Pacotes Turísticos e Agências de Viagens – Dicas para evitar transtornos



Todo mundo que viaja nunca quer passar por alguma situação incômoda, tanto na hora do embarque, durante a viagem ou desembarque. Tudo tem que ser perfeito ou pelo menos como a pessoa planejou.

Algumas dúvidas surgem quando você está se planejando: e se extraviar minha mala? Se eu não conseguir ir viajar por algum motivo, tenho reembolso?



Aqui segue algumas dicas para você não se sentir lesado:

– Verificar antes de tudo a agência de viagens, se ela honra com todos os seus produtos vendidos, pergunte aos amigos se eles a conhecem;



– Solicite o contrato da agência de viagens e leia tudo, até as letras miúdas. Verifique se coincide com o pacote que você comprou e se está tudo certo;

– Tire cópia de tudo e se você entrou em contato por email, seja bem claro e guarde o mesmo;

– No aeroporto tem que ser pontual, não há reembolso por atrasos;

– Caso o pacote que você comprou seja cancelado, a agência tem como obrigação devolver todo o dinheiro ou lhe dar um crédito de viagem, isso é muito comum, porém não se esqueça de anotar tudo para cobrar esse crédito;

– Caso a desistência venha por parte do turista, isso já fica um pouco complicado, depende da data em que você desistiu, por exemplo, em pacotes marítimos se o passageiro desistir com uma semana antes de embarcar não recebe o dinheiro de volta. Ao fechar o pacote na agência pergunte sobre esse fato, e veja quais são as multas que você poderá pagar caso isso ocorra;

– Leve seus documentos, qualquer viagem é obrigatório o RG e CPF. Porém algumas precisam do passaporte (fique atento para a validade do mesmo), se for levar criança é necessário ter em mãos a Certidão de Nascimento. Na hora de fechar um pacote também é preciso apresentar esses documentos;

Leia também:  Happy Hour no Rio de Janeiro - Dicas de Bares

– Overbooking, ou seja, você fez uma reserva no hotel e ao chegar descobre que não há disponibilidade do tipo de quarto que você comprou, o hotel tem por obrigação recolocar o turista numa outra categoria, providenciar outro hotel com a mesma qualidade de serviços ou devolver o dinheiro;

– Taxa de Turismo é um serviço cobrado por alguns hotéis, porém não é obrigado pagar;

– Nos cruzeiros marítimos fique atento se o seu pacote é “All Inclusive”, serviço que tudo está incluso (bebidas e alimentação), caso não seja as bebidas são pagas a parte e normalmente o preço é em dólar ou em euro, dependendo do cruzeiro;

– Os trajes nos cruzeiro não são obrigatórios somente o uso de smoking, mas também não é permitido entrar de trajes de banho nos restaurantes. Caso o cruzeiro tenha alguma especificação, ou seja, se for temático fique atento ao traje, informe-se sobre jantares e shows;

– O itinerário pode ter alguma alteração, isso pode ocorrer devido às alterações climáticas. Um caso recente foi na Grécia, os navios com paradas no país tiveram seus itinerários mudados.

Por Viviane Lima

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *