Confira aqui algumas dicas importantes na hora de programar a sua viagem internacional com o dólar alto.

As coisas não estão fáceis para quem está com viagem internacional já marcada. Com a crise política no Brasil cada dia mais grave, chegando a patamares muito “complicados”, e tudo principalmente depois de denúncias deflagradas contra o presidente Temer, o dólar tende a subir cada vez mais, tornando a vida dos viajantes mais onerosa.

Dia 18 de maio, o dia posterior ao jornal “O Globo” ter publicado que Joesley Batista, da JBS, teria gravado áudio do presidente supostamente concordando com a compra por interesse ao silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, o dólar terminou o dia fechando em R$3,38 para a venda, sendo que não foi ainda mais “majorado” devido à intervenção do Banco Central, a qual foi a maior até hoje.

Ainda no dia que antecedeu a alta, a moeda havia fechado em R$3,10. De lá para cá a trajetória do dólar tem tido altos e baixos, sendo que na sexta-feira, dia 30 de junho, a cotação ficou em R$3,30.

Fatores que influenciam oscilação

Os fatores influenciadores da oscilação do dólar são vários, porém, é inegável que o momento atual do país, com as questões internas em “ebulição”, é a maior alavanca para a cotação do dólar.

A queda no valor da moeda, ao menos consideravelmente, não está em nosso horizonte, não em um curto prazo.

A SELIC, taxa básica de juros da economia é um outro fator condicionador das oscilações do dólar no seu trajeto econômico. Com juros menores remunerando diversos investimentos financeiros, aliados ao cenário de incertezas na área da política, a decisão de investidores internacionais certamente fica “balançada” quanto a investir no país ou não?

O fluxo de movimentação, entradas e saídas da moeda no Brasil, também tira a normalidade da taxa de câmbio, que oscila conforme a intensidade.

Dicas para organizar melhor a viagem internacional mesmo com o dólar alto

– Atenção na cotação da moeda

É interessante ficar de olho antes da viagem, na cotação do dólar, sempre aproveitando o melhor momento para a compra. Neste mesmo contexto é importante analisar os valores que as casas de câmbio estão cobrando com relação ao cartão pré-pago e papel moeda.

– Compre sem muita pressa

Está difícil prever o comportamento oscilante da moeda, portanto, outra importante dica é que uma das melhores formas para comprar com um valor médio interessante é comprar aos poucos, “sem pressa”.

– Programe os gastos na viagem previamente

Faça um programa de gastos bem previsíveis para a viagem, para com isto ter um controle maior nos gastos e por consequência sofrer perdas menores com o câmbio.

Por Silvano Andriotti


Saiba aqui o que fazer caso perca o passaporte ou bagagem em sua viagem.

Para quem passar o ano todo contando as horas para a chegada das férias, este pode ser o momento ideal para aquele descanso merecido ou para fazer aquela viagem dos sonhos e que há tanto tempo você esta se planejando.

Se você passou o ano todo juntando o seu suado dinheirinho, fez todo tipo de economia para comprar roupas, malas, comprou as passagens e já vem pagando parcelado, mesmo ante se embarcar, fez reserva de hotel, traçou o seu roteiro de viagem, gastou com despesas de passaporte e com vistos de entrada em outros países, nada mais merecido que se acomodar e relaxar merecidamente na poltrona do avião rumo ao seu paraíso de descanso tão sonhado.

Tudo perfeito sim, meu amigo! Mas saiba que este perfeito "céu" pode se transformar em um verdadeiro ‘inferno’ caso alguns dos imprevistos mais comuns possam vir a atormentá-lo durante a sua tão merecida férias.

Não estamos falando dos terríveis atrasos de voos ou das chatas conexões que fazem todo o viajante perder horas merecidas de seu descanso anual nas salas dos aeroportos.

Imagina você em plena viagem, depois de embarcar e chegar no seu destino e perder a sua bagagem ou perder o seu passaporte em terras estrangeiras e não poder nem sair do aeroporto que você acabou de desembarcar? Ou não poder voltar para o seu país sem esta documentação tão importante?

Perda de bagagem

Esta é uma verdadeira ´dor de cabeça´em todos os casos. Diante da constatação do fato, a única coisa que cabe ao passageiro fazer é procurar imediatamente o balcão da empresa aérea para comunicar o fato. É bom não esquecer o ticket que comprova que você fez o check-in ao chegar ao aeroporto.

Saiba ainda que caso a sua bagagem seja encontrada, a empresa deverá remetê-la direto para sua casa. Caso contrário, o passageiro tem direito a uma indenização que gira em torno de R$ 500,00.

Cadê o meu passaporte???

Se você passar por esta situação, não hesite. A primeira providência é procurar a primeira delegacia ou unidade de polícia mais próxima e registre um boletim de ocorrência por perda ou extravio.

Logo a seguir, procure imediatamente um escritório do consulado ou embaixada brasileira e de posse do seu boletim de ocorrência, solicite uma autorização de retorno ao Brasil. Para isto, você deve apresentar também um documento pessoal de identificação que comprove a sua nacionalidade brasileira.

Caso você não tenha algum documento no momento, será preciso duas testemunhas que atestem a sua nacionalidade.

Para quem vai viajar, um conselho: leve sempre o seu RG ou documento que comprove a sua nacionalidade como a certidão de nascimento. Afinal, é sempre bom prevenir contra qualquer imprevisto deste tipo.

Emmanoel Gomes


Confira aqui 10 dicas essenciais para você que está pensando em viajar sozinho.

Um dos maiores prazeres da vida é viajar. Conhecer lugares, culturas, pessoas, engrandece muito a vida de qualquer pessoa. E uma das experiências mais fascinantes ao conhecer outro lugar, é a possibilidade de realizar esse projeto sozinho. Viajar sem ninguém é um momento de autoconhecimento e de grandes aventuras. Caso você esteja pensando em conhecer outro lugar sozinho, não deixe de conferir essas dicas para realizar sua experiência da melhor forma possível.

1- A viagem começa antes de sair de casa.

Conhecer um outro lugar requer muito planejamento. Por isso, é de extrema importância se planejar financeiramente, escolher o local, elaborar um roteiro, decidir pela hospedagem, olhar as datas possíveis para viagem e conferir como você pode se locomover no lugar. Por isso, após escolher um destino, sente e faça um planejamento detalhado. Crie uma lista com todos os itens para seu passeio e realize todos.

2- Procure por informações precisas

Agências de viagem são uma maneira confiável de ter uma boa viagem. Mas, caso você não queira ajuda de uma empresa, busque conversar com pessoas que já passaram por essa experiência ou já foram para o lugar que você pretende conhecer. Pegue todas as informações que você conseguir, você pode descobrir ótimas dicas.

3- Se prepare financeiramente

Ao conhecer outra cidade ou país, imprevistos podem acontecer. Dessa forma, é preciso que antes de sair com mala e tudo, é necessário fazer uma previsão dos gastos e guardar um pouco mais de dinheiro. Pois assim você evita sufoco em seu destino e se livra de possíveis contas que podem chegar quando você retornar.

4- A acomodação tem que ser sua principal escolha no destino

Hoje em dia existem inúmeras formas de se acomodar em outro lugar: hotel, casas alugadas, pensões, albergue, hostel, dentre outras opções. Procure uma que caiba no seu bolso, ofereça as melhores condições para você se acomodar e que seja bem localizada, para que você tenha que pagar mais caro pelo transporte.

5- Mantenha contato com sua família

Quando pensamos em viajar sozinho, queremos nos desligar de tudo e de todos. Entretanto, o cenário não pode ser de isolação total. Mantenha contato com sua família e amigos para que eles saibam que você está bem e também pois, caso aconteça com você, será mais fácil a resolução do problema.

6- Use o celular a seu favor

Baixe aplicativos com dicas de restaurantes, museus, teatros, casas de espetáculos, assim você tem um roteiro atualizado e com bastante informação. Aproveite também, pois esses aplicativos costumam mostrar datas em que há descontos, por exemplo.

7- Faça Contatos

Através das redes sociais, procure por grupos que estarão no mesmo destino que o seu. Ou então, já no destino, tente encontrar algum grupo para fazer passeios. Essa dica serve para conhecer pessoas novas e também para a sua própria segurança.

8- Cuidado com os excessos

Isso vale para qualquer coisa, como: gastos, comidas e bebidas. Lembre-se que a sua segurança vem em primeiro lugar, por isso, não consuma nada em excesso, pois perder os sentidos em lugar totalmente diferente pode não ser uma boa opção.

9- Cuidado com bolsas e outros artigos pessoais

Parece meio óbvio essa dica, mas ao estarmos em um local novo, nos distraímos fácil. Dessa forma, fique atento aos seus objetos e evite andar com muito dinheiro. Leve sempre uma quantia de valor moderado.

10- Aproveite

Curta todos os momentos, fotografe, faça vídeos, feche os olhos e simplesmente aproveite. Colecione histórias, conheça pessoas, adquira cultura, viva essa experiência de forma única. Ela tem todos os requisitos para ser única.

Isabela Castro.


Saiba aqui o que você deve fazer para tirar o visto de turista para ir ao Japão.

Para quem sonha em conhecer a terra do sol nascente pode ir comemorando. Quem nunca foi ao Japão ou está planejando ir conhecer a terra dos samurais, uma boa notícia: A emissão de vistos para aquele país está cada dia menos complicada.

Desde que o Japão assinou um acordo de cooperação com o Brasil em fevereiro de 2016, os brasileiros que desejam viajar a passeio terão maiores facilidades na hora de conseguir uma permissão para pisar em solo japonês.

As facilidades começam logo com o fato de que é possível tirar várias entradas para aquele país em uma só solicitação, ao contrário de alguns países que só permitem a obtenção de um único visto de entrada.

Apesar da facilidade de se obter mais de um visto, vale salientar que no caso de turismo, os visitantes só poderão permanecer no país por até 90 dias e os vistos retirados deverão expirar após três anos contados a partir de sua data de emissão. Então quem é turista poderá entrar e sair durante este prazo, sem a necessidade de estar sempre renovado a cada viagem.

Então, se você está pensando em visitar o Japão e pensa em tirar um visto com várias entradas, é bom observar as seguintes regras:

1 – Já ter estado no Japão nos últimos três anos, o que deve ser comprovado com o passaporte;

2 – Ter um emprego e um salário que possa responder por sua subsistência;

3 – Ser dependente (filho ou cônjugue) do candidato citado acima;

4 – O visto de várias entradas só será válido para três anos, nestes casos.

Então, depois destar regras, vamos agora ao documentos necessários para se tirar o seu visto:

1 – Documento de identidade;

2- Foto 3×4 ou 4×5 e que seja recente;

3 – Passaporte que deve ter sido emitido em pelo menos 90 dias antes da viagem;

4 – Passagens (ida e volta);

5 – Formulário preenchido para a solicitação dos vistos (Escrito a mão em letra de forma ou feito digitalmente);

6 – Roteiro bem detalhado de sua programação de viagem pelo país.

De posse de todos estes documentos, o solicitante deve comparecer a um escritório da embaixada japonesa mais próximo de sua casa ou ao consulado daquele país em horário adequado para dar entrada no seu pedido.

Emmanoel Gomes


Confira aqui algumas dicas para dormir melhor em hotéis.

Caso você seja alguém que viaja com frequência, seja por trabalho ou lazer, é comum que você passe boa parte dos seus dias e principalmente das suas noites, em hotéis. Mesmo sendo muitíssimo aconchegantes, confortáveis e às vezes até requintados, não é fácil para todos ter uma noite de sono agradável.

Seja pelo desconforto de “não estar na sua cama” ou a ansiedade pelos eventos da viagem, a verdade é que muitas pessoas não conseguem dormir bem quando estão hospedadas. Pensando nisso, fizemos uma pequena lista para ajudar quem sofre desse problema.

1. Escolha dos quartos

Quando você for escolher o seu quarto, você deve considerar muitas coisas além do preço, como tamanho, acessórios, detalhes do banheiro, etc. Se você tem sono leve, você precisa adicionar outro item a essa lista: a localização do quarto. Nada de reservar quartos perto da piscina ou do elevador, pois por serem locais de atração das pessoas tendem a ter mais movimentação e consequentemente, mais barulho.

2. Refresque o Ambiente

Quando chegar no quarto, abra as janelas, ligue o ventilador ou o ar-condicionado. Segundo pesquisas, temperaturas entre 15°C e 19°C fazem o corpo dormir com mais facilidade.

3. Use tampões de Ouvido

Esses acessórios bloqueiam todos os sons das redondezas e, além de tudo, não ocupam nenhum espaço.

4. Leve sua fronha ou travesseiro

No caso de não ser possível levar seu travesseiro, considere levar sua fronha. Esse hábito faz com que o sono seja mais habitual, dando uma superfície conhecida para a sua cabeça enquanto você dorme.

5. Tome banho antes de deitar

Banho relaxa. Por isso, antes de ir dormir, experimente uma ducha bem quente ou, se for o caso do seu quarto, alguns minutos na banheira. Produtos à base de lavanda também ajudam os músculos a relaxar.

6. Desligue o celular

Se for possível, desligue seus aparelhos eletrônicos como celulares, tablets e televisão, pois eles são estimulantes e podem atrapalhar seu sono.

7. Fique no escuro

Entrada de luz também pode ser um grande incômodo para quem quer dormir bem. Não deixe entrar nenhuma luz, sejam as coloridas de aparelhos eletrônicos, de janelas ou frestas de portas.

Carolina B.


Confira aqui algumas dicas de como ter acesso às salas vip dos aeroportos.

O acesso a sala VIP dos aeroportos é o sonho de muitos. É extremamente cansativo a longa espera nos aeroportos e ter um pouco de conforto neste momento é sublime. As salas VIP costumam oferecer sofás confortáveis, comidas e bebidas a vontade, além de banheiros exclusivos.

Mas ninguém precisa ser rico para poder ter acesso a este serviço. A possibilidade de ingresso neste lounge que oferta bebidas, massagens, wifi gratuito e outros confortos exclusivos é bem mais acessível do que muitos acham.

Para se ter acesso a sala VIP, os viajantes precisam ser clientes dos seguintes cartões: Visa Infinite, Mastercard Black ou o The Platinum Card da American Express. Todavia, para terem direito ao uso destes cartões, o beneficiário deve ter uma renda alta.

Todavia, existe o cartão Diners Club International que oferece acesso a várias salas VIP em todo o planeta e exige apenas R$3 mil de renda.

Existe também o programa Priority Pass, que permite que você pague uma taxa e faça um assinatura anual para ter direito ao ingresso dessas salas.

Outra forma de se ter acesso a sala VIP é programas de fidelidade e milhagem. Mas você tem que viajar muito para ter bastante milhas.

Outra forma de ingresso nas salas VIP é ser cliente de algumas empresas de viagens aéreas. As companhias também oferecem day passes para quem tem bilhetes de embarque. Na United, por exemplo, a entrada num Lounge Vip sai por US$ 59 (R$ 189). A American Air Lines também oferece o mesmo conforto em seus Admirals Clubs por US$ 50 (R$ 160).

Na American Air Lines, a taxa de adesão para usar as salas VIP também é de US$ 50 e a anuidade sai no valor de US$ 450. A Delta não cobra taxa de adesão e a anuidade é de US$ 450 dólares.

E por fim, alguns aeroportos como de Cumbica e do Rio de Janeiro oferecem a venda de um ingresso avulso para se ter acesso as salas VIP.

Consulte seu banco ou operadora de cartão de crédito para saber como ter ingresso as salas VIP por meio de convênios.

Por Anneliese Gobbes Faria


Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve ter para não ser barrado na imigração dos aeroportos internacionais.

Desde janeiro de 2016 muitas notícias sobre brasileiros que estão sendo deportados por não passar na imigração é muito grande. Nos Estados Unidos, aconteceu episódios com adolescentes barradas nos aeroportos e direcionadas para os abrigos para menores de idade.

Na Europa, no período de janeiro a março de 2016, foram aproximadamente 883 brasileiros impedidos de entrar nos países da União Européia.

Para evitar constrangimentos e interrogatórios, neste artigo vamos trazer algumas dicas que podem ajudar a passar tranquilamente pelas imigrações e não ser barrado ou mandado de volta para o Brasil.

Vista-se adequadamente

Muitas pessoas querem impressionar os agentes de imigração usando roupas sociais, para transmitir uma boa imagem e passar facilmente pela entrevista. Pelo contrário, quem pensa em impressionar pode estar é levantando suspeita. Para as imigrações este pode ser um indício de pessoas que querem se valer da aparência e entrar ilegalmente no país.

A dica é: use roupas comuns, o menos é mais, procure trajes que são usados no cotidiano, no entanto, não vista bermuda, regata e chinelo, para que os agentes não pensem que você não tem dinheiro e ser interrogado sobre suas contas.

Poucas malas

Existem pessoas que exageram quando o assunto é viagem. Querem levar todo o guarda-roupa. Já aconteceu casos de pessoas com muitas bagagens que foram retiradas da esteira por ser incondizente com o tempo de estadia no país destino. O melhor é levar o que for adequado para o tempo de viagem, exageros podem causar muitos transtornos.

Redes sociais podem atrapalhar

Uma outra chance de ser deportado é se os agentes de imigração verificarem suas redes sociais e encontrar algum indício de que sua viagem não seja como você relatou na hora da entrevista. Seja sincero e fale quantos dias pretende ficar, os lugares que deseja visitar, se você tem algum conhecido no país.

Desta forma é mais fácil passar pela entrevista da imigração sem maiores problemas.

Como está o local que vai se hospedar

Se for passar suas férias em casa de conhecidos, verifique com antecedência a situação da pessoa e do local onde mora, se a pessoa é idônea e não possui nenhuma restrição quanto a legalidade no país.

Imprimir comprovantes

Imprima tudo o que for para comprovar sua estadia naquele país. Passagens, reserva de hotel, carta convite de amigo. Esquecer qualquer documento pode fazer você ser barrado e também deportado do país.

Dinheiro na mão

Evite ficar com a carteira vazia, alguns agentes podem pedir para ver se sua carteira tem algum dinheiro para passar os dias no país. Em algumas fronteiras de países, há uma exigência de comprovar que tem pelo menos 65 euros para gastar em suas diárias.

Atenção às normas do país

Alguns países tem algumas regras. Por exemplo, a Austrália exige um comprovante de vacinação de febre amarela para brasileiros. É preciso entender como é o código de conduta do país destino para que não sofra constragimentos e acabe com sua tão sonhada viajem.

Seguindo estas dicas será mais tranquilo suas férias e passagem pela imigração sem problemas.

Marcio Ferraz


Confira aqui algumas dicas para viajar com aparelhos eletrônicos tranquilamente.

Hoje em dia, por causa do mundo globalizado em que vivemos, é muito comum, quando viajamos, levar conosco celular, notebook ou tablets. Esse artigo vai te dar algumas dicas bacanas para você que vai viajar para outro país ou cidade e vai levar toda a sua parafernália eletrônica consigo.

Geralmente as companhia aéreas orientam que todos os passageiros levem todos os equipamentos eletrônicos dentro da bagagem de mão, pois se você colocar nas malas que serão despachadas e se as mesmas sofrem danos ou extravios, seus aparelhos já eram, literalmente.

Dentro do avião, existem normas de segurança quanto ao uso desse tipo de aparelhos, por isso toda a atenção é pouca nesses casos. Você pode fazer um seguro do seu aparelho contra danos e roubos de seus aparelhos durante as férias e ficar mais tranquilo, se algo acontecer.

Todos nós devemos estar preparados para qualquer imprevisto que a vida nos dá e por isso, o mais sensato é fazer uma cópia de todos os arquivos mais importantes, caso o celular ou tablet seja quebrado ou roubado. O backup é de extrema importância e evita maiores dores de cabeça, caso aconteça alguma coisa.

Caso seu aparelho tenha pouco espaço na memória para as fotos, uma dica interessante é utilizar alguns serviços de armazenamento de imagens em nuvem como iCloud, Drive, Dropbox, entre outros. Tudo ficará salvo e você pode bater as fotos ou gravar vídeos à vontade.

Antes de chegar ao destino, procure saber qual o tipo de voltagem que se usa por lá ou o tipo de tomada usada na região. É muito desagradável quando colocamos o celular para carregar e a voltagem é diferente da usada na nossa cidade. Alguns aparelhos eletrônicos mais modernos são bivolts e aguentam a carga usada em outros países, mas se seu aparelho não for desse tipo, tome muito cuidado para não queimar seu celular e ficar sem comunicação com seus parentes ou amigos. Por via das dúvidas, leve um adaptador universal para conseguir carregar ou ligar tudo na tomada e seu passeio não ir por água abaixo. São pequenos cuidados que, se tomadas as devidas precauções, tornarão o seu passeio digno de boas lembranças.

Rodrigo Souza de Jesus


Confira aqui algumas dicas do que levar quando for viajar ao Peru.

Viajar é sempre bom! Mas é preciso ser cauteloso ao escolher seu destino, ter um bom planejamento e fazer boas pesquisas para não ter surpresas na hora da chegada e durante os passeios.

Um bom método para iniciar o seu planejamento é escolhendo o que levar. Arrumar a mala é o momento mais crucial da sua viagem. Mas antes é necessário escolher o destino. A dica de hoje é o PERU.

Confira as dicas do que levar para cada cidade turística do Peru:

Lima

  • Roupas Leves – Casacos Leves – Roupas Intimas – Diversas Mudas de Roupas – Meias.

Se você vai para Lima, a capital do Peru, leve muitas mudas de roupas leves para poder trocar com frequência, pois lá se transpira muito em decorrência da umidade. Já as roupas de chuva podem ficar em casa, pois lá a pluviosidade é baixa, ou seja, quase não chove.

Machu Picchu

  • Agasalho para a noite – roupas leves para o dia – roupas confortáveis – roupas de chuva – sapatos confortáveis.

Tudo irá depender da época em que você for. Se for na época mais chuvosa serão necessários calçados fechados e agasalhos. Se for na seca deve levar roupas mais leves para o dia e agasalhos para a noite, pois a temperatura cai bastante, além de roupas confortáveis para a realização de trilhas.

Cusco ou Cuzco

  • Gorro – agasalho para a noite – cachecol – roupas de chuva – roupas confortáveis – sapatos confortáveis.

Já em Cuzco, que fica a mais de 1.000m de Machu Picchu, é imprescindível levar roupas confortáveis para realizar trilhas e caminhadas e também roupas para o frio, pois lá a noite é fria o ano todo. Gorros e cachecol podem ser comprados lá mesmo caso você não tenha.

Lago Titicaca

  • Agasalho – roupas de frio – calças – sapatos fechados.

Puno, onde se localiza o Lago Titicaca, é uma região muito elevada e por isso as temperaturas são mais baixas que os demais pontos turísticos e cidades. Por isso, é necessário levar mais agasalhos, calçado fechado e também protetor solar, pois a incidência de raios UV é mais forte visto a altitude.

Outros itens importantes:

Hidratante – Embora a melhor época para visitar o país seja entre julho e setembro, essa é também a época mais seca lá, com a umidade quase inexistente. Por isso, abuse do hidratante nas mãos, rosto e corpo.

Protetor solar e repelente – Mesmo que sua viagem seja em uma época mais fria, é imprescindível o uso do protetor solar. O repelente também é indispensável, principalmente no verão, que é muito chuvoso, o que aumenta a população de mosquitos.

Medicamentos – Além de seus medicamentos de uso frequente, leve sempre também medicamentos de uso comum como analgésicos e até mesmo um antigripal, bem como pomadas para contusões e artigos mínimos para fazer um curativo.

Mochila – Leve na mala uma mochila vazia para você poder transportar seus pertences nos passeios, trilhas e caminhadas, bem como água, alguns alimentos e protetor solar.

Jean Carlos Weber Andrades


Confira aqui o que pode e não pode levar de bagagem de mão no avião.

Um assunto que sempre causa dúvidas em nós viajantes é o que pode e o que não se pode carregar na bagagem de mão. Sabemos que existem algumas restrições quando o avião vai decolar e/ou pousar, mas o que, definitivamente, não podemos portar dentro do avião?

Para evitar constrangimentos e situações embaraçosas na hora da inspeção de segurança, é preciso ficar atento ao que é permitido transportar dentro da cabine.

A Agência Nacional de Aviação Civil, ANAC, incorporou recentemente algumas alterações referentes à bagagem de mão. A legislação vigente dita que cada passageiro pode transportar até 10 quilos, desde que a soma das medidas de altura, largura e profundidade não excedam 115 cm. O passageiro tem direito ainda a levar consigo um volume menor, que deve ficar debaixo do assento da frente enquanto a viagem acontece.

A bagagem de mão é ideal para acomodar dinheiro, documentos, remédios, eletrônicos, chaves ou ainda qualquer item frágil, independente do valor monetário que ele representa. É importante que tudo na bagagem de mão esteja acondicionado, a fim de não causar desconforto ou perturbação para os demais usuários do avião. A integridade fìsica dos outros passageiros também deve ser conservada.

Vale lembrar que a responsabilidade da segurança pela bagagem de mão, bem como os itens de dentro da bagagem, é estritamente do dono, sendo assim, a companhia aérea não se responsabiliza por itens da bagagem de mão que porventura se danifiquem a bordo, nem por perda ou roubo de objetos.

Algumas condições acerca da bagagem de mão variam de companhia para companhia. O transporte de animais é uma delas, entretanto, existe uma regra básica que todas as empresas devem considerar e acatar, independente das demais condições.

São permitidos na bagagem de mão: eletrônicos, líquidos (300 ml por cada frasco, não excedendo 1.2lt), alimentos (armazenados corretamente para evitar vazamentos), materiais esportivos (desde que não sejam de boliche e não estejam cheias, lembrando que equipamentos como pranchas skates, bicicletas e etc. devem ser despachados), instrumentos musicais e eletrodomésticos (que não possuam gás em sua composição).

Não são permitidas armas, sejam de fogo ou brancas e objetos pontiagudos e cortantes, substâncias inflamáveis, salvo algumas exceções no caso de voos internacionais.

Carolina B.


Confira aqui algumas dicas de aplicativos para distrair as crianças durante a viagem.

Férias em família é sempre um momento muito aguardado por todos e se os pais já ficam ansiosos, imagina as crianças?

Acontece que nem sempre as coisas saem como o planejado e muitas vezes o que era para ser um sucesso acaba se tornando um pesadelo cansativo, devido as horas passadas na estrada ou dentro de aviões e o que fazer para distrair os pequenos que logo ficam entediados é a dúvida que fica martelando na cabeça dos pais.

Pensando nisso os desenvolvedores de aplicativos tem as ferramentas ideais para cumprir esse papel.

São inúmeros jogos disponíveis no mercado e longe daquele papo de que os games não tem função educativa, grande parte destes apresentam grandes desafios, colocando a garotada para pensar e deixando-as entretidas por horas a fio.

Por isso trazemos para vocês algumas sugestões divididas por faixa etária. São elas:

DE 1 A 4 ANOS

O Drawing Pad está disponível para as plataformas Android, Kindle Fire e iPad, pelo valor de R$ 5,07.

A funcionalidade deste aplicativo consiste em dar asas a imaginação. Com ele a criança poderá desenhar e pintar, utilizando apenas os dedos e o melhor de tudo sem fazer sujeira alguma.

Outro app bacana é o Busy Shapes 2, também disponível para iPhone, além de iPod Touch e iPad, pelo preço de R$ 9,24.

Este aplicativo trabalha com a capacidade motora e a memória, onde a criança deve lidar com peças de quebra-cabeça, posicionando-as no local adequado recebendo durante todo este processo mensagens de apoio e incentivo para que consigam atingir o objetivo.

DE 5 A 8 ANOS

Para estas crianças o desafio de distraí-las se torna ainda maior e esta é a missão do Toca Life: Férias, disponível por R$ 3,99, é compatível para Fire telefone, iPod, iPhone, Android, e Kindle Fire.

Através de um ambiente lúdico, com imagens de amáveis bonequinhos, as crianças vivenciam rotinas relacionadas as férias, em ambientes como aeroporto, hotéis e praias. Além disso, elas ainda podem criar suas próprias histórias e dar vida aos personagens colocando suas vozes.

Para essa galerinha existe uma outra opção, pelo mesmo valor, o app O Sistema Solar – Astrocat, para Android, iPad, iPhone e iPod Touch. Neste desafio a criança explora o sistema solar através de brincadeiras e questionários, ganhando recompensas pelas suas conquistas.

DE 9 A 12 ANOS

Nessa faixa etária muitas crianças já tem personalidade forte e não será nenhum desafio simples que prenderá sua atenção, mas o Swift Playgrounds promete derrubar essa barreira. O app disponível apenas para iPad é uma excelente opção, pois além de atrativo ainda é gratuito.

O jogo envolve o código Swift, uma linguagem utilizada pelos programadores da Apple. Neste jogo a intenção é guiar um robô arrastando e soltando comandos e coletando pedras pelo caminho.

A cada nova fase, é necessário utilizar o conhecimento obtido na etapa anterior fazendo com que elas queiram cada vez mais avançar por entre as fases.

Uma outra opção é o Real Racing 3, também gratuito e disponível para Android e PC.

Este app envolve muita adrenalina e velocidade. Nele é possível dirigir cerca de 140 veículos diferentes e de diversas marcas famosas, além da possibilidade de experimentar inúmeras pistas diferentes. É só acelerar e começar.

Deixamos aqui algumas dicas para os papais, mas o mercado de aplicativos ainda possui diversas outras opções, sendo muitas delas gratuitas.

Aquela opção de limitar o acesso da criançada aos jogos e equipamentos eletrônicos durante as viagens pode e deve ser deixada um pouquinho de lado, afinal estamos em FÉRIAS.

Por Evelize da Silva


Saiba aqui o passo a passo para tirar o passaporte brasileiro.

O prazo de espera para agendar a expedição de um passaporte comum no Brasil altera conforme a localidade no país e a temporada no ano. Os solicitantes precisam pagar o valor de R$ 257,25 para que o documento seja emitido, sendo que é válido por 10 anos. Após, precisa ir ao posto da Polícia Federal com a devida documentação. O novo passaporte deve ser entregue em um prazo máximo de seis dias úteis, conforme informações do órgão.

Abaixo, segue uns passos para solicitar a emissão do passaporte.

Passo 1: Será preciso preencher um formulário eletrônico solicitando nova emissão de passaporte, no site da Polícia Federal, no link https://servicos.dpf.gov.br.

Passo 2: Após, será originado um boleto para pagamento, no valor de R$ 257,25, para passaporte normal. Esteja alerta no prazo de validade do boleto.

Passo 3: O sistema fará, em seguida, um agendamento da data em que será necessário comparecer ao posto da Polícia Federal.

Passo 4: Compareça ao posto de atendimento de sua preferência, no dia e horário marcados, portando o protocolo da solicitação de emissão, recibo de pagamento do boleto, o comprovante de agendamento e os documentos originais a seguir:

  • Carteira de identidade (RG) ou documento equivalente com foto, mas é aceito a Certidão de Nascimento para menores de 12 anos;

  • Documento que confirme quitação com a obrigação do serviço militar, para homens de 19 a 45 anos;

  • Certidão de Casamento (para os solicitantes que tiveram o nome modificado por motivo de casamento ou divórcio) e Certidão de Nascimento (para quem alterou o nome por ordem judicial);

  • CPF, se por eventualidade não constar no RG, o número desse documento. Precisa apresentar o CPF do responsável, caso a pessoa seja menor de 18 anos;

  • Título de Eleitor e comprovação de voto ou que o voto foi justificado, na última eleição, em ambos os turnos;

  • Certificado de Naturalização, para os estrangeiros naturalizados brasileiros;

  • Para menores de 3 anos: uma foto da face, atual, tamanho 5X7, colorida, com fundo branco;

  • Em questões de perda, extravio ou roubo de passaporte anterior, é preciso preencher e levar a guia de comunicação de ocorrência, acessível no site da Polícia Federal, link http://www.pf.gov.br.

Passo 5: Será colhido as impressões digitais de todos os dedos, pelos agentes da Polícia Federal e também será tirado uma foto do solicitante.

Passo 6: O requerente irá receber um protocolo informando a data que será entregue o passaporte, que geralmente não ultrapassa seis dias úteis.

Passo 7: O próprio solicitante precisa retirar o passaporte, portando um documento de identidade. Caso não for retirado num prazo máximo de 90 dias, o passaporte será invalidado. Os menores de 18 precisam estar acompanhados dos responsáveis.

Lucineia Fatima Campos


Confira aqui uma lista com os melhores seguros para viagem ao exterior.

Com certeza não existe nada melhor que programar uma viagem com toda a certeza de que você e sua família estão seguros contra qualquer possível acidente ou imprevisto.

Quer viajar despreocupado, mas não sabe por onde procurar para encontrar os melhores seguros? A Proteste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, realizou um apanhado com as melhores propostas de seguro e as opções que oferecem a melhor comodidade para os consumidores, além de qualidade em serviço.

No mês de setembro de 2016, comparando pacotes para dois tipos diferentes de viagem para o exterior, a Proteste comparou e cotou pacotes, sendo o primeiro para a Europa, onde o valor ficou estimado em trinta mil euros, e o segundo, indo aos Estados Unidos, com o valor passando para em torno de cinquenta mil dólares. Sobre as pequisas, quarenta e seis planos, de 12 seguradoras, foram consultados.

As seguradoras pesquisadas, estão: Assist Card, MIC, , Omint, Bradesco e Itaú, Tourist Card, STB, entre outras.

Os índices usados pela Proteste vão de zero a cem e são usados para avaliar cada item de forma única dos 14 essenciais de uma viagem segura, segundo a contratação do pacote. As notas possuíram pesos diferentes para os itens, ganhando os obrigatórios o maior peso.

Segundo fontes, alguns dos itens avaliados são: traslado médico, auxílio financeiro emergencial, morte acidental, necessidade de repatriação sanitária, bagagem extraviada, o tempo estimado e demora em entrega de bagagem, cancelamento de voo, traslado de corpo, entre outras.

Segundo o técnico da Proteste, um dos responsáveis pela pesquisa, ainda que considerável e baixo, o valor pago pelo consumidor para o seguro é feito antecipadamente a viagem. Assim, houve ainda mudanças no ano de 2016, que vieram a agregar tipos de despesas, como: hospitalares, médicas e odontológicas, que não existiam até então.

As empresas que tiveram melhores resultados, considerando cenários onde foram avaliadas as cobranças feitas em dólar e euro, são: o plano AC 35 Europa, da seguradora Assist Card (dólar), e o plano Top Internacional, da seguradora Bradesco Seguros.

Para informações mais detalhadas sobre os cuidados ao contratar e sobre as responsáveis pelas melhores colocações no índice, confira o link na descrição.

Yamí de Araújo Couto


O feriado de Carnaval está se aproximando e, neste sentido, existem várias dicas para ajudar na organização da viagem. No aspecto de economia com os gastos da viagem, uma boa dica é realizar as compras com antecedência, na própria cidade, e, com isso, fugir dos custos dos locais turísticos.

Quanto às carnes para fazer o churrasco, é necessário certo cuidado especial em sua conservação. Neste sentido, o chef da CampCarne, Henrique Silva Campos, fala de algumas dicas para a conservação da carne em viagens.

Primeiramente, ele afirma que as carnes que já estejam temperadas, com o intuito de serem consumidas em um prazo de até 24h, não precisam de estarem congeladas. Ele explica que o tempero em contato com a carne evita a propagação de micro-organismos, impedindo que a carne estrague.

Henrique afirma que, nesse caso, para manter a conservação da carne, basta guardá-la em vasilhas fechadas e, em seguida, manter a vasilha em uma caixa de isopor. A quantidade de gelo na caixa de isopor deve ser adequada para conservar a carne.

Outra dica importante é que o gelo que for utilizado para conservar deve ser jogado fora depois. Ele explica que este gelo não serve para ser reutilizado, pois, no decorrer da viagem, o sangue da carne pode misturar-se a ele.

Quanto às embalagens a vácuo, ele recomenda que elas sejam mantidas lacradas para uma melhor conservação e higiene e, desse modo, serem preparadas com o tempero somente na ocasião de serem consumidas.

Quanto à preferência de transportar a carne congelada, Henrique orienta que ela seja dividida em pequenas porções antes de ser congelada, para evitar que os componentes da carne sofram alguma alteração no trajeto. E logo que chegar no local turístico, ele explica que a carne deve ser mantida no congelador e que, antes de serem assadas, elas devem primeiramente passar pela geladeira para impedir a propagação de micro-organismos.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: Pixabay


Atualmente as famílias estão viajando cada vez mais cedo com seus filhos, quando eles ainda são bebês, entretanto, se faz necessário ter alguns cuidados e não pode se esquecer de levar a documentação correta do seu filho para que não venha passar nenhum aborrecimento ao longo da viagem, afinal, a maioria dos pais se preocupam somente com a arrumação da mala e acabando se esquecendo da documentação obrigatória.

O principal documento que não pode faltar em uma viagem nacional é a certidão de nascimento, pois nela consta os dados dos pais e assim pode ser comprovada a paternidade ao ser comparada com o documento dos pais. É importante também levar o cartão de vacinação, visto que este é um documento da saúde do bebê e da criança.

Entretanto, muitas pessoas estão buscando conhecer novos países e por isso necessitam ter o Passaporte, que é o documento válido para este tipo de viagem. Se você estiver pensando em fazer uma viagem internacional com seu bebe, deverá ficar atento as nossas dicas de como proceder para que ele também tenha a documentação válida. O primeiro passo é acessar a página oficial da Polícia Federal (http://dpf.gov.br/), que é o órgão responsável pela emissão de passaportes. Na página da Polícia Federal o responsável deverá preencher um formulário e efetuar o pagamento no valor de R$ 156,07, que é referente à taxa de emissão. Logo após é preciso fazer o agendamento da data para comparecer ao órgão.

Quando chegar a data do comparecimento, você deverá se apresentar com o bebê e levar toda a documentação solicitada no site, assim como o comprovante de pagamento da taxa, o protocolo da solicitação e uma foto 5X8 colorida e atual. Se a criança tiver menos de três anos, é importante ressaltar que a validade do passaporte é de acordo com a idade da criança, por exemplo, uma criança de 01 ano terá um passaporte com validade de 12 meses e assim sucessivamente.

Agora que você já sabe sobre a documentação necessária para viajar tranquilo com seu filho, é só arrumar as malas e fazer um excelente passeio, mas lembre-se de solicitar a documentação com antecedência, pois este processo é um pouco demorado.

Por Michelle de Oliveira


Quem está pensando em viajar e aproveitar os descontos da baixa temporada precisa tomar alguns cuidados com o destino a escolher.  Nessa época, apesar dos custos reduzidos por conta da baixa procura, muitos turistas ficam com receio devido ao início do outono.

Para quem procura calor, a chegada da estação faz com que o clima esfrie em muitos Estados brasileiros. No entanto, escolhendo bem o roteiro, é possível curtir dias ensolarados e pagar uma média de 40% a 50% a menos do que na alta estação.

Existem regiões, como o Nordeste brasileiro, no qual o outono ainda é bastante ensolarado, não interferindo no clima. Locais como Maceió, Natal e Fortaleza são os destinos mais procurados e mais indicados pelas agências de viagens nessa época do ano. “O calor ainda está forte e a possibilidade de chuva é pequena. Além dos pacotes turísticos ficarem bem mais baratos, em geral, os restaurantes e o comércio das cidades,  também vem a ser mais acessíveis  na baixa temporada", diz a agente de viagens Milene Magosteiro.  

Já para os que querem ir rumo ao exterior, é possível economizar bastante em pacotes para Cancún e Punta Cana na baixa estação, que acontece nos meses de março a junho, e de agosto a novembro.

Por Thais Cortez


Lugar de águas termais, localizado no estado de Goiás, Caldas Novas atrai turistas de diversos lugares do país.

Conhecido por ser a região com maior quantidade de águas térmicas no mundo, Caldas Novas é uma pequena cidade, onde águas brotam do chão com temperaturas variando entre os 30 graus até os 60 graus.

Com diversos restaurantes, infraestrutura hoteleira de primeira linha, resorts, pousadas, chalés, boates e bares, a cidade é um grande ponto de encontro para os jovens, sem se esquecer das pessoas mais idosas.

O ecoturismo é uma atividade bastante explorada na região, baseado na ideia de turismo de forma sustentável, a cidade utiliza o seu patrimônio cultural e nacional de forma responsável. A região de Caldas Novas oferece para aqueles que buscam esta atividade, regiões de matas e serras que podem ser exploradas, sem contar as piscinas naturais de águas quentes que o lugar oferece.

Caldas Novas e suas deliciosas águas térmicas são um ótimo lugar para curtir uma boa temporada de paz e diversão. 

Por Rodolpho Medeiros


Considerada como a capital mais moderna do país, Curitiba esbanja tranquilidade, modernidade e segurança.

Cidade de médio porte, com excelente infraestrutura, Curitiba é um ótimo lugar para se conhecer. Lugar de pessoas pacatas, pouca movimentação, shoppings e museus modernos, esta moderna cidade é um dos lugares mais acolhedores do Brasil.

Eleita como a capital com melhor infraestrutura do país, a capital do estado do Paraná apresenta modernidade em transporte público, edifícios e residências bem planejadas. Hotéis modernos e confortáveis, além de maravilhosas opções de lazer.

Com lindas praças e museus, a cidade oferece aos turistas excelentes opções. Seu moderno Jardim Botânico esbanja beleza e sofisticação, o Instituto Curitiba de Cultura e Arte é uma agradável opção para quem curte ótimos espetáculos e seus maravilhosos restaurantes agradam sempre.

Curitiba é uma excelente opção de escolha para realizar uma maravilhosa e tranquila viagem, vale apena conhecer a moderna capital do Paraná.

Por Rodolpho Medeiros


A Bahia, estado brasileiro conhecido por seu incrível litoral, possui uma região belíssima de serras, cachoeiras maravilhosas e lindas quedas d’água. A região da Chapada Diamantina é um paraíso isolado baiano. 

É na Chapada que nascem alguns rios como o Jacuípe, Paraguaçu e o Rio das Contas. Lugar cercado pela particular vegetação da caatinga, rico em bromélias, sempre-vivas e orquídeas, fica encantador quando adentramos em suas cavernas e piscinas naturais.

Suas incríveis cachoeiras e quedas d’água chamam a atenção de aventureiros em busca de ação. Uma de suas mais famosas cachoeiras é a da Fumaça com seus assustadores 380 metros de queda, além da belíssima cachoeira do Buraco, lugar ideal para quem curtes esportes radicais como o trekking.          

Local para estudos geográficos e ponto fundamental de estudo de rochas pelos geólogos, a Chapada possuí uma variedade incrível de rochas que fazem parte de um super grupo conhecido por Espinhaço. Nesta grande cadeia de serras são encontrados alguns dos maiores picos do Brasil.

Quem adora natureza, esportes radicais e uma linda paisagem, deve conhecer a espetacular Chapada Diamantina. 

Por Rodolpho Medeiros


Muitas pessoas já estão acostumadas com os roteiros convencionais que passam a procurar locais totalmente diferentes para descansar ou aproveitar suas férias. Assim, eis 10 locais totalmente inusitados e isolados que podem trazer aos mais aventureiros prazer e descanso com belas vistas. Pois bem, são estes lugares:

Concórdia, no Paquistão, é um local de difícil acesso e um guia se faz fundamental para chegar ao local, porém, a vista é de tirar o fôlego.

O Quarto Vazio (Morada do Silêncio), na Arábia Saudita, é uma terra muito agressiva, porém, existem dunas magníficas e o local é completamente isolado.

Indo à Austrália vá ao Cabo York, para chegar ao local somente com veículos adaptados para o terreno e o local está repleto de crocodilos, mas a beleza natura é impar.

No Parque Nacional de Quttinirpaaq, no Canadá, será possível ver ursos polares e outros animais enquanto se passeia pelo local.

A Groelândia, como todo é um local muito frio, mas com paisagens amplas e bastante tranquilas, com um bom guia é possível fazer esportes radicais.

Estando no Chile vá a Ilha Robinson Crusoé, atualmente a ilha possui poucos habitantes e a mata nativa cria a sensação de isolamento total, excelente para quem quer paz e tranquilidade.

Nevado Mismi, no Peru, é conhecido como o local onde o Rio Amazonas tem sua nascente.

No frio da Rússia, visite Olkhon Island, é um dos lugares mais difíceis de ser alcançado, mas vale a pena se aventurar.

Se ainda estiver na Rússia, passe na Península de Lamchatka, local de 200 vulcões e muito longe da civilização, porém, belo e excitante.

Por fim, chegando aos EUA, vá à Scotty's Castle, uma casa no meio do deserto, mais precisamente no Vale da Morte.

Curioso, ponha a mochila nas costas e enfrente as dificuldades para chegar aos locais, com toda certeza a experiência e as paisagens compensarão as longas horas de caminhada.

Por Layla Rodrigues


Para muitos, Paris é a terra dos "amantes", porém, não é apenas a Torre Eiffel ou o Rio Senna que chamam a atenção na cidade da Luz. Existem muitos segredos nas ruas estreitas de Paris.

A cidade é uma das mais antigas da Europa e possui locais de visitação pouco conhecidos pelos turistas, mas que são tão incríveis quanto qualquer monumento popular.

Assim, quando for a esta espetacular cidade e tiver oportunidade, não deixe de visitar a Torre de Jean Sans Peur e suas catacumbas, na qual existem milhares de crânios enterrados, ou ainda a Arena de Lutécia, local de luta de gladiadores, pouco conhecida pelos turistas convencionais.

A maioria das agências de turismo não fazem estes percursos, por isso, os interessados devem fazer a visitação destes locais por conta.

A visitação da Torre de Jean Sans Peur ocorre todos os dias em horário comercial, bem como a Arena de Lutécia, em ambos os locais há guias turísticos e o valor de entrada é baixo, já que os locais não são muito conhecidos ou visitados. Fica a dica de visitação para um turismo mais excitante e fora dos roteiros comuns.

Por Layla Rodrigues


Bento Gonçalves é uma cidade da Serra Gaúcha muito aconchegante e acolhedora.

Com uma forte colonização italiana, possui no Vale dos Vinhedos um complexo de vinícolas abertas à degustação e visitação, onde se pode compreender de perto o processo da produção do vinho. Além disso, a cidade possui uma beleza toda particular no chamado Caminho das Pedras, uma região bucólica, cercada por uma natureza exuberante, onde é possível visitar casas da época da colonização italiana, além de saborear e comprar diversos produtos de fabricação artesanal, como os laticínios da Casa da Ovelha e os produtos à base de tomate, na Casa do Tomate.

Outra atração à parte do local é o passeio de Maria Fumaça, que ao final proporciona a visita do turista à Epopeia Italiana, onde cenários e atores contam a história da chegada dos primeiros imigrantes italianos na cidade.

Por Elizabeth Preático


O visto no passaporte dá ao indivíduo autorização para circular em um país estrangeiro por determinado período de tempo. São vários os tipos de visto: de trânsito, diplomático, de estudante, de negócios, de jornalista, de noivo(a) e o mais comum para a maioria dos pedidos, o de turista.

Brasileiros que viajam para o exterior não precisam de visto para países europeus e da América Latina, já que estes mantém um acordo de reciprocidade com o Brasil. Mas, quem quer viajar para os Estados Unidos, Canadá, Cuba, China, México, Índia, Japão, entre outros, deve procurar a embaixada ou consulado do país no Brasil e solicitar a permissão.

A média para adquirir o visto americano, por exemplo, é de 100 dias. Por isso é importante não deixar para a última hora.

O site www.mre.gov.br contém uma lista de todas as embaixadas do Brasil no exterior e o site do Ministério da Justiça http://portal.mj.gov.br dá todas as informações sobre os tipos de vistos exigidos para viagens.

Por R. Oliveira


Monte Verde, situada na Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, é uma ótima opção de viagem para quem gosta de aventura.

Além de todo o charme da cidade, dado por sua arquitetura europeia rodeada por montanhas, Monte Verde ainda oferece diversas atrações.

Na cidade é possível fazer passeios de monomotor, rafting pelas águas do rio Jaguary, passeios com Jipe (inclusive em dias de chuva e barro), quadriciclo, além das grandes tirolesas que totalizam mais de 900 metros a mais de 60 metros de altura do solo.

Outro atrativo especial são as trilhas para os picos das montanhas, que devem ser realizadas durante o dia e não necessitam de guia, pois as trilhas são devidamente sinalizadas para garantir a segurança.

O primeiro pico encontra-se a apenas 40 minutos do início da trilha, mas para chegar ao último gasta-se cerca de 4 horas, apenas de ida.

Monte Verde é, com certeza, um lugarzinho todo especial para os amantes de aventuras.

Conheça mais em www.monteverde.com.br.

Por Tamara Fonseca


No norte da Itália, mais precisamente na região de Vêneto, se encontra a cidade de Veneza, famosa por suas gôndolas e por ter sido construída em cima do mar. Além disso, Veneza é famosa pelas pontes em arcos e pelos palácios  medievais.

Como toda cidade mundialmente conhecida, procurada e visitada, Veneza fica lotada nas temporadas turísticas, principalmente na primavera e no outono europeu que vai do final de março até o final de setembro. Mas isso não é problema se o turista souber dividir ruas e canais com outros turistas.

Além de se andar muito de gôndolas pela cidade, também se anda muito a pé ou então num ônibus pluvial chamado Vaporetto.

Um turista que vai a Veneza com certeza não pode deixar de ver e conhecer o coração e a alma da cidade, a Piazza de San Marco.Nessa praça pela manhã há a cerimônia de hasteamento da bandeira de Veneza que é feita pelas tropas Canabirieri vestida em trajes típicos.

Vale a pena procurar uma agência de turismo e visitar essa linda e famosa cidade italiana.

Por: Karin Földes


Para quem quer viajar no carnaval (ou em qualquer época) e não sabe bem para onde, uma boa opção é acessar o portal da Embratur. O governo lançou a campanha “Conheça o Brasil” que já está sendo vinculada na mídia nacional.

A proposta é que os brasileiros realizem mais viagens pelo seu país. No portal, o internauta pode selecionar o tipo de viagem que deseja fazer, ou seja, se ele prefere fazer um passeio que inclua sol e praia, ou então pode escolher roteiros culturais, ou que tenham esportes de vários tipos, ou até mesmo para eventos e negócios.

A partir do tipo de viagem que escolher, serão sugeridos lugares pelo Brasil que oferecem justamente o que você procura. O serviço prestado no site da Embratur é realmente bem útil, pois contém informações sobre o lugar, além de sites de hotéis na região.

Vale a pena conferir e programar uma viagem pelo Brasil de acordo com o seu gosto.

Por Andrea Gomes


Quem pensa em Manaus, logo se lembra da Floresta Amazônica. Mas essa metrópole de mais de um milhão de habitantes é uma cidade moderna e tem muito mais que verde a oferecer para seus visitantes.

O nome da capital do Amazonas tem relação com seus antigos habitantes, os valentes índios Manáos, considerados rebeldes pelos portugueses por se negarem a servir de mão de obra escrava.

Um dos maiores símbolos do seu desenvolvimento econômico e importante ponto turístico da cidade é o Teatro Amazonas. Mas também existem outros lugares interessantes, que marcam a história da cidade, tais como o Palácio Rio Negro e o Palacete Provincial.

Um passeio imperdível é o ‘Encontro das Águas’, em que o visitante pode acompanhar de perto os Rios Negro e Solimões e sentir suas diferentes temperaturas antes de se unirem e formar o gigantesco Rio Amazonas.

Outra sugestão é visitar o Zoológico do Cigs. Lá existem diversas espécies de animais e uma extensa área verde para caminhar tranquilamente. A emoção fica por conta de uma passarela, em que o visitante tem a oportunidade de andar literalmente sobre a jaula das onças.

Esses são apenas alguns dos inúmeros motivos que você tem para se conhecer Manaus.

Por Lucieny Prado


O Japão é o país das inovações tecnológicas com metrópoles de inúmeros arranha-céus e de intensa agitação. Mas entre o final de março e início de abril, a paisagem japonesa muda radicalmente,com o florescimento das Sakuras (cerejeiras), que tomam as ruas com suas flores e seu aroma.

A flor da Sakura é considerada pelos japoneses um símbolo nacional da felicidade. A temporada de seu florescimento coincide com o início do ano escolar para as crianças. As pétalas da Sakura caem durante duas semanas e o seu chá costuma ser usado pelos japoneses durante os rituais de casamento ou festivos.

A florada das cerejeiras é um dos fatos mais aguardados pelos japoneses, e são realizadas as festas “hanami”, que significa ver as flores ao ar livre.

Agências de turismo brasileiras oferecem pacotes para os interessados em acompanhar esse espetáculo visual no Japão com saídas no dia 25 de março de 2011.

Informações:  www.latitudes.com.br

Por Selma Isis


Ao viajarmos para países distantes muitas vezes nos deparamos com aquela vontade de ligar para um parente ou amigo próximo e contar todas as novidades que estamos vivenciando neste país. O que poucos sabem é que esse bate-papo pode sair muito caro e o turista pode levar um susto ao receber a conta telefônica quando voltar de viagem.

Confira algumas dicas para economizar nas ligações em sua viagem ao exterior:

  • Se você for levar seu celular, muito cuidado ao fazer ou receber uma ligação no país em que estiver viajando, pois a tarifa de deslocamento é muito alta.
  • Se for permanecer mais de uma semana no país, pode comprar um chip para celular local, que elimina o DDI e cobrança de deslocamento.
  • As opções mais baratas para se comunicar com quem ficou no Brasil são os cartões telefônicos e mensagens de texto.
  • Procure sempre um telefone público ou fixo, desde que não seja do hotel em que se hospedar, pois pode ser cobrado pelo uso do serviço.

Por Selma Isis


O pantanal realmente reúne diversas espécies de ecossistemas que se interligam e se transformam em um dos cenários mais bonitos do Brasil. E no momento da vazante, é que as flores de ipê roxo, o símbolo maior da região,desabrocham, fazendo com que essa época do ano fique propícia para as visitas de turistas.

Misturando o Cerrado, a Caatinga e a Floresta Amazônica, os animais também fazem a festa, surgindo as araras azuis, macacos-prego, jacarés, tucanos e até mesmo a onça pintada; tudo para que o cenário se torne divino.

No mês de outubro é que as águas do Rio Paraguai começam a inundar a região devido as chuvas, tornando a fauna mais rica e bonita.

A partir de R$ 80 reais a diária, a Pousada Águas do Pantanal INN, oferece estadias com passeios cobrados à parte.

Juliana Alves


Além de andar de metrô é possível também agora passear de metrô por São Paulo.

O Governo do Estado de São Paulo em parceria com o São Paulo Turismo, montaram seis roteiros turístico para mostrar a capital paulista a seus visitantes.

Os passeios passam pelos principais pontos turísticos de São Paulo como a praça da Sé, Memorial da América Latina, Av. Paulista, Teatro Municipal, Parque da Luz e Memorial do Imigrante.

Em todos os roteiros acompanham os turistas guias bilíngues e atores que encenam os principais fatos históricos de cada região.

É preciso fazer a inscrição com trinta minutos de antecedência no balcão do TurisMetrô na Estação da Sé (linha vermelha).

Serviço:

  • TurisMetrô
  • Aos sábados e domingos entre 9h00 e 14h00
  • Valor: De um a três bilhetes de metrô dependendo do roteiro escolhido
  • Maiores informações acesse os sites ou ligue para:
  • www.metro.sp.gov.br
  • www.cidadedesaopaulo.com
  • Tel: (11) 2958-3714

Por Monica Dinah


A França é conhecida por seus bistrôs e cabarés, tradição da culinária e arte francesa, por isso mesmo, uma ida à cidade luz pede uma visita a um desses lugares, você pode visitar lugares mais moderninhos e/ou conhecer os tradicionais.

No quesito bistrô moderninho temos o “Les Fous De L'Ile” e no quesito tradicionais e cabarés, o mais conhecido é o “Le Lapin Agile”, ambos em Paris.

No primeiro o turista pode tomar um cremoso chocolate quente no inverno ou comer uma carne com batatas típica da cidade. Na segunda opção, além de comer e beber, o visitante também poderá se deliciar com as típicas músicas francesas acompanhadas na sanfona, pois ele é muito mais um cabaré do que um bistrô.

Serviço:

“Les Fous de L'Ile”

  • 33, rue des Deux Ponts – Paris
  • www.lesfousdelile.com

“Le Lapin Agile”

Por Monica Dinah


A Europa tem paisagens maravilhosas em todas as estações do ano. Desde as paragens cobertas de neve agora no inverno, como as cores do verão.

Se você pretender viajar para a Europa em breve, considere viajar de um lugar para o outro de trem. Praticamente todo o continente é interligado por linhas de trem.

Os trens são super confortáveis e possuem duas classificações: a classe conforto e a classe econômica, mas se você optar pela classe econômica o ideal é que você não tenha muita bagagem, pois os compartimentos para bagagem são o único problema. Além de apertados é bom ficar com o olho aberto ou se prevenir com cadeados no caso da infelicidade de aparecer algum “batedor de carteira e mala”.

Algumas empresas oferecem pacotes em que você adquire um cartão de viagens válido por um mês em que você pode viajar por vários locais pagando apenas uma vez. É ideal para aqueles adeptos do backpacker life style.

Confira mais informações nos seguintes links:

Por Christiane Falcão


A Amsterdã dos parques, coffee shops e Red Light District faz parte de um roteiro mais voltado para o turismo quase que industrial desse país europeu cujo comércio é um aspecto historicamente inscrito no perfil da Holanda.

Um interesse lado da cidade são os tradicionais mercados, onde você pode encontrar de frutas, carnes, peixes a roupas, sapatos, sáris, livros e muito mais. Alguns estão abertos quase todos os dias como o Albert Cuyp, outros são mais específicos como o Mercado das Flores e o Mercado de Livros localizado no distrito de Spui.

Para os famosíssimos souvenir, fica a dica do Mercado de Waterlooplein. Lá você pode encontrar souvenir tradicionais, como as tulipas em miniatura ou os sapatos de madeira. Quem procura por algo mais customizado, podem ser encontrados itens para decoração e tecidos africanos e indianos, bem como esculturas e pinturas.

Por Christiane Falcão


Quem viaja para a Europa, deve se lembrar de alguns detalhes. Não se entra na Europa sem um passaporte válido, para turistas não é preciso visto. Além disso, as autoridades européias exigem dos estrangeiros um seguro de viagem internacional para entrar na Europa.

Dificilmente alguma autoridade em qualquer aeroporto europeu pedirá que o passageiro mostre a apólice do seguro, mas mesmo assim é melhor não burlar essa norma.

O seguro custa em média 150 dólares mas a maioria das operadoras de cartões de crédito fornecem o seguro gratuitamente ao cliente premium que comprar a passagem de avião com seus cartões.

Sempre carregue cópias comuns dos documentos e evite passear portando seus originais, sobretudo passaporte, mas caso você perca ou tenha seu passaporte e outros documentos roubados o melhor é entrar em contato com o Consulado Brasileiro, por isso tenha sempre o endereço do consulado mais próximo.

Polícia Federal: www.dpf.gov.br

Por Monica Dinah


Algumas dicas do que fazer durante o ano em Paris (França):

Janeiro e Fevereiro, baixa estação as passagens de avião e hotéis estão mais baratos, época das liquidações de inverno, por outro lado por ser inverno, além do frio, muitos pontos turísticos não abrem para o público;

Março, Abril e Maio é a primavera, com temperaturas agradáveis, as temporadas culturais reabrem, além dos desfiles de moda, abertos ao público nas lojas de departamento;

Junho e Julho faz verão, estação na qual o Rio Sena, que banha Paris, vira uma praia artificial;

Agosto: férias dos franceses;

Setembro e Outubro é verão, portanto alta estação, tudo fica mais caro mas as chuvas são raras, as liquidações e os desfiles de moda;

Novembro e Dezembro, começa o inverno e a baixa estação portanto as chuvas são mais freqüentes e Paris mais barata, mas muitas exposições e espetáculos encerram suas atividades.

Por Monica Dinah


A região Sudeste do Brasil é conhecida pelo seu forte apelo econômico e pelas metrópoles que enfeitam as cidades com prédios e algumas peculiaridades. Mas não é só de trabalho que se sustentam as grandes cidades da região. O Sudeste oferece ótimas dicas de roteiros para casais que preferem o romantismo das regiões urbanas.

Em São Paulo, o município de Campos de Jordão é conhecido pelo ótimo roteiro gastronômico e por seus atrativos culturais que encantam os visitantes.

Já no Rio de Janeiro, entre suas belas praias e magníficos cenários naturais, destaca-se o município de Petrópolis com seu clima ameno, construções históricas e abundante vegetação.

O distrito de Monte Verde, em Minas Gerais sagrou-se com o título de cidade mais romântica do país, em votação promovida pela revista Quatro Rodas em conjunto com o site Viajeaqui, em 2009. Já em 2010, o título foi passado para a cidade de Domingo Martins, no Espírito Santo, mais um ótimo destino a dois.

Por Rafael Olanda


Com a chegada das festas de fim de ano e as férias, as empresas de turismo capricham em preços e destinos que proporcionem comodidade e aventuras inesquecíveis aos viajantes. Os pacotes oferecidos pelas mais diversas empresas variam desde a companhia de toda a família até mesmo viagens solitárias. Um dos destaques dos pacotes são as viagens a dois.

Para aqueles que pretendem viajar acompanhado do par, o Brasil oferece os mais variados tipos de passeios inesquecíveis, sejam praias, campo ou metrópoles. Uma dica essencial para agendar sua viagem é a região Sul.

No Rio Grande do Sul, as cidades de Canela e Gramado, ambas com menos de 50 mil habitantes, são referência de ótimos hotéis e locais para os apaixonados.

Em Santa Catarina, a dica é fugir um pouco do agito da capital Florianópolis e conhecer o frio, os vinhos e o charme do município de São Joaquim.

Agora se a idéia é presenciar o pôr-do-sol e a vista deslumbrante das ilhas em formato de baleia, vale a pena conferir as belezas da Ilha do Mel, no Paraná.

Por Rafael Olanda


Quem visita cidades como Roma, Veneza ou Florença, a capital da Toscana, jamais volta para casa sem carregar um pouco de sua beleza. Parte da história da humanidade está em cada detalhe da arquitetura, nas esculturas de formas perfeitas, na praças, na gente, no ar.

Quanto mais tempo se tem tempo para contemplar a arte que compõe cada paisagem, mais sente vontade de explorar as peculiaridades de cada região. E uma das fomas mais interessantes de se deslocar entre as cidades italianas, sobretudo para quem vai pela primeira vez e quer conhecer um pouco de tudo, é fazer as viagens de trem.

Além de confortáveis, os trens possuem ar-condicionado, serviços de bufê e jornal matutino, dependendo da escolha e do horário, e pode-se desfrutar, ainda, das paisagens bucólicas que atravessam a janela. Aqui vai uma dica: até o final de janeiro de 2011, os bilhetes, ou passes, poderão ser comprados com descontos no site da Trenitalia. A compra deve ser feita até a meia-noite do dia anterior a partida. Bon voyage!

Por Rosane Tesch





CONTINUE NAVEGANDO: