Confira o limite de gastos e de quantidade de cada item

Você está planejando viajar para o exterior e pretende fazer compras lá fora? Antes de chegar a outro país, se empolgar e sair comprando, é importante estar atento ao limite de gastos que você pode atingir para evitar possíveis problemas com muitas e com a alfândega. Assim, você pode aproveitar a viagem sem maiores preocupações.

É praticamente impossível viajar e voltar sem pelo menos algumas lembrancinhas. Há limites diferentes para cada categoria de produtos que os turistas brasileiros podem comprar nos Estados Unidos ou na Europa. Confira abaixo tudo que você precisa saber sobre o limite de compras no exterior!

Quanto você pode gastar?

Os brasileiros que viajam de avião para o exterior podem gastar, no máximo, US$ 500 em compras, correndo o risco de ter que pagar uma multa de até 50% em relação ao valor excedente. Em se tratando de viagens por navio ou via terrestre, o limite de gastos é de US$ 300.

Porém, desde o mês de outubro de 2010, as máquinas fotográficas, celulares, roupas, cosméticos, calçados e relógios são considerados itens de uso pessoal, logo não precisam ser declarados, pois não entram na cota de isenção. Mas, existe um controle de quantas unidades de cada item que é possível trazer para o Brasil.

Quantidade de produtos que podem ser comprados no exterior

Lentes e demais equipamentos fotográficos: a quantidade máxima depende do valor, mas não é indicado comprar mais de 10 itens, nem mesmo sendo de tipos ou marcas diferentes. Esses artigos entram na cota de US$ 500, a não ser que haja a comprovação de que foram comprados para uso profissional.

Câmera fotográfica e celular: pode-se comprar 1 item desse por pessoa, e não faz parte da cota de US$ 500, visto que são classificados como objetos de uso pessoal, independente do valor ou modelo, mas devem estar fora da embalagem e usados.

Notebook, videogame e outros eletrônicos: o turista brasileiro pode comprar 1 de cada tipo por pessoa. Essas mercadorias fazem parte da cota dos US$ 500. Por questões de protecionismo, o Ministério da Fazenda não liberou esses itens.

Câmera filmadora: é possível comprar até 2 câmeras por pessoa. O artigo entra na cota dos US$ 500. Se a câmera filma e fotografa, ela será classificada como câmera fotográfica, ou seja, um produto de uso pessoal.

Roupa e calçado: ao viajar para o exterior, os brasileiros podem comprar, no máximo, 3 tipos de cada produto. Nesse caso, os itens não entram na cota dos US$ 500, sendo considerados objetos de uso pessoal, desde que condiga com o passageiro e o tipo de viagem realizada.

Relógio: os viajantes podem comprar 3 itens por pessoa. Os artigos não entram na cota de US$ 500, uma vez que também são considerados de uso pessoal.

Cosméticos: não há uma quantidade oficial determinada para a compra desses produtos, mas é recomendado trazer até 10 unidades da mesma mercadoria. Esses itens não entram na cota de US$ 500, sendo de uso pessoal. Porém, o ideal é não exagerar para não ter que arcar com tributos aos chegar no Brasil.

Cigarro: é autorizada a compra de até 10 maços no exterior, sendo possível acrescentar mais 20 maços no Duty Free. Os cigarros fazem parte da cota dos US$ 500, apenas os maços adquiridos no Doty Free não serão tributados.

Bebidas: para esses itens, o turista pode comprar 12 litros no exterior, tendo a oportunidade de adicionar mais 24 garrafas no Duty Free. Os produtos fazem parte da cota dos US$ 500, apenas as garrafas compradas no Doty Free não são tributadas.

Agora que você já sabe o seu limite de compras no exterior, o ideal é se planejar para não arcar com impostos muito altos.

Por Simone Leal

Compras no Exterior


Dicas de Lojas Físicas para compras no Exterior.

Quando as pessoas estão realizando excursões fora de seus países, além de experimentarem ao vivo o prazer das mais belas paisagens e culturas de outras nações, uma parte das viagens se realiza pela aquisição de bens no exterior. Assim, fazer compras nos Estados Unidos está entre os assuntos sempre em alta, no seio do típico povo brasileiro que costuma se deslocar com frequência para aquela nação. Se as escolhas de viagens se destinam a Nova York, a Orlando, a Las Vegas, a Califórnia ou ao Texas, o que quer que se possa comprar nessas regiões é sempre cobiçado.

Entre as melhores áreas de comércio, as mais movimentadas estão as cidades de Miami e Orlando, onde os turistas podem encontrar grandes shoppings, inclusive muito próximos um ao outro, congestionando as duas cidades com comércios voltados para turistas.

Na cidade de Nova York o viajante pode se encontrar no cerne de uma das maiores metrópoles do mundo. Nela o turista não encontrará shopping centers, mas, cadeias de lojas instaladas em prédios, como também áreas recheadas de lojas de todos os tipos.

Se o turista decidir ir para a capital, Washington DC, ele testemunhará o mesmo esquema de comércios. Entretanto, nas cidades próximas a esses grandes centros é possível encontrar shoppings de verdade, e maiores que os do Brasil, entre as butiques.

Mais próximo de Washington existe o famoso Pentagon Center, em Pentagon City. Em geral, os bens mais adquiridos são roupas, assim, a organização dos shoppings é a de expor as coleções mais atualizadas nas lojas, além de grande variedade de outros tipos de mercadorias. É fato que os bens custam muito mais caro na América do norte, sendo que os preços, em geral, serão mais salgados quando os turistas decidem comprar nos outlets, ou nos pontos de venda.

Existem ainda as grandes cadeias de comércios como a Premium Outlets e também a Tanger Outlets, além de redes independentes, tais como o Jersey Gardens, entre outras opções.

Entre as famosas lojas de departamento, verdadeiros shopping centers, há em Nova York duas das mais frequentadas por turistas de todo mundo, a Century 21 e a Macy’s. Tanto a Walmart como a Target estão entre as melhores lojas desse setor, dispondo à venda todo tipo de bens. Outras opções são a Best Buy e a Fry’s, que constituem comércios próprios de eletrônicos. Para quem busca artigos para o lar, há a loja Bed Bath and Beyond. Existem, também, comércios que trabalham com descontos, tais como a Marshalls, a Century 21 e a Ross Dress for Less. Outra dica importante é buscar nas próprias lojas informações sobre as taxas e os impostos sempre cobrados.

O mesmo tipo de precaução é recomendado para turistas que vão para a Europa, onde a quantidade souvenirs de diversos tamanhos é grande. Quando as pessoas viajam para outros países, em geral, elas não guardam apenas fotos e memórias, elas desejam adquirir bens de todos os tipos, ou comprar presentes para seus entes queridos, tais como: camisetas do tipo I Love NY, pequenas réplicas da Torre Eiffel ou mesmo chocolates belgas, enfim, uma série de objetos que terão que ser bem organizados nas malas.

Esta é outra dica importante, na hora das compras, já que as pessoas tendem a se empolgar muito, a comprar compulsivamente sem meditar sobre os custos e sobre como carregar tudo na hora de voltar para os seus países de origem. Como já foi indicado, é importante pesquisar bastante, antes de adquirir qualquer coisa, além de consultar os melhores preços.

Se a pessoa está em condições de gastar bastante e pretende comprar um mundo de coisas para levar ao Brasil, é bom estar ciente de levar malas maiores, e estar preparado para arcar com os custos de peso das bagagens.

Outra dica importante é que os viajantes tratem de experimentar, testar tudo o que compram. Em muitos países os impostos não estão implícitos nos preços dos produtos, portanto, perguntar aos comerciantes nunca é demais. É válido utilizar outros modos de pagamento, exigir nota fiscal e cuidar com o acesso de bagagem e de peso.

Por Paulo Henrique dos Santos

Compras no Exterior


Confira boas dicas de passeios de compras na capital do Uruguai.

Geralmente o público que vai para Montevidéu, no Uruguai, não vai exatamente para fazer compras, mas sem dúvida quem vai para esse destino pode conseguir boas compras. Por ter os preços um pouco semelhantes ao do Brasil, mas se você tiver boas dicas podem conseguir ótimos descontos!

Se você quer comprar roupas de frio, ir para lá durante o inverno é uma boa para encontrará botas, casacos e diversos acessórios com preços acessíveis. O que sempre entra na lista de compras são os famosos alfajores! Adianto: você vai querer levar todos na mala.

Aos domingos, você pode visitar a feira de Tristán Narvaja! Lá você pode encontrar muita variedade de produtos. Se você quer comprar alimentos diferenciados e antiguidades, certamente esse lugar será do seu agrado. Se você quer passear em diversas lojas, vale a pena você andar pela avenida 18 de julho, além da visita nos shoppings de Punta Carretas e Montevidéu.

A Avenida 8 de julho se trata de uma das principais da cidade. Ao passar pela Praça da Independência, faça uma caminhada, veja as lojas, observe os edifícios antigos! O movimento de Montevidéu fica por conta desse trecho.

A Feira Tristán Narvaja, que acontece nos dias de domingo, ocupa vários quarteirões da cidade. Aos finais de semana, essa feira é uma das principais atrações. A feira é gigante e tem muitos objetos, há também vendedores de frutas e verduras, além de antiguidades e animais.

O Montevidéo Shopping é um dos mais belos da cidade. Lá tem diversos restaurantes, além de lojas. Para os brasileiros, pode ser que os preços das estantes não sejam tão atrativos, mas se procurar bem, pode ser que você encontre alguma boa oferta que valha a pena aproveitar. Em janeiro e julho, por exemplo, acontecem as trocas de coleção, por isso os preços tendem a baixar. Se estiver por lá nessa época, aproveite!

Já o Shopping Punta Carretas é um dos atrativos da cidade que tem grande número de visitação. O estabelecimento era um antiga prisão. Além desse fato interessante e das lojas, dentro desse shopping é possível encontrar um supermercado. Nesse mercado é bem simples encontrar produtos locais! Prepare-se para as compras pois o Punta Carretas hospeda nomes como Zara, Puma, Adidas, Reebok, Levi's, Parisien, Columbia, entre outras lojas renomadas.

Claro que os preços de consumo de Montevidéu vão variar de acordo com a sazonalidade: se está em alta ou baixa temporada! Então se você está pensando em fazer umas comprinhas por lá, não se esqueça de pesquisar qual é a melhor época do ano para comprar o que você quer em terras uruguaias. Se estiver com dinheiro sobrando, você pode descer um pouco mais e visitar Punta Del Este, no litoral do país. Desfrute de praias e da beleza que o mar oferece!

Além do turismo de compras, uma parte muito explorada em Montevidéu é o âmbito cultural, já que se trata da capital. A cidade hospeda bastantes obras e andar pelas ruas de lá diz muito sobre a história do local, junto com as praças e monumentos, além de museus, parques e etc.

Agora que você sabe onde ir para renovar seu guarda roupa ou comprar muitas comidas diferentes e artefatos locais em Montevidéu, já pode começar a procurar pelas passagens! Há muitas pessoas que optam por fazer a viagem a partir do Brasil de automóvel. Para quem deseja passear e conhecer lugares do sul do Brasil, vale super a pena. Aproveite sua viagem!

Carolina B.


Veja aqui algumas dicas de locais para você fazer compras em Buenos Aires.

Se você é aquele tipo de pessoa que adora realizar viagens internacionais e principalmente fazer compras, saiba que existe uma cidade que pode ser o lugar perfeito para isso. Estamos falando da querida Buenos Aires, capital Argentina.

A cidade, além de ser um lindo cenário, oferece aos turistas brasileiros ótimas opções de compras, com uma grande variedade de produtos e o melhor é que os preços são muito atrativos se comparados aos preços que encontramos no Brasil. Em relação a isso há algumas ressalvas em decorrência da crise que ocorreu no país, que deu uma aumentada nos preços dos produtos, mas assim eles ainda estão bem em conta.

O motivo que leva esses produtos a terem valores menores está na taxação do país, que é bem menor, por isso as compras lá são muito vantajosas.

Já sabendo disso, Buenos Aires é toda preparada para receber seus clientes, pois é uma infinidade de lojas pelas suas ruas, acompanhadas de outlets que fazem da cidade verdadeiros shoppings.

Não há quem passe por aquelas ruas e resista a entrar em uma das lojas comprar artigos de couro , por exemplo, que têm ótimos preços, sem falar dos famosos alfajores, que são exclusividades do país.

Na capital Argentina existe uma rua muito famosa, que possui um nome muito bonito também, estamos falando da Calle Florida, que atrai muitos turistas para compras em várias lojas de todos os segmentos. Nesta rua, além de uma grande variedade de lojas, se encontram as Galerias Pacífico, que é um shopping que vende das marcas mais caras e mais luxuosas não só da Argentina, mas de todo o mundo.

Para quem não se importa muito com artigos de luxo ou marca, Buenos Aires também oferece uma excelente opção. Estamos falando da Feira de San Telmo, que funciona nos domingos e atrai um grande fluxo de pessoas.

A feira fica localizada em um bairro repleto de lojinhas muito charmosas, que comercializam produtos muito bons e bonitos. Mas especialmente na Feira de San Telmo é possível comprar uma grande variedade de produtos, inclusive antiguidades por preços que cabem no orçamento de qualquer um. Quem vai a Buenos Aires não pode deixar de passar na feira nem que seja para encher os olhos com as belezas das obras de artes, objetos de decoração, antiguidades e lembranças variadas da cidade.

Outro ponto propício às compras são as ruas de Palermo, onde as lojas também se encontram ao ar livre e podemos encontrar não só produtos de marcas locais, como também de marcas consolidadas no mercado mundial.

O lugar é tão charmoso que você pode parar um pouco suas compras para tomar um bom café argentino, apreciando o ambiente.

Outro ponto que não se pode deixar de visitar para comprar, ainda na região de Palermo, é a Plaza Serrano, mais precisamente seus arredores que compõem a Feira Urbana e é ideal para quem busca por artigos de vestuário, com excelentes preços.

Para quem prefere variar, comprando em lugar fechado, o shopping Alto Serrano também oferece ótimas opções de compras.

Para quem busca por mais opções de lugares para compras, temos a Villa Crespo, que possuem os outlets de marcas conhecidas e que têm um preço melhor.

Temos também as elegantes lojas do Patio Bullrich, que fica na Recoleta. Para quem aprecia objetos de artes, eles podem ser encontrados na loja Buenos Aires Design.

E por último, para quem gosta também de comprar cosméticos, produtos de higiene e beleza em geral, a FarmaCity tem tudo que você procura e por preços bem menores que o Brasil. Podendo ser facilmente encontrada na capital Argentina, pois é uma rede de farmácias.

Enfim, além de linda, Buenos Aires é sem dúvida um grande centro de compras. Vale a pena conferir quando passar por lá.

Sirlene Montes


Veja aqui os melhores lugares para realizar compras em Miami.

Não é à toa que a cidade de Miami faz sucesso entre todas as pessoas, principalmente entre os brasileiros! No local há praias paradisíacas com um belo mar azul esverdeado e transparente, nas praias existem orlas agradáveis, onde muitas pessoas praticam esportes e passeiam entre a família e amigos em geral. Miami possui programas para o dia e para a noite, restaurantes com gastronomias variadas e baladas para todas as tribos e gostos musicais. Mas não é isso que faz os turistas se alegrarem em Miami, são as compras! Em todo o país existem ótimas cidades para fazer compras, mas Miami em especial, tem um dos principais lugares na lista de cidades para fazer compras para os brasileiros.

Não é para menos que a cidade de Miami é uma das preferidas, os bairros e as ruas comportam exatamente este tipo de atividade, que pode até ser considerado uma forma de lazer, há nas ruas principais e até nas mais afastadas do centro, muitas lojas com artigos variados, sendo roupas, calçados, brinquedos e até artigos esportivos. Há também a opção de fazer compras nos incríveis shoppings que a cidade comporta. Existem opções para todos os gostos e perfis.

Muitas pessoas viajam para este maravilhoso destino apenas para comprar, tanto para colocar roupas para o dia a dia no guarda-roupas, para comprar itens para o seu enxoval tanto de casamento, quanto do seu bebê, há aquelas que vão para Miami fazer compras para a suas respectivas lojas, ou até mesmo para comprar seu vestido de noiva ou de festas. É claro que para cada coisa que você pretende comprar, precisa se encaminhar para o centro comercial correto para o objetivos de compra.

É claro que quem quer comprar vestidos de festas não deve procurar no mesmo lugar que alguém que está indo para a mesma cidade comprar artigos esportivos ou roupas básicas, por exemplo.

Por isso preparamos algumas dicas para você que está pensando em viajar para Miami para fazer compras. Dê uma olhada no que preparamos para você e sua viagem, e boas compras!

Dê uma passadinha em Sawgrass Mills

Se você está pensando em comprar roupas em Miami, você precisa passar em Sawgrass Mills, provavelmente irá encontrar tudo o que está pensando comprar lá nessa região, que é onde fica o maior outlet de Miami e região. Você irá se deparar com mais de 350 lojas de grifes, marcas que são super famosas e caríssimas aqui no Brasil, lá encontrará por 60% mais barato que as lojas brasileiras.

Além deste lugar, você também pode conhecer a Dolphin Mall, que é um pouco menor que a região de Sawgrass, mas é tão ótima quanto.

Para comprar eletrônicos e artigos de bebê

Há os outlets para comprar roupas de bebê e outras coisinhas que os pequenos precisam e merecem, também tem locais que são outlets para artigos eletrônicos. Se você está pensando em comprar celulares, computadores e eletrônicos neste naipe, confira a loja da Apple na Lincoln Road, caso queira comprar produtos infantis e artigos para os bebês, conheça a loja Babies’R’Us, que é uma rede enorme em Miami e pode ser encontrada em toda a cidade.

Cupons de descontos podem ser nossos melhores companheiros de compras

Antes de ir para a sua maratona de compras em Sawgrass Mills, em Dolphin Mall ou em qualquer outro lugar totalmente comercial. Vá em busca dos cupons de desconto em sites online. Se for em Sawgrass, pode encontrar no site oficial, os cupons que precisam ser impressos estão no link Deals, no alto da página.

David Ferreira


Conheça as numerações no continente europeu e saiba como fazer a conversão pro tamanho brasileiro.

Esse assunto geralmente não é pensado. A gente planeja a viagem toda bonitinha para a Europa, pensa nas roupas e sapatos maravilhosos que podemos comprar em Paris e em Milão, por exemplo, mas se esquece de algo crucial: as númerações de vestimentas e calçados são diferentes em diversas partes do mundo!

Pensando nisso, resolvemos preparar esse texto, para que você não se perca ao comprar sapatos na Europa. O número que você usa no Brasil pode ser achado de acordo com a correspondência do que isso simboliza nas terras européias, bem como em outros pontos diferenciados do globo como os EUA, a China e até mesmo o Reino Unido, que apesar de fazer parte da Europa, nem sempre utiliza o mesmo padrão de numeração. Vamos lá? Confira!

Primeiro, vamos falar sobre os tamanhos do Brasil. No Brasil, a maioria dos sapatos vão do número 34 até o 42, no caso de formas adultas. Outra forma de saber qual é seu número de calçado é baseando na quantidade de centímetros que seus pés tem. Vamos aos valores:

O número 34 brasileiro é para um pé de aproximadamente 23,5 centímetros; Segue as outras numerações brasileiras com seus respectivos tamanhos em centímetros:

  • 35 = 23,8;
  • 36 = 24,5;
  • 37 = 25,1;
  • 38 = 25,4;
  • 39 = 25,7;
  • 40 = 26,0;
  • 41 = 26, 6.

Como podemos perceber, a maioria dos tamanhos tem diferença de 3 cm de um para o outro. Vale lembrar que as formas e formatos das marcas de calçados podem variar, portanto, essa é apenas uma base referencial.

Agora vamos aos números de calçados europeus:

  • 34 no Brasil = 36 na Europa;
  • 35 no Brasil = 37 na Europa;
  • 36 no Brasil = 38 na Europa;
  • 37 no Brasil = 39 na Europa;
  • 38 no Brasil = 40 na Europa;
  • 39 no Brasil = 41 na Europa;
  • 40 no Brasil = 42 na Europa;
  • 41 no Brasil = 43 na Europa.

Levando em consideração os centímetros e também a numeração usada em território nacional, é possível prever qual será a sua numeração quando chegar às lojas européias, assim, você não ficará perdido na hora de provar e pedir seus tão preciosos sapatos internacionais!

Sempre que experimentar um sapato, observe que há 3 numerações geralmente: uma do Brasil, uma da Europa e uma dos Estados Unidos, nominados como BRA, EUR e EUA, respectivamente, no solado ou na parte de dentro do sapato. É bom observar também essa informação, já que é possível se situar através dela!

O padrão europeu e brasileiro usa numerações maiores, enquanto nos EUA, a numeração começa em 6 para 34 brasileiro (e 36 europeu) e vai aumentando 0,5 ou 1 para cada numeração que sobe (ou seja, 6 para 34; 6,5 para 35; 7,5 para 36; 7,5 para 37 e assim por diante, seguindo no número europeu: 36,37,38 e 38, respetivamente.

Vale a pena carregar uma tabela consigo caso não tenha decorado direitinho como fazer a conversão. No caso de esquecimento, dê aquela olhadinha no seu sapato atual e procure a numeração maior discriminada como EUR na sola. Vale lembrar que com um bom inglês, é possível se comunicar tranquilamente com as vendedoras, que serão bem prestativas para te orientar.

E agora que você já está pronto para comprar sapatos na Europa, onde é a próxima parada? Não se esqueça de compartilhar conosco suas experiências de compras, seja no continente europeu ou em qualquer outro lugar onde a numeração é diferente, através dos nosso comentários!

David Ferreira


Confira alguns sites confiáveis e renomados para fazer suas compras online no Exterior.

Um dos assuntos mais corriqueiros quando a pauta é compra pela internet é a segurança. Quando colocamos isso em nível internacional, as coisas ficam ainda mais intensas, mas não se preocupe, pois nós preparamos para você uma série de informações sobre onde fazer compras no exterior de forma online. Confira.

Lista de 4 sites para importar produtos do exterior

Amazon

Você, com certeza, já ouviu falar sobre a Amazon! Se você nunca comprou nada pela internet vindo de tão longe, esse site com certeza é o mais indicado. Por ser uma loja muito conhecida, é muito fácil comprar através dela. Comprando na Amazon, você possui garantia de que a sua entrega vai chegar, além de possuir também a assistência, não dependente de onde venha o seu produto.

Para o Brasil, o site traz apenas CD's, livros, DVD's, vinis etc. No caso da compra de outros itens, é corriqueiro que haja o encaminhamento para sites avulsos, como é o caso do Envio Direto. Aqui as coisas podem ser um pouco mais complicadas, mas ainda assim vale a pena.

O site do Envios Diretos ajuda plataformas que não fazem envio para o Brasil, portanto é bem útil. A marca Forever 21 é um exemplo bem claro disso, já que antes de abrir loja em território nacional, não havia um jeito de adquirir os produtos se não viajasse para algum lugar onde houvesse loja física. A taxa cobrada é bem barata a ponto de compensar mais que comprar aqui no Brasil. Funciona assim: você compra em sites que não entregam no Brasil e manda para um determinado endereço fornecido pelo Envios Diretos. De lá, eles provam que está tudo ok com seu pacote e enviam para o Brasil.

Ebay

Quando você busca um produto nesse site, vai ter uma lista deles. Olhe sempre o status do vendedor, não atendendo de cara ao preço mais atrativo. Considere o número de vendas feitas pelo vendedor, bem como a porcentagem positiva que ele possui. Não adianta ter um alto índice de porcentagem positiva com poucas vendas, por exemplo. Leia o feedback dos clientes.

Quando os produtos têm preço muito acima da média, o frete geralmente é gratuito. Os mais confiáveis são os produtos da lista chamada Buy it now e também vendedores que possuam status intitulado como Top-rated seller.

Aliexpress

O diferencial desse site é que ele aceita além do cartão de crédito, pagamento em boleto, o que ajuda muito para quem não trabalha com essas linhas de crédito oferecidas peloS bancoS e prefere pagar as compras em dinheiro. Veja também a avaliação dos vendedores e fique de olho no tamanho das peças que vai comprar, pois como a maioria dos produtos são chineses, o parâmetro deve ser considerado.

Para fazer suas compras online em lojas do exterior, nós damos algumas dicas:

  • Faça comparação de preços;
  • Se possível, não fique na dependência da garantia da mercadoria;
  • Olhe sempre a quantidade de compra;
  • Não compre em sites desconhecidos.

Não saia comprando no primeiro site que achar, pesquise e faça comparações. Sobre a garantia, não é bom depender dela, pois mandar o produto para fora do Brasil para assistência pode ter um custo maior do que o do próprio produto. As quantidades devem ser analisadas, pois se forem muitos produtos eles podem ser barrados na Receita, sendo classificados como itens para comércio (compra em atacado).

Acerca dos sites, compensa mais pagar um pouco mais e saber que seu produto vai chegar, que será o que você espera e que está em bom estado, do que ter apenas insatisfações e nem ter onde reclamar.

Por Carolina B.

Compras no Exterior


Descubra como é feita a conversão e saiba qual é o seu número de roupa na Europa.

Para quem ama viajar, a hora das compras não pode ter complicação. Se você pretende aproveitar a viagem para a Europa para renovar seu guarda-roupa, prepare-se para não ser prejudicado por não saber qual é a sua numeração fora do Brasil!

Tanto roupas como sapatos tem uma numeração no Brasil, que varia de acordo com o lugar do mundo onde você estiver: já reparou que ao pegar um calçado para consultar o número, há uma numeração para o nosso país (BRA), uma para os Estados Unidos (EUA) e outro para a Europa (EUR). Portanto, essa informação é essencial para você que não quer pagar mico ou ficar sem suas roupinhas de Paris por conta do número!

Além da Europa, vamos abordar também as lojas chinesas, queridinhas de quem compra online, já que o padrão classificatório é o mesmo (XS, S, M, L e XL, etc).

Conversão de tamanhos para roupas intituladas femininas

As três áreas do corpo cuja determinação de tamanho de roupas considera são: o busto (tórax), o quadril e a cintura.

Tamanhos pequenos

O tamanho XS corresponde ao tamanho PP, os números nos países são:

  • 24 no Brasil;
  • 6 no Reino Unido;
  • 2 nos Estados Unidos;
  • 34 na Europa.

Já o tamanho S, corresponde ao tamanho P, enquanto os números nos países são:

  • 36 no Brasil;
  • 8 no Reino Unido;
  • 2 nos EUA;
  • 36 na Europa.

Tamanho Médio

Passados os tamanhos pequenos, vamos aos tamanhos médios: M e M.

  • No Brasil, 38 e 40;
  • No Reino Unido, 10 e 12;
  • Nos EUA, 4 e 6;
  • Na Europa, 38 e 40.

O primeiro M é composto das seguintes medidas: 86-90cm, 63-67cm, 92-96cm, de tórax, cintura e quadril, respectivamente. O segundo M fica para quem tem medidas de 90-94cm, 67-71cm, e 96-100cm, de tórax ou busto, cintura e quadril, respectivamente.

Passando para os tamanhos maiores, vamos ao L e L.

Tamanhos grandes

Os tamanho "L" são os nossos conhecidos tamanho G. Levando em consideração medidas em cm de tórax, cintura e quadril de 94-98, 71-75 e 100-104; enquanto o segundo G conta com as medidas, em cm: 98-102, 75-79 e 104-108, respectivamente.

Os tamanhos em números são:

  • 42 e 44 no Brasil;
  • 14 e 14 no Reino Unido;
  • 8 e 10 nos EUA;
  • e 42 e 44 na Europa.

Tamanhos extra grandes

Os modelos GG, ainda femininos, ficam por conta das nomenclaturas XL.

  • Brasil: 46 e 48;
  • Reino Unido: 16 e 16;
  • Nos Estados Unidos: 12 e 14;
  • Europa: 46 e 48.

Os números 50, 52 e 54 na Europa são os tamanhos G1, G2, G3: XXL, 3XL e 4XL.

Nos Estados Unidos, esses números são 16, 18 e 20.

No Reino Unido, 18, 20 e 22, enquanto no Brasil, esses tamanhos são correspondentes a 50, 52 e 54.

Tamanhos Masculinos

Os números masculinos mantém o padrão de letras e número dos modelos acima, sendo que nos EUA e Reino Unido, as númerações de S a XXL (são 36 e 38 – S e M, 40 e 42 – M e G, 44 e 46 – L e XL, 48 e 50 – XL e XXL, enquanto 52 e 54 são 3XL e 4XL.

Tamanhos Infantis

Brasil:

RN (recém nascido), P de 0 a 3 meses, M de 3 a 6 meses; G de 6 meses a 1 ano; GG 1 ano; 2 de 2 anos; 3 de 2 a 3 anos; 4 de 3 a 4 anos. As letras correspondentes são NB; S; M; L; XL; 2T; 3T e 4T, respectivamente.

Reino Unido:

RN = NB; P = NB/3M; M = 6M; G = 6M/12M; GG = 12M; 2 = 2T; 3 = 3T; 4 = 4T.

Estados Unidos:

RN = NB; P=NB/56; M = 62; G = 68; GG = 74-80; 2=86; 3=92; 4= 98.

Carolina B.


Saiba aqui qual o tamanho das roupas e calçados no Reino Unido.

Se você está se preparando para fazer uma viagem para a Europa e pretende realizar compras para renovar seu guarda-roupa ou se você está fazendo compras pela internet, saiba que as medidas de roupa e de sapato são diferentes das referências do Brasil.

Veja aqui quais tamanhos você deve ter como parâmetro para fazer a conversão corretamente e evitar comprar sapatos e roupas de medidas incorretas.

Tamanhos Infantis

No Brasil, a medida para recém-nascido tem a referência RN e equivale a altura de 55 cm e peso de 2,5 kg a 3,6 kg. Já nos Estados Unidos e Reino Unido, a medida é NB, sigla para referir-se a new born, que traduzido do inglês para o português significa recém-nascido.

A medida P para 0 a 3 meses no Brasil, torna-se NB/3M no Reino Unido e NB/56 nos Estados Unidos ou ainda S referente a small. Já o M para 3 a 6 meses é 6M no Reino Unido e 62 nos EUA.

Para crianças com 67 a 72 cm de altura e peso de 5,7 kg até 7,5 kg, o tamanho ideal é G no Brasil, de 6 a 12 meses de vida, o que vira L no exterior. Nos Estados Unidos, o padrão é 68 e no Reino Unido é 6M/12M.

Já o GG ou XL serve para crianças com 1 ano. Na terra da rainha a medida é 12M, enquanto que nos EUA é 74-80.

Até os 2 anos de idade, a criança pesa entre 12,5 kg e 13,6 kg e veste 2T no Reino Unido e 86 nos Estados Unidos. A referência para 3 anos é 3T e 92, respectivamente.

Aos 4 anos, o padrão no Reino Unido é 4T, enquanto que nos EUA é 98.

Com relação a sapatos de criança as medidas nacionais e seus equivalentes no Reino Unido são: 20 – 6,5; 21 – 7; 22 – 8; 23 – 8,5; 24 – 9; 25 – 10; 26 – 11; 27 – 12.

Medidas Femininas

Se no Brasil você veste tamanho PP, no exterior a referência geralmente é XS. Caso você vista manequim 34, no Reino Unido, seu tamanho será 6.

Caso sua referência seja P, nos países mundo a fora será S. Isso equivale a medidas de tórax entre 82 e 86 centímetros, 59 a 63 cm de cintura e 92 a 96 cm de quadril.

Quem veste 38, 40, 42 e 44 no Brasil, terá numeração no Reio Unido de 10, 12, 14 e 14 no Reino Unido.

Se suas medidas são maiores como GG, o que equivale a um manequim 46 e 48 nas medidas nacionais, no exterior seu padrão será 16.

Com relação a sapatos, as medidas do Brasil e do Reino Unido são, respectivamente: 33 – 2,5; 34 – 3,5; 35 – 4; 36 – 5; 37 – 6; 38 – 6,5/7; 39 – 7,5/8; 40 – 8,5/9.

Tamanho de roupas e sapatos para Homem

Quem usa roupas de tamanho PP, o que equivale a XS ou 34 no Brasil, no Reino Unido terá a mesma referência 34. Já quem usa P e M, tamanhos 36 e 38, terá o padrão 36/38 no exterior.

A medida nacional para roupas tamanho 40 e 42, no Reino Unido e nos EUA também fica 40/42, podendo variar entre M e G, ou L, nesse último caso.

Já para quem utiliza um modelo maior, como 44 e 46, terá medidas semelhantes no Reino Unido.

Aqueles que usam XL ou XXL, vão se adequar bem às medidas de 48/50 no padrão do Reino Unido.

Os tamanhos de sapato no Brasil e no Reino Unido são: 38 – 7; 39 – 7,5; 40 – 8; 41 – 8,5; 42 – 9; 43 – 10; 44 – 11; 45 – 12.

Melisse V.


Confira aqui algumas dicas dos melhores outlets para ir fazer compras em Miami.

Quais os melhores outlets de Miami? Descubra aqui!

Já está com as passagens compradas? Tudo certo para a viagem? E as compras?

Para não se perder durante os dias e acabar perdendo metade do passeio correndo atrás das melhores lojas e promoções, confira aqui as dicas para quem vai passear, mas na verdade, está é com as malas vazias em busca das oportunidades.

Para definir o roteiro de compras, o ideal é pensar primeiro em quanto tempo vai durar a viagem. Se o tempo é maior, vale a pena bater perna e correr atrás das promoções – mesmo que elas não estejam tão facilmente localizadas. Em Miami, muitos dos melhores outlets não ficam nos grandes centros comerciais. Alugar um carro é uma opção barata e que traz muita comodidade.

A cerca de 50 km do centro de Miami, em Fort Lauderdale, com fácil acesso e aberto o dia todo, está o Sawgrass Mills, um dos melhores e maiores outlets de toda a Flórida. Existem tantas opções que o cuidado aqui é para não perder o foco.

Dica importante: compre os itens de sua lista primeiro. Muitas vezes, diante de tanta coisa, as pessoas se perdem nas compras e quando chegam ao Brasil percebem que deixaram de trazer as que mais queriam.

No Sawgrass há mais de 300 lojas e as promoções são constantes. Nike, Victoria’s Secret, Polo, Ralph Loren, Calvin Klein são apenas algumas das opções. Separe pelo menos uma tarde para poder aproveitar todo o complexo de compras.

Outro outlet imperdível é o Dolphin Mall. Além das lojas mais badaladas, ele possui uma área de lazer e gastronomia que atrai quem não está a fim só das compras.

Não possui tantas promoções quanto o Sawgrass, mas é bem próximo de Downtown e tem mais de 200 lojas com as marcas mais cobiçadas pelos brasileiros.

Se a busca é por marcas mais refinadas – e caras – a opção é o Aventura Mall. Lá, entre as mais de 300 lojas, o visitante poderá encontrar Burberry, Ferrari e Diesel com preços bem melhores. Apesar de um pouco mais afastado, vale a visita.

O Florida Keys é o menor dos outlets – e talvez o mais charmoso. Com 46 lojas a céu aberto, é um refúgio para toda a agitação e movimento dos outros lugares de compra. Adidas, Levi’s, Aeropostale, Gap, Guess, Nike têm lojas no Florida Keys, com promoções incríveis. É o lugar ideal para quem tem uma lista de compras definida e, com o tempo que vai sobrar, pode-se fazer um passeio no final da tarde.

ANA CAROLINA HADDAD


Confira aqui algumas dicas de loja para comprar roupas em Miami.

Miami, é sem dúvidas o destino favorito para se fazer compras. A cidade atrai cada vez mais turistas brasileiros, em busca de ótimos preços e lojas de alta qualidade. Fazer compras em Miami é o sonho de muitas pessoas, muitos vão a passeio e acabam levando peças a um ótimo custo.

O produto campeão de venda é sem dúvida as roupas, o que não falta em Miami são lojas com preços maravilhosos e isso atrai muitos compradores. Mas onde encontrar esses estabelecimentos? Confira agora uma lista com os melhores lugares para fazer compras na cidade.

Cada pessoa tem seu estilo e em Miami existem diversas opções de lojas para agradar a todos. Há quem faça o estilo mais clássico, mais esportivo, mais social, mais despojado, não importa. Na cidade o que não falta são estabelecimentos para todos os gostos.

Para pessoas que não estão preocupadas com marcas, as lojas mais populares são: T.J. Maxx, Marshalls e Ross. Essas lojas são ponta de estoque e recebem roupas muito mais baratas. Mas, é importante ter calma, pois estas lojas costumam misturar as peças, então para fazer uma boa compra, precisa de paciência para procurar o que realmente se deseja.

Outro lugar muito popular, talvez o local mais famoso para fazer compras em Miami, é o: Swagrass Mill. Conhecido como o “shopping dos outlets”, lá ficam os melhores estabelecimentos. O shopping possui mais de 350 lojas, sendo que a maioria são outlets, ou seja, é o paraíso das compras. Lá se encontra peças de grandes marcas por preços muito acessíveis. Algumas das lojas que estão presentes no Swagrass Mill são: Armani outlet, Ralph Lauren, Reebok outlet, Hugo Boss factory store, Tommy Hilfiger, GAP outlet, Lacoste outlet, Nike, Calvin Klein, Forever 21, Victoria’s Secret e muitas outras.

O Dolphin Mall é o concorrente do Swagrass Mill. Ele fica próximo ao centro de Miami e do aeroporto da cidade. Também possui diversos outlets e muitas lojas de renome. Por ser menor, ele costuma ser mais vazio, por isso muitos turistas preferem fazer suas compras por lá, devido a maior comodidade. Alguns dos estabelecimentos presentes no Dolphin Mall são: GAP, Fossil, Puma, Nike, Levi’s, Ralph Lauren, Quilkersilver, Nina West, entre outras.

Para quem não quer ficar preso dentro de um shopping, tem a opção da rua Lincoln Road, é um shopping a céu aberto, apesar de não ter os melhores preços. O lugar é cheio de boas lojas, restaurantes e cafés. Além de poder fazer compras, é um ótimo passeio. É possível encontrar na Lincoln Road estabelecimentos como: Apple Store, Forever 21, H&M, Zara, GAP, entre muitas outras.

O que não falta em Miami são opções de lojas. Fazer compras na cidade virou um ponto turístico. Para quem deseja roupas de qualidade e por preços inacreditáveis, visite Miami e boas compras.

Camilla dos Santos Batista


Confira aqui as principais lojas para fazer compras em Ciudad del Este (Paraguai).

Há quem diga que visitar Foz do Iguaçu e não entrar em Ciudad Del Este é como fazer a visita pela metade.

Localizada entre Puerto Iguazu (Argentina) e Foz do Iguaçu, é considerado um local exclusivo para compras.

Lá o visitante não vai encontrar outras atrações; a ordem mesmo é caminhar pelo centro em busca de preços baixos ou conhecer as lojas mais caras que, diferentemente do que se imagina, oferecem produtos das marcas mais famosas do planeta, além de luxo, requinte e sofisticação.

Para os “especialistas” em Ciudad Del Este, as principais recomendações são: Paciência, pois a cidade é bastante agitada e confusa. Atenção, principalmente com as suas compras e com ajuda de estranhos. E disposição para andar.

Segue, abaixo, uma lista com algumas das melhores lojas de Ciudad del Leste (Paraguai).

Shopping Del Este

Na Av. Monsenhor Rodrigues Cabecera, na região da Ponte da Amizade, esse shopping se destaca por oferecer imensa variedade de produtos, desde marcas renomadas até as lojas tradicionais do Paraguai.

Lá encontram-se algumas das melhores lojas de Ciudad Del Este, com variedade de produtos e de preços.

Sax Department Store

Luxo, requinte, sofisticação, porém, com um custo-benefício que chama muito a atenção, já que mesmo oferecendo o luxo das melhores marcas, um restaurante dos melhores de todo o Paraguai, ainda assim, oferece preços melhores do que os do Brasil. Localiza-se na Av. São Brás.

Monalisa

Impressiona pelo seu tamanho e tranquilidade. É uma espécie de loja de departamentos muito procurada por quem deseja refugiar-se do tumulto do centro.

Apesar de cara, é atraente pela segurança; além da procedência e originalidade dos produtos que oferece. Fica na Rua Carlos Antonio Lopes, 654.

Casa China

A Casa China é considerada uma das melhores lojas de Ciudad Del Este, pois oferece produtos de todos os segmentos do mercado: eletrônicos, cosméticos, produtos para bebê, decoração e até mesmo equipamentos de pesca e caça.

É considerada uma loja de 1º mundo pelo atendimento e segurança.

Vendome

Localizada na Av. Adrian Jara, no Centro de Ciudad Del Este, é um dos shoppings mais antigos do Paraguai, valendo a pena conhecer pela sua antiguidade.

No entanto, é considerado um shopping caro e bastante agitado, porém, a quantidade de marcas famosas e a sua loja de informática compensam a visita.

Casa Nissei

Na Av. Adrian Jara, ao lado da Ponte da Amizade, está essa casa que é considerada “referência em eletrônicos” no Paraguai.

Com preços bastante acessíveis (até 50% mais baratos que no Brasil), é uma das melhores lojas de Ciudad Del Este nos quesitos variedade, preço baixo e procedência!

Vivaldo Pereira da Silva


Confira aqui algumas dicas de loja para realiza compras em Salto del Guairá.

Você que sempre sonhou em fazer compras no Paraguai, poderá conhecer neste artigo um Guia de Compras no Paraguai, com as melhores lojas de Salto del Guairá.

Nesta cidade, o comércio está em grande crescimento. Para chegar até lá você pode pegar uma balsa, que com o intervalo de duas horas, sai da cidade de Guaíra, no Brasil, no estado do Paraná. Outra alternativa é atravessar a Ponte Ayrton Senna, de carro, da cidade de Guaíra, no Paraná, até Mato Grosso do Sul e depois virar para Salto, à esquerda.

Em Salto del Guairá as lojas estão em uma única avenida: a Paraguay. Nesta localização, você encontrará dois shoppings: o China-Salto e o América, que dão como opções de compra produtos de informática, roupas, eletro eletrônicos e até ótimas sugestões para almoçar ou lanchar. Outros comércios indicados a se visitar são o Shopping Queen Anne (onde você pode ter acesso a celulares, produtos de informática, perfumes, relógios, óculos e utilidades domésticas) e o Tower’s (algumas das mais tradicionais, antigas e importantes lojas da cidade). Se o que você procura são pneus automotivos, ande entre o Centro e o Shopping América, podendo visitar a Mater Pneus e a Amazonia Pneus. Ainda na cidade de Salto Del Guairá você poderá encontrar auto serviços e comprar cosméticos e brinquedos.

Outros dois destaques são a loja Fashion & Style (que traz produtos da marca Chenson, tais como frasqueiras, carteiras, cases, mochilas, bolsas para notebooks, malas para viagem, entre outros) e a Casa Maringá (que está instalada desde 1996 e conta com itens importados).

Veja abaixo uma lista de outras lojas em Salto del Guairá e os seus principais produtos:

  • Mercadão Guairá: Bebidas, decoração, eletrônicos, brinquedos e utilidades domésticas
  • Rachel Import: Relógios, roupas, bolsas, perfumaria e acessórios para automóveis.
  • Mega Importados: Informática e eletrônicos.
  • K & B Computer: Eletrônicos e informática.

O centro de compras de Salto Del Guairá é muito tranquilo, por isso pode-se até levar as crianças, pois o congestionamento é bem pequeno e no passeio não há aquela famosa correria das compras.

Kika Akita


O feriado de Carnaval está se aproximando e, neste sentido, existem várias dicas para ajudar na organização da viagem. No aspecto de economia com os gastos da viagem, uma boa dica é realizar as compras com antecedência, na própria cidade, e, com isso, fugir dos custos dos locais turísticos.

Quanto às carnes para fazer o churrasco, é necessário certo cuidado especial em sua conservação. Neste sentido, o chef da CampCarne, Henrique Silva Campos, fala de algumas dicas para a conservação da carne em viagens.

Primeiramente, ele afirma que as carnes que já estejam temperadas, com o intuito de serem consumidas em um prazo de até 24h, não precisam de estarem congeladas. Ele explica que o tempero em contato com a carne evita a propagação de micro-organismos, impedindo que a carne estrague.

Henrique afirma que, nesse caso, para manter a conservação da carne, basta guardá-la em vasilhas fechadas e, em seguida, manter a vasilha em uma caixa de isopor. A quantidade de gelo na caixa de isopor deve ser adequada para conservar a carne.

Outra dica importante é que o gelo que for utilizado para conservar deve ser jogado fora depois. Ele explica que este gelo não serve para ser reutilizado, pois, no decorrer da viagem, o sangue da carne pode misturar-se a ele.

Quanto às embalagens a vácuo, ele recomenda que elas sejam mantidas lacradas para uma melhor conservação e higiene e, desse modo, serem preparadas com o tempero somente na ocasião de serem consumidas.

Quanto à preferência de transportar a carne congelada, Henrique orienta que ela seja dividida em pequenas porções antes de ser congelada, para evitar que os componentes da carne sofram alguma alteração no trajeto. E logo que chegar no local turístico, ele explica que a carne deve ser mantida no congelador e que, antes de serem assadas, elas devem primeiramente passar pela geladeira para impedir a propagação de micro-organismos.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: Pixabay


Você pode encontrar grandes barganhas nas ilhas caribenhas, mas tome cuidado com falsificações

Se você pensar em compras de itens de luxo, o Caribe é o lugar ideal. Para esses itens, as ilhas caribenhas são para os americanos o que o Paraguai ou Miami são para os brasileiros. A diferença é no nível de itens. No Caribe você encontrará tudo que de mais luxuoso há no mundo, de joias comparáveis àquelas que artistas de cinema se dão uns para outros a relógios das marcas mais caras do mundo. E o melhor: a um preço consideravelmente mais baixo que nos EUA, além da isenção do imposto sobre compras, a “sale tax”.

Mas nem tudo são flores. “Ainda há piratas no Caribe”, como dizem por lá. Só que eles mudaram de ramo. Não assaltam mais navio, agora assaltam os bolsos de turistas desavisados vendendo “gato por lebre” ou cobrando muito caro por seus produtos. Mas não se preocupe, neste guia nós lhe diremos como comprar por preço justo, em lojas confiáveis, e ainda aproveitar o passeio.

Porto de St. Thomas
Porto de St. Thomas

Como ir para lá

Vamos insistir. Pegue um cruzeiro. Para ir para St. Maarten, St. Thomas ou Bahamas, há voos regulares partindo de Guarulhos. Você pode alugar um carro ou pegar um taxi no aeroporto e ir para seu hotel. Pode pegar um pacote se quiser. Não há segredo nisso. No entanto, para aproveitar melhor as ilhas e ter uma melhor experiência de compras, sugerimos fortemente que você pegue um cruzeiro. Faça isso. Nosso guia assumirá que você foi para lá por cruzeiro.

O navio traz uma série de vantagens: você não precisa reservar hotel, pode visitar mais de uma ilha, os passeios já estão inclusos e você ainda terá as dicas de compras de guias especializados da empresa que promove o cruzeiro, além de cupons de desconto.

Onde comprar?

Se você embarcar em um navio de cruzeiro, uma dica é ficar atento às dicas dos guias de compras. Embora digam que vão te achar uma boa barganha, eles não te indicarão necessariamente os lugares mais baratos. No entanto, esses lugares são certificados pelas empresas, que seguem vários procedimentos para certificar aos passageiros de que estes não comprarão joias ou relógios falsos, nem pagarão um preço exorbitante pelos itens. Embora tenha gente que diga que esses guias são “comprados” pelas empresas, não se engane. Uma boa companhia de cruzeiros, como NCL, Royal Caribbean ou Carnival, não vai arriscar seu nome e se expor a processos judiciais vendendo a indicação para qualquer um. Reserve um cruzeiro com uma boa empresa, compre em lojas certificadas e tenha certeza de um bom negócio.

Dica para avaliar sua joia: joalheiros americanos e brasileiros, claro, conhecem bem uma boa joia, mas também conhecem a fama caribenha. Portanto, quando quiser que alguém avalie sua joia, jamais diga de antemão que a comprou no Caribe, nem mesmo se a loja for séria. Espere a avaliação para revelar essa informação depois. Há muitos relatos de pessoas que tiveram suas joias avaliadas por até 1/3 do preço que realmente valiam por dizerem que vieram do Caribe.

Há redes de lojas presentes em todas as ilhas. Por exemplo, você encontrará lojas da Diamonds International e Little Switzerland em todas as ilhas citadas (St. Maarten, St. Thomas e Bahamas). Em nossa experiência, notamos que elas não estão necessariamente entre as mais baratas, mas pode ter certeza de que a compra é segura, com certificado e tudo. E há produtos para todos os gostos, de joias de poucas centenas de dólares a grandes diamantes de 3 quilates para investidores, passando por relógios de marcas como Rolex, Breitling, entre outros. Não deixe de ver as lojas certificadas no folder de seu guia, mas senão tiver muito tempo, essas duas lojas são boas para comprar.

O que comprar?

Relógios

Há relógios para todos os gostos e bolsos no Caribe. Há ótimas opções em relógios mais baratos, de menos de US$ 200 ou pouco acima disso, como Scuderia Ferrari, Michael Kors, Invicta ou Diesel, passando por marcas mais caras, como Breitling, Hublot, Lamborghini, Tag Heuer, Cartier, Omega ou Rolex e chegando àquelas para magnatas, como os Romain Jerome, que trazem poeira lunar e podem custar absurdos US$ 500 mil. Os relógios das marcas mais comuns são fáceis de achar, qualquer loja no porto os tem. E se você por acaso quiser um raríssimo Romain Jerome, fique atento às dicas do seu guia, que vai te dizer em que loja, no momento, existe um à venda.

Jóias

No Caribe você vai encontrar uma belíssima oferta de pedras raras. De safiras e esmeraldas, mais baratas, às raríssimas tanzanitas, passando por diamantes. Vamos insistir aqui. Visite uma loja certificada pela sua empresa de cruzeiro, uma Diamonds International ou uma Little Switzerland. Mas há algumas dicas que podemos te dar para te situar no preço das joias, especialmente dos diamantes e tanzanitas, dos quais trataremos aqui.

Diamantes

Diamantes podem variar muito de preço de acordo com sua cor, transparência, corte e tamanho da pedra. São os chamados 4Cs: carat (quilate, para tamanho), color (cor), clarity (transparência) e corte (cut).

Tamanho é uma das variáveis que mais influencia no preço de uma joia. Você pode comprar uma peça com 3 quilates de diamantes por cerca de US$ 2 mil ou pagar até US$ 20 mil a US$ 30 mil por outra peça com os mesmos 3 quilates. Isso porque o preço da pedra sobe exponencialmente de acordo com seu tamanho. Preste atenção nisso. Você pode ter uma peça maravilhosa formada por várias pequenas pedras, no lugar de uma só.

 

Classificação das cores de um diamante

Classificação das cores de um diamante

Cor: quanto mais cristalino o diamante, mais caro ele é. Diamantes podem ser levemente amarelados, ou, mais raramente, apresentar outras tonalidades, como rosa, azul ou verde, de acordo com a pureza do mesmo. Ao contrário dos amarelos, diamantes de outras cores são caros. São os denominados “fancy”, que incluem, segundo algumas classificações, até mesmo o amarelo forte.

Quanto aos diamantes regulares, a classificação vai em letras alfabéticas, de D a Z. D, E e F são os mais cristalinos. Se você for comprar uma peça em ouro branco, tente comprar nessa classificação, caso contrário o amarelo pode ficar evidente.

Já se você for comprar uma peça em ouro amarelo, você pode pegar um quase cristalino, nas classificações G, H, I ou J.  O ouro amarelo sempre vai fazer com que a luz que atravessa o diamante seja um pouco amarelada e só um olho muito treinado verá que o diamante é levemente amarelado. Para uma joia, está ótimo.

Outras classificações terão seu amarelo mais evidente. Já que está no Caribe comprando uma boa peça, recomendamos que as evitem.

Transparência: a transparência recebe classificações em letras, de acordo com a detecção de imperfeições, visíveis a olho nu ou com microscópio a 10 aumentos. As classificações FL (flawless, sem falhas), IFL (internally flawless, sem imperfeições internas) e VVS 1 e 2 (very very small inclusions, defeitos muito muito pequenos) são muito caros, mais para investidores; para quem for comprar uma joia com diamante, já é suficiente um VS 1 ou 2 (very small inclusion) ou S 1 ou 2 (small inclusion); o diamante não parecerá ter defeito algum a olho nu. Um P 1, 2 ou 3 (Piqué 1, 2 ou 3) já pode ter algum defeito visível a olho nu e não são recomendados.

Corte: o corte vai ao gosto do freguês. Existem muitos formatos diferentes, inclusive em forma de coração, gota, etc. Em geral, o corte brilhante, em formato de trapézio e o round (redondo) são os que mais deixam a luz passar e tornam a pedra mais brilhante. Cabe uma nota que o corte pode encarecer muito o preço da peça e algumas marcas levam o nome de artesãos famosos, enquanto outras levam cortes padronizados, por computador. Mesmo que seu guia te recomende o corte artesanal, se o intuito for obter uma peça muito bonita por preço menor, prefira o corte por computador.

Tanzanita

Tanzanitas são pedras extremamente raras. Seu nome vem da Tanzânia, lugar onde estão as únicas minas desse tipo de pedra no mundo. Elas são similares a um diamante no brilho e na resistência, mas tem uma coloração azulada e, por sua raridade, são mais caras que diamantes.

As cores que podem ter as tanzanitas. As da esquerda são azuis com tonalidade violeta, mais clara e mais escura; as da direita são violeta com tonalidade azul, também da mais clara para a mais escura. Fonte: Tanzanite Foundation
As cores que podem ter as tanzanitas. As da esquerda são azuis com tonalidade violeta, mais clara e mais escura; as da direita são violeta com tonalidade azul, também da mais clara para a mais escura. Fonte: Tanzanite Foundation

As classificações são de acordo com a cor: azul com toque violeta (bV) ou violeta com toque azulado (vB); clareza, que pode ser E (excepcional), V(vívido) ou I (intenso), além de outras variações, não recomendadas aqui; e tamanho, em quilates. Quanto mais azulada for a peça, mais cara ela é. O mesmo ocorre com a clareza: quanto mais escuro, mais raro e mais caro.

Existem tanzanitas com outras tonalidades (verde, laranja, rosa e outras). São as “fancy”. Assim como diamantes, são raras e caras.

Extra: roupas e artesanato

Artesanato caribenho não é difícil de encontrar. Sempre há uma feirinha no porto onde é possível encontrar itens locais (não aqueles feitos na China) a bons preços. Especificamente, em Nassau, vale a pena visitar a feira que fica ao lado do Forte Fincastle, um forte em formato de navio, em Bennet’s Hill, o ponto mais alto da cidade. A vista de lá não é tão estonteante quanto aquelas que você vai encontrar em St. Thomas, mas se você gosta de história e de um bom artesanato, é um bom lugar para ir.

Você pode encontrar roupas e acessórios bem interessantes na Cariloha, especializada em peças que mudam de cor se o sol estiver batendo. Há peças que ficam em preto e branco sem sol e coloridas com sol, camisetas que são brancas sem sol e amarelas com sol, dentre outras.

Para quem gosta de motos, a Harley Davidson também é uma visita imprescindível. Nas lojas da marca em qualquer das ilhas (aliás, não só nas ilhas, como em qualquer lugar do mundo), é possível adquirir camisetas com temas rockeiros com a estampa do local atrás (a de Nassau, por exemplo, vem com a estampa “Harley Davidson Nassau Bahamas”. É um item para colecionador imprescindível para você dizer que esteve por lá.

Aviso de isenção: este texto foi produzido com base na experiência pessoal do autor. O autor deste artigo não tem qualquer relação profissional com as empresas citadas.


Em se tratando de viagem ao exterior, um dos destinos favoritos dos brasileiros é Nova Iorque, nos Estados Unidos, onde é possível conferir lindos lugares e, claro, fazer muitas compras! E a grande vantagem de fazer compras em Nova Iorque é que, enquanto se faz as compras, pode ir visitando os vários pontos turísticos da cidade como o Central Parque, museus, entre vários outros passeios, que aliás, em sua grande maioria são gratuitos, assim sobrará mais dinheiro para gastar nas compras.

new york

A Big Apple é uma das melhores opções em Nova Iorque para os brasileiros fazerem suas compras, mas é preciso estar disposto a andar muito, então esqueça o “salto alto”. Vista-se bem à vontade e vá às compras!

A Quinta Avenida, é outro ponto de Nova Iorque destinado às compras, porém, é preciso estar disposto a gastar mais, pois as lojas possuem um padrão mais elevado, por exemplo, a Louis Vuitton, Cartier, Prada, entre muitas outras. Mas vale lembrar que nestas lojas você paga mais, porém, a qualidade é bem superior, então vale a pena o custo-benefício.

Outra vantagem de comprar em Nova Iorque é que a cidade conta com diversas lojas de departamento, lojas que oferecem muitas opções com preços mais em conta e com um ambiente acolhedor, onde você faz suas compras com tranquilidade e segurança. As lojas de departamento oferecem de tudo, desde roupas, calçados, acessórios a perfumes, cosméticos e tudo para o lar! As melhores lojas de departamento para você fazer suas compras em Nova Iorque são a Jc Penney, Nordstrom, Henri Bendel e tem ainda a Bloomingdale’s, a Bergdorf Goodman e também a Saks Fifth Avenue.

E não deixe de dar uma passadinha na Century 21, na Cortland Street, aliás, reserve um bom tempo quando passar por lá, pois esta é uma das maiores do mundo e você encontrará, principalmente, roupas de grife com ótimos preços!

Mas o brasileiro que não está preocupado com preço e sim com qualidade, deve fazer suas compras na Barneys New York, na Av. Madison, 660. É nesta loja que se encontram produtos de luxo, das marcas mais cobiçadas!

E para os brasileiros que procuram por ótimos preços, o destino é o Woodbury Common, próximo a Manhattan. Ao todo são mais de 200 lojas para você comprar de tudo, com ótimos preços!

E por fim, fique atento ao aviso de “Sample Sales” que são aquelas roupas que não vão para as vitrines e acabam sendo vendidas por preços bem reduzidos, é uma ótima oportunidade!

Foto de Trey Radcliff

Por Russel


Para quem for a Salvador, não deixe de conhecer o famoso “Beco do Couro”, conhecido também como Rua do Couro. Localizada numa pequena ladeira no centro de Salvador, quase em frente à Praça Castro Alves, você encontrara pelo cheiro forte de couro.

É um dos melhores lugares para comprar bolsas, chinelos, sandálias, carteiras, cintos e malas entre outras coisas. E se quer ser bem atendido, procure pelo “Carequinha” terceira barraca a esquerda de quem está descendo a ladeira, e com certeza será muito bem recepcionado.

E se quiser pode fazer uma longa caminhada aos arredores da praça castro Alves, para a mulherada é um ótimo lugar para compras.

Por Andrea Sutil


Economize dinheiro, mas não sua vida! Esse poderia ser o slogan do verão 2011, pois já é possível passar férias inesquecíveis e economizar ao mesmo tempo; o que é o sonho de qualquer um. Isso que parece inconciliável, já é realidade para muitos, especialmente para os que são apaixonados por compras na internet. 

O avanço da tecnologia e o aumento da credibilidade da internet possibilitou que, a partir de casa, possamos comprar cupons de ofertas de hotéis, pousadas, passeios, raftings, atividades de arborismo e rapel, diárias em spas, petiscos ou pratos em bares, restaurantes e pizzarias do norte ao sul do país.

Ou seja, navegar pela internet nos ajuda a viajar pelo Brasil e torna possível tirar férias de luxo, comer muito bem e degustar os prazeres das principais cidades brasileiras, gastando muito pouco. Ostras gratinadas, escondidinho de bacalhau, lanches combos, pizzas gigantes, moqueca de peixe, porção de camarão, dobradinha, feijoada, pirão de peixe, pasteizinhos e chope dão sabor a cada cidade.

Por isso conhecer lugares sem conhecer sua culinária é uma experiência incompleta. E através das compras coletivas, dá para aproveitar o melhor de cada local, comer bem todos os dias e enriquecer o repertório cultural, economizando. 

Neste mês de janeiro, as ofertas anunciadas pelos sites de compra coletiva para bares e restaurantes de Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro, foram todas sensacionais. Ótimos lugares para fazer o Happy hour ou jantares completos, com até 90% de desconto.  

Peixe Urbano e Groupon são dois destes sites de compra coletiva que indicamos como sugestão. As ofertas são selecionadas com critério e a transação comercial é confiável. Para ter acesso, é necessário cadastra-se nos sites. Após o cadastro aprovado, diariamente o usuário passa a ser informado por e-mail das ofertas do dia.

Através dos links é possível conferir os detalhes da oferta e do site do anunciante, sua localização, características do ambiente, público que o frequenta e o período da promoção. Algumas ofertas permitem que você adquira hoje e consuma até daqui a seis meses, o que ajuda no planejamento das próximas férias. Aproveite e divirta-se!

Por Márcia Machinski


Localizada no sul de Buenos Aires, no Mercado de San Telmo, você pode encontrar uma variedade de coisas, entre elas: brinquedos, antigüidades, bijuterias, quadros, discos, livros, roupas e etc. O local é um dos lugares mais visitados por turistas na capital argentina, e esses vêm de todos os cantos do mundo.

Quem curte um ar mais boêmio, o lugar que é um dos mais antigos da cidade e oferece ótimas opções para quem curte apresentações de artistas, acompanhado de boa comida e bebida.

Em San Telmo é possível encontrar de tudo, basta vasculhar o território no melhor estilo europeu, cheio de charme, aposto que não será sacrifício nenhum.

Juliana Alves


Uma ótima oportunidade para quem quer conhecer um pouco da história dos egípcios é ir até o Bazar Khan El – Khalil, no Cairo.

Na feira é possível encontrar diversas especiarias, perfumes, jóias, animais domésticos e muitos trabalhos artesanais. Se vasculhar bastante, poderá encontrar objetos da época de Cleópatra.

Nascida em 1382, a cidade que fica dentro de outra cidade (Cairo), era servida como estalagem pública para os comerciantes que atravessavam o deserto.

As trocas feitas no local ainda são bem parecidas com antigamente; para cativar os clientes, vendedores oferecem chá de menta e narguilé para tornar o atendimento mais alegre e descontraído.

Juliana Alves


Hoje em dia, muitas pessoas viajam para Buenos Aires não só pelos shows de tango, mas também pelas compras. Com o real valendo mais que o peso, as lojas de grife como Adidas, Nike e Lacoste vivem cheias de brasileiros. Roupas de marca, sapatos e bolsas de couro são alguns dos itens mais procurados na capital portenha.

É na Avenida Córdoba onde estão muitos dos mais importantes outlets da cidade. O outlet da Samsonite vende também bolsas da Nike, Puma, Lacoste e outras marcas. Nessa Avenida é possível encontrar outlets da Portsaid, Kine, Adidas e Levi´s.

Na Rua Gurruchaga, em Palermo, é possível encontrar muitas lojinhas ótimas, como Bokura Jeans, loja argentina muito boa, e a Puma.

Um shopping lindo para o turista é a Galeria Pacífico. Os preços não são dos melhores mas o local é muito bonito, vale a visita.

Fernanda T. Sodré


Os Berlinenses são mestres em reformular criativamente roupas e objetos antigos e torná-los desejáveis objetos de consumo. Não por acaso, o antigo lado oriental da cidade, representado por Prenzlauer Berg atrai cada vez mais turistas emoradores.

É lá onde está a Kastanielle, uma rua comprida repleta de brechós charmosos para modernos nostálgicos, São lojas de chapéus, pôsteres antológicos, restaurantes e bares. O clima "second hand" continua até o fim da rua, onde estão o famoso brechó chique Paul's Boutique (Oderberger Strasse, 44) e Bonanza Coffe Heroes ( Oderberger Strasse, 35). Boa roupa, bela vista, linda cidade e tudo muito barato.

Aproveite e compre muito, sem medo de ser feliz!

Por Teresa Almeida


Miami é um tesouro para quem quer ir as compras. Para os turistas de primeira viagem é bom saber que Miami tem um bairro só para jóias, o Jewelry District entre as ruas 1 e Flager e as avenidas 2 e Miami.

A área concentra o melhor dos adornos de luxo em locais como o Seybolf Building (1S STREET, 36), com três andares repletos de criações de Franck Muller, Patek Phillpe, Rolez, Cartier e Audemars Piguet.

Aos amantes de relógios, a Miami Time Watches (1st street, 40) é especializada nos relógios cravejados de diamantes a preços acessíveis (por incrível que possa parecer). A loja só rece clientes com horário marcado, portanto ligue antes.

Por Teresa Almeida





CONTINUE NAVEGANDO: