Confira aqui um roteiro de passeios para você conhecer Manaus.

A capital do Amazonas é, com certeza, um dos lugares mais simbólicos para a cultura brasileira. Se você está planejando uma viagem para Manaus e quer que essa seja a viagem de seus sonhos, preparamos um roteiro especial para você curtir.

Antes de mais nada, entenda que o número de dias, obviamente, vai influenciar no tanto de coisas que você poderá fazer: se passar menos de três dias, deverá selecionar algumas atividades, o ideal é passar 3 dias para conhecer o essencial. Mas, para te ajudar, selecionamos locais imperdíveis para você aproveitar roteiros de 1, 2, 3 e 4 dias.

1 dia em Manaus

  • Logo de manhã, visite o Mercado Adolpho Lisboa;
  • Pegue um táxi ou Uber e dirija-se ao Porto da Ceasa para fazer o tradicional passeio curto do Encontro das Águas
  • Terminando o passeio, volte para o centro da cidade para conhecer o Teatro Amazonas e a Galeria Amazônica, termine o dia tomando o Tacacá da Gisela.

Se for domingo ou segunda-feira, inverta o passeio e comece pelo Teatro Amazonas, pois a última visita guiada sai à uma da tarde.

2 dias em Manaus

  • Dia 1 na terça-feira e no sábado: de manhã, vá ao Museu do Seringal Vila Paraíso. Pela tarde, aproveite o circuito do centro histórico: Mercado Adolpho Lisboa, Teatro Amazonas, Galeria Amazônica e, por fim, tome um Tacacá da Gisela).
  • Dia 1 no domingo e na segunda-feira: Pela manhã, vá ao Mercado e ao Teatro. Chegue até às 15h no Museu Seringal Vila Paraíso. Se você estiver hospedado no centro, ainda dá tempo de tomar o Tacacá da Gisela.
  • Dia 2: você terá tempo de sobra de aproveitar o passeio completo do rio, que inclui o Encontro das Águas, vitórias-régias, botos e o ritual indígena.

3 dias em Manaus

  • Dia 1: Aproveite o circuito do centro histórico, prestando atenção no dia da semana para não perder a última visitação guiada para o Teatro Amazonas.
  • Dia 2: curta o passeio completo do rio.
  • Dia 3: De manhã, visite o Museu do Seringal Vila Paraíso e, quando voltar, escolha entre a Praia da Lua ou os flutuantes da Praia Dourada.

4 dias em Manaus

  • Nos primeiros três dias, siga o roteiro anterior.
  • Dia 4: Você pode alugar um carro ou pegar um tour até as cachoeiras de Presidente Figueiredo. Caso não queira sair da cidade, visite o MUSA – Museu da Amazônia. Se você agendar com antecedência, ainda tem a chance de incluir em seu roteiro a observação de pássaros.

Passeios indispensáveis, mesmo para quem for para a selva

Se você vai visitar a selva, mas não quer perder o que há de melhor para fazer em Manaus, separamos aqui os passeios indispensáveis:

  • O passeio urbano mais importante com certeza é o passeio pelo centro histórico.
  • Caso não esteja incluso em seu programa de selva, o Encontro das Águas deve ser feito por fora, não perca! Saia do Porto da Ceasa e faça o passeio curto do Encontro das Águas. Você ainda terá tempo de curtir o melhor do centro histórico: Teatro Amazonas, Galeria Amazônica e o Tacacá da Gisela.
  • Um dos locais mais surpreendentes é o Museu do Seringal Vila Paraíso. Vá de manhã para poder curtir o circuito do centro histórico (Teatro Amazonas, Galeria Amazônica e Tacacá da Gisela) de tarde.

Seja qual for a quantidade de dias que você passará em Manaus, sabendo onde ir, certamente aproveitará o que há de melhor na cidade e voltará para casa com lembranças maravilhosas de uma viagem que com certeza você vai querer repetir.

Você já foi para Manaus? Qual foi o roteiro de viagem que você adotou? Conheceu algum lugar que indicamos? Conte suas experiências por meio de um comentário.

Por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui os melhores hotéis para ficar em Manaus (AM).

Você vai para Manaus e não sabe onde ficar? Não se preocupe, pois preparamos uma lista dos melhores hotéis de Manaus do Centro Histórico, melhor local para o turista, e os hotéis de selva ou cruzeiro fluvial. Lembrando que, se você quer uma experiência completa, o ideal seria dividir a sua estadia entre eles.

Hotéis no Centro Histórico

No Centro Histórico de Manaus há três bons hotéis e o melhor de tudo: você não precisará pegar carro ou ônibus para visitar os locais turísticos. O Teatro Amazonas estará a poucos passos, assim como os museus centrais da cidade. Caso não se importe de caminhar um pouquinho, chegará em menos de 15 minutos ao Mercado Adolpho Lisboa.

  • Villa Amazônia: Localizado na rua lateral do Teatro Amazonas, este é um hotel relativamente novo (iniciou suas atividades no final de 2016). Trata-se de um casarão centenário que foi restaurado e agora serve como área social e restaurante. Os apartamentos ficam em um anexo moderno e são grandes e decorados com belos toques rústicos. Ainda há piscina e, é claro, a vegetação que cerca o lugar.
  • Go Inn: Localizado a uma quadra e meia do Teatro Amazonas, vem com café-da-manhã incluído na diária. Há um mercadinho anexo à recepção para quem não quer sair por aí. As crianças podem curtir a brinquedoteca.
  • Boutique Hotel Casa Teatro: Localizado no Largo de São Sebastião, onde está o situado o Teatro Amazonas, este hotel possui ambientes sociais charmosos, incluindo um terraço com a melhor vista para o Teatro de Manaus. É uma boa opção caso o Villa Amazônia seja muito caro, mas o Go Inn não seja legal para você.

Hotéis de Selva e Cruzeiros Fluviais

Se você quer viver uma experiência amazônica completa, o melhor vai ser hospedar-se num hotel de selva ou fazer um cruzeiro fluvial. É claro que o valor não é muito barato, mas o valor é justificado pelo que vem incluído no passeio: em uma diária está incluído o traslado, a alimentação (bebidas também, no caso de alguns hotéis e barcos) e dois passeios por dia, sendo que, se tiver à noite, já serão três. Portanto, pense no valor que seria se você tivesse que organizar pelo menos os passeios por conta própria.

Com o pacote básico, você poderá ficar duas noites nos hotéis e três noites nos cruzeiros fluviais. O roteiro em ambos é semelhante, sendo que você poderá passear pelos igarapés de lancha ou canoa, caminhar na selva, observar animais noturnos, pescar piranhas, interagir com botos e visitar um vilarejo ribeirinho.

Os guias do passeio pela selva apontam aves e outros animais que passam pelo caminho, além de mostrar as maravilhas e peculiaridades do local. Em alguns passeios, ainda está incluído o encontro das águas em Manaus.

Se você tem espírito de aventura e quer ouvir os sons da mata, alguns hotéis dão a chance de passar uma noite numa rede no meio da floresta. O quiosque destinado à atividade possui telhado, mas não tem paredes. A proteção é feita por uma tela.

Hotel de selva ou barco, qual escolher?

Naturalmente, a estrela de seu passeio será a selva, hotel ou barco será apenas o modo que você explorará o local. Para saber o que é melhor, analise o programa e o que cada um oferece. Quanto ao preço, não dá para dizer com precisão qual é o mais barato e o mais caro, pois vai depender do estilo do local. Por isso, o melhor a se fazer para decidir entre um hotel de selva ou um barco é pensar no que vai te agradar mais.

Uma viagem inesquecível merece um local bom para ficar. Dependendo de seu bolso e de seu gosto, é possível ficar em um dos hotéis do centro histórico ou se aventurar no meio da selva. Planeje sua viagem, avalie o programa e divirta-se!

Você já viajou para Manaus? Ficou em algum desses hotéis? Compartilhe a sua experiência por meio de um comentário!

Por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui os melhores lugares para se comer na cidade de Manaus.

Selecionamos os melhores restaurantes de Manaus para você comer e beber do melhor enquanto estiver na cidade. Nosso foco será a comida tradicional da Amazônia.

Cozinha amazônica sofisticada

Caxiri – Rua 10 de Julho, N° 495, Centro. Tel. 92 3304-8700 – Facebook oficial

Localizado no segundo andar de um casarão centenário, bem ao lado do Teatro Amazonas. Um dos pontos principais é a vista para o teatro e, é claro, o charme característico do lugar. Os pratos são maravilhosos e o destaque vai para o arroz de tacacá com camarão; carpaccio de pesto de jambu; costela de tambaqui com aïoli de tucumã; hambúrger de tambaqui no pão de açaí e o linguine com ragu de pato no tucupi. Ainda há opções deliciosas de sobremesas como banana com doce de leite caseiro de cumaru, iogurte e a farofa doce. Durante a semana, o restaurante oferece menu executivo no almoço e com precinho que cabe no bolso.

Banzeiro – Rua Libertador, N° 102, Bairro N. Srª das Graça. Ttel. 92 3234-1621 – site oficial

O restaurante foi aberto no ano de 2009 e é pioneiro em dar um ar contemporâneo à cozinha típica do Amazonas. De lá para cá, o restaurante é o nº 1 de Manaus e seu chef, Felipe Schaedler, é o mais famoso da cidade.

Localizado perto dos hotéis da região de Adrianópolis, o restaurante funciona em uma casa que foi adaptada para ser um restaurante.

Quem é mais curioso vai se esbaldar com o cardápio amplo e cheio de iguarias: Formiga saúva com espuma de mandioquinha; matrinchã recheada com farinha do Uarini; moqueca de pirarucu defumado ao leite de coco; risoto de pato no tucupi e tambaqui com flor de sal e arroz negro. Se alguém na mesa não gostar dos pratos mais regionalistas, ainda tem opção de saborear um filé acebolado ou um peixe.

Moquém do Banzeiro – Galeria Cristal, Rua Humberto Calderaro, N° 455, Bairro Adrianópolis. Tel. 92 3342-2042 – Facebook oficial

Inaugurado em 2016, ele é o irmão caçula do Banzeiro. A diferença entre os dois irmãos é que o mais novo tem um ar mais rústico, simples e descontraído. Algumas pessoas acreditam que o cardápio do Moquém é mais saboroso e mais estimulante: Destacamos a banda de tambaqui com baião de dois; farofa de ovo e tartare de banana pacovã e o filé de tambaqui na folha de bananeira com macaxeira rösti.

Cozinha tradicional do Amazonas

Tacacá da Gisela – Largo São Sebastião, s/n, Centro

Este é um restaurante obrigatório para quem quer experimentar o principal caldo da região do Amazonas. Se você estiver olhando para o Teatro Amazonas, basta olhar para o lado esquerdo que você encontrará facilmente o restaurante. O horário de funcionamento é das 16h às 22h, funcionando todos os dias.

Tambaqui de Banda – Rua José Clemente, N° 596, Centro. Tel. 92 3622-8162 – Facebook oficial

A filial do restaurante faz o maior sucesso entre os forasteiros e o motivo está em seus pratos simples e saudáveis. O destaque do restaurante está na banda de tambaqui, com porções que podem servir de uma a quatro pessoas, dependendo do tamanho que você escolher.

Choupana – Avenida Mário Ypiranga, 790, Adrianópolis, tel. 92 3635-3878 – site oficial

Este é o restaurante mais tradicional de Manaus e o nome é autoexplicativo: o restaurante foi construído em uma grande choupana. O destaque é o tradicional pato no tucupi. As porções são fartas e você pode dividir o prato com uma ou duas pessoas sem problemas.

Viajar para Manaus e não conhecer a culinária tradicional do Amazonas é como ter apenas metade da experiência jogada fora. Por isso, não hesite em conhecer os restaurantes da cidade. Os preços combinam com todos os gostos e bolsos e você com certeza vai adorar! Os restaurantes de Manaus deixam um gostinho de “quero mais” inconfundível!

Você já comeu em algum restaurante que listamos? Qual prato você mais gostou? Deixe um feedback nos comentários.

Por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui todos os detalhes sobre a fiscalização da bagagem de mão em voos nacionais.

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas – ABEAR, anunciou que neste próximo dia 10 de abril, quarta-feira, todas as empresas aéreas nacionais começarão com um novo regime, que passa a ser muito mais severo no quesito que diz respeito a fiscalização das malas de mãos nos voos domésticos.

A Associação informou ainda que essa fiscalização será unificada para todas as empresas aéreas nacionais, e a partir dessa data, todas as empresas aéreas nacionais deverão exigir dos seus usuários que as suas bagagens de mão agora deverão seguir os padrões que são exigidos pela Associação Internacional de Transporte Aéreo, a Iata, devendo então a mala de mão ter as medidas de 55 centímetros de altura, contando já com as rodinhas e a alça da bagagem, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade.

Caso o passageiro possua ainda uma bolsa de mão, possuindo os seus itens pessoais, poderá acomodar a bolsa na parte de baixo do banco que fica localizado na sua frente. Para essa bolsa, o tamanho máximo exigido é de 35 centímetros de altura, 45 centímetros de largura e de 20 centímetros de profundidade.

Essa mudança no limite de bagagem será feita em duas fases, sendo a primeira fase feita ainda no mês de abril desse ano, quando os aeroportos começarão a ter uma fiscalização maior e ainda mais severa, sendo iniciado como forma educativa, para orientar a todos os usuários.

Já na segunda fase, que acontecerá no mês de maio desse ano, as bagagens que estiverem fora das exigências da empresa aérea deverão ser despachadas como uma bagagem grande. Esse despacho deverá ser feito nos check-ins das empresas aéreas nacionais e podem ser cobrados valores a parte, dependendo do que foi contratado pelo cliente na hora da compra da passagem da referida viagem.

A implementação dessas novas regras será iniciada já no dia 25 de abril do corrente ano, sendo que as informações aos usuários em relação a essas novas regras acontecerão de maneira dividida entre alguns aeroportos.

Os primeiros aeroportos que irão informar de maneira educativa aos seus passageiros serão os aeroportos de Brasília, de Curitiba, de Campinas e de Natal, que são eles: Juscelino Kubitschek, Afonso Pena, Viracopos e Aluízio Alves.

Porém, já em seguida, na outra semana, outros aeroportos irão levar essas informações de maneira educativa para os seus usuários, são eles: Aeroporto Pinto Martins, localizado em Fortaleza- Ceará, Aeroporto de Confins, localizado em Belo Horizonte- Minas Gerais, Aeroporto de Guarapes – Gilberto Freyer, localizado em Recife – Pernambuco, Aeroporto Luís Eduardo Magalhães, localizado em Salvador – Bahia, Aeroporto Val- de – Cans – Júlio Cezar Ribeiro, localizado em Belém – Pará.

No dia 2 de maio desse ano, irá acontecer de fato a exigência de que o usuário faça o despacho da bagagem que estiver fora dos padrões que são exigidos pela empresa aérea.

E ainda no dia 24 de abril do corrente ano, irá começar essa divulgação das informações de maneira a educar os usuários nos Aeroportos Salgado Filho, localizado em Porto Alegre – RS, Santa Genoveva, localizado em Goiânia – GO, Congonhas, localizado em São Paulo – SP, Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos – SP, RIO Galeão – Tom Jobim, localizado no Rio de Janeiro – RJ, Santos Dumont, localizado no Rio de Janeiro – RJ. Para esses aeroportos supramencionados, a regra irá se iniciar de fato no dia 13 de maio desse ano.

Com isso, cabe aos passageiros ficarem sempre muito atentos quando forem viajar, devendo agora respeitar a todas as especificações que forem exigidas quanto ao tamanho da bagagem de mão, para não ter problema na hora do embarque, bem como evitar gastos a mais com despachos de bagagem em cima da hora do embarque.

Por Carol Wurlitzer


Saiba aqui os principais produtos que não são taxados em viagens internacionais.

Você com certeza já viu alguém reclamar dos impostos cobrados pela Receita Federal, certo? Ou, em algum momento, também foi “vítima” de suas cobranças. Ainda mais rígida que uma importação, a fiscalização de bagagens de viajantes que voltam do exterior dificilmente deixa passar um item fora dos padrões. Mas quais padrões são esses? Segundo a Receita Federal, todo item que não for destinado ao uso próprio do viajante pode ser tributado em 50% do excedente da cota de isenção.

É normal que compremos produtos do exterior, sobretudo quando viajamos, para fugirmos dos impostos exorbitantes do território brasileiro e economizar. Mas, dependendo do item que for, o risco de pagar caro também é grande. Por isso, para evitar qualquer surpresa desagradável, o primeiro passo é consultar o próprio site da Receita Federal do Brasil, como o FAQ, ou seja, perguntas e respostas frequentes.

Para que nenhum objeto passe despercebido e você possa ter alguma dor de cabeça em sua viagem, separamos as principais informações sobre os bens que podem ou não ser tributados.

O que são bens do viajante?

São os objetos que o viajante traz de sua viagem e podem estar na bagagem de mão (bagagem acompanhada), bagagem que foi despachada (bagagem desacompanhada) ou ainda os que foram enviados à parte (bens fora das definições anteriores).

Os bens passíveis de tributação são aqueles que fazem parte da bagagem que, por sua vez, são os objetos para uso ou consumo próprio, sejam eles novos ou usados. Podem ser destinados para presentear outras pessoas, no entanto, não podem ultrapassar os limites de quantidade.

Já os bens de uso pessoal são aqueles próprios para viagens como vestuário, produtos de higiene pessoal e objetos de caráter manifestadamente pessoal, ou seja, aqueles que o viajante necessita e dependem da circunstância da viagem e também de sua condição física. Além disso, também se caracterizam como objetos de caráter manifestadamente pessoal os artigos portáteis que o viajante precisa para exercer uma atividade profissional. Os computadores portáteis, por sua vez, não se encaixam nessa categoria.

Não é proibido trazer bens que não fazem parte do conceito de bagagem se eles estiverem de acordo com os procedimentos do Regime Comum de Importação, em outras palavras, que não sejam destinados ao comércio ou que não possuem cotas de isenção.

O que posso trazer sem precisar declarar?

  • Livros e periódicos;
  • Bens destinados ao uso ou consumo pessoal;
  • Máquina fotográfica usada;
  • Relógio usado, desde que você não possua outro ou que este tenha algum defeito comprovado;
  • Telefone celular usado, contanto que o viajante possua apenas um aparelho ou comprove defeito do antigo;
  • Compras, contanto que estejam dentro dos limites de quantidade e abaixo da cota de isenção para via aérea ou marítima de quinhentos dólares (US$ 500,00);
  • Brinquedos que sejam desprovidos de motor a combustão;
  • Compras realizadas nas lojas do Free Shop no momento do desembarque. Lembrando que as compras que foram realizadas no momento em que você estiver deixando o Brasil serão contabilizadas, já aquelas feitas no momento da chegada ao Brasil não serão inclusas na cota.

Quais objetos são considerados como bagagem tributável?

  • Máquinas e aparelhos que necessitam de alguma instalação para serem usadas como computador de mesa (desktop), ar-condicionado, projetor de vídeo;
  • Computadores pessoais, incluindo notebooks e tablets;
  • Máquinas filmadoras;
  • Acessórios que não são fundamentais para que um veículo funcione como aparelho de GPS, reprodutores de CD/DVD/MP3, alto-falantes, antenas, etc.

Como vimos, as regras são muito amplas e podem variar conforme a circunstância e finalidade da viagem. Lembrando que cada caso será analisado mediante os fatores que listamos.

Você já teve algum problema com a Receita Federal? Como foi capaz de resolver? Compartilhe suas experiências conosco por meio de um comentário.

Escrito por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui algumas dicas para preparar a sua próxima viagem.

Viajar é uma das formas de diversão de muitas pessoas. Cada etapa desse processo pode ser muito divertida e envolvem as seguintes informações:

– Escolha do destino da viagem;

– Escolha do hotel;

– Roteiro de passeios;

– Planilha de gastos de toda a viagem;

Essas etapas podem ser difíceis de serem traçadas por algumas pessoas, e nesse texto eu trago algumas dicas para tornar a preparação da viagem mais tranquila e prazerosa. Veja abaixo algumas instruções para decidir o momento certo de viajar e ainda economizar na viagem.

Primeiras instruções para quem quer viajar tranquilamente

Traçar o seu roteiro de forma certa é a melhor escolha para não ter problemas na sua viagem. Então depois de escolher o destino de sua viagem, o ideal é começar a pesquisar os valores das passagens. Existem épocas do ano em que os valores ficam mais altos e geralmente são nos meses de férias junho/julho e dezembro. Para quem quer economizar é indicado viajar fora desses meses.

Contrate o seguro da sua viagem

Para quem não quer ter nenhum tipo de problema na viagem, o ideal é contratar o seguro viagem. A maioria dos seguros cobram atendimentos médicos em outros países, roubo de malas e pertences e outras coisas. Cada seguradora tem suas coberturas e planos de contratos. É preciso ter muita atenção a todas as informações antes de fechar a contratação do mesmo.

Descubra as melhores datas para viajar e economize

Muitas pessoas que decidem viajar, não sabem quando é o melhor dia para isso acontecer. Você sabia que existe a possibilidade de ter uma boa economia viajando em datas estratégicas? O site “Quando Viajar” ajuda muito nessa questão. Ele mostra os destinos mais em conta e as datas mais favoráveis para quem quer economizar muito. Nesse site já sai a informação completa sobre melhores destinos e dias de viagens mais indicados.

Planeje quanto vai gastar em sua viagem

Muitas pessoas acabam não dando atenção a esse detalhe importante da viagem, que é ter uma base de quanto vai gastar em toda sua viagem. O ideal é somar os custos com hotel, refeições, transporte, compras e muito mais. E se for possível, levar um valor superior a esse gasto em pelo menos 80%. Dessa forma se evita muitos problemas com a falta de dinheiro e ter que recorrer a cartão de crédito. Então faça uma planilha com todos os seus gastos estimados e evite surpresas desagradáveis.

Pesquise por hotéis mais em conta e que são bons

Outra dica para economizar na viagem, é escolher um hotel bom e mais em conta. Hoje em dia já existem muitas opções assim. As vezes escolhemos hotéis que oferecem muitas coisas que nem usamos, e nisso se perde muito dinheiro. Existem hotéis 3 estrelas que oferecem quartos grandes e serviços necessários por um ótimo preço. O ideal é pesquisar muito antes de escolher o hotel.

Escolha hotéis em local estratégico

Ainda falando de hotel, quero destacar que outro meio de economizar na viagem é escolher um hotel perto do centro e de lojas comerciais. Pode parecer bobeira, mas dessa forma se evita gastar dinheiro com taxi ou serviços similares. E é uma ótima forma de fazer caminhada e conhecer bem a localidade onde se está hospedado. Pode ter certeza que no final das contas, essa estratégia vai dar uma ótima economia.

Pesquise por restaurantes mais em conta

Pesquisar por restaurantes que oferecem um bom preço e uma boa comida vai ajudar muito a economizar também. Antes de viajar busque por essa informação também, e de quebra ainda descubra as melhores opções de sabores e preços do seu destino de viagem!

Essas são as melhores dicas para viajar sem problema e ainda economizar!

Escrito por Cristiane Amaral


Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve ter com o seu cartão de crédito durante uma viagem.

Muitos são os relatos de pessoas que viajam ao exterior sobre o aumento dos bloqueios dos cartões de crédito. Saiba que nem sempre isso acontece porque houve uma clonagem ou roubo do cartão de crédito. A agência bancária pode, simplesmente, identificar alguma compra que você tenha feito como fora do padrão e bloquear a fim de não prejudicar o cliente. Já que houve esse aumento e você está preocupado, leia este artigo até o final, pois você vai descobrir quais atitudes tomar antes e durante a viagem e como proceder caso o seu cartão de crédito seja bloqueado.

O que fazer antes da viagem?

  • Providencie um seguro para o cartão de crédito. Na verdade, esta dica é recomendada até mesmo para quem não vai viajar;
  • Contrate serviços que enviam um SMS para seu celular assim que é feita uma transação por meio do cartão de crédito;
  • Ligue para o seu banco e avise que você fará uma viagem ao exterior. Não se esqueça de dizer o lugar, quando vai e quando pretende voltar;
  • Tenha mais de um cartão de crédito em mãos caso não dê certo desbloquear. Uma dica é você pedir um cartão Nubank que não tem anuidade e pode ser um bom curinga para situações assim. Levar dois cartões que possuam bandeiras diferentes também evitará problemas em relação à aceitação dos estabelecimentos.

O que não fazer durante a viagem?

  • Se você utilizar um WiFi público ou compartilhado com outras pessoas, evite ao máximo fornecer online os dados de seu cartão de crédito;
  • Acredite se quiser: hotéis de luxo são os mais perigosos em questão de clonagem de cartão de crédito! Procure evitar o máximo possível transmitir informações pessoais quando estiver usando o Wifi, não solicite novas senhas ou realize pagamentos. Se você precisar acessar a internet, a melhor opção é adquirir um chip de celular que disponibilize uma boa conexão 3G/4G.

Meu cartão foi bloqueado, e agora?

Se o seu cartão foi bloqueado, a atitude tem que ser rápida porque as compras irregulares serão cobradas em questão de uma ou duas semanas caso você não comunique o bloqueio à instituição financeira.

Não entre em pânico, pois em apenas alguns minutos você poderá resolver o problema. Na parte de trás do cartão de crédito há o número de telefone do suporte que você pode ligar quando acontecer algum problema. O melhor de tudo é a central de atendimento dos bancos que funciona, geralmente, 24 horas por dia e esses números geralmente aceitam ligação a cobrar. Caso o seu banco tenha bloqueado simplesmente porque confundiu a sua viagem com um roubo de cartões, o desbloqueamento é imediato.

Peça que o atendente confirme os seus dados pessoais e liste quais compras foram feitas durante um determinado período. Ouça atentamente, confirmando quais você tenha realizado e cancelando quais não foram.

Caso o bloqueio tenha sido ocasionado por conta da clonagem do cartão, o melhor a se fazer é redigir uma carta seguindo as instruções do atendente, escanear e enviar por e-mail. Dessa forma, você evitará cobranças indevidas.

Ter um cartão de crédito bloqueado em uma viagem no exterior pode ser uma grande chateação para quem está viajando. Porém, resolver isso não é um bicho-de-sete-cabeças, especialmente se você for rápido. Desbloqueamento de cartões de crédito e cancelamento de compras indevidas são, felizmente, serviços que os bancos são muito eficientes em prestar. Tome muito cuidado com o uso da internet, sobretudo no preenchimento de senhas não só de cartões, mas também de sites. Na dúvida, use a sua conexão de dados.

Você já teve um cartão bloqueado no exterior? O problema foi difícil e demorado para resolver? Como você conseguiu resolver? Deixe um comentário contando sua experiência.

Escrito por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui algumas dicas de roteiro do que fazer no Beto Carrero World.

Quem viveu nos anos 90 com certeza lembra de um cavaleiro empinando um belíssimo alazão e riscando a tela com a marca Beto Carrero. Boa parte disso se deve ao microjingle inconfundível que gravou em nossas memórias o nome do personagem e do incrível parque que algumas pessoas ousam comparar à Disney World: Beto Carrero World, a Disney Brasileira.

Criado no final de 1991, a história do parque parece vinda de um filme: Alguém vê um grande terreno vazio e idealiza um local que será um sonho de todas as crianças do local. Mesmo após a perda precoce do fundador João Batista Sérgio Murad (1937 – 2008), o empresário e produtor que deu vida ao personagem Beto Carrero, o parque segue firme e forte, 28 anos após sua estreia.

Mesmo que você já tenha ido para a Disney, acredite, vale muito a pena visitar o parque temático. Nesse texto você vai saber quais são as principais atrações e, com certeza, vai colocar o Beto Carrero World como um de seus destinos para as próximas viagens.

Como aproveitar ao máximo a visita ao Beto Carrero World?

Para fazer o roteiro perfeito, primeiramente, devemos dar uma olhada no que os visitantes costumam fazer:

  • Parte da manhã: Os visitantes costumam lotar as filas para se aventurar nos brinquedos radicais como a montanha-russa;
  • Parte da tarde: A maior concentração de shows da agenda está nesse horário. Com isso, desde o almoço até o fechamento do parque, os visitantes se tornam “nômades”, visitando cada um dos teatros para apreciar as atrações;

Para poder aproveitar as brechas que aparecem no período da tarde e, mesmo assim, não perder os shows, nossa recomendação é que você adquira o ingresso para dois dias.

O que fazer em Beto Carrero World?

Dia 01:

  • Se você gosta de emoções, com certeza a Aventura Radical será a abertura perfeita. Grite como nunca no elevador Big Tower e nas montanhas-russas Star Montain e Fire Whip;
  • Depois de tanta aventura, relaxe na hora do almoço assistindo o show Excalibur, que deve ser pago à parte;
  • Aproveite os brinquedos da Triplikland;
  • Você sabia que o Beto Carrero World possui um contrato com a Dreamworks? É por essa razão que você vai encontrar no parque muitos personagens como os que estarão no Madagascar Circus Show;
  • Viaje de trem pela Terra da Fantasia;
  • Aventure-se na Ilha dos Piratas;
  • Feche o dia assistindo ao espetáculo Sonho do Cowboy.

Dia 02:

  • Chegou a hora de fazer muito “splash”! Curta o Crazy River Adventure, na ilha de Madagascar e o Tchibum, na Aventura Radical;
  • Passeie pelo zoológico. Aproveite para assistir o show da Monga e, por um valor à parte, aprecie a atração Mamães & Filhotes;
  • Coma um lanche e esteja na fila até, no máximo, meio dia e meia, para que possa assistir ao magnífico Extreme Show;
  • Aproveite as duas horas de intervalo até a próxima atração para poder repetir a dose nas montanhas russas da Aventura Digital, sem que precise, contudo, pegar uma fila enorme para isso;
  • Esteja até às 16h na fila do espetáculo vindo diretamente do Cirque du Soleil, “Blum”;
  • Na Avenida das Nações, aprecie o espetáculo Betinho Carrero 4D;
  • Pagando à parte, você poderá encerrar o seu passeio com chave-de-ouro no Portal da Escuridão.

O Beto Carrero World é um lugar cheio de diversão para todas as idades e para todos os gostos. Sabendo usar os horários de movimento ao seu favor, é possível curtir as principais atrações sem se estressar com filas e com a demora. Aproveite para curtir com o Sharek, Fiona, Pô e todos os seus personagens favoritos do estúdio DreamWorks Animation.

Você já foi para o Beto Carrero World? Deixe um comentário contando como foi a sua experiência.

Escrito por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui os melhores restaurantes para se comer em Paraty.

Paraty é uma cidade do extremo-sul do estado do Rio de Janeiro, que recebe turistas todos os dias. Não é exagero dizer que sua comida é um dos atrativos e que apenas dá ainda mais brilho à arquitetura das ruas tão famosas da cidade. Naturalmente, se você deseja visitar o local, vai querer saber onde estão localizados os melhores restaurantes de Paraty, certo? Então fique ligado, pois é exatamente isso que você vai descobrir.

Nas ruas do centro histórico e na rua Tenente Francisco Antônio, a famosa rua do Comércio, há mais restaurantes do que residências ou lojas, sendo que boa parte delas, ao cair da noite, terá música ao vivo. Na rua da Cadeia (rua lateral da Praça da Matriz), você encontrará bares e botecos, ou ainda restaurantes que funcionam como botecos. Para quem adora comidas de barraquinhas, Paraty é um prato cheio, pois há diversos carrinhos-tabuleiros que vendem bolos e doces, estacionados em pontos estratégicos a partir do meio da tarde.

Focando nos restaurantes, muitos deles têm uma coisa muito importante em comum: Os ingredientes locais que utilizam são produzidos de maneira orgânica sempre que possível. Os melhores restaurantes de Paraty são:

  1. Banana da Terra: A chef Ana Bueno aprendeu a cozinhar quando morava na praia do Caxadaço, em Trindade, e agora está à frente do mais caiçara dos restaurantes de Paraty. O destaque vai para a posta de peixe cozida com banana, feita na panela de barro;
  2. Quintal das Letras: Aberto ao público, este restaurante é perfeito para quem gosta de chegar com a barriga roncando em um lugar e aproveitar todas as delícias. Entre os diversos pratos deliciosos, destacam-se o ceviche com manga e a barriga de porco à pururuca com caramelo de shoyo. A melhor opção para as sobremesas é o trio de crèmes brûlées (cocolate, cumari e frutas vermelhas);
  3. Punto Divino: O nome não tem nada de exagerado para quem gosta de comida italiana, especialmente massas e pizzas. Os paratientes aprovam o restaurante e fazem desse lugar um ponto de encontro;
  4. Thai Brasil: É dito como um dos melhores restaurantes tailandeses do país, especialmente porque as receitas não foram abrasileiradas;
  5. Le Gite d'Indaiatiba: É um local excelente que para quem gosta da união entre comida gostosa e natureza exuberante. Você faz uma reserva e pode realizar um almoço tardio ou jantar cedinho e ainda curtir um banho de cachoeira enquanto a comida não chega.
  6. Café Paraty ou Margarida Café: Os dois cafés possuem música ao vivo elaborada com bandas, em vez do conjunto voz e violão da maioria dos locais. Para aperitivo, o Margarida oferece mini-calzones de queijo e presunto.
  7. Paraty 33: Quem disse que Paraty não tem baladas? Além da tradicional música ao vivo todos os dias, sexta e sábado o Paraty 33 emenda balada com DJ;
  8. Refúgio: Localizado ao lado do cais, é perfeito para quem gosta de almoçar ao ar livre e com vista para paradisíaca paisagem de Paraty.
  9. Istambul: Se você prefere comer coisas diferentes, a melhor pedida é um almoço nesse bistrozinho turco. As especialidades são o falafel e o couscous e, além disso, sempre oferece um prato do dia bem leve e natural;
  10. Pippo: Os amantes do cinema italiano vão se sentir em casa nesse restaurante, que possui uma bela decoração temática e pôsters de filmes clássicos do cinema italiano.

Os melhores restaurantes de Paraty estão espalhados pela cidade e agradam todos os paladares e bolsos. Não se esqueça de dar uma olhada nos sites de cada um para estar por dentro das novidades de pratos, programação e, é claro, reservar com antecedência.

Você já visitou Paraty e teve a oportunidade de comer em algum dos restaurantes de nossa lista? Deixe um comentário contando como foi sua experiência.

Por: Jéssica Lima Cochete


Saiba aqui a melhor época para viajar e como chegar até a cidade de Paraty.

Paraty é uma cidade paradisíaca do extremo sul do litoral do Rio de Janeiro, que atrai, ano a ano, diversos turistas, brasileiros e estrangeiros. Se você está pretendendo fazer uma viagem para conhecer, mas não sabe ao certo qual é a melhor época para ir e nem como chegar, confira as dicas que separamos para você.

Qual é a melhor época para viajar até Paraty?

Assim como o litoral norte do estado de São Paulo, Paraty possui invernos que podem ter ondas de frio e verões quentes e com muita chuva. De junho a setembro, a época mais seca é o melhor período para quem deseja realizar passeios de barco e, se a temperatura estiver agradável, ir à praia. Geralmente, os dias são quentes e as noites agradáveis, sobretudo para quem quer aproveitar os restaurantes de Paraty. Nas ondas de frio, a mínima pode cair para 15°C ou até menos. Por isso, se você não gosta de frio, talvez seja melhor enfrentar as chuvas do verão.

Quanto ao melhor dia para ir, vai depender do seu gosto por "calor humano". Se você prefere passear com mais tranquilidade, sem movimento, naturalmente os períodos que devem ser evitados são as férias escolares e os feriados prolongados. A densidade demográfica dos turistas diminui consideravelmente nos dias de semana e você vai ter a cidade, sobretudo os centros históricos, praticamente só para si.

É claro que, em alguns momentos, você será obrigado a aguentar a multidão, mas nesse caso estamos falando das festas e, portanto, compensa.

  • Festa Literária de Paraty ou FLIP: realizada geralmente em julho, quando não há eventos de grande proporção no Brasil, esta festa já é tradicional há muitos anos e reúne leitores e autores de todo o Brasil e até de outros países;
  • Festas Católicas: Em qualquer cidade, um dos momentos de maior comemoração são as festas católicas e não é diferente em Paraty. Você pode aproveitar épocas como a Páscoa, a Festa do Divino e, especialmente, Corpus Christi em que a cidade, que já é linda por natureza, fica enfeitada com os tradicionais tapetes coloridos feitos de serragem e areia.

Como chegar em Paraty?

  • De avião: O aeroporto mais próximo da cidade está no Rio de Janeiro, a 240 km. O aeroporto de Garulhos, em São Paulo, é um pouco mais longe, 280 km.
  • De carro: Quem já está na Cidade do Rio de Janeiro pode pegar a Avenida Brasil e cair direto na BR 101, a Rio-Santos. O trajeto tem duração entre 3h30 e 4h. Se você estiver com problemas na Avenida Brasil, pode ser que a Linha Vermelha seja um melhor trajeto e você vai pegar a Rio-Santos à altura de Itaguaí. Nesse segundo caso, você andará mais 20km.
  • De trânsfer: Pagando cerca de R$200,00, você pode viajar de trânsfer entre o Rio e Paraty. Atenção, pois você deve agendar a viagem com dois dias de antecedência e é preciso de, no mínimo, ter dois passageiros para o passeio acontecer .
  • Viajando de São Paulo para Paraty de ônibus: Com seis horas de duração e parada em São José dos Campos, a Reunidas Paulista oferece cinco horários diferentes.

Paraty tem tudo para ser a viagem de seus sonhos, há diversas festas, restaurantes, praias, além do centro histórico. Com um bom planejamento, não há como dar errado. Aproveite e viaje com sua família, com amigos ou com quem você ama e construa memórias inesquecíveis. Com certeza você vai querer voltar mais vezes e em diferentes épocas do ano.

Você já viajou para Paraty? Divida suas experiências por meio de um comentário. Não se esqueça de compartilhar nossas dicas nas redes sociais para que você e seus acompanhantes possam se decidir qual é a melhor época para viajar e como chegar.

Por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui os melhores hotéis para se ficar em São Paulo (SP).

São Paulo, a maior cidade do Brasil, além de ser uma das mais visitadas para a realização de compras, fazer negócios, eventos, é também uma cidade para quem busca entretenimento, bons bares, restaurantes, boates, passeios, conhecer um pouco de história e cultura e até mesmo para quem busca descanso e relaxar em seus parques.

Por tantas opções que oferece, onde se hospedar na cidade pode facilitar muito o passeio. Estar hospedado perto do metrô, ou em locais estratégicos com opções de serviços, como exemplo, pode ser ideal para tornar sua viagem mais proveitosa.

Entre as boas opções para se hospedar em São Paulo, que oferece bons serviços hoteleiros, com serviços de qualidade e que atenda todos os bolsos, além de estar bem localizado, estão nas proximidades da Avenida Paulista, os bairros de Pinheiros, Vila Madalena e Vila Mariana.

Uma dica, São Paulo por ser uma cidade de negócios e eventos coorporativos, os hotéis geralmente tem tarifas mais caras durante a semana e finais de semana com valores mais baixo. Outra dica, para quem deseja se hospedar no centro da cidade, o local não oferece uma vida noturna com opções de bares e restaurantes e por isso durante a noite pode não ser seguro pela falta de movimentação.

Confira algumas opções de hospedagens com preços bons, qualidade de serviços e localização estratégica para poder curtir São Paulo.

O Hotel Feller está localizado próximo a estação Brigadeiro do metrô (Linha Verde). O hotel possui quartos confortáveis e grandes, além de uma piscina aberta na cobertura aos hóspedes para aproveitar as estadias.

O Hotel Meliá Paulista, com ótima localização na Av. Paulista, oferece ótimos quartos confortáveis e valores de diárias atraentes, principalmente nos finais de semana. Próximo ao hotel existe uma vasta opções de padarias e restaurantes.

O Íbis Budget Paraíso, recentemente reformado, está em uma excelente localização, bem próximo ao início da famosa e badalada Avenida Paulista e ao lado da estação de Metrô Paraíso. Já o Íbis Budget Paulista fica na Avenida Consolação, já no final da Avenida Paulista. Está ao lado da estação de metrô da paulista. Os dois hotéis da mesma rede oferecem uma ótima acomodação, bem decorados e oferecem ótimos serviços hoteleiros aos hóspedes.

O Mercure São Paulo Alameda tem piscinas ao ar livre e boa acomodações com novos design. Está localizado na região dos Jardins e fica a duas quadras da Av. Paulista. O hotel fica entre as estações de metrô da Consolação e Trianon MASP.

O Bee W é um elegante e moderno hostel localizado próximo da Avenida Paulista e da Estação de Metro Consolação. O hostel tem recepção aberta 24 horas, bons quartos e comodidades de lavanderia.

O Royal Jardins Boutique Hotel está localizado bem próximo da estação de metrô Trianon MASP e também do MASP (Museu de Arte de São Paulo). O hotel possui acomodações confortáveis e bons preços com promoções de diárias abaixo da média cobrada na região.

O CLH Suítes São Paulo está localizado próximo as estações de metrô Vila Mariana e Ana Rosa. O CLH faz parte de uma rede de hostel mundialmente conhecida (Che Lagarto), tem opções de quartos privativos e compartilhados.

Lobo Urban Stay é um hotel design (albergue) localizado perto do metrô da Consolação na Avenida Paulista. O descolado hostel oferece opções de quartos duplos, quartos triplos e compartilhados.

Namoa Hostel tem ótima localização, bem próximo do metrô Vila Madalena. O Hostel oferece opções de quartos privativos e compartilhados e no bairro tem uma boa vida noturna com opções de bares e restaurantes.

Adoniran Peres


Confira aqui as atrações que você deve conhecer quando for conhecer Gramado e Canela.

Consideradas duas das cidades mais encantadoras do Brasil, Gramado e Canela estão localizadas na Serra do Rio Grande do Sul e preservam em seus traços a cultura regional. Com um povo muito hospitaleiro e pronto para bem receber a seus turistas, são muitos os pontos turísticos que precisam ser visitados e conhecidos. Porém, se você está em dúvida sobre quais visitar, nós te daremos seis dicas de passeios incríveis e que merecem a sua atenção. São momentos para serem apreciados em família e com quem você ama. Vamos a eles:

Snowland

Considerada a primeira pista indoor de esqui nas Américas, o parque Snowland é hoje considerada uma das maiores atrações para serem visitadas na cidade de Gramado. O ingresso do local oportuniza diversas atividades, como o carrinho bate-bate, patinação no gelo, simulador 7D e duas horas em uma área cercada de neve, onde é possível fazer tubing e mini-tubing.

Quem busca por mais aventuras, pode alugar um equipamento ou agendar uma aula para fazer snowboard ou esquiar.

Vale lembrar que, somente em dias em que o parque não possui muita lotação, é possível permanecer na área de neve por tempo ilimitado.

Há diversos brinquedos interativos, porém, esses são pagos à parte. Uma dica importante ao prestigiar o Snowland é comprar antecipadamente o seu ingresso, de forma a usar uma fila expressa logo na entrada. Se possível, tenha uma experiência melhor e aproveite o parque durante os dias de semana, uma vez que em feriados e finais de semana o local lota.

Lago Negro

Um dos grandes símbolos da cidade de Gramado, o Lago Negro foi construído com a missão de recuperar o espaço que havia passado por um incêndio. No verão, as hortênsias florecem e dão um charme todo especial ao local. Além disso, as margens do espaço são envoltas em pinheiros, com mudas trazidas diretamente da Alemanha, da Floresta Negra.

Além de ser um parque muito bonito para ser visitado a qualquer hora do dia, o Lago Negro sintetiza muito bem Gramado, sendo um espaço para o romantismo e para passar bons momentos com a família.

Aproveite o local e faça um passeio pelo lago com o pedalinho, você vai amar.

Gramado Zoo

Buscando uma programação para toda a família? O Gramado Zoo é a melhor opção, já que traz uma proposta voltada para a educação ambiental. No local somente são encontrados os animais autóctones brasileiros que são mantidos em locais sem jaulas e em condições muito semelhantes àquelas do habitat natural. A visitação a pé leva em torno de 1h30 a 2h de duração. Também são disponibilizados passeios na parte da noite para que as pessoas possam ver os animais em seus hábitos noturnos. Porém, é necessário realizar o agendamento prévio para isso.

Alpen Park

Para os mais aventureiros, o Alpen Park é o destino de quem adora uma montanha russa. Chamada de Alpen Blizzard, sua altura é de aproximadamente 15 metros, proporcionando uma vista do vale a uma velocidade de 55 km/h.

Já o trenó alpino é a atração em destaque para quem prefere a calmaria, no qual é possível controlar a velocidade máxima do carro.

Quer atividades radicais? Tem também. O Super Salto é similar ao bungee jumping e o circuito de quadriciclo permite momentos únicos.

Vale lembrar que cada uma das atrações precisa ser comprada separadamente. Assim, o passe do Passaporte Alpen Park permite somente algumas áreas e com repetição ilimitada.

Parque do Caracol

Localizado em Canela, o Parque Caracol merece ser apreciado em qualquer época do ano por sua beleza inigualável. Em constante manutenção, o espaço possui locais para piquenique, churrasco e para quem gosta de fazer trilhas.A cascata do Caracol é vista pela lateral. Há um elevador que lava o viajante para o mirante superior, local que permite visualizar um pouco do rio que dá formação à cachoeira.

Para os que têm bom fôlego, a Escadaria da Perna Bamba é tirada de letra. São 700 degraus que permitem aos visitantes que eles vejam o Caracol de baixo.

Terra Mágica Florybal

Outra dica tanto para adultos como para crianças, o parque Terra Mágica Florybal foi construído pela marca de chocolates Florybal. Um ambiente cercado de magia e de índios, dinossauros, duendes, homens pré-históricos e figuras religiosas e mitológicas, é possível também se deliciar com uma mina e uma cascata de chocolate.

As atrações que são pagas à parte incluem um vôo do pterodáctilo, cinema 7D e parquinho.

Essa é, com certeza, uma experiência inesquecível e deliciosa.

Como se pode ver, são muitas opções para todos os gostos e bolsos. Difícil vai ser escolher entre tantas programações. Por isso, se organize e visite cada uma delas para não se arrepender depois.

Além das dicas apresentadas, ainda há muitas outras que merecem a sua atenção.

Se informe com um guia ou converse com as pessoas da região para ter a melhor estadia possível. A diversão é garantida.

Kellen Kunz


Confira aqui algumas dicas do que conhecer na cidade de Paraty.

Paraty é uma cidade colonial que nasceu no ciclo da cana-de-açúcar e tornou-se rica durante o ciclo do ouro. No entanto, nem tudo são maravilhas na história desta cidade tão icônica, pois durante boa parte do século XX, ela foi completamente abandonada, voltando a cair nos encantos dos forasteiros após a abertura da estrada Cunha-Paraty, em 1964 e da Rio-Santos, em 1972.

Para quem gosta de arquitetura antiga e centros históricos, a cidade de Paraty é um destino obrigatório, pois a cidade possui uma singeleza de traçado inconfundível. Esta história, felizmente, está protegida pelo tombamento realizado pelo IPHAN em 1958. O progresso que insiste em demorar a chegar na cidade também ajuda. Mas não é só de prédios antigos que é feita a beleza da cidade, pois a visão do mar e as montanhas também encantam a todos.

Se você está planejando uma viagem ou, pelo menos, idealizando, mas não sabe bem o que fazer em Paraty e deseja dicas de passeios, fique ligado pois separamos os melhores destinos para você fazer de sua viagem inesquecível.

Passeios por terra

  1. Centro Histórico: Não tem como ir a Paraty e não aproveitar um passeio pelo Centro Histórico, sendo que o momento ideal é quando o Sol ainda não está alto e os turistas do dia ainda não lotaram as ruas. Locais afastados do corredor principal, ou seja, da rua do Comércio até a Praça da Matriz, permitem um passeio mais calmo, quando a cidade está lotada.
  2. Passeio de charrete: Na Praça da Matriz fica localizado o ponto dos condutores de charretes, que são excelentes guias. O valor é de R$ 20,00 por passageiro e o passeio dura 40 minutos.
  3. Museu de Arte Sacra: Após sete anos fechado para a reforma da Igreja de Santa Rita, localizada perto do cais, o museu voltou a abrir e a encantar os turistas. Possui relíquias do tempo da colônia, que foram recolhidas na região da cidade.
  4. Teatro de Bonecos: O Teatro Espaço é um destino obrigatório para quem estiver em Paraty na quarta-feira ou sábado à noite. Se você está pensando que Teatro de Bonecos é uma coisa destinada apenas às crianças, pense de novo, pois é um espetáculo para adultos e quem já viu afirma que é emocionante, além de, é claro, belíssimo.

Passeios de barco

Há algumas praias em Paraty que são acessíveis apenas pelo mar e isso é um prato cheio para quem gostaria de ter um momento especial nas águas calmas da cidade e até mesmo mergulhos em águas cristalinas. Durante os passeios de barco, você poderá apreciar um momento todo especial nas praias de Paraty, sendo que as melhores praias de Paraty estão na vila de Trindade, localizadas ao sul. Há três maneiras de se passear de barco por Paraty:

  1. Passeio de escuna ou de saveiro: Com itinerários de 5 a 6 horas e paradas não inclusas para banhos e almoço, estes barcos levam até 60 passageiros e o preço é de R$ 60,00. Você poderá se deliciar com frutas da região no trajeto.
  2. Traineirinhas de aluguel: Este é o autêntico jeito paratiense de passear. Você pode escolher viajar somente em casal ou em pequenos grupos. O valor do passeio é de R$ 60 e R$ 80,00 e é pago por hora.
  3. Lancha: Contratado nas agências locais ou por meio da pousada onde você está hospedado, o passeio de 5 horas cobra R$ 900,00 para quatro passageiros. Permite paradas e uma das atrações principais desse passeio é chegar até o Fiorde brasileiro, ou Saco Mamanguá.

Desde os centros históricos às praias e ilhas paradisíacas, Paraty é uma cidade que tem tudo para agradar a todos e é um destino que você pode escolher sem medo de errar ou se decepcionar. Todo mundo que visita, nunca esquece e sempre deseja voltar mais vezes.

Você já visitou algum destes lugares que listamos? Se sim, não se esqueça de deixar um comentário compartilhando as suas impressões.

Por: Jéssica Lima Cochete


Saiba aqui como chegar e quando visitar a cidade de Campos do Jordão (SP).

Um dos melhores destinos dentre os favoritos do brasileiro em temporadas de inverno está Campos do Jordão. A melhor época para visitar Campos do Jordão, que fica no interior de São Paulo, na Serra da Mantiqueira, por volta de 180 km da capital, é a estação mais fria. O clima de serra, deixa a cidade, que já é repleta de atrações, ainda mais atraente.

Mas não se engane, não é porque a cidade é mais famosa em tempos mais frios e climas mais gelados, que não se pode conhece-la em outras épocas do ano. As atrações são lindas e muito interessantes, mesmo fora de temporada. É uma cidade tranquila e que agrada todos os tipos de turistas.

Mas você sabe como chegar em Campos do Jordão? Quando é a melhor época para visitar? Se você quer descobrir tudo isso e muito mais, continue lendo.

Como chegar em Campos do Jordão?

A cidade fica bem próxima da capital paulista e consequentemente fica bem próxima do Rio de Janeiro também, por volta de 330 km. A forma mais fácil de chegar em Campos de Jordão é de carro ou ônibus, via São Paulo. Isso porque o aeroporto que fica mais próximo à cidade é Guarulhos.

Portanto, quem mora em outros estados e quer descer no aeroporto, pode escolher entre duas opções:

  • Pegar um ônibus: normalmente esse sai do próprio aeroporto, até São José dos Campos, que fica pertinho de São Paulo também, cerca de 100 km, e de lá continuar viagem até Campos do Jordão, por mais uma hora e meia.
  • Alugar carro: existem também a opção de alugar um carro e seguir viagem até o destino.

Para quem sai de São Paulo (Cidade), existem opções de ônibus que vão direto até a cidade de Campos do Jordão, que saem todos os dias da Rodoviária do Tietê. Para quem está no Rio de Janeiro, também conta com essa opção.

Se você optar por pegar a estrada, a rodovia Ayrton Senna é o melhor caminho e o mais fácil também para quem sai de São Paulo. E para quem sai do Rio de Janeiro, a BR-116 na Rodovia Dutra.

Considerando que as atrações da cidade ficam espalhadas, quem está de carro consegue conhecer melhor os arredores e circular pelos lugares com mais conforto. Mas há a opção de alugar um carro já em Campos do Jordão. Assim não é necessário pegar estrada.

Melhor época para visitar

Por ser uma cidade localizada na Serra da Mantiqueira, o frio é a alta temporada, e quando atrai mais turistas, mas a cidade de Campos do Jordão pode ser visitada o ano inteiro. O inverno é quando a cidade fica mais cheia, essa época costuma ir de junho a julho, quando as férias escolares também acontecem.

Dentro desse período, a cidade fica mais divertida, com o Festival de Inverno de Campos do Jordão. A alta temporada serve para quem gosta de agito e quer ver a cidade mais animada, as festividades e festas mais cheias, época muito frequentada por jovens.

Agora quem prefere um passeio um pouco mais tranquilo e ainda assim aproveitar o clima frio, as opções podem ser visitar a cidade entre abril e junho, ou agosto e setembro. Nessas duas épocas as temperaturas continuam baixas, os preços acabam caindo um pouco, por não ser alta temporada, e consequentemente as atrações são menos lotadas.

Melhores atrações

Ainda falando sobre a melhor época, entre julho e agosto a cidade costuma estar em época da florada, as flores de cerejeiras de Campos do Jordão estão todas desabrochando e a cidade fica muito colorida e florida.

A maioria das atrações ficam ao ar livre, portanto, o ideal é evitar o período de chuvas, que é entre janeiro e março. Isso pode acabar atrapalhando alguns dos passeios. Já os meses de novembro e dezembro, também no verão, pode ser o ideal para quem gosta de temperaturas mais quentes. As ruas ficam bem enfeitadas, com decorações típicas natalinas. Para quem gosta de aproveitar essa época do ano para visitar lugares novos, Campos do Jordão é uma ótima opção.

Por: Susan Nogart


Conheça as melhores opções de restaurantes de Fernando de Noronha.

Fernando de Noronha é conhecido como o famoso Arquipélago brasileiro e fica em Pernambuco. Esse local é indicado para quem quer descobrir lugares com paisagens lindas e inesquecíveis. O local conta com muitas opções de passeios e existem muitos grupos de turistas sendo acompanhados por guias turísticos no local. Dessa forma, o visitante tem o dia todo para se divertir na região, e é claro que a fome vai bater, e é sobre as opções de restaurantes que vou falar aqui nesse texto. Fique ligado nas principais dicas que vou deixar aqui. Veja agora os restaurantes mais badalados de Fernando de Noronha.

Falando um pouco dos custos e detalhes da maioria dos restaurantes dessa região

Quem se programa para viajar para Fernando de Noronha, precisa entender que nessa região as despesas podem ser acima da média. E isso envolve também a grande maioria dos restaurantes de lá. Por serem pratos bem elaborados e feitos por chefs de cozinha, eles podem sim ter um custo mais alto. Principalmente se comparado a restaurantes de outras cidades como RJ e SP. Lá também não é comum vir pratos com grandes porções e que dê para dividir para mais de uma pessoa. Esse é um detalhe que não pode ser esquecido pelos visitantes desse local.

Restaurante da Pousada Triboju

Esse é um restaurante indicado para as pessoas mais discretas e que desejam comer em um ambiente mais sossegado. Ele fica na pousada Triboju, que é muito boa por sinal. O ambiente é bem tradicional e fica na área da piscina. As opções de pratos são variadas e bem saborosas, entre as opções mais procuradas estão: Moqueca de frutos do mar com farofa de pão, peixe na crosta de cocô com purê de batata e macaxeira, filé à parmegiana com espaguete e muito mais.

Restaurante Palhoça da Colina

Esse é um restaurante que se deve dar uma atenção especial. Lá tem a opção de comer peixe assado na folha de bananeira em fogo de chão, que por sinal é divino e inesquecível. Esse é um dos poucos restaurantes da região que segue essa tradição bem antiga. O grupo também recebe grupos de até 10 pessoas em uma palhoça rústica e que tem ainda uma decoração com mesa baixa, luz de velas e almofadões. Ainda tem alguns acompanhamentos deliciosos como batata, cebola e banana na brasa, farofa de couve com banana, arroz branco e integral, salada de rúcula e abacaxi assado. Quem come uma vez nesse restaurante, vai voltar sempre que for possível, pois a comida e o ambiente são perfeitos.

Peixada do Sólon

Esse é mais um restaurante que deve ser apreciado sem moderação por quem vai até Fernando de Noronha. Lá tem a opção de peixe assado na folha de bananeira, e são colocados 4 enormes peixes na brasa e eles são: Dourado, pargo, cioba e barracuda. Eles são servidos e cortados pelos garçons na mesa, o que facilita muito a degustação. Entre os acompanhamentos tem saladas, pratos quentes e sobremesa. Dentro do valor pago R$180,00 por pessoa sem bebidas, tem a vantagem de comer o quanto conseguir, o que de fato agrada muito.

Festival Zé Maria

Esse festival acontece na Pousada Zé Maria e acontece nas noites de quarta e sábado na ilha. Os visitantes contam com a opção do buffet com diferentes tipos de pratos e entre eles está o sushi, que é bem procurado por lá. O dono do local, que é conhecido como Zé Maria, é o mestre de cerimônia, ele apresenta os pratos que vão ser servidos na noite, e isso agrada muito aos visitantes do local. A parte ruim é que o restaurante está sempre lotado, e é preciso fazer reserva com antecedência.

Esses são os principais restaurantes de Fernando de Noronha!

Escrito por Cristiane Amaral


Confira aqui os melhores hotéis e pousadas para se ficar em Fernando de Noronha.

Fernando de Noronha é um conjunto de ilhas do Estado de Pernambuco que é considerado por muitos como um dos locais mais bonitos do Brasil. Além de belas paisagens naturais, Fernando de Noronha traz muita história, representada em muitas construções seculares. Para aproveitar essas maravilhas com tranquilidade é preciso ter um bom local para dormir e descansar, por isso trazemos aqui uma seleção de excelentes pousadas para que você possa se preocupar só em aproveitar as atrações da ilha.

Pousada Corveta – Localizada a menos de 500 metros da Vila dos Remédios, o centro de Fernando de Noronha. A propriedade fica a 5 km da Praia do Sueste e quase 2,4 km do Porto de Santo Antônio. Todos os quartos contam com máquina de café, guarda-roupa, banheiro privativo e TV de tela plana, sendo que alguns dispõem de terraço. A pousada oferece café da manhã. Nota no Booking: 9,4.

Tesouro de Noronha – Localizada a quase 1 KM da Vila dos Remédios, essa pousada tem ótima localização. Os quartos possuem mesa de trabalho, guarda-roupa, ar-condicionado, TV de tela plana e banheiro privativo. Além disso, na pousada o hospede podem desfrutar de uma piscina, Wi-Fi gratuito e de café da manhã. Nota no Booking: 9,8.

Pousada Tubarão – Localizada a 2,3 km do Porto de Santo Antônio e menos de 200 metros do centro Vila dos Remédios. Os quartos possuem mesa de trabalho, guarda-roupa, cafeteira, chuveiro, TV de tela plana, banheiro privativo e produtos gratuitos. A pousada oferece café da manhã, Wi-Fi gratuito e alguns quartos dispõem de terraço. Nota no Booking: 9,3.

Pousada Lua Bela – Fica a quase 10 minutos andando a pé das praias da Conceição e do Cachorro. Os quartos possuem TV, frigobar, roupa de cama, decoração simples, banheiro privativo, ar-condicionado e toalhas. Além disso, na pousada o hóspede pode desfrutar de uma piscina e de café da manhã. Nota no Booking: 9.1

Pousada Maria Bonita Noronha- Localizada a 2,7 km do Porto de Santo Antônio e a quase 1 KM da Vila dos Remédios. Todos os quartos contam com guarda-roupa, banheiro privativo e TV de tela plana, sendo que alguns dispõem de terraço. A pousada oferece café da manhã, Wi-Fi gratuito e piscina para seus hóspedes. Nota no Booking: 9,5

Pousada Magia – Localizada a 1 km da Praia do Cachorro e menos de 500 metros do centro da Vila dos Remédios. Os quartos contam com DVD player, piso e decoração de madeira, roupas de cama, roupas de banho, frigobar e banheiro privativo, sendo que alguns dispõem de terraço e ar-condicionado. A pousada oferece café da manhã e Wi-Fi gratuito. Nota no Booking: 9,1.

Noronha 350 – Localizada a 2,6 km do centro da Vila dos Remédios e a 3,3 km da Praia do Sueste. Todos os quartos possuem ar-condicionado, sendo que alguns têm uma varanda. A pousada oferece café da manhã e Wi-Fi gratuito. Nota no Booking: 9.1

Pousada Seu Dodó – Localizada bem próximo do centro da ilha, menos de 5 minutos a pé e a 15 minutos da Praia da Conceição. Os quartos possuem TV, banheiro com água quente, ar-condicionado, decoração alegre e contam com frigobar. A pousada oferece café da manhã e Wi-Fi gratuito. Nota no Booking: 9,2.

Colina Pousada SPA – Localizada a 500 metros do centro da Vila dos Remédios e a 1 km da Praia do Cachorro. Todos os quartos possuem TV de tela plana, varanda térrea com rede, banheiro privativo, frigobar. A pousada oferece café da manhã e Wi-Fi gratuito. Nota no Booking: 9,1.

Pousada da Carmô – Localizada a menos 5 minutos a pé do centro histórico da ilha e da Praia do Cachorro. Os quartos possuem muita luz natural, banheiro privativo, piso frio prático, TV e frigobar. A pousada oferece café da manhã, piscina e Wi-Fi gratuito. Nota no Booking: 9,2

Gabriel Bem


Confira aqui os melhores hotéis para se ficar em Gramado e Canela.

Gramado e Canela são duas cidades vizinhas no Rio Grande do Sul, com distância de apenas 7 km, e sua proximidade possibilita que os visitantes transitem entre elas como se fosse um bairro vizinho. A cidade de Gramado é conhecida como o principal destino de inverno do Brasil, por todo seu glamour e belezas cenográficas, além de diversos atrativos turísticos, que movimenta a região de turista durante o ano todo.

As duas cidades, apesar de uma ser mais conhecida que a outra, apresentam características importantes para o turismo e diferenças que podem complementar uma a outra. Canela é uma cidade mais rústica e menos explorada pelo turismo, com serras e fluxo menor de pessoas. Já Gramado uma cidade com suas praças e canteiros ajardinados, ruas bem cuidadas, com movimento mais intenso de pessoas.

Em Gramado as atrações estão espalhadas desde as áreas centrais até os arredores, oferece opções de hotelaria mais novas e confortáveis, além de se concentrar a maior parte dos restaurantes e de opções noturnas. Já no caso Canela, tem opções de pousadas com valores mais baixos e também com opções de apartamentos e casas de locação por diária. Se hospedar em Canela, e no caso, quiser curtir mais atrações de Gramado, vale bastante a pena ir de carro ou alugar um veículo.

Tanto uma cidade quanto a outra poderá curtir a serra gaúcha. Selecionamos aqui algumas opções de hotéis para se hospedar em Gramado e Canela.

É na avenida Borges de Medeiros que você estará bem localizado para conhecer e participar da maior parte das atrações de Gramado, como também perto de lojas e restaurantes. É nesta região que acontece os desfiles Natal Luz e o desfile de Páscoa e também onde se encontra o Palácio dos Festivais, galeria Largo da Borges, a Rua Coberta, o Palácio dos Festivais e, a Igreja Matriz.

O Prodigy Gramado é um novo hotel, inaugurado em 2016, no centro de Gramado, bem localizado a apenas a 400 metros da Rua Coberta. O hotel tem bons quartos, um lobby com pé direito de 4 andares e elevadores de vidro. O hotel muito bem avaliado possui bar, restaurante, recepção 24 horas, piscina, free Wifi, espaço Kids e academia de ginástica gratuita.

E ainda no centro de Gramado, o Laghetto Stilo Centro é uma outra ótima opção de hospedagem na cidade.O hotel está muito bem localizado, na rua de trás do Palácio dos Festivais. O Laghetto Stilo é reconhecido pela qualidade dos seus serviços e conforto dos seus quartos.

Já o Laghetto Stilo Borges, que abriu em 2017, é um pouco mais novo. O hotel ocupa quase meia quadra em uma das esquinas da Borges. Este hotel da Lagheto oferece um pouco mais de opções de área de lazer, como academia, piscinas térmicas (adulto e infantil) e espaço kids.

E ainda nas proximidades da Rua Coberta, tem a opção do Hotel Serrano, com bons quartos, espaço kids, academia e linda decoração dos apartamentos e áreas sociais.

O hotel Serra Azul é um dos mais conhecidos e tradicionais de Gramado. O hotel oferece uma ótima estrutura de lazer com piscina coberta, sauna, academia, espaço kids e quartos mais simples.

O hotel Casa da Montanha nos dá a impressão de um hotel alpino. Na parte interna traz elegância e os quartos têm decoração clássica e charmosa. Entre as opções, o hotel oferece piscina coberta, SPA e espaço kids.

Com apenas 12 quartos, o Petit Casa da Montanha remete a ideia de estar em uma cabana de campo. O hotel está localizado no centro da cidade.

Em Canela existe também uma grande oferta de hotéis e apartamentos que normalmente são mais em conta que Gramado.

O Grande Hotel de Canela é uma ótima opção para que gosta de curtir a natureza na serra. O centenário hotel fica no meio de um parque de 85.000 m² de área verde, em plena zona urbana e de quebra oferece seu próprio lago. O hotel oferece apartamento e chalés e tem em suas áreas comuns parquinho infantil, piscina coberta, quadras de tênis, academia, além de trilhas.

A Pousada das Araucárias tem acomodações e serviços muito elogiados e apresenta valores bons para hospedagem. O Hostel 142, localizado próximo da catedral, oferece um ambiente retrô. Oferece opções de quartos duplos, triplos e quádruplos. Os banheiros são compartilhados ou privativos e a cozinha é compartilhado. O hostel oferece uma área para churrasco.

Adoniran Peres


Veja aqui um roteiro de passeios com as principais coisas que você precisa conhecer em Fernando de Noronha.

Você já percebeu que os roteiros de viagem parecem todos iguais? Tanto que você acaba fazendo a sua viagem inteira com as mesmas pessoas, como se tivessem combinado. No entanto, Fernando de Noronha, um dos locais mais paradisíacos do mundo, merece um roteiro especial que você vai conferir nesse post! Temos aqui umas dicas de substituições que você pode fazer, em relação ao que a maioria das pessoas prefere, para visitar o máximo de lugares possíveis e que proporcionarão maior aproveitamento de cada segundo de sua viagem.

Chegando em Fernando de Noronha

A primeira dica do nosso roteiro de passeios em Fernando de Noronha é: em vez de utilizar o trânsfer compartilhado, que será uma verdadeira perda de tempo, você pode optar por pegar um táxi. Em janeiro de 2019, as tarifas de/para a Vila dos Remédios variaram de R$26,00 a R$50,00. Se o valor do táxi estiver muito salgado, a tarifa do ônibus é R$5,00. A melhor coisa em relação ao ônibus é que, independentemente de onde você estiver hospedado, pode ter certeza que vai haver uma parada por perto. Vá até a pousada e deixe sua mala. Você ainda terá tempo de curtir um lindo pôr-do-sol na Praia da Conceição ou na Praia do Meio. Se não quiser ficar à noite na praia, você pode se dirigir ao Centro de Visitantes do ICMBio para comprar seu ingresso e ainda assistir à uma palestra no Projeto Tamar. O ingresso para o Parque Nacional custa R$106,00 para brasileiros e R$212,00 para estrangeiros, sendo que crianças com idade inferior a 11 anos e idosos com idade superior a 60 anos não pagam. O ingresso pode ser retirado online e tem validade de 10 dias, a partir do momento em que você retirar o cartão de acesso.

Segundo dia

Nossa sugestão é que você troque o Ilhatour, que certamente estará abarrotado de turistas, por uma manhã inteira na belíssima Praia do Sancho. Esteja às três da tarde no Centro de Visitantes para agendar a Trilha do Atalaia ou algum outro passeio controlado dentro do parque. Como é realizada uma distribuição de senhas, é interessante você chegar antes para garantir o seu lugar. Caso chegue em cima da hora, você corre o risco de dar de cara com centenas de turistas, enfrentar fila e ainda não conseguir sua vaga.

Outros dias de viagem

Há alguns passeios "básicos" que o roteiro de passeio em Fernando de Noronha indica. Entenda esse "básico" como mandatórios:

  • Mergulho com tartarugas na Praia do Sueste;
  • Snorkel na Baía dos Porcos durante a maré baixa;
  • Aproveite a piscina natural que se forma durante a maré baixa na praia do Boldró;
  • Passeie de barco;
  • Comtemple o pôr-do-sol na Praia do Boldró.

Programas complementares

  • Dê uma voltinha de PlanaSub: a duração é de duas horas e o valor do passeio é de R$160,00. Não precisa de ingresso do parque, a não ser que o mergulho seja realizado no Sancho.
  • Visite o Projeto Navi: Você poderá observar cada detalhe do oceano através da lente de aumento construída no centro do casco. Você assistirá uma palestra no Museu do Tubarão e depois passeará durante 1h30 em lugares com riquíssima fauna e flora oceânicas. O valor do passeio é de R$200,00 por pessoa e precisa de ingresso do parque.
  • Reme em uma canoa havaiana por R$200,00 durante duas horas.
  • Trilhas: As trilhas dentro do Parque Nacional são agendadas e o número de visitantes que entram diariamente é controlado.

Com essas informações, com certeza você vai aproveitar um passeio tranquilo e que se tornará uma lembrança inesquecível, uma viagem que você com certeza vai querer repetir muitas e muitas vezes. Você já foi para Fernando de Noronha? Deixe um comentário compartilhando suas impressões sobre os lugares e atividades que sugerimos em nosso roteiro de passeio para Fernando de Noronha.

Escrito por: Jéssica Lima Cochete


Confira aqui algumas dicas de restaurantes para se conhecer em Porto de Galinhas.

A boa culinária é uma das melhores partes de uma viagem. Temperos diferentes, cheiros marcantes e locais agradáveis são a combinação perfeita para deixar o visitante com aquela vontade de voltar.

Falando em viajar para um lugar maravilhoso, com pontos turísticos alucinantes e uma culinária de tirar o fôlego, quem já foi a Porto das Galinhas sabe bem o que é viver experiências intensas.

Além de Sol, água de coco e brisa marinha, o Porto das Galinhas vai encantar você com refeições maravilhosas, além do contato com pessoas acolhedoras e um atendimento que fará você se sentir mais do que especial.

Se você está com viagem marcada para Porto das Galinhas e quer conhecer lugares incríveis para comer bem, experimentar novas receitas e ainda pagar um preço justo, desembarque neste artigo para conhecer os melhores restaurantes para comer em Porto das Galinhas.

Beijupirá

Esse restaurante é muito conhecido por seu sabor e tradição na região. Reserve ao menos um dia de sua viagem para experimentar pratos incríveis.

Desde de 1991, o Beijupirá serve refeições que ousam na mistura de peixes e frutos do mar com especiarias originais de Porto das Galinhas.

Entre os mais pedidos, se destacam o delicioso Peixe na Castanha e o sensacional Beijumanga, além de uma carne de sol irresistível.

Peixe na Telha

O nome é tão sugestivo quanto curioso, mas a verdade é que o restaurante carrega o mesmo nome do seu prato mais famoso. Essa receita leva peixe ao molho de palmito e camarão, além de arroz de brócolis e farofa.

Os clientes ainda podem contar com serviço de praia, uma vez que o restaurante se encontra à beira-mar.

Barcaxeira

Com uma variedade de delícias, o “Gratinado de Macaxeira” é especialidade do restaurante. O prato é o que popularmente conhecemos como “escondidinho”, mas com o toque regional, é claro.

Falando em sabor regional, a carne de sol, o camarão e a Charque servidos no barcaxeira são uma ótima pedida. Há também opções de refeição para vegetarianos ou para quem não curte frutos do mar.

Farofa Fina

Esse é para quem está em busca dos temperos nordestinos tradicionais. Lá é servida comida raiz, para quem está em busca da marca local e dispensa invencionices!

Mamma Mia

No Mamma Mia você vai encontrar o melhor da culinária italiana e, é claro, aquela pizza massa fina, assada em forno à lenha.

Barcelona Tapas

O Barcelona Tapas é um bom lugar para encontrar paellas e, como o nome sugere, as deliciosas Tapas espanholas. Ainda tem uma variedade de pratos contendo frutos do mar.

Cabidela da Natália

No Cabidela da Natália você vai poder saborear as receitas da autêntica culinária Sertaneja. A galinha com pirão é um prato típico do Nordeste e vale à pena experimentar.

João

Para quem gosta de mar, mas não dispensa água doce, que tal as duas coisas? No João, além de comer bem, você ainda aproveita a piscina disponibilizada para os clientes. Vida boa, não é?

Domingos

Com um ambiente descontraído e bastante charmoso, o Domingos oferece uma grande diversidade de pratos com filés, além de servir carnes raras, como o Perdiz e o Pato.

Munganga Bistrô

Localizado no interior de uma galeria, o Muganga Bistrô conta com um ambiente refrigerado e outro ao ar livre. Não deixe de experimentar os camarões e lagostas servidos no local.

Todos esses restaurantes ficam localizados no centro, entre as ruas Esperança e Rua das Piscinas Naturais.

Apesar de muito próximos, os restaurantes oferecem juntos uma enorme diversidade de pratos, para todos os gostos e bolsos.

Visite Porto das Galinhas.

Kátia Elaini Pereira da Silva


Confira aqui algumas dicas de passeios para fazer em João Pessoa (PB).

Natureza exuberante, ruas arborizadas, orla preservada pela legislação, além de praias maravilhosas, em uma das mais antigas capitais e menores capitais do Nordeste. João Pessoa, capital da Paraíba, possui opções de turismo para toda família, com as praias do litoral sul, praias do norte, piscinas naturais e Centro Histórico.

Com clima sempre quente, João Pessoa é um destino que é belo em qualquer época do ano. No entanto, poderá encontrar as praias com tons ainda mais maravilhosos entre os meses de dezembro e março. Neste período, que contempla o verão, que já será época que parou as chuvas constantes, a cor do mar fica no tom azul-bebê e verde-água.

Praias mais urbanizadas, com calçadões, e onde se concentra a maior parte dos hotéis, bares e restaurantes

Entre as praias mais urbanas estão no norte, que possui opções de barracas de praia que alugam cadeiras e guarda-sóis e venda de bebidas. Os passeios de barco, conhecidos como catamarãs, com destino as piscinas naturais de Picãozinho e Seixas partem de Tambaú, no canto esquerdo da praia, quando a maré está baixa.

Praias Tambaú, Cabo Branco e Manaíra

As praias de Tambaú, Cabo Branco e Manaíra estão localizadas orla urbana central de João Pessoa, com calçadões, com bares e restaurantes, e próximas aos principais hotéis da cidade. Em Cabo Branco a areia é mais fofa do que Tambaú, mas as duas praias, apesar de apresentar águas turvas, são próprias para banho. Vale a pena para toda família, pois suas águas são morninhas e as ondas são tranquilas. Durante à noite, os quiosques oferecem opções de gastronomia e bebidas, como pizza, frutos do mar, fast-food e churrasco.

Praias do sul com paisagens mais rústicas e praias com águas mais claras

Nas praias do sul, em direção a Pernambuco, estão as paisagens mais belas e rústicas e bonitas da cidade e encontram-se águas mais claras. É nesta região que poderá encontrar a praia de Tambaba, que é um das mais famosas praias naturista do Brasil e fica 42 km de João Pessoa.

Localizada em um bairro residencial e por causa dos recifes, a praia do Bessa é conhecida como “Caribessa”. Na praia não existe quiosque, somente as barracas de praia desmontáveis que vendem bebidas e alugam cadeiras e guarda sóis. Nas proximidades do bairro do Bessa, chegará na cidade vizinha Cabedelo, onde é possível desfrutar da praia Intermares, procurada pelos surfistas por conta das grandes ondas. E ainda nas proximidades é possível desfrutar o mar de mais três praias: Ponta da Campina, Poço e Camboinha.

Piscinas Naturais

Outra opção que não pode ficar de fora, são os passeios nas piscinas naturais e na ilha de Areia Vermelha, que são melhores aproveitados no início da lua cheia e lua nova. Durante o mês, o passeio é oferecido durante 20 dias, devido à maré. Não pode ficar fora do roteiro de viagens o mergulho entre diversos peixes coloridos nas piscinas naturais de Picãozinho.

Opções culturais e históricas

Além das belas praias e natureza, João Pessoa oferece diversas opções culturais e históricas que atraem muitos turistas. Entre outras opções, tem a Paróquia Santo Antônio, Centro Cultural de São Francisco, Casa do Artista Popular, Casa José Américo e Museu de Cultura Popular Paraibana

Farol localizado no ponto mais oriental das Américas

O Farol do Cabo Branco é considerado um dos mais belos e representativos cartões postais da cidade. Neste Farol que é sinalizado que João Pessoa está no ponto mais oriental das Américas. Localizado na falésia de Cabo Branco, a 800 metros da Ponta de Seixas, o Farol foi construído em 1972, tem 19 metros e seu alcance luminoso é de 27 milhas náuticas.

Adoniran Peres


Confira aqui os melhores hotéis para se hospedar em João Pessoa.

Com uma extensão litorânea de 3 mil quilômetros, o Nordeste brasileiro apresenta paisagens de tirar o fôlego. São dunas, falésias, manguezais, restingas e as águas mornas oferecidas por essa parte do Atlântico. Dentro desse cenário paradisíaco, está João Pessoa, capital da Paraíba.

Vai viajar para conhecer a capital paraibana? Acompanhe a lista abaixo de onde você pode ficar e ter uma viagem inesquecível.

Hospedagem

Na orla de João Pessoa, não há prédios altos devido às normas estipuladas pelo plano diretor do município. Portanto, os hotéis que estão situados próximos às praias têm até o quarto andar. A rede Nord domina a hotelaria na Paraíba, dividindo a cadeia de hotéis em três categorias: Easy, Class e Luxxor, na ordem crescente de acordo com a confortabilidade oferecida. Veja abaixo os melhores lugares para ficar em João Pessoa

Tambaú

Para quem curte o movimento noturno e aquele clima praieiro, o melhor lugar é entre o centro de Tambaú e Epitácio Pessoa, na Av Almirante Tamandaré. É nesse trecho que se tem acesso ao passeio às piscinas naturais de Picãozinho.

Estando nessa localidade, você pode ficar hospedado no Nord Luxxor Tambaú, o mais sofisticado dos hotéis que ficam nesse perímetro. Já o Laguna Praia oferece aos seus hóspedes uma piscina charmosa no terraço. Próximo, se encontra o Nord Class Tambaú, com apartamentos um pouco maiores do que os do hotel Corais de Tambaú e Pousada Tamandaré.

Centrinho de Tambaú

Estando no centrinho, você fica ao lado de restaurantes e da feira de artesanato. A praia fica a distância de uma caminhada com a duração de 5 a 10 minutos.

Próximo a feira de artesanato, está localizado o Nobile Royal, hotel tradicional. Nesta região, destaca-se hotéis econômicos, como o CLH João Pessoa, que parece um hostel, como todos os hotéis pertencentes a rede Che Lagarto.

O Best Western Caiçara é o mais antigo do local e por ficar a uma distância de três quadras da faixa litorânea, pode ser mais alto que os demais. As diárias não são tão caras, podendo atender a mais pessoas.

Cabo Branco

As praias de Cabo Branco e Tambaú são separadas pela Avenida Epitácio Pessoa. Se seu desejo for ficar mais perto do centrinho de Tambaú, a opção é ficar nas proximidades da Epitácio Pessoa. Ainda na mesma avenida fica o Village Premium, com acomodações confortáveis e um bom serviço.

Não tão longe do Centrinho, fica o confortável Nord Class Marinas, localizado em uma das primeiras quadras da Epitácio.

Na extensão mais bem sortida e servida de Cabo Branco, encontra-se hotéis como o Nord Easy Ondas do Atlântico e o novo e o estiloso Nord Luxxor Cabo Branco e o mais antigo Quality SolMar.

Manaíra

Manaíra é um bairro comercial importante em João Pessoa. Ele fica entre o Shopping Mag e o Centrinho de Tambaú. O shopping maior fica mais ao interior do bairro, o Manaíra. O mar não é apropriado para banho, mas tem o calçadão e a orla para curtir a brisa que sopra do mar.

É nesta parte da cidade que fica o Verdegreen, considerado um dos melhores hotéis de João Pessoa. Perto do centro e no trecho de praia próprio para banho, o Verdegreen é fundamentado em práticas ambientais contemporâneas de sustentabilidade.

Ofuscado pelos hotéis Luxxor da rede Nord, está o Hardman, que figurou durante muito tempo como um dos mais luxuoso hotéis da cidade.

Litoral Sul – Costa do Conde

Se as praias do Litoral Sul são o seu real motivo para visitar a Paraíba, você pode economizar tempo se hospedando na região. Quem gosta de turismo gastronômico, precisa saber que essa localidade tem poucas ofertas de restaurantes e não conte com a vida noturna, é quase nula. Para usufruir de tudo, você pode ficar uns dias na Costa do Conde e outros em João Pessoa. Na região, pode se hospedar no Nord Luxxor Tabatinga, com apartamentos no estilo flat e cozinha muito bem equipada. Lembrando que se for comer fora do hotel precisa de táxi ou um carro.

FABÍOLA CUNHA S DE MORAES


Confira aqui os melhores hotéis e pousadas para ficar em Jericoacoara.

Jericoacoara é uma pequena cidade localizada no Ceará. A cidade conta com uma média de 5 ruas com algumas ruas transversais, porém, a vila é bem espalhada e o turista deve tomar cuidado para não se hospedar muito distante da praia e do comércio, pois terá de caminhar por distantes ruas de areia.

Em uma primeira rua, o turista encontrará diversas pousadas com preços mais elevados, mas também consegue valor de hospedagem mais em conta, em duas pousadas nessa mesma rua. O agito e a movimentação da praia, pode acabar não agradando a todos e acaba afastando muitas pessoas dos quartos localizados na parte da frente da pousada, que são virados para a praia, tendo em vista que muitas dessas festas rolam a madrugada toda.

Bem no início da praia e também no final, ficam localizadas duas pousadas que acabam sendo bem afastadas de todo o agito da praia e se torna melhor ponto para quem não quer ficar próximo a barulheira.

Aqui iremos listar alguns desses lugares para o turista se hospedar:

Vila Kalango

Foi inaugurado no ano de 2000, possui uma linda arquitetura e decoração em materiais como madeira, sisal, palha e panos, trazendo uma agradável sensação para os clientes de lá. Da piscina ou da palafita, o turista que ficar hospedado na pousada, consegue ver a duna.

Rancho do Peixe

Traz um visual bem rústico, algo muito visto em Jericoacoara, fica localizado no Preá. A hospedagem fica ainda mais completa quando o turista fica nos bangalôs que são localizados sobre as palafitas, trazendo uma experiência única para cada cliente.

Essenza

Fica localizado em um pequeno terreno, de frente para a praia e os seus quartos são todos de frente para a praia, e de todos eles, o cliente consegue ir diretamente para a piscina do hotel.

No andar térreo, as varandas de todos os quartos saem em um espelho d’agua, e no andar de cima, todos os quartos possuem uma piscina particular localizada na varanda e parede de vidro, sendo um verdadeiro sucesso, pelo seu charme e requinte.

Blue Residence

Fica localizado em um terreno em forma de “L” e possui a piscina e a maioria dos seus quartos localizados nos fundos do hotel, evitando que esse escute a barulheira da praia.

O hotel segue o estilo do hotel MyBlue, que também é do mesmo grupo e os apartamentos também funcionam como flat, possuindo compactas cozinhas.

Casa de Areia e Casa na Praia

Essas duas pousadas ficam posicionadas uma bem ao lado da outra e são consideradas as mais aconchegantes do local. Os quartos são pequenos, porém, muito funcionais e ficam localizadas na melhor parte da praia, entretanto, é onde tem festa a madrugada toda com muito barulho.

MyBlue

Foi inaugurado no ano de 2003, como uma filial do hotel mexicano Mosquito Blue de Playa del Carmen. Possui muito conforto e charme e os apartamentos são muito bons e ficam em bangalôs. O hotel possui ainda uma piscina com um bom tamanho, jardim e um bar.

Os apartamentos localizados na parte térrea têm que ficar com a porta aberta, por ser também a janela do quarto, o que tira um pouco da privacidade do cliente.

Capitão Thomaz e Ponta da Pedra

São as duas pousadas com preços mais em conta da beira da praia. Possuem apartamentos bem simplórios, com móveis antigos, sem modernidade nenhuma e também nenhum requinte.

A pousada Capitão Thomaz possui uma piscina e um caminho que leva a diversos restaurantes.

A pousada Ponta da Pedra é mais moderna e o café da manhã é servido em uma área com areia da praia, trazendo um charme a mais para o local.

Jeribá

Fica localizada em um lado mais escondido da praia, e com isso, mais distante de toda a agitação.

Possui quartos simples, porém, com conforto e tem um charme e uma simplicidade que atrai. Os apartamentos “superior”, possuem banheiras de hidromassagem em suas suítes e a piscina fica localizada no jardim, de onde se consegue ver um pedaço da praia.

Por Carol Wurlitzer


Veja as melhores opções gastronômicas de Jericoacoara.

Jericoacoara é repleto de restaurantes fantásticos. São muitas as opções de cardápios oferecidos em diferentes restaurantes. Muitos turistas buscam por locais agradáveis e com comidas perfeitas em Jericoacoara. O maior problema, é se decidir entre as variadas opções existe nesse local. A maioria dos restaurantes possuem ambiente agradável e familiar, alguns com músicas bem agradáveis. Ter acesso aos restaurantes dessa região, é um complemento para uma viagem perfeita. Pois a união do lazer com boa comida é uma junção perfeita. Então veja agora as melhores opções para quem deseja saborear os melhores cardápios de Jericoacoara.

Restaurante Tamarindo

O restaurante Tamarindo é muito famosos na região. Ele existe desde do ano de 2009. E vem mantendo a tradição de ter pratos perfeitos até hoje. Ele possui um visual aconchegante com um salão com madeira e janelas de vidro. A iluminação é bem suave, o que deixa o ambiente mais perfeito ainda. A decoração é rústica e possui forno a lenha e panelas de ferro, que são importantes para fazer comidas sensacionais. Outro diferencial desse restaurante é que possui diversas frutas, além de especiarias diversas. O Tamarindo foi incluso em alguns pratos, e dessa forma o restaurante consegue se destacar dos outros. Nesse restaurante os visitantes têm a sua disposição muitos pratos a base de diferentes peixes, camarões, fruto do mar e muitos outros. O atendimento é excelente e conta com muitos funcionários competentes. Lá os turistas têm acesso a garçons bilíngues, chefes renomados, ambiente com atendimento de alto nível e muito mais.

SOS Açaí

Essa é uma ótima opção para os amantes de açaí. O local é bem chamativo e bonito. Os atendentes são muito prestativos e simpáticos. O açaí é muito gostoso e existe muitas opções de acompanhamentos. As opções de cremes são variadas e o grande sucesso desse local é o creme de leite ninho. Essa é uma ótima opção para quem ama açaí e deseja se refrescar depois de comer uma boa comida em algum outro restaurante da região.

Restaurante Pimenta Verde

Esse é um dos restaurantes com comidas mais saborosas dessa região. Eles possuem cardápios variados que possuem a mistura de comidas: Brasileiras, italianas, opções vegetarianas, veganas e frutos do mar. O destaque vai para os molhos dos pratos e a inovação de sabores, que pode ser afirmada na escolha do prato do camarão com abacaxi, que é um sucesso entre os visitantes dessa região. A localização do restaurante é muito boa, o que ajuda muito. O serviço de atendimento também é excelente e de alto padrão.

El Cafecito

Essa é uma ótima opção para os amantes de café. O local é pequeno, e torna o ambiente ainda mais acolhedor do que o proposto. Vale lembrar que são muitas as opções de cafés (diferentes) e chás, que estão nos cardápios. Além de ter opções de pães e sobremesas magníficas, entre elas estão o legítimo pudim de tapioca que é servido com leite condensado e coco. A decoração do espaço chama muita atenção dos turistas, mas é o cheiro de café que convence a todos.

Restaurante da Vila Kalango

O restaurante Vila Kalango é uma opção para quem deseja comer uma comida saborosa. O local é muito bonito também, e famoso na região. São diversas opções de pratos no cardápio do restaurante, e o grande destaque vai para a moqueca. O empanado de camarão já tem sua marca registrada também. O ambiente é muito acolhedor e os funcionários são simpáticos e eficientes. O diferencial desse restaurante é que ele fica na pousada Kalango. Se o turista quiser, ele pode unir o útil ao agradável, e ter uma estadia perfeita e com refeições saborosas durante sua viagem!

Escrito por Cristiane Amaral


Confira aqui algumas dicas de passeio por Jericoacoara.

Jericoacoara é uma praia muito famosa, que fica no município de Jijoca no Ceará. Essa praia atrai muitos turistas durante todo o ano, e gera um alto valor financeiro para os comerciantes. Por ser um local muito apreciado, atrai a curiosidade de possíveis turistas. Se você tem vontade de conhecer Jericoacoara, fique atento as dicas que vou deixar aqui. São muitas as opções de lazer nessa região, e é preciso ter conhecimento delas, dessa forma o visitante não perde a oportunidade. Veja agora o roteiro de passeios de Jericoacoara.

Reserve alguns dias para sua viagem

Jericoacoara tem muitos locais e pontos a serem explorados. E muitos turistas deixam passar a oportunidade de conhece-los. A primeira razão para isso acontecer é a falta de informação sobre alguns pontos turísticos desse lugar. E a segunda razão é a falta de tempo para explorar tantas opções. Para não perder nenhuma oportunidade de diversão, o visitante deve estar bem informado e também traçar os locais que mais lhe agradaram. É importante reservar pelo menos 5 dias para apreciar esse local, dessa forma ele pode usufruir de muita diversão.

Opções para os turistas que querem apenas descansar e relaxar

Quem está indo a Jericoacoara apenas para relaxar e descansar, deve aproveitar as praias da Jijoca e da vila. Elas são bem calmas e indicadas para passeio em família. Um local com uma beleza fora do comum e com paisagens inesquecíveis. A praia da Vila é indicada para quem quer praticar surf sem risco algum, como essa praia tem a água bem rasa e as ondas não oferecem perigo, fica fácil praticar o surf.

Lagoa do Paraíso

Essa é uma das praias mais visitadas em Jericoacoara, ela fica perto do centro de Jijoca. Um de seus grandes diferenciais, é que essa praia possui redes presas na parte mais rasa da praia. Dessa forma o visitante pode apreciar essa linda praia e paisagem e ficar relaxado ao mesmo tempo. Essa praia tem águas claras e limpas que encantam a todos. E para os turistas que desejam ficar nessa região por mais tempo, posso indicar a Pousada do Paulo, lá tem um ambiente familiar com boas músicas e uma ótima comida. Vale lembrar que essa Pousada não recebe grandes grupos de excursão, e esse é mais um ponto positivo para quem quer ter sossego e um ambiente mais familiar.

Pedra Furada

A Pedra Furada é o famoso cartão postal de Jericoacoara. Para chegar a esse local maravilhoso é necessário fazer o caminho pela beira-mar, que só pode ser feito na maré baixa. Esse é o método mais seguro e escolhido pelos visitantes. Quando a maré está alta, esse caminho deve ser feito por cima do Morro do Cerrote. O melhor horário para ir a Pedra Furada é na parte da manhã, dessa forma o sol reflete na pedra. Ainda tem a terceira opção, que é ir até esse ponto turístico a cavalo, que é uma forma bem divertida também.

Pôr do Sol na duna

Outra opção para quem está visitando a região de Jericoacoara, é ver o pôr do sol na duna. Esse é um ritual muito famoso na região e acomete por volta das 17:00. O mais interessante é que os visitantes largam tudo que estão fazendo, para ver esse espetáculo diário. São muitas sessões de fotos e filmagens, que servem para registrar esse momento tão inesquecíveis. O término desse espetáculo acaba por volta das 18:00, que é a hora que o Sol desaparece no mar. Nesse momento todos aplaudem e tornam esse momento emocionante e inesquecível.

A conclusão final que tenho sobre Jericoacoara, é que é uma região rica em beleza. E proporciona bem-estar a todos os visitantes da região. É uma ótima opção de viagem!

Escrito por Cristiane Amaral


Confira aqui algumas dicas de passeios em lugares que você precisa conhecer em Porto de Galinhas.

Já pensou onde vai passar as suas próximas férias? O Brasil é repleto de paraísos naturais que podem garantir dias agradáveis e cheios de aventura. Entre eles está Porto de Galinhas, em Pernambuco. A região nordestina atrai mais de 500 mil turistas anualmente, oferecendo praias com piscinas naturais e com água cristalina, além de programas incríveis para as pessoas de todas as idades.

Em Porto de Galinhas, você encontra inúmeras opções de pousadas e resorts, tendo acesso a uma infraestrutura local moderna e que proporciona o máximo de conforto para os turistas.

Ficou interessado? Descubra, a seguir, o que fazer ao viajar para Porto de Galinhas!

1. Passear de bugue

Que tal começar o seu passeio com uma aventura? Todo mundo que vai para Porto de Galinhas tem que embarcar em um buge e visitar toda a região. O roteiro mais conhecido começa na praia de Muro Alto e vai até Pontal de Maracaípe. Assim, você tem a oportunidade de visitar todas as praias locais.

Vale recomendar uma parada mais demorada em Pontal de Maracaípe, que conta com piscinas naturais e oferece muitas alternativas de diversão, como caiaque e mergulhos. Para mergulhar, você tem que contratar instrutores específicos para essa atividade, que fornecem toda roupa e os equipamentos exigidos para apreciar o mergulho com segurança.

2. Ir de jangada até as piscinas naturais

Uma das principais belezas do local são as piscinas naturais, que você pode conhecer a partir de um passeio de jangada. Para isso, você deve pegar uma senha e estar acompanhado de guias turísticos, uma vez que existe um tempo limitado para ficar nas piscinas.

3. Descansar na Praia dos Carneiros

Está precisando desestressar? Então de um pulinho na Praia dos Carneiros, que é classificada como uma das mais lindas do país. Contudo, não é aconselhável visitar esse lugar quando a maré está muito baixa porque o mar fica distante da praia e, assim, a faixa de areia não fica tão bonita.

Porém, é na maré baixa que você pode se deparar com a formação das piscinas naturais, onde é possível nadar em águas límpidas e relaxar. A praia é rodeada de coqueiros, é bem estruturada, oferecendo restaurantes diversificados para todos os gostos.

4. Explorar a Ilha de Santo Aleixo

Para quem quer se afastar do agito, uma boa pedida é explorar a Ilha de Santo Aleixo, que está situada na Barra de Sirinhaém e é tida como um paraíso natural, completamente selvagem, onde só é possível chegar de barco.

Para visitar essa ilha, você pode recorrer à companhia que oferece transporte de barco, totalmente seguro e com guias que orientam sobre como proceder na região. O melhor de tudo é que os visitantes não pagam nada pelo uso da estrutura da empresa, somente aquilo que consumirem.

5. Visitar o ateliê do Carcará

Você gosta de conhecer a cultura dos locais em que visita? Nesse caso, uma boa recomendação é vir até o ateliê do Carcará, que é o escultor mais famoso da cidade, sendo conhecido por entalhar aves diretamente em tronco de coqueiro.

Lá você pode apreciar obras de arte com as referências locais, além de comprar lembrancinhas para a sua família e amigos.

6. Surfar em Maracaípe

Para os turistas que gostam de surfar, um bom lugar para isso é a praia de Maracaípe, que tem ondas perfeitas para surfistas. Inclusive, a região já recebeu etapas do circuito brasileiro de surfe, conhecido como SuperSurf.

Viu só quanta coisa bacana você pode fazer em Porto de Galinhas? Para que a sua viagem seja inesquecível, uma boa dica é escolher os seus passeios de acordo com o seu tempo de viagem, assim, pode aproveitar tudo que a região tem a oferecer.

Texto por Simone Leal


Confira aqui os Melhores Hotéis em Porto de Galinhas.

Porto de Galinhas pode ser dividido em seis zonas hoteleiras, hoje vamos citar rapidamente cada uma delas e dar algumas dicas de onde se hospedar na zona do Muro Alto.

As zonas hoteleiras são: Muro Alto, Pontal do Cupe, Cupe, Vila ou Centro, Maracaípe e Serrambi.

A zona de Muro Alto é conhecida por suas praias calmas e fica cerca de 9 km para o norte do centrinho. Já a Pontal do Cupe, possui um pequeno trecho de praia que são maravilhosas para o banho, podendo escolher entre maré baixa e alta, não possui muitos hotéis e fica localizada a 7 km ao norte do centrinho. A zona hoteleira do Cupe possui a maior praia de porto de Galinhas e também a maioria dos hotéis, não é aconselhado o banho, já que ocorre o repuxo. A maioria dos hotéis estão localizados a 6km do centrinho. A parte da Vila ou Centro é mais indicada para os turistas que não possuem carro a disposição e possui excelentes praias. A zona hoteleira de Maracaípe é mais indicada para quem deseja surfar, já que as praias são repletas de ondas, a distância do centrinho fica cerca de 3 km. Por fim, a Serrambi possui um ótimo resort, que é pioneiro da região e está localizado cerca de 10 km de distância a sul do centrinho.

Veja dicas de hotéis em Porto de Galinhas

Nos últimos tempos a praia de Muro Alto ganhou uma imensa urbanização, isso porque a orla está lotada de condomínios de segunda residência, que são alugados como flat para turistas.

A melhor localidade dessa região é onde a praia está protegida por um grande recife, onde se é possível tomar banho independente da maré. Já a parte não protegida é repleta de pedras e não é indicada para banhos. Caso se hospede em um hotel que fique de frente para essa parte da praia, será necessário que caminhe sentido a região norte.

A maiorias dos hotéis disponibilizam janta, e você irá gastar cerca de R$ 40 reais para ir ao centro da cidade de taxi, ou então R$ 30,00 para ir de Uber. Um dos restaurantes mais frequentados e que está no bairro desde 2016 é o Beijupirá.

Hotel Nannai

É considerado o hotel mais luxuoso de Porto de Galinhas, e é o único no país inteiro que se enquadra como um hotel de praia tendo o porte de um grande resort e serviço de hotel de luxo. As acomodações em sua maioria são bangalôs possuindo uma piscina privada ou então são integrados a um espelho d’agua. Para quem preferir se hospedar em um apartamento a experiência também será excelente, já que são todos amplos e mimosos. O jantar é considerado cinco estrelas e é repleto de ingredientes nobres. O hotel também disponibiliza um chá das 5, que é servido no jardim, e está incluso no valor da diária. O hotel está localizado no canto sul de Muro Alto, e somente as pessoas que estão hospedadas possuem acesso ao hotel.

Hotel Samoa Beach Resort

Inaugurado no ano passado, o hotel oferece um padrão 4 estrelas quando comparado com os flats disponibilizados. Com a estrutura nova oferece a seus hospedes o melhor em relação a qualidade. Ele está localizado no melhor trecho da praia e possui como vista uma piscina natural sem uma pedra se quer.

Hotel Summerville

O hotel é considerado um dos preferidos pelos brasileiros que possuem filhos pequenos, isso porque existe uma ótima equipe de recreação. O Summerville foi o pioneiro em possuir uma piscina que imita o formato de um rio, que logo se tornou a marca registrada de vários resorts de Porto de Galinhas. A praia que fica localizada bem a frente do hotel possui pedras, por esse motivo quem se hospedar nesse hotel terá que caminhar para a esquerda até a frente do hotel Nannai.

Hotel Marulhos

O hotel passou por uma mudança recentemente, havia virado flat, porém voltou a ser hotel, e integra o portfolio da GJP hotéis. Os apartamentos possuem saleta e cozinha, todos, sem exceção. A piscina do hotel possui a borda de vidro e os banhistas precisam caminhar até a frente do hotel Nannai para poder se banhar no mar.

E você, já se hospedou em algum desses hotéis? O que achou? Tem outra dica para os viajantes? Deixe seu comentário sua opinião é fundamental para nós.

Anderson Jacinto Luiz


Confira aqui os melhores lugares para se tirar fotos em São Paulo (SP).

Nunca se produziram tantas fotografias como atualmente. Com o advento das câmeras digitais e, sobretudo, a disseminação dos smartphones, fotografar se tornou fácil. Para muitos, inclusive, é praticamente uma compulsão.

A questão é: produzimos boas fotografias? A prática amadora, muitas vezes sem grandes preocupações estéticas gera uma profusão de imagens desleixadas, sem muita qualidade. Quem se preocupa um pouco mais em fazer um bom registro presta atenção a detalhes como enquadramento, resolução da câmera, iluminação ou a abertura do diafragma. Para quem não pretende se tornar um profissional não é complexo.

Mas e o cenário? Continua muito importante, é claro. Por isso, seguem abaixo 10 pontos da cidade de São Paulo que poderão gerar belas imagens para suas redes sociais.

1) Sesc 24 de Maio: Com um belo projeto arquitetônico, o centro é equipado com parede de escalada, sala para ginástica, biblioteca e sala de teatro. Ele fica localizado entre as ruas 24 de Maio e Dom José de Barros. O prédio é vizinho de marcos tradicionais da capital paulista, como o Viaduto do Chá, a Praça da República e o Teatro Municipal.

2) Praça Pôr do Sol: Como o nome indica, é uma praça com vista privilegiada do pôr do sol, contemplando o exuberante horizonte da metrópole. Está localizada na Rua Desembargador Ferreira França, no bairro Pinheiros.

3) Beco do Batman: Trecho com construções cobertas por grafites de vários estilos. Pela iluminação, é aconselhável que as fotos sejam feitas durante o dia, para dar mais destaque às artes urbanas. Está localizado na Vila Madalena, entre as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque. O nome do local surgiu após, nos anos 1980, surgir, misteriosamente, uma ilustração do herói da DC nas paredes do beco. O nome pegou e já são 30 anos desde que o local se tornou uma referência para as artes urbanas em São Paulo.

4) Bairro da Liberdade: Uma visita ao bairro é garantia de diversão. Ali, é possível ter contato com produtos típicos do Japão e outros países orientais, bem como se pode degustar da culinária asiática. Outro motivo para visitar o Bairro da Liberdade é a arquitetura típica, que pode ornar suas fotos com elegância.

5) Parque da Independência: Localizado no Ipiranga, o parque concentra o Museu do Ipiranga, a Casa do Grito e o Monumento à Independência. A área compreende 161.300 metros quadrados e possui um belo jardim, criados recentemente e que seguem o estilo francês. Além da importância histórica, é uma área privilegiada para se fotografar.

6) MASP: O famoso Museu de Arte de São Paulo Assis Chateubriand, localizado na Avenida Paulista, é local obrigatório para visita de turistas e locais. Muitos gostam de tirar fotografias no imenso vão livre onde o prédio é construído, que até recentemente era o maior da América Latina.

7) Minhocão: O Elevado Presidente João Goulart, conhecido popularmente como Minhocão, é uma famosa via expressa aérea da capital paulista. Está localizado entre a Praça Roosevelt, no centro, e o Largo Padre Péricles, na Barra Funda. Fica fechado para veículos aos domingos, proporcionando um importante espaço para o lazer e, é claro, se torna um local interessante para selfies.

8) Parque da Luz: Em dias de sol, o parque faz por merecer o nome. Com boa iluminação, o brilho e a opulência de árvores e arbustos do jardim público irão compor um belo cenário para suas fotos. Está localizado no Bom Retiro, ao lado da Estação da Luz.

9) Parque da Juventude: o Parque da Juventude Dom Paulo Evaristo Arns é um complexo cultural, esportivo e recreativo localizado no Bairro de Santana. Foi concluído em 2007 e possui um bom espaço para suas fotografias.

10) Casa das Rosas: É um casarão localizado na Avenida Paulista. Possui estilo clássico francês e é espaço para vários tipos de manifestações artísticas.

Por Luís Fernando Santos


Confira aqui os melhores lugares para ficar em Gramado (RS).

Vai viajar para o Rio Grande do Sul, passar uns dias em Gramado e não sabe onde ficar? Qual o melhor bairro da cidade para se hospedar e quais os melhores hotéis para se acomodar? Então esse artigo é para você.

Separamos uma lista com as melhores acomodações de hotéis e localização da cidade, que estão entre os melhores avaliados. Para saber mais e descobrir onde ficar em Gramado, continue lendo.

Melhores Bairros

A melhor localização para ficar em Gramado, para quem pretende “turistar” bastante e conhecer os lugares, é o Centro, a Bavária e o Planalto. No centro se localizam os melhores hotéis, a estrutura de acomodação, gastronomia e comércio, são maiores, é o local mais indicado para quem procura por uma viagem mais agitada.

Já os bairros Bavária e Planalto, são regiões mais tranquilas, bem calmas e arborizadas, embora sejam locais próximos a área central da cidade. Então para quem busca por um pouco mais de sossego, mas ainda assim quer passear e conhecer os pontos turísticos de Gramado, esses são os melhores bairros.

Onde ficar em Gramado – Centro

Na Avenida Borges de Medeiros, um trecho bem movimentado e com muitos acontecimentos, quem decide se hospedar por lá terá muitas opções de restaurantes e lojas. O Palácio dos Festivais, a Igreja Matriz, a Rua Coberta e o Largo da Borges (galeria) estão todos localizados nessa rua, onde também acontecem os desfiles de Natal e de Páscoa.

­– Prodigy Gramado

O hotel tem quartos bem confortáveis e apessoados, um lobby muito chique e elevadores de vidro e piscina na parte externa. Além de ser muito bem localizado (na parte plana da Av. Borges), também está próximo da Praça das Etnias e da parada do Bostour – sentido Canela.

– Casa da Montanha

O típico hotel alpino por dentro, porém, com a elegância de uma casa de campo inglesa. Os apartamentos possuem decoração bastante aconchegante e clássica. Tem piscina coberta, spa, carrossel antigo que atrai as crianças no espaço kids.

– Serra Azul

Esse é considerado o hotel mais tradicional da cidade, também pode ser encontrado na internet pelo nome de Serrazul. Já foi considerado sinônimo de Glamour do Festival de Gramado, e ficou conhecido pela maravilhosa área social que possui. Os quartos são até simples, perto do restante da estrutura de lazer que o hotel possui, com academia, sauna, piscina coberta e espaço Kids. Mesmo quem não for se hospedar por lá, passe para tomar um drink no bar, o local vale muito a pena conhecer.

Onde ficar em Gramado – Bairro Planalto

Esse é um dos bairros que fica localizado mais próximo ao centro, já com um clima diferente, mais calmo, arborizado e bastam uns 10 minutos para estar no meio do agito. Próximos ao local é possível encontrar o Lago Joaquina Bier e o Lago Negro, dois lugares com atrações tradicionais de Gramado. E a Rodoviária fica localizada nesse bairro.

– Hotel Saint Andrews

Um dos hotéis mais românticos da cidade, a decoração é de uma mansão com design e arquitetura bem europeia e cheia de luxo. Fica em frente ao Lago Negro e possui uma vista sensacional do Vale do Quilombo. Apesar de ser um hotel pequeno, é perfeito para ter uma viagem inesquecível.

– Hotel Rita Hoppner

Esse hotel fica localizado a 1 km do Centro, e é um dos melhores hotéis em estilo chalé. Possui piscina privativa e aquecida, muitas árvores e um belo jardim. Ficando bem próximo ao Mini Mundo.

Onde ficar em Gramado – Bairro Bavária

É possível encontrar alguns dos melhores hotéis no bairro Bavária, uma área bastante agradável e arborizada. Fica a cerca de 20 minutos a pé, 1 km de distância. Um bairro muito charmoso e com hotéis e pousadas aconchegantes, além de alguns restaurantes bem recomendados.

– Bavária Sport Hotel

O hotel mais bem recomendado da região, e um dos mais tradicionais da cidade também. Possui restaurante e uma área de lazer com estrutura bem atraente. Piscinas, salão de jogos e campo de mini golfe. A área onde o hotel é localizado é agradável e bem arborizado.

Por Susan NogArt


Confira aqui algumas dicas de restaurantes para comer em Gramado (RS).

Pensando em visitar a Serra Gaúcha? A cidade de Gramado é conhecida por seus encantos e pela preservação de sua cultura em cada cantinho aberto para visitação. E, para aqueles que por ali passam, é difícil escapar de uma gastronomia recheada de opções e para todos os gostos. Pensando nisso, nós preparamos uma seleção das melhores opções em restaurantes e pratos que, com certeza, irão te conquistar. Tem uma dica para cada dia do seu passeio.

Café Colonial típico Alemão

Uma das maiores tradições da serra do Rio Grande do Sul são os cafés coloniais típicos alemães. Uma experiência única, essa modalidade é servida normalmente na mesa do cliente e mistura tudo em uma refeição só: pratos salgados e doces com uma diversidade única. São mais de 80 variedades em quitutes.

Em Gramado, o pioneiro nesse tipo de refeição é o Café Colonial Bela Vista, localizado em dois endereços para bem atender a todos os seus clientes. Hoje, ele é também considerado o maior de todos na região. Para mais informações e localização, acesse o site https://belavista.tur.br.

Além desse, temos ainda o Gramado Café Colonial, que desde 1984 mantém as mais tradicionais receitas da culinária italiana e alemã. Em um amplo espaço, o café é hoje uma grande referência no ramo e está localizada na estrada que liga Gramado a cidade de Canela. Para mais informações, o portal é o http://gramadocafecolonial.com.br/.

Outra sugestão para quem está buscando conhecer mais sobre a gastronomia alemã são os cafés coloniais na colônia. Esses são ofertados na maior parte dos passeios de agroturismo, com paradas em cafés que preservam as tradições. Por isso, se informe em agências de turismo sobre essa opção de pacote.

Fondue: um pouco da Suíça no Brasil

Trazendo um pouco da Suíça para a culinária de Gramado, temos os tradicionais fondues da cidade. Normalmente, a sequência de fondue é feita em três etapas. Na primeira, é servido uma cumbuca com queijos derretidos, vindo essa à mesa sobre um réchaud e com acompanhamentos como goiabada, batatinha e nacos de pão. Basta mergulhar todas as opções no queijo e se deliciar com as combinações.

Em seguida, é a vez do fondue de carne. Uma travessa com tipos diferentes de carne é trazido à mesa com diversos molhos diferenciados e que garantem uma combinação única. Junto a isso, uma pedra prendida a um réchaud é untada com sal, no qual são chapeadas as carnes.

A última etapa é a mais doce, com o fondue de chocolate. Alguns restaurantes oferecem a opção de chocolate preto e também o branco, mas é importante se informar caso você não abra mão de algum deles. Acompanham o chocolate as frutas cortadas e, normalmente, mini waffers.

Sobre o fondue, é importante informar que a cidade de Gramado possui centenas de opções e com os mais diversos preços e qualidade. Por isso, é importante se informar para não se decepcionar depois.

Entre as dicas mais conhecidas nesse ramo gastronômico, pode-se citar o Chateau de La Fondue Restaurant (https://www.chateaudelafondue.com.br), unindo requinte e um excelente atendimento. Ainda, o Restaurante Carlitos (https://www.restaurantecarlitos.com.br/) é outra boa opção, com fácil acesso e localização privilegiada.

Galeto e Massas

A gastronomia italiana invade Gramado com opções únicas para almoçar. As galeterias oferecem, primeiramente, uma sopa de cappeleti. Após a entrada, são trazidas à mesa os acompanhamentos de polenta, tortéi, salada de radicci com bacon, spaghetti, salada de batata e maionese e, por fim, o galeto assado em pedaços. É importante lembrar que todos os itens possuem reposição à vontade, bastando acenar para o garçom.

Em Gramado, o restaurante mais tradicional nesse sentido é o Nonno Mio (http://www.nonnomio.com.br/). Além desse, ainda temos a sofisticada Casa di Paolo (http://casadipaolo.com.br/).

Agora, se a sua ideia é somente focar nas massas, também há excelentes opções disponíveis. Entre elas, pode-se citar a Cantina Pastasciutta (http://www.pastasciutta.com.br/), onde é possível escolher entre as 15 massas artesanais disponíveis, que são combinadas com 20 opções de molhos.

Apesar dos destaques da cidade se referirem a essas refeições já citadas, Gramado oferece também diversas opções em pizzarias, com opções a La Carte e, também, em comida asiática. Por isso, não faltarão espaços para conhecer e se deliciar.

Kellen Kunz


Confira aqui os melhores restaurantes para se conhecer em Foz do Iguaçu (PR).

Os restaurantes de Foz do Iguaçu nos últimos anos tiveram uma grande evolução. Surgiram novos lugares com uma cena gastronômica inovadora, que antigamente só se encontrava no interior, além disso, os restaurantes ganharam um ar cosmopolita. Mas não foi somente os restaurantes que sofreram inovações, os bares também estão mais modernos, os turistas e moradores podem curtir na cidade ao invés de terem que se deslocar para Puerto Iguazú. As churrascarias continuam com a mesma qualidade, dando destaque para as parrillas.

Conheça um pouco sobre os restaurantes de Foz do Iguaçu

Logo abaixo serão citados alguns restaurantes modelos da cidade, é importante que antes de realizar uma visita você confirme a respeito dos horários de funcionamento, podendo utilizar as redes sociais como fonte.

Restaurante Castelo libanês

Foi inaugurado no mês de abril de 2012, porém, seu estilo retro indica que sua inauguração foi há 30 anos, dando um visual muito bacana. O restaurante Castelo Libanês pode ser considerado o mais autêntico de todo o território brasileiro quando comparado com os outros de sua especialidade. Ele está localizado ao redor de Mesquita e o público que frequenta é em sua maioria árabe. Os pratos clássicos da gastronomia libanesa estão muito presentes, podemos citar os seguintes:

  • Homus;
  • Babaganouch;
  • Kibes cru e frito;
  • Kafta;
  • Shawarma;
  • Charutinhos de folha de uva;
  • Arroz com lentilhas.

Por mais que os pratos sejam de origem árabe, eles são preparados de acordo com o paladar brasileiro. Seguindo também a religião árabe, o restaurante não serve bebidas alcoólicas.

  • Horário de funcionamento: De terça a domingo – aberto para almoço e jantar (não fecha no intervalo).
  • Endereço: Vinicius de Morais, 520.
  • Telefone: (45) 3526-1218

Restaurante Bendito

Um restaurante muito bem estruturado, o Bendito é uma das grandes novidades da cidade, ele foi inaugurado em outubro de 2017. O cardápio possui uma presença muito forte da gastronomia brasileira, principalmente os petiscos oferecidos. Veja abaixo algumas opções do cardápio:

  • Bolinhos de mandioca com costela;
  • Bolinhos de abóbora-cabotiá com carne seca;
  • Bolinhos de pamonha;
  • Bolinhos de bacalhau;
  • Escondidinho de ragu;
  • Bife ancho;
  • Picanha;
  • T-bone;
  • Costela acompanhada de farofa e vinagrete;
  • Tropeiro com linguiça e couve;
  • Risoto de palmito;
  • Churros com doce de leite.

– Horário de funcionamento: O restaurante funciona de 2ª a 6ª feira, com início de atendimento às 18 horas. No sábado e no domingo o restaurante atende no almoço e no jantar.

– Endereço: Marechal Deodoro, 826.

– Telefone: (45) 3029-7373

Restaurante Empório com Arte

Muito simples, o restaurante Empório com Arte localizado na av. das Cataratas é uma simples casinha de madeira, que também funciona como loja de móveis e presentes. Ele é conhecido como o bistrozinho mais querido da cidade. Não possui uma grande opção de pratos em seu cardápio, porém, tudo o que é oferecido é muito bem preparado. Podemos encontrar no cardápio as seguintes opções:

  • Mix de pastéis;
  • Bife a cavalo;
  • Pato confit;
  • Panquecas;
  • Frango ao curry com legumes;
  • Tortas.

– Horários de funcionamento: O restaurante funciona todos os dias a partir das 15 horas.

– Endereço: Av. das Cataratas, 569.

– Telefone: (45) 3572-4240

Restaurante Eden Steak Garden

Inaugurado em abril de 2017, o restaurante Eden Steak Garden é muito conhecido pelo seu Chopp artesanal, seus grelhados bem executados. O restaurante é inspirado pelos Biergarten alemães, possuindo mesas comunitárias e bancos inteiriços, tendo também a opção de mesas menores com cadeiras possuindo encosto. Algumas opções dos cardápios são as seguintes:

  • Salsichas bock;
  • Salsichas brancas;
  • Eisbein;
  • Duas variantes tedescas do steak tartare;
  • Hackepeter;
  • Carne de onça;
  • Grelhados com legumes e batatas rústicas;
  • T-bone steak;
  • Prime rib;
  • Bife ancho.

O chopp do restaurante é fabricado em Maringá, pela microcervejaria Eden, e são servidos em copos de 300 ml ou canecas de 500 ml e 1 litro. As opções de chopp são as seguintes:

  • Pilsen;
  • Red lager;
  • Ipa;
  • Apa;
  • Dunkel;
  • Witbier;
  • Weizen;
  • Lançamentos sazonais.

A música ambiente do restaurante é eclética, porém, o sertanejo não é tocado.

– Horário de funcionamento: De segunda a segunda a partir das 17 horas.

– Endereço: Av. das Cataratas, 480.

– Telefone: (45) 3027-5599

Restaurante Indian Lounge

Como o nome já diz tudo, o restaurante Indian Lounge é de origem indiana, seus donos conterrâneos da Índia moram na cidade e trouxeram com eles os cozinheiros do seu país. O local é muito sofisticados e possui detalhes específicos de sua origem, como estatuetas de divindades, arcos indianos, fotos de paisagens da Índia nas paredes. Algumas opções dos cardápios são:

  • Samosas vegetarianas;
  • Patiala;
  • Chicken tikka masala;
  • Rogan Josh de cordeiro.
  • Vindaloo de frango;
  • Biryani de legumes;
  • Naan de alho;

Todos os pratos são servidos em cumbucas de metal, não são muito grandes, porém alimenta suas pessoas tranquilamente. Fique atento a “picância” do prato, pois é você quem decide a intensidade. Alguns dias da semana o restaurante oferece dança indiana à noite.

– Horário de funcionamento: De 2ª a sábado a partir das 17h e no domingo a partir do meio dia.

– Endereço: Belarmino de Mendonça, 1165.

– Telefone: (45) 3025-7171.

E você já comeu em algum desses restaurantes? Tem outro para indicar para os viajantes? Deixe seu comentário e sua opinião sobre os restaurantes citados.

Anderson Jacinto Luiz


Confira aqui algumas dicas de hoteis para ficar em Foz do Iguaçu (PR).

Quando se fala no paraíso que é Foz de Iguaçu, vem logo na nossa cabeça a vontade de se livrar do trabalho ou dar um descanso das tarefas do dia a dia e se mandar para curtir uma temporada neste lugar maravilhoso. Mas aí vem toda aquela preocupação de quando vamos viajar a primeira vez para algum lugar, que é onde irei ficar? qual a melhor acomodação? escolher entre pousada ou hotel e assim começa toda aquela busca pelas as melhores acomodações, já que o local a qual iremos voltar e repousar para poder aproveitar o máximo nossas férias e foi pensando em você que deseja viajar e aproveitar cada detalhe de Foz Do Iguaçu que eu resolvi escrever esta matéria com os melhores lugares para se acomodar no paraíso!

Já de cara para poder saber qual a melhor hospedagem você deve fazer uma escolha quanto a localização, esta é se você deseja ficar no centro de Foz de Iguaçu ou ao longo das rodovias que dão acesso as Cataratas. Abaixo listei os perfis das duas localizações para que você escolha a que melhor irá atender as suas necessidades.

HOSPEDAGENS NO CENTRO

Os hotéis que ficam no centro de Foz de Iguaçu são hoteis urbanos, estes são indicados para as pessoas que irão passar os dias passeando e conhecendo tudo na cidade. Estes tem piscinas, porém, são bem modestas, algo com menor estrutura, porém, sem deixar de ser confortável e acolhedor.

Se você souber procurar bem tem ainda alguns que disponibilizam de espaço kids para a garotada aproveitar, sem contar que eles tem uma boa localização de proximidade com bares e restaurantes para que você aproveite não só o dia mais também conheça a noite neste lugar espetacular.

HOTÉIS LOCALIZADOS NA AVENIDA JORGE SCHIMMELPFENG

Nesta avenida de nome super difícil de se falar é o ambiente onde se encontra maior animação no centro de Foz, o bares desta região estão abertos todas as noites, sem contar que aqui você encontra ótimos restaurantes em ruas transversais.

Para quem quer ficar perto de tudo e ter um ótimo conforto, temos aqui duas opções.

  • VIALE TOWER: Com quartos grandes e um piscina linda em seu terraço.
  • IBIS FOZ DE IGUAÇÚ: Com um padrão novo e moderno de aréas sociais.

Ambos hotéis estão próximos de paradas de ônibus que dão acesso a linha 120, que te levá ao aeroporto, Parque nacional e ao TTU, que é de onde você pode pegar ônibus que te levam a Itaipu e ao Templo Budista., sem contar que o ônibus internacional que vai para Argentina também passa nestas avenidas, tanto na ida como na volta.

HOTEIS QUE FICAM LOCALIZADOS ENTRE O TTU E O SHOPPING JL CATARATAS

A três quarteirões do TTU, na região próxima da avenida Juscelino Kubitschek, mais precisamente entre o terminal urbano e os barzinhos que ficam na av. Jorge Schimmelpfeng, onde você encontra o:

Wyndham Golden Foz Suites:

Ele é um ótimo hotel vertical e todos os seus quartos disponibilizam saletas, sua piscina é a maior se comparadas com os outros hoteis do centro.

CLH Suítes:

Ele pertece a rede Che Lagarto, disponibiliza quartos bem básico e é bem parecido com hostels, pois também tem quartos coletivos com os ambientes de interação social com o ar mais jovem, ele tem uma piscina no terraço.

NADAI Confort:

Neste achamos quartos com estilos bem conteporâneos, com a piscina alojada nos fundos, além de disponibilizar um pequeno spa e uma pequena brinquedoteca para a criançada, o que faz sucesso é o seu custo benefício, o que costuma ser maravilhoso para quem a escolhe.

HOTÉIS NAS REDONDEZAS DO SHOPPING JL CATARATAS

BELLA ITÁLIA:

Este é um dos mais conhecidos de Foz, pois ele é o o carro forte da Loumar Turismo, que é uma das maiores agências receptivas locais. Neste você encontra diárias bem camaradas sem contar com o evento chamado noite italiana, que sempre ocorre no terceiro sábado no seu restaurante, oferecendo rodízios de massa e buffet com queijos e azeites, mas em comparação visual, este é muito antiquado, o que perde muito se for comparado com os mais modernos.

Bourbon Business

Este vem com um foco maior em pessoas que vão a Foz a negócio.Trabalho, porém, ainda assim ele é um ótima opção para as pessoas que estão de férias e querem usufruir de um quarto super confortável e com aquele design.

Ibis Budget

Com ótimo preços, porém, o café da manhã é cobrado por fora, o que soma R$ 18,00 por pessoa.

HOTEIS LOCALIZADOS NO TRECHO URBANO DA AVENIDA DAS CATARATAS

Tetris Container Hostel:

Ele tem uma estrutura que é montada modernamente em containers, mais calma. Eles são todos bem refrigerados ele disponibiliza de quartos privados e também coletivos, estes sendo bem organizados e confortáveis, já os privativos não são tanto assim por isso indico estes mais para as pessoas que apreciam bem um ambiente mais jovem como os dos hostel, o que isso ele representa bem no final da tarde a área da piscina e também o barzinho se torna um ponto de encontro para mochileiros vindos de todos os lugares do mundo.

Concept Design Hostel:

Este disponibiliza de quartos coletivos e também privados que são muito confortáveis tendo uma piscina maravilhosa no pátio e o que o diferença do indicado anterior é que seu ambiente é mais careta ideal para as pessoas que não gostam tanto de lugares com aspectos mais alternativos.

Iguassu Inn:

Um hotel novo e com a modalidade mais ecônomica.

Todos estes hoteis da região indicada ficam próximo da parada a qual passa a linha 120, a qual especifiquei um pouco do seu itinerário acima.

HOSPEDAGENS NAS RODOVIAS DAS CATARATAS

Os hoteis que ficam na rodovia das cataratas estão voltados mais para o lazer das pessoas tendo em todos piscina com uma estrutura melhor elaborada e espaços de recreação infato juvenil tendo deles que são pratimente uns resorts totalmente indicado para quem quer ir somente para descansar e que já está planejando, tirar um a dois dias só para dar aquela descansada boa no quarto do hotel ou até mesmo quem deseja dividir os dias entre passeios e a praticidade de aproveitar a diversão sem sair do hotel, e todos eles contam com um bom restaurante, o que é ótimo para quem passou o dia passeando ou na piscina e quando chega a noite só quer comer e descansar.

HOTEIS COM LOCALIZAÇÃO ENTRE A CIDADE E O TREVO DA PONTE

Mabu Termas Grand Resort:

Sua maior atração é seu parque aquático termal integrado ao hotel, que não é grande, mas é o suficiente para fazer a alegria de quem se hospedar nele, pois não irá precisar sair dele para aproveitar a praia termal e nem os brinquedos maravilhosos que eles disponibilizam sem contar que a recreação deles é toda temática, com a turma do pica-pau amarelo, o que super indico para quem vai tirar férias com as crianças, já que isso deixa os pequenos encantados e você também pode incluir na sua hospedagem três opções de cardápio, que é só café da manhã, café da manhã e jantar ou o combo café da manhã, almoço e o jantar incluído.

Bourbon Cataratas

Este não disponibiliza parque termal mas suas piscinas nas áreas externas não deixam a desejar, tendo ainda uma piscina coberta que é para os dias mais frios, já neste quem faz a recreação para os pequenos é a turma da Mônica e ele traz a novidade de ter uma área teen, que é chamada de Fun Place, nas diárias você tem a opção de café da manhã ou café da manhã e janta, e fica bem próximo da parte urbana de Foz.

Vivaz cataratas:

Reformado em 2017 com uma piscina linda e ótimas acomodações.

Agora é só ver qual melhor e se jogar paras as férias!

Karla Wyllyane Nascimento da Silva


Confira aqui dicas de passeio para realizar na cidade de Foz do Iguaçu (PR).

Que Foz do Iguaçu é conhecida pela Cataratas, disto não temos dúvida. Mas a cidade, com um pouco mais de 250 mil habitantes, possui outros pontos turísticos e até mesmo locais poucos visitados para apreciação. São lugares que possuem uma beleza ímpar e são uma boa pedida para quem tem entre 4 e 7 dias para fazer um tour pela cidade e arredores.

São diversas as opções para enriquecer sua viagem de conhecimento, cultura e lindas imagens. A cidade cobre todos os gostos, seja compras, eco turismo, programa de compras na fronteira, passeio com as crianças, aquela esticadinha as missões paraguaias e argentinas ou aos mais sossegados um descanso no hotel resort de sua escolha.

Em 2014 Foz do Iguaçu foi eleito o terceiro destino mais visitado no país por turistas estrangeiros.

Deslocamento:

Foz do Iguaçu possui diversas alternativas de transportes. Entre elas, a mais popular é o transporte público, que por incrível que pareça funciona de forma eficiente. Muitos “gringos” usam por ser mais fácil e por acabar conhecendo a cidade por um ângulo mais local. Além disso, tem opções como aplicativos de transporte, taxi, aluguel de carro e os pacotes comprados direto nas agências onde você é deixado e buscado na porta do hotel.

Passeios:

Das diversas opções disponíveis na cidade, se o dia estiver propenso, um sobrevoo de helicóptero pela cidade é uma boa pedida.

Caso o tempo não colabore, tem opções como visitar o parque das aves ou (caso agende com antecedência) uma ida à Mesquita da cidade, e ainda ter um lindo e saboroso almoço no restaurante Castelo Libanês.

Ao meio da tarde, visitar o Marco das 3 Fronteiras é a dica. No local, há uma cidade cenográfica que reproduz o que seria uma missão jesuíta. Além disto, há um cinema onde passa curta-metragem sobre a região.

Ao final da tarde as atrações ficam por conta de shows folclóricos e culturais, como o Jantar-Show-Latino-Americano, show de tango no restaurante El Quincho del Tío Querido, além do espetáculo Yporã na churrascaria Rafain.

Com certeza as Cataratas do Iguaçu é o destino mais visitado. Lá, além de ver e fotografar esta beleza natural, no mesmo dia pode encaixar uma visita ao Macuco Safari (dica: compre o ingresso com antecedência) e também fazer um circuito panorâmico no parque brasileiro. Caso sobre tempo, o Parque das Aves fica ao lado e é uma dica fundamental para aprendizado sobre as aves da fauna brasileira.

O Parque é muito bem organizado e com diversas opções de atividades por lá. Uma das mais solicitadas são os ônibus que saem a todo momento do Centro de Visitantes e fazem três paradas dignas de cartão postal. São elas: Na trilha do Poço Preto, no Macuco Safari e na saída da Trilha das Cataratas.

Já no lado Argentino do Parque a dica é investir um dia todo para aproveitar cada cantinho das belezas naturais do local, como a Garganta do Diabo (inferior e superior), visitar a Isla San Martín, o passeio Gran Aventura, além de diversas outras atividades de eco turismo.

Já saindo um pouco do eixo da Rodovia das Cataratas, tem à disposição passeios como a Hidrelétrica Itaipu (segunda maior do mundo, lá tem opção de passeios com vista panorâmica e um circuito especial pelo interior da usina), Ciudad de Este (só vá até lá, caso sua intenção seja comprar. Não é um passeio prazeroso, porém, os preços são atrativos) e o Templo Budista (entrada gratuita e tem como atrações a beleza das esculturas pelo jardim). A dica é usar um único dia para fazer a combinação destes três locais que ficam na mesma rota.

Se você não quer ir a Foz do Iguaçu por causa das crianças, esqueça disto. A cidade é muito atrativa para os “pequenos”. Macuco Safari e o Parque das Aves provam que o destino paranaense é feito pensado nas crianças.

Foz do Iguaçu ganhou recentemente um complexo voltado especialmente à família. É o complexo Dreamland, que conta com um museu de cera, além da exposição atrativa aos papais, o Supercarros.

Enfim, estes são apenas alguns atrativos da cidade. Vale a pena tirar uma semana e ficar hospedado nesta cidade rica em belezas naturais e atividade para a família toda.

Situada a 643 quilômetros de Curitiba, Foz do Iguaçu te espera com muitos encantos.

Por Ageu da Rocha


Confira algumas dicas de destinos mais baratos nacionais e internacionais para aproveitar o feriadão do Carnaval 2019.

Os brasileiros com certeza são os que melhor comemoram o carnaval em todo o mundo. Com muitas festas, trios elétricos e shows, em todo o Brasil é possível comemorar essa data que nos representa tão bem, afinal, no exterior somos conhecidos como o povo do carnaval e do futebol.

O feriado que antecede a quaresma, período importante para os cristãos, é um momento de celebração e que foi feito originalmente justamente para aproveitar um pouco antes de iniciar-se o momento de redimir-se. E a festividade se tornou tão importante, que hoje em dia vai além da religião, e se torna uma festa nacional, em que a maioria das pessoas participa.

E neste ano de 2019, um ano em que teremos somente 5 feriados prolongados, nada melhor do que aproveitar logo o recesso de Carnaval para aproveitar e fazer uma viagem com os amigos ou a família. Para assim desfrutar não só do descanso que é importante, mas também para curtir um pouco a folia.

Então, confira abaixo algumas dicas de destinos mais baratos nacionais e internacionais para você aproveitar o feriadão.

Belo Horizonte

Para quem está buscando uma boa folia e quer um destino econômico que não seja beira-mar, a capital mineira pode ser a melhor aposta. O carnaval de BH só vem aumentando nos últimos anos, cada vez mais blocos e mais diversão que satisfaz os que permanecem na capital e surpreendem os turistas que vem pela primeira vez.

Além da folia, a cidade é muito conhecida por seus bares, portanto o que não vai faltar é lugares para visitar.

Vitória

Outra cidade do sudeste brasileiro que vale a pena visitar no carnaval é Vitória, a capital do Espírito Santo é uma opção melhor para quem quer mesclar a folia com um pouco de praia e sol, localizada na costa do estado, a cidade pode servir muito bem quem não quer deixar de curtir o carnaval e ainda quer aproveitar a oportunidade para ir à praia.

Rio de Janeiro

Sim, essa pode não ser exatamente a opção mais barata da lista, mas é ainda assim um dos melhores destinos. Você pode não querer pagar para ir no desfile da Sapucaí porque pode ser algo um pouco mais caro mesmo que na arquibancada, contudo o Rio ainda é lotado de bloquinhos de rua para a diversão geral.

Portanto, a cidade maravilhosa consegue ficar melhor ainda no carnaval, muita diversão e folia por todos os lados. E você ainda pode parar para um mergulho na praia de Ipanema, e fazer o seu passeio valer a pena com muita curtição.

Você tem ainda a possibilidade de ficar um pouco mais longe da bagunça e visitar também cidades como Búzios e Arraial do Cabo, que são simplesmente lindas e perto da capital do estado.

Buenos Aires

Que tal um destino internacional barato para você que quer viajar, mas não quer muita bagunça? A capital argentina com certeza é uma excelente opção. Com voos diretos que saem de diversas cidades brasileiras, a cidade é realmente muito linda e ótima para quem quer fazer um passeio, mas que busca algo mais calmo.

Buenos Aires conta com atrações históricas, museus e pontos turísticos que realmente valem a pena visitar, não fica muito atrás de Belo Horizonte no quesito bares, conta com muitos para quem gosta de uma cervejinha, e lugares como os Bosques de Palermo, Cemitério de Recoleta e Porto Madeiro são lugares que você não pode deixar de ir na cidade.

Foz do Iguaçu

E uma opção excelente para quem quer fugir da folia, mas não quer ir para o exterior é a cidade de Foz do Iguaçu, com suas lindas cataratas que com certeza deveriam ser uma das 7 maravilhas naturais do mundo, um lugar que realmente vale a pena ir e você pode aproveitar o feriadão de carnaval para isso.

Pois como as pessoas acabam buscando por destinos litorâneos, a cidade Paranaense acaba tendo pouca procura, o que faz com que os preços abaixem.

Por Marcio Augusto Veloso Filho

Carnaval


Confira dicas de como encontrar passagens aéreas baratas em 2019.

Que viajar de avião é uma maravilha ninguém duvida, principalmente, quando se consegue comprar as passagens aéreas mais baratas. Para isso, é preciso que se tenha muita dedicação, tempo e todo um planejamento possível para realmente se conseguir viajar economizando, caso isso não ocorra, você pode até acabar gastando muito mais do que o esperado.

Existem diversos sites que te oferecem a possibilidade de comparar os preços, e se você tem a flexibilidade de datas, eles são uma boa pedida. Dedique um bom tempo entrando em diversos sites de pesquisas de passagens e faça uma comparação de preços, tendo em vista que as companhias aéreas sempre têm acordos diferenciados com cada um desses sites. Existem até alguns desses sites que acabam colocando as tarifas de companhias aéreas de baixo custo.

Vale a pena sempre ficar de olho nas viagens feitas nos dias de semana, pois, comprovadamente, estes são os dias mais em conta para viajar. Os dias mais procurados para quem viaja a trabalho e também para quem quer curtir o final de semana, são a sexta-feira e o domingo, então, uma boa dica é você fugir deles.

Com isso, segundo um aviso da empresa Airlines Reporting Corporation, as melhores ofertas, ficam, na maioria das vezes, disponíveis para as terças-feiras, mas, de acordo com algumas pesquisas feitas, as quartas-feiras também se encaixam como sendo uma boa data.

Há um tempo atrás, existia uma história que valeria a pena esperar até o último minuto para comprar a passagem, contudo, nos dias de hoje, já ficou comprovado que essa é uma atitude que não compensa financeiramente, só valendo realmente a pena, quando em alguns pacotes de viagens, pelo fato de algum cliente ter cancelado o pacote às vésperas da data da viagem.

Aprender a buscar por caminhos alternativos, ao invés de buscar diretamente ao seu destino esperado, pode ser uma ótima forma de economizar. Os programas de fidelidade e de milhagem, também pode ser um ótimo aliado nessas horas, porque se você tem o hábito de viajar bastante, diversas companhias aéreas costumam dar descontos e/ou até mesmo cartões de crédito, onde poderão ser acumuladas as milhas conforme for utilizado.

As companhias aéreas costumam trocar trechos por pontos quando tem ofertas e/ou promoções, possibilitando ao cliente a chance de se conseguir uma passagem aérea bem abaixo do valor de mercado.

Existe ainda a chance de se comprar e vender as milhas das empresas aéreas, isso pode assegurar valores mais baixos das passagens.

Acompanhe as companhias aéreas através das redes sociais, com isso, você poderá ter acesso a algumas ofertas que não são liberadas para qualquer pessoa. Assine a newsletters das empresas aéreas e seja sempre o primeiro a receber através do seu e-mail pessoal todas as promoções, ofertas e informações disponíveis. Você pode cadastrar um alerta de passagem, de preferência, meses antes da data da viagem, pois assim, terá a possibilidade de controlar os valores das passagens aéreas, e ainda, irá receber todas as informações referentes a alterações dos valores, com a possibilidade de quando aparecer o melhor preço para você, ali mesmo, você garante a sua compra da passagem aérea.

Existem aplicativos de viagens que podem trazer diversos benefícios para uma viagem completa, eles são ideais não só para quem procura uma passagem de avião mais barata, mas, também, para quem procura hotéis e até carros. Um exemplo de um aplicativo muito utilizado é o Skyscanner. Com esse aplicativo, você tem a possibilidade de encontrar passagens aéreas mais baratas, fazer boas reservas de hotéis e, também, existe a possibilidade de você conseguir os melhores preços para alugar um automóvel.

Por Carol Wurlitzer

Passagens aéreas





CONTINUE NAVEGANDO: