Vacina de Febre Amarela – Países que Exigem





Saiba aqui em quais países é preciso tomar a vacina de Febre Amarela antes de viajar.

Vai viajar? Talvez você não saiba, mais alguns países exigem comprovante de vacinação contra febre amarela para Brasileiros.

Saiba quais os procedimentos, como emitir, quem tem direito a isenção e não seja pego de surpresa em sua próxima viagem!




A febre amarela é uma doença grave transmitida por mosquitos da espécie Aedes (Principalmente Aedes aegypt, que também transmite a dengue, zika e chikungunya).

Os principais sintomas são febre alta ,dor no corpo, náuseas e calafrios por cerca de 3 dias.


Algumas pessoas adquirem a forma grave da doença, que costuma ocorrer após um período curto de aparente "recuperação", onde os sintomas se tornam piores, e pode ocorrer comprometimento severo do fígado, tornando a pele e olhos amarelados, hemorragias e consequentemente o óbito.

Poucas pessoas adquirem a forma mais grave da doença, a maior parte se recupera bem e adquire imunidade sobre a doença.

Ao contrário do que se pode pensar, os macacos são um aviso para o ser humano das áreas onde há infestação da doença, e não são transmissores, eles assim como nós, são vítimas, a única forma de contágio se dá através do mosquito.

Entre 2017 e 2018, Países da América do Sul, Caribe e América Central passaram a exigir o certificado de vacinação em viajantes para determinados destinos que podem ter incidência da doença, você pode consultar a lista completa de Países no site da OMS.

Alguns países: são Panamá, Colômbia, República Dominicana, Cuba, Caribe, Aruba, Curaçao, Bahamas, Bolívia, Equador ,Venezuela e Paraguai.

Após o surto, algumas regiões como é o caso de SP, passaram a distribuir a dose fracionada da vacina, que imuniza por 8 anos.

É importante ressaltar que a dose fracionada NÃO conta para a certificação internacional segundo determinação da ANVISA.

O viajante deve ir até um posto de atendimento do SUS apresentar as passagens compradas e tomar a dose única que garante proteção para o resto da vida.

O QUE É O CIVP

O CVIP é uma carteira de vacinação Internacional.

Ela é tão importante quanto o passaporte, e atesta que o viajante está devidamente vacinado contra diversas doenças.

É uma segurança para o país, de que não seja levada nenhuma doença que possa causar uma epidemia, e também para o viajante, caso esteja indo para alguma área de risco.

COMO EMITIR O CERTIFICADO

Atualmente, a emissão do CIVP (certificado de vacina e proflilaxia) é mais fácil e todo processo pode ser feito pela internet, lembrando que a vacina deve ser tomada no mínimo dez dias antes da viagem, que é o tempo que a mesma passa a fazer efeito.

Confira passo a passo:

– Vacina (Vá até uma unidade do SUS e tome a dose única, não pode ser a fracionada).

Dependendo da região e da unidade você deverá apresentar as passagens compradas.

– Acesse o site https://www.servicos.gov.br/, preencha o formulário, envie o comprovante de vacinação e os demais itens solicitados.

– Após analisado o processo, caso aprovado, você receberá o certificado online, basta imprimir e assinar, a assinatura digital dispensa o comparecimento em um posto de atendimento,como era pedido anteriormente.

ISENÇÕES

Em alguns casos o viajante fica isento de tomar a vacina, mas precisa comprovar isso também por meio de um atestado médico, que deve ser solicitado no site http://www.anvisa.gov.br/viajante.

Lá é impresso o documento , que deverá ser assinado por um médico, comprovando a restrição a vacina, que não é recomendada em casos como:

  • Gestantes e lactantes
  • Pessoas em processo de quimioterapia
  • Alérgicas a algum componente da vacina
  • Idosos acima de 60

Quem já tem o CIVP não precisa retirar novamente, pois é válido pela vida toda.

Independente de viajar ou não ,é importante manter as vacinas em dia, nunca se sabe quando e onde pode se alastrar um novo surto, aí no momento da crise pode ficar mais difícil o acesso a imunização.

Texto de Marina Ramos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *