Saiba aqui quais são as melhores companhias aéreas do mundo em 2016.

Estamos acompanhando recentemente nas mídias a forma como as empresas aéreas estão se comportando em situações que vão além daquilo que estão acostumadas a vivenciar. Os tipos de situações são essas: um passageiro em estado de confusão, fazendo com que seu comportamento fique anormal aos demais; situações de risco em caso de acidentes ou ameaças demais ou até casos como partos dentro do avião ou situações que possam vir a interferir com a saúde dos passageiros. Esses são apenas alguns dos casos, pois cada caso pode ser levado de um extremo ao outro, mas serve para avaliar como as mesmas tem “jogo de cintura” para lidar com situações incomuns e como prezam pela qualidade da viagem, do serviço, além da satisfação do passageiro.

Tendo alguns desses pontos em vista, em 2016 saiu uma pesquisa sobre as melhores companhias aéreas. Se você está pensando em fazer uma viagem, seja essa de pequena, média ou longa distância, vale sempre dar uma olhada e considerar alguns aspectos essenciais.

O primeiro lugar do ranking ficou com a mais conceituada “Emirates”. É quase unânime. Excelente em serviços, a companhia praticamente presenteia seus passageiros com o melhor que pode ser oferecido em serviços de viagens. A empresa recebe esse lugar no ranking pela quarta vez.

O segundo lugar fica com a empresa Qatar Airways. Oferecendo também o luxo e a excelência em atendimento, já ficou em primeiro lugar da mesma lista por 3 vezes.

O terceiro lugar fica com a empresa Singapore Airlines.

Em quarto, podemos encontrar a empresa Cathay Pacific Airways. A empresa já chegou a ocupar o primeiro lugar, mas desde então vem descendo de posições.

Em quinto, podemos nos deparar com a empresa All Nippon Airways, também chamada de Ana. A empresa japonesa foi criada em 1952.

Em sexto lugar nos deparamos com mais uma empresa dos Emirados Árabes, a Etithad Airways.

Em sétimo encontramos a empresa turca Turkish Airlines. A mesma já ocupou a quarta posição no ranking.

Em oitavo lugar encontramos a Eva Air, empresa de Taiwan.

Em novo lugar fica a empresa australiana fundada em 1920, Qantas Airways.

Em décimo lugar você encontra a empresa alemã Lufthansa.

Em décimo primeiro fica a empresa Garuda Indonesia.

Em décimo segundo a empresa chinesa Hainan Airlines.

Em décimo terceiro fica a empresa tailandesa Thai Airways.

Em décimo quarto a empresa francesa Air France.

Em décimo quinto a empresa suíça Swiss Airlines.

Em décimo sexto a empresa sul corena Asiana Airlines.

Em décimo sétimo a empresa neozelandesa Air New Zealand.

Em décimo oitavo a empresa Virgin Australia.

Em décimo novo a Austrian Airlines.

E por fim, em vigésimo, a empresa Bangkok Airways.

Yamí de Araújo Couto


Confira aqui o ranking com as companhias aéreas mais seguras no ano de 2016.

Se você é uma dessas pessoas que tem o hábito de viajar de avião, um estudo divulgado na última terça-feira, dia 3 de janeiro, pelo Jet Airliner Crash Data Evaluation Center, o Jacdec, com certeza chamará a sua atenção.

Isso porque o mesmo elegeu uma lista das companhias aéreas mais seguras de se viajar no ano de 2016. Sediada em Hamburgo, a organização é focada em desastres aéreos e englobou no estudo as 60 maiores companhia do mundo.

E pela terceira vez consecutiva, a empresa aérea Cathay Pacific, do Hong Kong, foi eleita como a mais segura de todo o globo. Apesar de não voar pelo Brasil, a campeã possui uma frota de 147 aviões de passageiros e de cargueiros. Com idade média das aeronaves de oito anos, a organização cobre, pelo menos, 177 destinos em 44 diferentes países, com serviços próprios nas aeronaves de passageiros ou, ainda, em codeshare com as demais companhias e serviços especializados em carga.

O Brasil

Entre as brasileiras na lista, somente duas enquadram o ranking das 60 maiores. São elas: a Gol e a Tam, respectivamente nos 52º e 54º lugares.

Outra informação pertinente é que, das 12 empresas mais seguras, somente cinco voam atualmente para o nosso país. São elas: Qatar Airways, na 4ª colocação; KLM, em 5º lugar; e na sequência, Emirates (7º lugar), Etihad Airways (8º lugar) e Lufthansa (12º lugar). Todavia, dessas, a oitava colocada já anunciou no ano de 2016 que não irá mais realizar voos para São Paulo, valendo a decisão a partir do final do mês de março de 2017.

Os 12 primeiros colocados

A lista das 12 primeiras companhias aéreas eleitas, conforme o Jacdec, são: Cathay Pacific, do Hong Kong; Air New Zealand, da Nova Zelândia; Hainan Airlines, da China; Qatar Airways, do Catar; KLM, da Holanda; Eva Air, deTaiwan; Emirates, dos Emirados Árabes Unidos; Etihad Airways, dos Emirados Árabes Unidos; Qantas, das Austrália; Japan Airlines, do Japão; All Nipon Airways, do Japão; e, por fim, Lufthansa, da Alemanha.

Considerado um dos melhores anos em termos de segurança para a aviação civil, o Jacdec ressaltou que o número de mortes por acidentes aéreos vem caindo continuamente nos últimos anos, com 321 fatalidades em todo o mundo no ano de 2016. O índice é relativamente pequeno se comparado com o ano de 2015, no qual foram contabilizadas 521 mortes.

Porém, é importante ressaltar que somente são levadas em conta pelo organização as aeronaves com peso superior a 5,7 toneladas e, ainda, com pelo menos 19 assentos. Sendo assim, aviões militares não são levados em conta no levantamento, como é o caso do avião militar russo que vitimou 92 pessoas que estavam a bordo no mês de dezembro.

Kellen Kunz





CONTINUE NAVEGANDO: