O Que Fazer em Brotas – Roteiro de Passeios





Confira aqui os principais locais que você deve conhecer em Brotas.

Brotas, no interior de São Paulo, é o destino turístico perfeito para você passar a sua próxima folga. Seja você amante do turismo de aventura ou simplesmente apaixonado pelo ar puro do interior.

Afinal de contas, motivos para se apaixonar pela cidadezinha de 24 mil habitantes, e localizada a 250 km de São Paulo, há de sobra.




Isso porque Brotas tem inúmeras cachoeiras que formam piscinas naturais com água limpinha. Além disso, as correntezas do rio Jacaré Pepira são um convite à prática de rafting.

Então, vamos deixar de bate-papo e ir direto aos principais pontos turísticos do município.


Mas, primeiramente, vamos citar duas curiosidades sobre Brotas. A cidade tem um brotense famoso, que é o cantor Daniel. Ele, aliás, construiu há pouco tempo uma mansão na cidade natal. O imóvel tem direito à capela particular, com pintura sacra no teto.

Veja também:  O Que Fazer nos Lençóis Maranhenses - Dicas de Passeios

Ficou curioso para saber o segundo dado curioso? É que nos anos 70, o então governador Paulo Maluf sugeriu mudar a capital paulista para Brotas, por ela ficar bem no centro do estado e estar, em tese, “protegida”. Mas a ideia não vingou.

Portanto, Brotas é “apenas” a Capital da Aventura mesmo. Tanto é verdade que ela se tornou Estância Turística em 2014. Veja agora como se divertir na cidade.

Parque dos Saltos

O Parque dos Saltos tem uma sequência de quedas d’água que encanta os visitantes. Além disso, o traçado do rio Jacaré Pepira fornece o que há de melhor para os esportistas radicais. Tudo isso, é claro, margeado pela Mata Atlântica com suas lindas aves.

Areia que Canta

Não é só o brotense Daniel que faz sucesso! Brincadeiras à parte, a Areia que Canta é de beleza singular. Trata-se de uma nascente límpida localizada numa área há 15 km do centro de Brotas. Quando friccionada, a areia branca produz um som muito parecido com o da cuíca. Vem daí o nome do atrativo.

Veja também:  Melhores Hostels de São Paulo (SP)

Cachoeira do Martello

Depois de uma longa caminhada por uma trilha em plena mata fechada, o turista dá de cara com a Cachoeira do Martello. O atrativo tem 50 metros de queda d’água e está situado em área particular. O local é equipado com área de camping, com pontos de chuveiro quente e belíssimos locais para fazer aquela selfie.

Fazenda Cassorova

Outro local de extrema beleza é a Fazenda Cassorova, no distrito do Patrimônio. A estrutura dispõe das cachoeiras Cassorova e Quatis, que são de tirar o fôlego. O turista ainda pode se valer do restaurante com comida caipira, piscinas naturais, áreas de contemplação e mirante do Vale das Cuestas Paulista.

Fundação CEU

Mas não é só de cachoeira que vive a pequena Brotas. O local possui um dos maiores planetários do país. Estamos falando da Fundação Centro de Estudos do Universo (Fundação CEU). O local possui caverna cenográfica, teatro de arena e um planetário onde pode observar o céu iluminado do interior paulista.

Veja também:  Shoppings de São Paulo - Lazer e Entretenimento

E, então, já está querendo arrumar as malas para Brotas? Calma, é bom planejar a viagem com antecedência.

Lembre-se que, por ser um destino ligado à natureza, é interessante visitá-lo no verão, entre dezembro e fevereiro. Segundo o Climatempo, a temperatura média é de 30ºC no verão, com chuvas concentradas em janeiro.

E não se esqueça de planejar bem a locomoção. Para quem vai de avião, o aeroporto mais perto é o de Campinas, a 140 km de Brotas, e para quem vai de carro ou de ônibus o jeito é pegar a Rodovia dos Bandeirantes, a BR-364 ou a BR-369.

Para concluir, dedicar um final de semana (ou mais dias, quem sabe?) para relaxar e se divertir em Brotas é o melhor presente que alguém pode se dar. A natureza preservada, o jeitinho de interior e os bons momentos com os amigos compensam qualquer esforço.

Texto de Maria Gizele da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *