em vôos internacionais é permitido tirar a máscara para comer e beber água. Já em vôos nacionais é permitido tirar a máscara apenas para tomar água. Apenas pessoas doentes e que precisam seguir uma dieta específica, crianças menores de 12 anos e idosos podem retirar a máscara para se alimentar.

10) Nos terminais aeroportuários é possível retirar as máscaras em praças de alimentação para comer e beber. Em outras áreas, segue os mesmos esquemas anteriores, menores de 12 anos, idosos e pessoas doentes podem retirar a máscara, mas mantendo distância de 1 metro.

Ana Paula

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *