Turismo no Atacama – O Que Levar na Mala





Saiba aqui o que levar em sua mala para o Atacama.

Ao planejar uma viagem internacional, muitos fatores entram em questão: em que época do ano ir, onde se hospedar, quais pontos turísticos conhecer… No entanto, um elemento tão importante quantos estes e que não pode ficar de fora dos seus planos é o que levar na mala.

Mas isso não precisa ser encarado como um desafio ou então como uma tarefa enfadonha se você souber de antemão quais os itens essenciais e também as vestimentas mais adequadas para essa ou aquela região visitada.




Independente do lugar para o qual você vai viajar, uma dica importante é que você comece a preparar a mala, e isso inclui bagagem de mão e necessaire, com alguns dias de antecedência. Desse modo, fica mais fácil identificar a falta ou excesso de algum item.

Outra sugestão interessante é criar uma lista, seja na folha de papel ou em um bloco de notas do celular, com os itens que você pretende ou precisa levar na mala. Assim, ao acomodar os seus pertences na bagagem, você pode ir fazendo uma espécie de check in em cada artigo disposto na mala.


Veja também:  Passeios em Buenos Aires - Dicas do Que Fazer na Cidade

Outro fator que precisa ser levado em consideração é o peso das malas, sejam elas bagagem de mão ou bagagem despachada. As companhias aéreas podem ter suas próprias restrições quanto ao tamanho e peso da bagagem. Por isso, confira com a sua companhia aérea as especificidades relacionadas a esse assunto.

No entanto, é preciso ter em mente que a ANAC, Agência Nacional de Aviação Civil, estabelece algumas regras em relação a bagagem de mão e bagagem de despacho. As bagagens de mão, conforme a ANAC, não podem pesar mais do que 10 quilos. As dimensões, por sua vez, precisam ser consultadas de acordo com a companhia aérea.

Já as bagagens que vão ser despachadas são de inteira responsabilidade das companhias aéreas, isso significa que cada empresa determina um peso máximo e também as dimensões das malas. Elas também estabelecem que bagagens adicionais têm um custo a parte da passagem. Então, fique atento na hora de compor as suas malas.

Partiu, Atacama!

Considerado o deserto mais seco do mundo, o Atacama se destaca dentre os demais por concentrar diversos fenômenos em uma mesma região. No deserto do Atacama, por exemplo, é possível encontrar desde vulcões, salares e formações rochosas até lagoas e gêiseres.

Os visitantes do deserto mais famoso da América Latina também enaltecem a beleza do céu do Atacama. Dizem, os turistas, que o céu do Atacama é o mais carregado de estrelas. E o melhor: as viagens podem ser programadas para o ano inteiro. Isso significa que você pode aproveitar as suas férias, um recesso ou até mesmo um feriado prolongado para conhecer as maravilhas deste território.

Veja também:  Como Comprar Passagens Aéreas Mais Baratas em 2019?

Afinal, o que levar na mala?

A viagem ao deserto do Atacama tem como característica as variações climáticas em uma única programação. Por isso, é importante preparar uma mala que contenha desde roupas de banho até artigos de proteção térmica.

Como as viagens podem ser planejadas para qualquer época do ano, de modo geral o principal traje de passeio são roupas leves e confortáveis. Priorize tecidos naturais, como linho e algodão, que absorvem melhor o suor e permitem a pele respirar.

Homens e mulheres podem, por exemplo, escolher calça comprida e bermuda. Sim, é importante levar ambos, uma para cada ocasião – ou passeio. A quantidade, contudo, varia de acordo com quantos dias será a sua viagem.

Além das peças inferiores, é importante levar camisetas e regatas. Um bom chapéu e óculos escuros também são imprescindíveis. Esses itens até aqui citados são os artigos essenciais para o traje de passeio.

Veja também:  Melhores Hotéis - Dicas, Promoções, Reservas, Pacotes

Para complementar a mala de viagem ao Atacama, é importante levar algumas peças de banho, caso a visita aos lagos e lagoas sejam do seu interesse. Outro item necessário é uma jaqueta estilo corta-vento. Ela pode ser substituída por um agasalho e complementada por uma peça conhecida como segunda-pele térmica.

Nos passeios às gêiseres, que são nascentes de águas termais, as temperaturas podem cair, atingido até mesmo graus negativos no primeiro período da manhã. Por isso, reforce a proteção com gorro, luvas e cachecóis.

Nos pés, por conta do solo rochoso, o mais indicado são tênis no estilo trekking, ou seja, tênis de trilhas, que têm o cano um pouco mais alto e uma espécie de cravo na sola. As meias precisam ser confortáveis e resistentes.

Por fim, vale reforçar o uso do chapéu e do óculos de sol e, também, alguns itens para levar na bolsa ou mochila durante o passeio: filtro solar, protetor labial ou manteiga de cacau, colírio e soro fisiológico para umidificar olhos e nariz, lenços de papel e um frasco de álcool gel para eventualmente higienizar as mãos.

Agora que você se tornou especialista em turismo no Atacama, prepare sua mala e boa viagem!

Juliete Landi Lucas



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *