Aumento será de 1,08% em Guarulhos e 3,14% em Viracopos.

Quem viaja muito de avião precisa saber que a Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac, reajustou algumas tarifas de embarque em aeroportos brasileiros. A publicação, que ocorreu na última segunda-feira, dia 10 de julho, e foi registrada no “Diário Oficial da União”, trouxe novos preços para os aeroportos de Viracopos, na cidade de Campinas, e para Guarulhos, na cidade de São Paulo, ambos localizados no Estado de São Paulo.

Esses novos valores só poderão ser cobrados num período de 30 dias após as alterações feitas pelas concessionárias dos dois locais. Em Viracopos, a tarifa de embarque doméstico, que até então era de R$ 27,67, passará para R$ 27,97, totalizando um aumento de 1,08%. Para embarques internacionais, esse valor sairá dos R$ 111,66 para os R$ 112,19.

Já em Guarulhos, o novo preço máximo que poderá ser cobrado de um passageiro para embarques domésticos é de R$ 29,53. Nos dias atuais, esse valor é de R$ 28,63, um reajuste total de 3,14%. E para embarques internacionais, o aeroporto passará dos R$ 113,37 para os R$ 114,97.

Esses valores já incluem o adicional do FNAC, que é de US$ 18. Esse foi criado pela Lei de número 9.825/99 e corresponde ao valor de R$ 62,70, conforme já estabelecido pela Portaria Anac de nº 23/SRA/2017.

Conforme a própria Anac, esses reajustes tiveram a sua aplicação baseados nos tetos estabelecidos na data de 22 de dezembro de 2016, levando em conta a inflação acumulada entre os meses de junho de 2016 e junho de 2017. Essa medida da variação é feita pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, no período. Por fim, a data do reajuste das tarifas sob concessão sofrem a determinação por contrato.

Outros valores de tarifas de embarque em aeroportos brasileiros

Em Brasília, a tarifa para embarques domésticos é de R$ 27,79. Já os internacionais, o valor é de R$ 111,88.

No Galeão, no Rio de Janeiro, o passageiro desembolsará R$ 29,41 para voos domésticos e R$ 114,79 para voos internacionais. Ainda, em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, os valores são de R$ 21,74 e R$ 101,19, respectivamente.

E por último, em Confins, Minas Gerais, os aeroportos cobram para voos domésticos o valor de R$ 29,13. O internacional, por outro lado, fica em R$ 114,28.

Kellen Kunz


Sindicatos pretendem fechar os aeroportos nesta sexta-feira, dia 28 de abril de 2017.

O SNA, Sindicato Nacional dos Aeroviários, pretende fechar os aeroportos em todo o Brasil, na sexta-feira 28 de abril, apoiando a greve geral que manifesta os trabalhadores contra a Reforma Trabalhista proposta pelo governo Temer. Segundo o Sindicato, o movimento é totalmente contrário às reformas trabalhistas, da lei da terceirização e da previdência, por isso deve apoiar a greve geral, fechando os aeroportos e suspendendo as atividades.

O Aeroporto de Guarulhos já anunciou seu fechamento a partir das 6 da manhã da sexta-feira. Isso significa que o maior aeroporto do país teve a paralisação aprovada, operando assim com apenas 30% das operações, obedecendo a Lei que regulamenta greves. Por esse motivo, a maioria das viagens datadas de 28 de abril devem ser afetadas.

Movimentos contra as propostas do governo Temer estão acontecendo em todo o Brasil. A greve será apoiada por várias categorias, portanto, bancos, correios, serviços de transporte metropolitano e escolas devem paralisar-se nessa sexta, além de muitos outros serviços.

A postura das companhias aéreas diante da determinação do SNA de paralisar os aeroportos foi um tanto quanto positiva. A Gol e a LATAM pronunciaram-se acerca dos voos já marcados para a data da greve. A LATAM recomendou que os passageiros que tenham voos marcados no dia 28, consultem o status do voo no site oficial da companhia com antecedência, no caso do cliente ter o voo afetado pela paralisação. A empresa deu as opções de adiantar a viagem para o dia anterior ou prorrogar a mesma viagem para um dos 15 dias seguintes, sem custos adicionais. Já a Gol foi ainda mais arrojada, afirmando que todos os clientes da companhia que tenham viagens para o dia 28, se desejarem alterar a data, tanto antecipando quanto postergando, poderá realizar essa ação sem custos adicionais, através de um dos canais de atendimento da empresa.

Se você possui algum voo para sexta-feira dia 28, verifique junto à sua companhia aérea as ações possíveis para realizar sua viagem sem maiores transtornos.

Carolina B.





CONTINUE NAVEGANDO: