Turismo em Campos do Jordão – Parque das Cerejeiras





Confira aqui mais informações sobre o Parque das Cerejeiras em Campos do Jordão.

Não é novidade para ninguém que Campos do Jordão está inclusa como uma das cidades mais bonitas do Brasil. Mas é no inverno que nos cedemos aos seus encantos, pois ela consegue ficar ainda mais bela com a florada das cerejeiras. Sendo assim, durante a temporada de inverno, o destino de muitos turistas é à procura por lugares em que é melhor a visualização, desde o seu ápice. O melhor lugar para isso, indiscutivelmente, é no Parque das Cerejeiras, que localiza-se bem próximo ao centro do município.

Para quem não sabe, as cerejeiras foram trazidas a Serra da Mantiqueira, localizada no interior de São Paulo, pelos imigrantes japoneses. Ninguém esperava que Campos do Jordão apresentaria o clima ideal para que as mudas se desenvolvessem tão bem.




Desse modo, entre os meses de julho e agosto a cidade de Campos do Jordão é tomada por cerejeiras, podendo ser vistas em qualquer parte. Mas é no Parque das Cerejeiras que encontra-se o maior espetáculo, uma vez que a quantidade de flores é muito maior do que pode ser visto nas cidades.

Veja também:  Praia da Canoa Quebrada (CE) - Pacotes de viagem

Sendo assim, se o leitor deseja visitar a cidade de Campos do Jordão nos próximos meses ou conhece alguém que irá fazer essa viagem, não deixe de conferir as informações abaixo, pois temos dicas para quem deseja visitar o Parque das Cerejeiras (e ainda participar da Festa da Cerejeira). Então, vamos adiante!


Primeiramente, é preciso saber a localização do Parque das Cerejeiras, que fica no Bosque São Francisco Xavier, onde também é chamado de Sakura Home. Sabe-se o lugar localiza-se bem próximo ao centro da cidade.

Em 1936 chegaram as primeiras mudas de cerejeiras, junto com os imigrantes japoneses que vieram para o Brasil com o intuito de trazer mão-de-obra para a região. No entanto, a princípio, não havia muita expecativa para que o plantio de cerejeiras se estabelecesse na região, uma vez que essas flores são típicas especialmente do Hemisfério Norte. Foi uma grande surpresa quando se percebeu que elas se adaptaram ao clima mais frio que está presente na serra de Campos do Jordão. A partir disso, parece que as flores crescem e florescem mais e a cada ano.

Veja também:  Aeroporto de Congonhas ganha Novo Nome

É válido ressaltar a existência de inúmeras variedades de cerejeiras que cercam a cidade. No entanto, a Okinawa se destaca por florescer bem no início do inverno, indo contra ao ciclo de outras flores que só vão nascer durante a chegada da primavera.

Sendo assim, nos meses em que a temperatura se encontra mais alta, é possível visualizar as cerejeiras em qualquer ponto da cidade, já que elas crescem por todos os pontos e enfeitam Campos do Jordão, como se saudasse os turistas que por lá chegam, dando boas vindas a todos.

Assim, fica muito difícil não se apaixonar por essas flores que dão um outro aspecto a essa charmosa cidade do interior de São Paulo. Desse modo, os meses de julhos e agosto tornam-se propícios para se ter uma melhor visã das cerejeiras e o Parque das Cerejeiras torna-se um ponto turístico indispensável de ser visitado.

Veja também:  Turismo em Genebra (Suíça) - Pontos Turísticos

Com uma área de cerca de 2.500 m², o Parque das Cerejeiras tem variedade superior a 400 tipos de cerejeiras, responsáveis por decorar todo o cenário de rosa, indo em contraste com a cor do céu, que é de um azul claro e cintilante, típico do inverno.

O parque é composto pos jardins e pórticos japoneses, o que dá a cidade Campos do Jordão um charme japonês.

A fim de guiar os turistas e facilitar as visitações de todos os pontos do parque, foram criados trilhas e caminhos para que os turistas possam caminhar e conhecer todos os cantos, principalmente quando ocorre a Festa da Cerejeira, que é quando o parque se enche de visitantes. Nos outros dias do ano, o Parque da Cerejeira ainda é aberto aos turistas, no entanto, com um número mais reduzido de visitantes.

Ana Paula Oliveira Coimbra



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *