Pedido de Recuperação Judicial da Avianca Brasil





Processo estaria correndo em segredo de justiça.

A Avianca Brasil, que funciona como um braço da Avianca colombiana (mas tem sua própria identidade jurídica), foi fundada há 16 anos, ainda com o nome de Ocean Air. Foi rebatizada com o nome “Avianca Brasil” há pouco mais de 8 anos e meio.

A empresa está passando por um momento de dificuldade financeira. De acordo com informações divulgadas pelo Estadão, a empresa teria entrado com um pedido de recuperação judicial na Primeira Vara Empresarial de São Paulo.




Segundo o jornal, no pedido que a empresa teria feito, há uma solicitação para que os aeroportos que a empresa utiliza continuem lhes fornecendo permissão de acesso à infraestrutura e serviços, para que a empresa possa continuar a prestar os serviços.

Ainda segundo o jornal, o pedido estaria sob segredo de justiça e teria o valor de R$ 50 milhões.


Devolução de Aeronaves

A empresa estaria também sendo alvo de várias ações na Justiça exigindo a devolução de aviões por motivo de falta de pagamento. Depois de uma rápida expansão, a empresa estaria enfrentando problemas ao não conseguir cumprir com a agenda de pagamento a fornecedores e obrigações contratuais com concessionárias, correndo o perigo de ter que retornar aeronaves.

Veja também:  Carnaval SP 2018 - Ordem e Horário dos Desfiles das Escolas de Samba

O Estadão havia apurado que a dívida que a Avianca teria com aeroportos brasileiros chegaria a algo próximo de 25 milhões de dólares. O jornal afirma que recentemente a empresa teria conseguido pagar parte dessas dívidas.

Devido a todos esses problemas e dificuldade de pagar suas dívidas, a empresa estaria correndo o risco de ser obrigada a devolver mais de 10 aeronaves à empresa irlandesa Constitution Aircraft, que é uma empresa de leasing de aeronaves.

O processo movido pela empresa irlandesa acusa a Avianca de não pagar parcelas pela locação de 11 aviões. No julgamento, o magistrado Fernando Cúnico desautorizou a empresa aérea de levantar voo com as aeronaves e estabeleceu busca e apreensão destas.

Há outra ação, de autoria da BOC Aviation, empresa Aérea com sede em Singapura, acusando a empresa de calote.

Veja também:  Pacote Turístico para o Rio de Janeiro - Submarino Viagens

Apesar de todos esses processos, a companhia aérea continua negando que esteja em problemas. A empresa lançou uma nota informando que esses tipos de negociações fazem parte da rotina de todas as empresas. A empresa apontou como culpados pelo mau desempenho do setor a alta do Dólar e a alta nos preços dos combustíveis e mencionou “adequação da frota à demanda”.

A empresa teria aumentado suas dívidas nos últimos 12 meses. No fim do ano passado sua dívida estaria próxima a R$ 194 milhões, subindo agora para R$ 306 milhões, depois de uma captação de mais de R$ 130 milhões com alguns bancos.

De acordo com informações da ANAC, a empresa colombiana tem uma das maiores participações no mercado brasileiro, tendo transportado pouco mais de 10 milhões de pessoas entre janeiro e outubro, o equivalente a mais de 10% do total de passageiros transportados no país.

Veja também:  Carnaval SP 2018 - Enredo das Escolas de Samba

Entre abril e junho de 2018 a Avianca teria tido um prejuízo de quase R$ 145 milhões!

Há pouco tempo houve alterações em alguns voos da companhia. Os voos que sofreram alterações faziam a ligação entre a capital pernambucana à Cidade Maravilhosa e a Bogotá. Também houve interrupção de voos saindo da capital pernambucana para São Paulo.

Há relatos de um ex-funcionário da empresa afirmando que “hoje em dia uma empresa só sobrevive se seus colaboradores trabalharem como se a empresa fosse sua. Não é o que acontece[….]”

A Avianca é uma empresa aérea colombiana. Ela foi fundada há 99 anos (em dezembro de 1919), sendo a segunda companhia aérea a ser fundada no mundo, ficando atrás somente da KLM, da Holanda, que foi fundada 2 meses antes (em outubro de 1919).

Por Bruno Rafael da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *