Turismo em Bruges – Dicas de Viagem





Confira aqui algumas dicas de viagem para se conhecer Bruges.

Quem já depositou seu tempo pesquisando e procurando os pontos turísticos mais visitados da Europa, com toda certeza já ouviu falar de Bruges. Agora, para quem não conhece, Bruges é conhecida como uma cidade-monumento, sendo cortada por diversos canais navegáveis e composta por cenário cercado pela arquitetura gótica. Desse modo, anualmente a cidade atrai inúmeros visitantes que ao passar pela Europa, não deixam de dar uma passada, mesmo que curta, na cidade. É claro que os visitantes de primeira viagem vivem se perguntando se realmente vale a pena passar por Bruges, e a resposta é muito óbvia: se você escolheu passar pela Bélgica em seu roteiro, não perca a chance de fazer uma visita a essa linda cidade. No entanto, se no roteiro de viagem a Bélgica não foi um ponto escolhido, é melhor escolher outra data e deixar para uma próxima, já que não vale tanto a pena se desviar do roteiro já estabelecido. Isso porque, apesar de muita beleza, a cidade funciona mais como um passeio do que como um destino em si, pois não há tantos pontos turísticos a serem visitados.
Desse modo, se o leitor ainda tem a intenção de conhecer Bruges, não deixe de ler as informações abaixo e conhecer quais são os melhores modos de realizar a visita.

Veja também:  Turismo Campos do Jordão - Atrações e Pousadas

Em Burges, o que mais chama a atenção dos turistas a princípio são os canais espalhados por todos os cantos da cidade. Desse modo, ao visitar a cidade, é essencial realizar um passeio de barco, que o leva a conhecer diferentes paisagens da cidade. No entanto, Bruges não é apenas passeios de barco, é possível explorar também as atrações que estão localizadas em terra firme. Sendo assim, ao fazer o trajeto entre a estação de trem e o pequeno centro da cidade, não deixe de procurar o Begijnhof. Esse ponto turístico funciona como um convento de mulheres que não foram ordenadas e a sua arquitetura remete às contruções do século 13, em que foram feitas pequenas casas, pintadas em branco e localizadas em volta de um parque.

Veja também:  Paraísos e Praias para se Conhecer no Brasil - Dicas de Roteiros



Além disso, na cidade há uma igreja bastante famosa, é a Igreja de Nossa Senhora e tem uma estátua conhecida como Madonna de mármore, escupida pelo renomado artista da época, Michelangelo.

Em 2017 foi inaugurado em Bruges o Museu da Batata Frita. O local possui uma arquitetura que dá uma ar de bufê de festa infantil. No entanto, não se deixe enganar pela aparência do lugar, pois vale muito a pena ser visitado. No estabelecimento são servidas deliciosas porções de batatas e assim é possível sentir e entender o porquê das batatas belgas serem conhecidas no mundo inteiro como as melhores. Dessa forma, não deixe de ter a melhor experiência de gastronomia da cidade, que oferece uma chuva de curiosidade sobre batatas na cidade. Para aqueles que desejam um local mais fino, há restaurantes na praça principal em que é possível almoçar moles-frittes, que nada mais é que mexilhões servidos ao vinho branco com batatas fritas acompanhando.

Veja também:  Como Tirar o Visto de Passaporte?

A maior parte dos brasileiros que decidem visitar Bruges saem de Paris e vão visitar a cidade apenas com o intuito de passar o dia e depois retornar a Paris. Sendo assim, para aqueles que desejam realizar uma boa economia, o melhor é ir por conta própria, pois assim, o passeio fica mais barato e também é uma opção menos cansativa, uma vez que o percurso realizado entre Paris e Bruxelas é feito por trens e em alta velocidade. É claro que para economizar é necessário comprar o bilhete de trem com cerca de 120 dias de antecedência. A compra do billhete pode ser realizada por meio do site da SNCF francesa.

Ana Paula Oliveira Coimbra



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *