Há muito que se ver na capital holandesa. A começar pelos cruzeiros pelos canais da cidade. Em terra firme, o turista pode fazer visitas com um guia pelas ruas do centro sem precisar pagar nada. Nessas ruas há imensos cafés e restaurantes que não podem deixar de ser desfrutados. Lembrando que um dos pratos típicos holandeses é Batatas Fritas com maionese.

Também no centro há um lugar que não deve deixar de ser visitado, o Museu Van Gogh. E para quem gosta de ter um pouco de contato com a natureza, o parque Vondelpark é parada obrigatória.

Os turistas que gostam de curtir a noite na cidade a dica é ir até o Red Light District. No verão é possível fazer visitas de bicicleta com guias. Aliás, as bicicletas são um grande meio de transporte em Amsterdã e por isso, ao andar nas ruas as faixas exclusivas para esse tipo de veículo devem ser respeitadas.

Para aqueles que preferem usar o transporte público a dica é sempre validar o bilhete para que não se tenha que pagar uma multa de 60 Euros. Outra boa dica é não ir de carro para o centro da cidade.

Por Karin Földes


Aproveitando a realização do São Paulo Fashion Week, o MCB (Museu da Casa Brasileira) está com diversas exposições sobre moda.

Além das exposições, o museu também mantém um teatro com o musical “Florilégio” sobre clássicos de grandes compositores nacionais e internacionais.

Também pode ser apreciado no museu, o projeto “Música no Museu” que a partir de março retoma sua temporada com o tema “olhar feminino” com apresentações gratuitas.

Outra opção são as visitas orientadas pelo museu e o projeto “Uma Tarde no Museu”, no qual serão discutidas a moda e costumes no vestir.

Serviço:

  • MCB
  • Av. Faria Lima, 2705, São Paulo
  • Entre as estações Faria Lima do metrô e Cidade Jardim da CPTM
  • Visitações de terça a domingo das 10h00 às 18h00
  • Ingressos de R$ 2,00 a R$ 4,00
  • Gratuito aos domingos e feriados
  • Acesso a pessoas com deficiência e bicicletário
  • Agendamento Arte Educativa: Tel.: (11) 3032-2499 – agendamento@mcb.org.br
  • www.mcb.sp.gov.br

Por Monica Dinah


A famosa sede do governo holandês e sede também do Tribunal de Paz das Nações Unidas, Haia é também uma cidade com muitas opções culturais e de entretenimento.

Os vários museus, entre eles o Mauritshuis e o Museu Municipal, valem muito pena conhecer para uma boa aula de História e de Artes.

Os festivais de música são também freqüentes na cidade, destacando o ParkPop, um dos maiores festivais de música pop ao céu aberto da Europa, e os festivais de jazz, o The Hague Jazz Festival e Jazz in de Gracht.

No verão, o “lugar” é a praia, havendo dois principais pontos: Scheveningen e Kijkduin beach, no Mar do Norte. No último ponto, se localiza a “Torre”, com sua bela arquitetura e concentração de Vips quando em visita da Haia. 

Por Christiane Falcão


A Argentina, além de ser uma ótima opção de turismo barato e próximo ao Brasil, oferece além da sua famosa capital Buenos Aires, outras cidades tão legais quanto para se visitar.

Tigre é uma cidade bem perto de Buenos Aires. Charmosa e uma das mais exclusivas dos arredores da capital. Pegar o trem em Buenos Aires e viajar apenas 30 minutos até a cidade de Tigre vale a pena. São muitas paisagens bonitas.

Dicas de museus para visitar:

– Museo Naval de La Nación
Endereço: Paseo Victorica, nº 602
– Museo de Arte Tigre (MAT)
Endereço: Paseo Victorica, nº 972
– Museo de La Reconquista
Endereço: Padre Castañeda, nº 470
– Museo Del Mate
Endereço: Lavalle, nº 289

Fernanda T. Sodré


A história do futebol, paixão nacional, pode ser aprofundada em uma visita ao Museu do Futebol, localizado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho – conhecido como Estádio do Pacaembu, em São Paulo, Capital. 

Inaugurado há 2 anos, ocupa uma área de 6.900 m²embaixo das arquibancadas do estádio e que mostram como esse esporte inglês, da elite e branco, tornou-se brasileiro, popular, mestiço e parte de nossa cultura.   

São dois andares com 15 salas ilustradas com conteúdo futebolístico, com menção aos craques, além de telões e gravações dos grandes narradores que marcaram época no rádio esportivo.

Saiba mais
Horário de funcionamento:
3ª feira a domingo – das 10 às 17 horas (permanência no museu até às 18 horas).
Endereço: Praça Charles Miller – Pacaembu – São Paulo/SP
Ingresso: R$ 6,00
Site: www.museudofutebol.org.br

Por Lucimara Brasil da Costa


Um bom e divertido passeio é o Museu da Língua Portuguesa, no Centro de São Paulo.  Inaugurado em 20 de março de 2006 e aberto ao público no dia 21 de março, há espaço para exposições permanentes e temporárias, além de diversas atividades paralelas, tais como: apresentações gratuitas com contadores de histórias; cursos gratuitos como “ciclos de leitura”, “oficina de escrita” e “cursos de capacitação para contadores de histórias”, e palestras e seminários gratuitos.

Até o dia 30 de janeiro de 2011, a exposição “Fernando Pessoa, plural como o universo”, poderá ser visitadas na sala de exposições temporárias do Museu.

Saiba mais
Endereço: Praça da Luz, s/nº – Centro (São Paulo/SP)
Site: www.museulinguaportuguesa.org.br

Por Lucimara Brasil da Costa


Se você for a Alemanha (e você tem de ir algum dia, quem sabe não no carnaval brasileiro, hein?) não pode deixar de comer as famosas salsichas de lá.

É isso mesmo. Os alemães amam sua salsichas cortadas em rodelas, temperadas com ketchup e curry, também chamadas de currywurst. Tanto que por incrível que pareça há um museu só para homenagear as tais maravilhas.

Criado no final da guerra fria, o prato era indispensável nas mesas por ser barato e calórico. Mesmo depois da guerra o Currywurst nunca foi esquecido. Atualmente quase um bilhão de salsichas são vendidas anualmente.

Então já sabe, se for a Alemanha não deixe de provar e de conhecer o museu.

Mais informações no site www.currywurstmuseum.de

Por Victor Gonçalves


Novo Hamburgo é conhecida pela capital do calçado, é uma cidade típica de colonização alemã, com forte influência religiosa.

Importantes feiras acontecem na cidade para fomentação de negócios na cidade, que também tem muitas atratividades turísticas como o bairro Hamburgo Velho, que é um centro histórico com uma programação intensa de eventos culturais.

A cidade é rica em Museus, como o Museu Casa Schmitt Presser, com sua típica construção em estilo alemão com características coloniais, a Fundação Ernesto Frederico Scheffel, um casarão recheado de telas e esculturas, a Galeria Leões da Arte, com obras clássicas de artistas  de expressão nacionais e internacionais.

Na cidade poderá ser visitado um pouco da história indígena através do Museu do Índio, com acervo dos índios Tikuhna do Alto Solimões.

A Biblioteca Municipal é uma atração cultural a parte, inclusive com exposições, assim como o campus do Centro Universitário Feevale  que  revela  um toque de modernidade da cidade.

Por Silvane Romero


Um prédio mais que moderno vai emergir em meio às ruínas de Roma. No dia 30 de maio foi inaugurado o MAXXI – Museu de Artes do Século 21, o primeiro museu público da Itália destinado inteiramente à arte e à arquitetura contemporâneas.

O prédio foi desenhado pela iraquiana Zaha Hadid. Considerada uma das melhores arquitetas do mundo, ela foi a única mulher a ganhar o Pritzker, em 2004, o maior premio da arquitetura. Zaha costuma projetar edifícios muito ousados com fachadas muitas vezes futuristas.

No MAXXI, ela usou concreto, vidro e ferro para equilibrar curvas e linhas retas e fazer um incrível contraste com a paisagem da capital italiana. Na Via Guido Reni, a rua onde está o museu – no bairro Cult do Flaminio – Roma finalmente vê o futuro chegar.

Veja mais em: www.maxxi.benicultural.it (em italiano)

Por Danielle Batista


Fundado em 1998, o Memorial do Imigrante surgiu para que o nosso passado não caísse no esquecimento. Preserva e divulga a importância da imigração nas origens históricas da cidade e do país.

Lá, você encontra documentos, a lista de bordo dos navios, mais de 5 mil fotografias e diversos registros de pessoas que passaram pela hospedaria, que hoje abriga o Memorial.

A exposição permanente mostra desde a viagem dos imigrantes até a chegada e integração deles com a sociedade.

Um ambiente muito familiar, com lanchonetes e restaurantes que servem almoço aos domingos, além de uma bela área verde. Com certeza um ótimo passeio, que além de divertido, nos faz conhecer um pouco mais de nossa história e da história dessa enorme diversidade cultural que tem o Brasil. Além de tudo, tem estacionamento no local e gratuito!

Endereço: Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, Brás.

Para maiores informações, acesse o site www.memorialdoimigrante.org.br

Por Larissa Nalin


A cidade de São João da Boa Vista, distante 220 km da capital paulista, terá um espaço inteiramente dedicado à arte sacra e obras religiosas: será inaugurado no próximo dia 30/11/2009 o Museu Diocesano de Arte Sacra.

Com acervo de mais de 10 mil peças, o museu tem vários objetos litúrgicos, com destaque para uma imagem portuguesa de São João Batista, datada do século XIX. Há também conjuntos de santinhos em papel, em vários idiomas, como francês e italiano, bem como livros antigos de orações, missais e vestimentas utilizadas nas celebrações religiosas.

O museu funciona de terça a sábado, das 14:00 às 18:00, a entrada é franca. Para maiores informações, acesse http://www.ferias.tur.br/informacoes/9647/sao-joao-da-boa-vista-sp.html e conheça um pouco sobre a história da cidade, também chamada de “Cidade dos Crepúsculos Maravilhosos”.

Créditos: Cris Keller





CONTINUE NAVEGANDO: