The Rig – parque de diversões em plataforma de petróleo na Arábia Saudita


Arábia Saudita planeja diminuir a dependência do petróleo em sua economia e se transformar em centro turístico. E já começou a converter plataforma de petróleo em parque de diversões.

Passar as férias em uma plataforma de petróleo não é algo que normalmente passaria pela cabeça das pessoas. Entretanto, existe um planejamento na Arábia Saudita para que um destes locais seja convertido em um parque de diversões. Após o processo em questão, ele será aberto para a prática de esportes e contará com outros atrativos, como restaurantes e bares. Além disso, vale informar que o espaço em questão será convertido em um local de luxo, repleto de particularidades que têm tudo para atrair a atenção dos viajantes.


Este projeto recebeu o nome de “The Rig”, que pode ser livremente traduzido como A Plataforma. A ideia em questão partiu de Mohammed bin Salman, o príncipe herdeiro e atual governante da Arábia Saudita. De acordo com o projeto em questão, a ideia é transformar o país que atualmente ocupa o posto de maior exportador de petróleo do mundo em um ponto turístico, de modo que a sua economia passe por uma diversificação.


É interessante destacar que o The Rig faz parte de um plano de economia que recebeu o nome de Vision 2030. Através dele, o governante da Arábia Saudita deseja atrair mais investidores para o território, bem como atrair os ocidentais por meio do turismo, de modo que eles passem a ocupar as ruas da capital do país durante os seus momentos de férias.


Isso acontece porque o governo tem a expectativa de que em breve o turismo se torne o maior responsável pelas vagas de trabalho no país no futuro próximo. A expectativa é que este setor, em breve, passe a representar pelo menos 10% do Produto Interno Bruto da Arábia Saudita. Além disso, tem-se a expectativa de que o The Rig atue no sentido de fazer com que 10% dos empregos gerados no país durante a próxima década sejam voltados para o setor do turismo.


Grande parte da população da Arábia Saudita atualmente tem menos de 35 anos de idade. Desse modo, o príncipe Mohammed bin Salman sentiu a necessidade de pensar a respeito de uma era “pós petróleo” para o país. Devido ao crescimento das energias sustentáveis e vários outros fatores, o governante acabou percebendo que futuramente o mundo pode ter menos dependência do petróleo, o que representaria um baque para a economia da Arábia Saudita e por si só justifica a importância de investir na diversificação para o país desde já.

Como parte dessa mudança, recentemente as portas começaram a ser abertas para estrangeiros. Ainda em 2019, a Arábia Saudita passou a fornecer vistos de turistas. Isso representou um avanço significativo, visto que o reino permaneceu isolado durante muito tempo. A exceção para este isolamento era a peregrinação de muçulmanos para Meca, que acontecia de forma anual.

Entretanto, embora o plano de estimular o turismo seja ótimo, é preciso superar uma série de dificuldades antes que ele se torne verdadeiramente viável. O primeiro aspecto está em baratear os custos para uma viagem ao Oriente Médio, que atualmente custa bastante caro para a maior parte do mundo.

Além disso, a Arábia Saudita é um país que enfrenta o calor durante oito meses do ano, o que pode acabar afastando pessoas de regiões mais frias. Por fim, vale mencionar também a ausência da liberdade de expressão e a pouca convivência entre homens e mulheres. Outro aspecto que pode acabar dificultando o planejamento é a impossibilidade de consumo de álcool no país.

A construção começa no segundo semestre de 2022 e não foi divulgada uma data para sua conclusão.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.