A Garden Route é uma estrada da África do Sul que pode se dizer é um belo motivo pra conhecer o país. E eu estou falando sério! Ela é uma estrada extremamente perigosa. Não por seu estado de conservação ou pelas curvas. Os desafios a serem vencidos são as pontes ideais para o bungee jump, como a Blourkans Bridge e as corredeiras perfeitas para a canoagem, como a do rio Keurbooms.

Menos radicais são as lindas praias como a Jeffrey's Bay, onde surfistas do mundo inteiro chegam atrás de ondas perfeitas e, vez ou outra, dividem espaço com golfinhos.

Os atrativos desta estrada não se restrigem a isso. Coninuando por ela tem montanhas, vinícolas, conodomínios de luxo.

Esta é única estrada do mundo que costeia os oceanos índico  e Atlântico. Essa é uma boa para visitar…afinal acabou a copa do mundo.

Por Victor Gonçalves


Com a decisão de onde seria sediada a Copa do Mundo varias empresas já se anteciparam e já estão com pacotes para a exibição do campeonato de futebol mais importante do mundo: a Copa.

Com até 80% de desconto as empresas oferecem desde estadia, transporte até ingressos para os jogos.

Dependendo do tempo de hospedagem, da chave e do jogo que o torcedor quiser assistir o valor aumenta, logicamente.

E para a final os ingressos já estão sendo vendidos e ninguém sabe ainda quem irá disputar a taça!

Por José Alberi Fortes Junior


A cidade africana de Joanesburgo é uma das maiores cidades da África e também uma das mais visitadas.

Uma das principais atrações da cidade é o Parque Nacional Kruger, o maior da África do Sul, nele é possível ver animais selvagens como leões, elefantes, búfalos, e rinocerontes.

Outro lugar muito visitado na cidade é o Museu do Apartheid. O museu tem duas portas separadas, uma para os negros, outra para os brancos.  É um dos lugares mais apropriados para se conhecer de perto o passado tumultuoso do país.

Na cidade e nas redondezas há diversas cavernas, reservas naturais e as tradicionais aldeias de culturas locais.

Por Rosana Radke


Se estiver procurando um roteiro internacional bonito de verdade para passar as férias, então não procure mais e vá para Port Elizabeth. A cidade tem um dos ecossistemas mais completos da África, além de praias brancas, com areia dourada e águas muito cristalinas, um paraíso que já foi descoberto pelos turistas de várias partes do mundo e que agora começa a atrair a atenção dos brasileiros.

Fácil saber por que, faz sol durante aproximadamente 300 dias por ano e água das praias chega a 26 graus, o que faz o turista todos os dias da viagem. Além disso, a cidade é rica em cultura e tem no Boardwalk Complex, um dos maiores centros de compras, lazer e mostras culturais. Além disso, a cidade é ideal para a prática de esportes aquáticos e é considerada a melhor da África para estes esportes. Vale à pena conhecer.

Por Susan Mélany


Sede da Copa do Mundo de 2010, tem sido constantemente modernizada e conta com uma estrutura ótima para receber os visitantes. Apesar de ser localizada na África, Cidade do Cabo, tem cara de cidade Européia, pois a estrutura de hotéis, restaurantes, Shopping Centers e construções, trazem ao turista a sensação de estar sim, na Europa.

A cidade é muito conhecida pelo clima de romance, por isso, atrai muitos casais apaixonados, e tem muita coisa bonita para se ver, entre elas a Montanha da Mesa que é melhor vista durante o verão, já que no inverno a neblina cobre a cidade e fica quase impossível enxergar a montanha.

A cidade é bem charmosa, com construções com arquitetura colonial, cheia de diferentes culturas e aberta a todos os públicos, sendo assim, é ponto de partida para muitas uniões do público GLS, já que esse tipo de casamento é permitido lá. Ou seja, não importa o que você está procurando, se estiver na Cidade do Cabo, vai encontrar!

Por Susan Mélany


Você que viver alguma coisa diferente ou proporcionar algo novo para seus filhos? Que tal estudar no exterior? Além de ser ótimo para o currículo, traz um grande amadurecimento e proporciona maiores responsabilidades, novas amizades e lembranças para toda a vida.

Que tal ir para a África do Sul, já que o ano escolar lá não é muito diferente do nosso? As aulas começam em fevereiro e vão até dezembro, parando para um descanso no mês de julho. Além disso, os valores são bem mais em conta que nos demais países, e ainda pode combinar as aulas de inglês com atividades complementares, como degustação de vinhos.

Se você foi ficar até 90 dias por lá, você nem precisa do visto, apenas precisa apresentar o comprovante de vacinação contra a febre amarela. Saiba mais pelos sites www.stb.com.br ou pelo www.newexperience.com.br

Por Larissa Nalin


A Copa de 2010 terá um palco perfeito. Durban, na África do Sul, é o local predileto de surfistas, já que o mar de lá proporciona ondas perfeitas para eles.

Mas a cidade é muito mais que isso. Durban abriga uma grande diversidade cultural e inúmeras atividades para seus visitantes. Com museus, bares, restaurantes e muitas boates, a vida em Durban é agitada!

Claro que a praia é um grande atrativo e, sem dúvida, é linda! Mas você também pode se divertir em parques aquáticos, em cassinos ou fazer umas compras nos mercados que existem por lá, cheio de novidades e variedades.

Por Larissa Nalin


África do Sul é um dos países mais desenvolvidos do continente africano, tem 44,7 milhões de habitantes e três capitais Pretória (capital administrativa), Cidade do Cabo (capital legislativa) e Bloemfontein (capital judiciária).

O país já está entre as dez principais rotas educacionais dos brasileiros, desde o fim do apartheid a educação no país vem se reestruturando. Fora isso, o clima semelhante ao do Brasil, a receptividade do povo e as lindas paisagens estão atraindo cada vez mais brasileiros que querem aprender inglês em outro país e tem sido uma boa opção para quem quer fazer intercâmbio. Espera-se um considerável aumento da procura do país para o ano que vem por causa da Copa do Mundo de 2010.

Outro atrativo para os intercambistas são o câmbio favorável, custo de vida baixo, a facilidade de entrada (os brasileiros não precisam de visto para entrar, num programa de até 3 meses) e, claro, o preço um curso de inglês lá é mais barato que no Estados Unidos e no Canadá, por exemplo.

O país é perfeito para quem gosta de diversidade cultural, de cara se vê a diferença nos idiomas são onze línguas oficiais, mas o inglês é falado em todas as províncias.

Por Levi Rocha





CONTINUE NAVEGANDO: