Quando Ir para o Deserto do Atacama – Melhor Época para Viajar





Confira aqui qual é a melhor época para conhecer o Deserto do Atacama.

O Atacama é o deserto mais seco do mundo todo. Esse deserto tem cerca de 1000 Km de extensão, indo do norte do Chile, onde é possível encontrar as mais belas paisagens, até a fronteira com o Peru, passando ainda pela Bolívia.

Quando se fala em deserto, é normal que as pessoas pensem em algo seco, árido e que não tem muita coisa agradável de se olhar. Entretanto, é preciso mudar esse conceito ao se viajar para o deserto do Atacama.




Lá, por exemplo, é possível ver várias formações rochosas exuberantes, gêiseres, lagos, vulcões e um céu que, segundo as pessoas que já foram lá, é o mais espetacular de todo o planeta.

Qual a melhor época para ir ao Atacama?

Os meses de Março, Abril e Maio são considerados os melhores meses para se viajar para o Atacama, já que as temperaturas estão bem mais amenas e, por isso, pode-se aproveitar mais o passeio sem passar muito calor.

Veja também:  Conheça os encantos do Deserto do Atacama, no Chile

Nos meses do inverno (Junho, Julho e Setembro) também é uma boa época para se ir ao deserto do Atacama. Porém, para quem gosta de mais tranquilidade não é uma boa estação, uma vez que é a época do ano que mais recebe pessoas no Atacama, pois as temperaturas são bem agradáveis e é a estação dos gêiseres entrarem em atividade.

Nos restante dos meses do ano o deserto também oferece belas paisagens, mas o calor é bem grande.

Qual o tempo ideal para se ficar no Atacama?

Segundo os turistas, o tempo ideal para se ficar no deserto do Atacama é de 7 dias, sendo 2 dias para ir e voltar e o restante para percorrer todo o deserto e descobrir as belezas naturais.

Agora, se você quer ter mais tempo para poder, além de passear pelo deserto com mais tranquilidade, descansar em um hotel, então é melhor ficar até 10 ou 12 dias.

Veja também:  Deserto de Atacama, no Chile

O que visitar no Atacama?

  • San Pedro do Atacama: Essa é uma cidade que é a porta de entrada para o deserto, e vale muito a pena tirar um tempo para conhecê-la. Bem rústica, essa cidade tem as estradas todas de chão batido e há vários hotéis para passar a noite.

  • As lagoas do deserto: Pelo caminho, você vai encontrar muitas lagoas exuberante no deserto. Sim, por incrível que pareça, o Atacama esconde inúmeras lagoas de águas cristalinas pelo seu relevo. Além disso, se você quiser nadar nessas lagoas, na verdade você vai ficar flutuando, já que o nível de sal é bem grande e não dá para afundar nas lagoas.

  • Os vulcões: Há vários vulcões no Atacama e, se você quiser pode escalá-los. Mas, calma, eles estão inativos a centenas de anos.

  • As termas de puritama: No meio do deserto mais seco do planeta, onde não chove bem há mais de 500 anos, você ainda pode encontrar lagoas quentinhas para tomar um bom banho, como as lagoas de puritama.

  • Tour astronômico: Se você é uma amante dos astros estelares, então vai adorar o tour astronômico que pode ser feito nesse deserto. Por conta de não ter nenhuma iluminação artificial por milhares de quilômetros, o céu do Atacama é extremamente límpido, sendo possível observar até alguns planetas a olho nú.

Veja também:  Deserto do Atacama (Chile) - Pacotes de Viagem

Como chegar no Atacama

A primeira coisa a se fazer é viajar até Santiago, a capital do chile, depois é só percorrer cerca de 1691 quilômetros até San Pedro do Atacama, onde é possível encontrar centenas de guias turísticos, hotéis e empresas que oferecem um tour completo.

De Santiago até San Pedro o trajeto pode ser feito de avião ou ônibus, sendo a passagem de avião a mais barata, e a viagem é de apenas 2 horas.

Ariston Cristian Gadomski Alves



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *