Paris é uma linda cidade que encanta e impressiona em cada esquina. Agrega grandes pontos turísticos que levam as pessoas a passearem pelo passado.

Paris, cidade da França, é uma das capitais mais visitadas do mundo. Lá você pode encontrar desde passeios a prédios históricos até museus. Uma das dicas para quem pretende viajar é reservar cinco dias, no mínimo, para conhecer os pontos turísticos de Paris.

Conheça abaixo os seus principais pontos para visitar e conhecer:

Catedral Notre Dame:

Localizada o centro da cidade de Paris, anualmente recebe mais de 10 milhões de visitantes. Sua construção data de mais de 700 anos atrás, onde aconteceu diversos fatos históricos como, por exemplo, a coroação de Napoleão e onde viveu o Quasimodo, o Corcunda de Notre Dame. A entrada é livre. Apenas paga-se ingresso para subir em suas torres.

Museu do Louvre:

Quem vai a Paris, não pode deixar de visitar o Museu do Louvre. Ele foi aberto em 1793 e recebe mais de 9 milhões de pessoas por ano. O Museu conta com mais de 380 objetos em seu acervo, dentre eles peças egípcias e o quadro de Mona Lisa, de Leonardo da Vinci.

Arco do Triunfo:

Esta é outra parada obrigatória para uma foto. Ele foi construído a pedido de Napoleão no ano de 1806 e em suas paredes estão nomes de pessoas que lutaram contra Bonaparte.

Torre Eiffel:

Ela tem 325 metros de altura e conta com 1665 degraus. Sua construção data de 1889. A Torre Eiffel é um marco da cidade e símbolo da nação francesa. Ela está aberta todos os dias, inclusive nos feriados.

Cemitério Pere Lachaise:

Inaugurado em 1804, este é o maior cemitério da capital Francesa e conta com ícones do mundo sepultados lá como Allan Kardec, Oscar Wilde e Jim Morrison.

Além desses passeios indicados, você poderá curtir o cruzeiro no rio Sena e o Museu do Picasso.

Uma outra sugestão para economizar em Paris é comprar os ingressos antecipadamente pela Internet, pois além de serem mais baratos, você também ganhará tempo nas filas das bilheterias. O Site de Ingressos da Europa disponibiliza bilhetes para diversos pontos turísticos de Paris. O site pode acessado em português e traz a facilidade de comprar tudo em um só lugar.

Gostou do nosso post? O que achou do nosso artigo? Comente e compartilhe conosco as suas experiências.

Por Kika Akita


Praticamente desconhecida pela maioria dos turistas brasileiros, a Ilha de Brehat, situada na Bretanha, noroeste da França, vale muito uma visita. Conhecida por sua vegetação luxuriante e pelas formações rochosas rosáceas, a ilha das flores, como é conhecida, abriga um monastério irlandês instalado na região no século V. Junto com o Farol do Paon, formam um verdadeiro tesouro arquitetônico.

É proibida a circulação de carros por toda a ilha. Assim, o acesso é feito por barco. A travessia é feita em aproximadamente 10 minutos e a cada uma hora em média, dependendo da estação do ano. A visita à ilha só pode ser feita a pé ou de bicicleta. Se optar por pedalar, o turista encontrará muitas empresas de aluguel de bicicletas, com diversos pacotes (por hora, por meio período e por dia)

Para fotos e mais informações, inclusive sobre hotéis, acesse www.linternaute.com/.

Por Christiane Suplicy Curioni


Bordeaux está situada no sudoeste da França e é famosa mundialmente pela sua produção de vinhos.  A cidade é cortada pelo rio Garonnentes e em 2007 foi classificada como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, que reconheceu o incrível conjunto urbano que ela representa.

Bordeaux é sede de uma das maiores áreas metropolitanas do litoral europeu, e após anos de negligência, a cidade foi revitalizada e tornou-se e um dos destinos turísticos mais procurados da França.

Entre as inúmeras atrações turísticas da cidade, o que não pode deixar de ser visitado é a praça das Quinconces, a mais larga praça da Europa. O antigo Bordeaux com seus cafés e lojas de artesanato, as basílicas, o cais e suas belas fachadas e o Triangle bordelais também são parte essencial de uma visita a Bordeaux.

Por Juliete Lunkes


Para muitos, Paris é a terra dos "amantes", porém, não é apenas a Torre Eiffel ou o Rio Senna que chamam a atenção na cidade da Luz. Existem muitos segredos nas ruas estreitas de Paris.

A cidade é uma das mais antigas da Europa e possui locais de visitação pouco conhecidos pelos turistas, mas que são tão incríveis quanto qualquer monumento popular.

Assim, quando for a esta espetacular cidade e tiver oportunidade, não deixe de visitar a Torre de Jean Sans Peur e suas catacumbas, na qual existem milhares de crânios enterrados, ou ainda a Arena de Lutécia, local de luta de gladiadores, pouco conhecida pelos turistas convencionais.

A maioria das agências de turismo não fazem estes percursos, por isso, os interessados devem fazer a visitação destes locais por conta.

A visitação da Torre de Jean Sans Peur ocorre todos os dias em horário comercial, bem como a Arena de Lutécia, em ambos os locais há guias turísticos e o valor de entrada é baixo, já que os locais não são muito conhecidos ou visitados. Fica a dica de visitação para um turismo mais excitante e fora dos roteiros comuns.

Por Layla Rodrigues


Em Paris há muito que se ver e fazer. Certamente os principais atrativos turísticos são: 

Torre Eiffel onde a visita é praticamente obrigatória, mas o turista tem que estar preparado para enfrentar filas. Os dias mais recomendados para subir a torre são as segundas e terças-feiras logo de manhã, às 9h.

O melhor é pegar o elevador, aproveitar para tirar muitas fotos e lá de cima apreciar a vista que é simplesmente magnífica. Os preços variam de 3,50 (Euros) a 9,90 (Euros). A página oficial dela é: www.tour-eiffel.fr.

A Catedral de Notre Dame também tem um dia melhor para visitar, domingo na missa das 17h:30 é possível ouvir o som do órgão de 7.800 tubos, um som certamente muito belo.

    O Arco do Triunfo pode ser visto por fora e também por dentro, há um museu ao soldado desconhecido, lá uma chama é acesa todos os dias às 18h:30 e a iluminação vinda dela é muito bonita.

Recomenda-se andar em Paris a pé, contemplar a beleza do rio Senna ou então usar o metrô que é bem eficiente e leva a diversos lugares.

Por Karin Földes


A Euro Disney conhecida como “Disneyland Resort Paris”, fica a 32 km da capital francesa numa cidade chamada Marne-la-Vallée. Para chegar lá é possível ir de trem partindo de Paris ou de Londres ou então, pegar um traslado conhecido como shuttle bus direto dos aeroportos parisienses.

Cada viagem dessa custa cerca de 20 Euros e a duração é de mais ou menos uma hora. Para comprar os bilhetes de entrada e saber onde se hospedar basta acessar a página oficial do parque em: us.disneylandparis.com/index.xhtm l ou procurar uma agência de viagens que tenha um pacote para lá.

O resort possui seus próprios hotéis aos turistas que ali quiserem se hospedar. Há milhares de atrações para serem vistas; também vale a pena conhecer o Walt Disney Studios e almoçar por lá. Para isso, são necessários em média quatro dias.

Fique atento aos horários do parque é importante. Lembrando que na baixa temporada eles abrem mais tarde e fecham mais cedo. Encontrar alguém que fale inglês lá é fácil; as atrações dos parques costumam demorar, pois, são traduzidas em pelo menos duas línguas.

Para comer e economizar vale a dica de comer em Paris que é mais barato.

Por Karin Földes


Uma das melhores épocas para viajar é a baixa temporada, nesse período o fluxo de turistas diminui, os hotéis e restaurantes ficam mais tranquilos, além de estadias e passagens aéreas ficarem bem mais baratas.

Para quem pensa em programar uma viagem ao exterior essa é a melhor época, empresas de turismo têm pacotes especiais para diversos destinos.

A CVC está com um pacote com destino a Paris, na França que estão incluídos 7 dias e 6 noites de estadia com direito a café da manhã, 3 almoços ou jantares, translado, passeios e excursões (roteiro a critério do cliente).

Os passeios incluem os belíssimos jardins do castelo de Versalhes, o bairro boêmio Montmartre, entre museus e outras cidades vizinhas.

Em média o pacote na baixa temporada pode custar em média R$ 1.599,37, lembrando que os valores mudam de acordo com o valor do Euro.

A CVC tem saídas nos dias 9,16,23 e 30 de março de 2011.

Garanta a sua reserva pelo site: www.cvc.com.br.

Por Milena Evelyn


A França é sem dúvidas nenhuma, um dos lugares mais românticos para ser visitado. E para aqueles que acham que visitar o país é sinônimo de gastos exorbitantes, podem se enganar, pois o lugar possui roteiros totalmente gratuitos e que oferecem além de belezas e descontração, muito cultura e conhecimento deste cenário que mexe com a imaginação dos casais apaixonados.

Gosta de música? O evento musical Fete de La Musique, acontece todo ano durante o verão, e é distribuído em diversos pontos do país. Se estiver em Paris, você pode conhecer alguns museus gratuitos como Musée Carnavalet – Histoire de Paris, que conta a história da cidade. Se preferir arte moderna, visite o Musée d'Art Moderne de La Ville de Paris.

Obra-prima construída na Idade Média no lugar de um templo romano, a Catedral de Notre Dame, é um dos pontos mais requisitados e visitados. Vale a pena conferir mesmo que a atração custe 8 euros.

Juliana Alves


A França é conhecida por seus bistrôs e cabarés, tradição da culinária e arte francesa, por isso mesmo, uma ida à cidade luz pede uma visita a um desses lugares, você pode visitar lugares mais moderninhos e/ou conhecer os tradicionais.

No quesito bistrô moderninho temos o “Les Fous De L'Ile” e no quesito tradicionais e cabarés, o mais conhecido é o “Le Lapin Agile”, ambos em Paris.

No primeiro o turista pode tomar um cremoso chocolate quente no inverno ou comer uma carne com batatas típica da cidade. Na segunda opção, além de comer e beber, o visitante também poderá se deliciar com as típicas músicas francesas acompanhadas na sanfona, pois ele é muito mais um cabaré do que um bistrô.

Serviço:

“Les Fous de L'Ile”

  • 33, rue des Deux Ponts – Paris
  • www.lesfousdelile.com

“Le Lapin Agile”

Por Monica Dinah


Para quem gosta de chá e está em Paris (França) uma boa pedida é ir conhecer o novo endereço “Tea By Thé”, inaugurado pelos sócios Françoise e Patrick Derdérian.

Além de uma enorme gama de variações de chás, infusões quentes ou geladas, e ingredientes como pimenta, cebola entre outros, o cliente também pode comer sanduíches e pães de fabricação própria além de saladas exclusivas da casa com ingredientes como salmão defumado ou lentilhas. E para a sobremesa há opções de bolinhos decorados, saladas de fruta e mousses.

O diferencial desta casa é que apenas 33% das receitas são comidas, o foco deles é mesmo nas mais variadas receitas de chás, ou coquetéis como preferem chamar suas criações, as guloseimas neste caso, são os acompanhamentos das bebidas.

Também é possível comprar na minibutique anexa canecas, leiteiras e os chás.

Serviço:

  • Tea By Thé
  • 2, Place du Palais Royal, Paris 1

Por Monica Dinah


Algumas dicas do que fazer durante o ano em Paris (França):

Janeiro e Fevereiro, baixa estação as passagens de avião e hotéis estão mais baratos, época das liquidações de inverno, por outro lado por ser inverno, além do frio, muitos pontos turísticos não abrem para o público;

Março, Abril e Maio é a primavera, com temperaturas agradáveis, as temporadas culturais reabrem, além dos desfiles de moda, abertos ao público nas lojas de departamento;

Junho e Julho faz verão, estação na qual o Rio Sena, que banha Paris, vira uma praia artificial;

Agosto: férias dos franceses;

Setembro e Outubro é verão, portanto alta estação, tudo fica mais caro mas as chuvas são raras, as liquidações e os desfiles de moda;

Novembro e Dezembro, começa o inverno e a baixa estação portanto as chuvas são mais freqüentes e Paris mais barata, mas muitas exposições e espetáculos encerram suas atividades.

Por Monica Dinah


A Côte d’Azur francesa é um local disputado e caro em seus meses de verão (fim de Junho a fim de Setembro), porém há como aproveitar esse lugar incrível com pouco dinheiro.

O hostel Villa Saint Exupéry, considerado o melhor hostel da França em 2008, é uma ótima opção para jovens que querem conhecer a região e gastar pouco já que as diárias são de 16 euros para dormitórios e 25 para suítes particulares. Segundo a revista Viagem e Turismo a localização não é das melhores, porém há um serviço de transfer que deixa os viajantes do lado da linha do trem e de pontos de ônibus. Há internet grátis e café-da-manhã incluso na diária. Bebidas e outras refeições têm preços bem acessíveis.

Hostels são ótimas opções para viajantes que gostam de se hospedar em ambientes agradáveis, conhecer locais turísticos e gastar pouco.

Por Rafael TOTP


Abaixo estão alguns hotéis para os turistas que forem a Cannes, no sul da França.

– Le Canberra
Hotel cinco estrelas. Localizado no centro de Cannes e a cinco minutos da praia. O hotel é lindo, com uma arquitetura muito bacana. O Le Canberra oferece aos hospedes uma piscina em jardim para todos relaxarem. Também estão disponibilizados no hotel O Café Le Blanc com uma cozinha mediterrânea tradicional e uma sala de fitness com sauna. Wi-fi gratuito.
Endereço – 120 Rue Antibes, 06400 Cannes.

– Hotel Martinez
O hotel, com cinco estrelas, está localizado no coração de Cannes. Estão disponibilizados, aos hospedes, uma piscina, ao ar livre, três restaurantes sendo que um deles possui duas estrelas Michelin, um bar e o Spa Martinez com muitos tratamentos de beleza.
Endereço – 73 Boulevard De La Croisette, 06400 Cannes.

Fernanda T. Sodré


Tem viagem programada para Paris e ainda não fez seu roteiro? Confira estas dicas de lugares para conhecer Paris sob outro ângulo. Nestes locais é possível ver Paris do alto, sendo uma ótima oportunidade para tirar belas fotografias.

Arco do Triunfo – a vista permite ver a Torre Eiffel, o Arco de La Défense e os Champs-Elysées; Panthéon – em visita a cúpula, pode-se admirar a Rive Gauche; Torre de Notre Dramemesmo com a concorrência de outros turistas, não perca a oportunidade de ver Paris com a companhia das gárgulas; Galeries Lafayete – um belo terraço que oferece além da vista para a cidade, um ótimo restaurante; Torre Eiffel – sua visita é obrigatória e disputadíssima, reserve com antecedência no site www.toureiffel.fr e prefira o horário do entardecer.

Por Fernanda Peixoto


A França está construindo um castelo com estilo arquitetônico do século XIII. A curiosidade é que a construção será realizada sem nenhuma ferramenta elétrica ou moderna.

Segundo a BBC Brasil a construção deste castelo tem objetivo de pesquisa histórica e também de turismo. Os visitantes do Guéledon, como é chamado o castelo, podem ver a transformação de matéria-prima em materiais de construção e também usufruírem dos serviços de “guias de turismo” locais, os operários, que explicam os métodos da produção dos materiais.

O castelo atrai e satisfaz todos aqueles que gostam de viajar para lugares em que existam arquiteturas e monumentos históricos.

Por Rafael TOTP


A cidade francesa de Nice está localizada na região dos Alpes Marítimos e tem aproximadamente 400 mil habitantes. Nice é totalmente turística, e, depois de Paris é a cidade que mais atrai visitantes de todas as partes do mundo, oferecendo uma excelente infra-estrutura com vários hotéis e pousadas. Suas praias são belíssimas, com águas claras e exuberantes paisagens.

Mas além das belezas naturais, Nice reserva aos visitantes também muita cultura. Na cidade estão espalhados diversos museus, entre eles o Chagall, o Matisse e o Museu de Arte Moderna, alguns dos mais importantes. Outro grande atrativo de Nice é o Mont Boron, que proporciona ao turista uma visão panorâmica da cidade.

A Vieux-Nice, parte antiga da cidade chama atenção pelas suas belas construções antigas e é lá que estão localizados os principais museus e onde é feito o Passeio dos Ingleses, que vai do teatro Verdure até o aeroporto da cidade.

Por Juliete Lunkes


Para os que gostam de viajar  e conhecer novos lugares, mas se apegam-se a um pequeno detalhe – Não gostam de visitar e gastar dinheiro em lugares comuns atolados de turistas consumistas que mal importam-se com o que estão a visitar – segue uma idéia singular, interessante e deliciosamente mórbida (olha que isto é possível sim!).

O Cemitério Père Lachaise, em Paris possui a maior concentração de túmulos de celebridades. Lá repousam em definitivo figuras do calibre de Wilde, Moliére, Jim Morrison, Maria Callas, Balzac e Chopin.

As esculturas são incríveis e contém até mesmo uma pitada cômica, como o túmulo do escritor Victor Noir assassinado por Pierre Bonaparte que possui uma escultura em cima de sua tumba, no mínimo curiosa. Muito conhecido por, digamos, seus dotes avantajados, a calça do túmulo de Noir demonstra bem isso que você está pensando.

Querendo conhecer algo diferente? Vá ao cemitério…mas não em qualquer um claro! Vá ao Père Lachaise.

Por Teresa Almeida


Depois de Paris, Marselha é a maior cidade da França e é também a mais antiga do país. Localizada na costa do Mediterrâneo na província de Provença, o município possui o maior porto comercial da França e sua população beira aos 900 mil habitantes.  Pelo fato de parte de sua população possuir descendência africana, a cidade conta com uma enorme mistura de culturas, que a deixa com uma personalidade única e marcante. Suas belas paisagens naturais e urbanas chamam atenção dos turistas vindos de todas as partes do mundo.

A beleza do azul do Mar Mediterrâneo é capaz de encantar até aqueles turistas menos ligados à natureza. Pelas águas cristalinas é possível realizar passeios de barco, e pela sua costa o ideal é fazer longas caminhadas parando para descansar em um dos belíssimos mirantes.

A Igreja Notre Dame de La Garde é outro ponto turístico muito visitado em Marselha. Sua construção antiga, datada de aproximadamente 49 anos antes de Cristo, forma com outras antigas construções uma bela coleção arquitetônica que enriquece a cultura local.

Por Juliete Lunkes


O cenário é perfeito: Um jantar em uma estrutura feita de vidro e ferro, montada na cobertura do museu Palais de Tokyo, com uma vista muito privilegiada para a torre Eiffel. Desde que foi inaugurado, em 2009, o Nomiya é um dos endereços mais disputados de Paris, deixando turistas e parisienses ligadíssimos na internet para conseguir uma reserva.

O motivo para tanta procura é que o restaurante é provisório e fecha no fim de setembro, quando o verão acaba. Além disso, há apenas uma mesa (isso mesmo!), com lugares para 12 pessoas. O menu no almoço, já com as bebidas, sai por € 60 e, no jantar, € 80.

Mais informações: Paris sete: (+351) 213 933 170

Por Danielle Batista


Uma das mais belas capitais do planeta, Paris é um enorme mix de culturas. São tantas belezas naturais a arquitetônicas, tantas atrações culturais e históricas que nem todo o tempo do mundo seria suficiente para conhecê-la a fundo. O charme dos Frances só fazem a capital ser ainda mais elegante. Tudo é válido em Paris. Desde uma volta nas estações de metrô, uma aradinha em um café e uma caminhada às margens do rio Sena, são experiências única da rotina parisiense.

Aproveite as coisas simples de Paris, mas jamais deixe de visitar o Louvre, a Torre Eiffel e o Georges Pompidou e todos os outros pontos turísticos famosos no mundo inteiro que você tiver condições de visitar. Aproveita para saborear a culinária típica, sentir o clima que só a França é capaz de proporcionar e não deixe de interagir com os simpáticos franceses moradores da elegante capital.

Fonte: Uol

Por Juliete Lunkes


Paris, Oh Paris! Não farei nem ao menos uma introdução para falar da capital francesa, o simples fato de mencionar seu nome dispensa qualquer outro comentário.

A cidade das luzes é o lugar que possui mais pontos turísticos por m² que qualquer outro lugar no mundo. O Rio Sena com suas bancas de livros, o Louvre, Notre Dame, o começo da Champs Elysees, os jardins de Tuileries e claro: a torre Eiffel são alguns desses pontos e símbolos do principal destino da Europa. Fora o óbvio que todos sabem ainda há muito a se conhecer e absorver nessa cidade.

Tem a a alta gastronomia, moda, arte, arquitetura, a boemia e a classe da população Parisiense. Assim como não foi necessário introdução, terminar este artigo também é…Paris je t`aime.

Sem mais.

Por: Teresa Almeida


Você que pensa em viajar para a capital da França, Paris, vai se deparar com uma nova iluminação, que enfeita a cidade e encanta os visitantes: é a Avenida Champs-Élysées, uma das principais da cidade, que está toda colorida aguardando o Natal.

Na última semana de novembro, novas lâmpadas e enfeites natalinos foram instalados ao longo das principais ruas e avenidas de Paris. Seguindo o exemplo, os moradores também já começaram a enfeitar suas casas, deixando a cidade ainda mais bela.

A cidade, que é uma das mais visitadas durante as festas de final de ano, se preparou ainda mais para recepcionar os turistas: grinaldas, papais-noéis e clima natalino por todos os lados de Paris.

Por Rosana Radke


Quem vai à França em busca de degustação de vinhos de boa qualidade, a cidade de Saint-Emilion tem que estar no número um da lista. Mais de 900 vinícolas rodeiam a cidade, há vinhos para todos os gostos.

Além de apreciar os vinhos produzidos nas redondezas, o visitante pode ver de perto vestígios da época romana. Uma Igreja esculpida em rocha, monumentos, a maior igreja subterrânea do continente europeu, e catacumbas contam séculos de história da população local.

A cidade, rodeada por plantações de uva, também preserva a Capela da Trindade, construída em homenagem ao fundador de Saint-Emilion. Há atrações para entreter o turista por vários dias.

Por Rosana Radke


A poucos quilômetros de Bordeaux, o iluminista Charles Louis de Secondat, conhecido como Montesquieu, nasceu e cresceu em um castelo construído no século 13. O castelo, tanto em seu interior como os jardins, estão abertos para visitações.

Do lado de fora do castelo, um grande parque em estilo britânico deixa encantados os visitantes. O castelo foi construído em forma poligonal e possui um canal onde algumas carpas se exibem aos turistas.

No lado de dentro, pouca coisa mudou desde a época que Charles Louis de Secondat deixou o lugar. O quarto do artista permanece como ele deixou, com móveis e objetos trazidos de suas viagens e muitos livros.

Site: http://www.chateaulabrede.com/

Por Rosana Radke


A França é um país famoso em todo o mundo pelas suas belezas naturais, arquitetura, gastronomia, a alta costura, o modo dos habitantes, sua riqueza cultural entre outros.

Não é novidade sua rivalidade com a Inglaterra, vinda desde a Guerra dos 100 anos, mas, claro, tudo dentro da cordialidade e sem perder a pose da boa educação européia.

Quando se viaja pela França nomes conhecidos aparecem a todo o momento, tais como, Paris, os Chateaux (castelos) no Vale do Loire, a região de Champagne, a Normandia, Cannes entre outros.

Em se tratando especificamente de Paris não se pode deixar de citar alguns pontos que são obrigatórios para visita tais como: Museu do Louvre, a torre Eiffel, o Arco do Triunfo, a Champs-Elysées, além da Catedral de Notre Damme.

Se ainda estava em dúvida, tenho certeza que a mesma se foi e não volta mais!

Allez à France!

Por Levi Rocha





CONTINUE NAVEGANDO: