Confira aqui sugestões para passeios incríveis nesta cidade portuguesa abençoada pela aparição da Santa Nossa Senhora de Fátima.

Neste ano, a aparição da Santa Nossa Senhora de Fátima completa seu centenário (13 de maio), sendo assim, preparamos este post para convidar-te a visitar a cidade abençoada e conhecer um pouco mais sobre a história de aparição da Nossa Senhora, que é repleta de milagres.

1 – Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Situada na parte mais alta da cidade, a Basílica é encontrada no local onde as crianças visualizaram o clarão que aconteceu antes da aparição. O templo é muito grande e possui uma torre alta com uma imagem da santa em frente a construção. É a igreja principal da cidade.

Um lindo local para se tirar muitas fotografias.

2 – Capela das Aparições

Foi onde os pastores viram a imagem da santa pela primeira vez, lá ficava a Cova de Iria. A capela simples deu lugar a um lindo local restaurado que oferece mais suporte aos visitantes. Ao lado direito da capela, encontra-se A Grande Praça, que também é uma ótima sugestão para se conhecer. Na capela as missas são celebradas durante o dia todo.

3 – Casa de Jacinta e Francisco

Jacinta e Francisco eram irmãos e viveram durante a vida toda nesta casa simples. No interior do ponto turístico todos os móveis estão mantidos incluindo as camas em que dormiam, assim como todos os outros aspectos da casa. A única fotografia dos três pastores juntos está presente na sala, emoldurada em um pequeno quadrinho. O ambiente transmite muita paz e tranquilidade.

4 – Basílica da Santíssima Trindade

Construída em 2007, mais recente porém tão importante quanto todos os outros pontos turísticos citados anteriormente, situa-se no lado oposto da igreja principal na cidade, foi construída para ampliar os espaços e receber todos os visitantes com maior conforto, já que uma basílica não era o suficiente.

5 – Casa de Lúcia

Lúcia era prima de Jacinta e Francisco. A casa é toda mantida com as aparências da época. Vale a pena dar uma olhada, pois retrata exatamente a realidade da época. Situa-se ao lado da casa dos irmãos Jacinta e Francisco.

Carolina B.


Confira as dicas de turismo em Fernando de Noronha, em Pernambuco.

A famosa ilha fica no estado de Pernambuco, a quase 550 quilômetros da capital, Recife. Conhecidas por suas belezas naturais, águas cristalinas, que variam o tom de azul, entre verde esmeralda e azul turquesa e areia dourada, além de deslumbrante vida marinha, corais, formações, rochosas e matas.

Por se tratar de um arquipélago, o acesso a Fernando de Noronha se dá apenas por meio de avião ou navio. Dentre as principais atrações do arquipélago, estão as praias do Sancho, do Leão e dos Porcos, que são três das dez ilhas mais bonitas do Brasil. Além das belíssimas praias, Fernando de Noronha conta com piscinas naturais, ganhando destaque a do Atalaia. O lugar conta ainda com seus cartões postais: morro dos Dois Irmãos e morro do Pico. O ecoturismo é muitíssimo explorado na região, que disponibiliza atividades como mergulho (com instrutor), surf, trilhas, passeios de bicicleta, passeios de buggy e de barco. Além dos corais e peixes, o arquipélago também conta com observação de golfinhos e nado com tartarugas.

Onde ir:

Preparamos uma lista para vocês que se interessam nas maravilhas de Fernando de Noronha, para que nenhum passeio falte na sua visita:

Praias da Cacimba do Padre, Baía dos Porcos e do Sancho:

Trata-se dos mais bonitos do arquipélago, tanto em terra, quanto submarino. Apesar do difícil acesso das últimas duas, vale totalmente a pena quando nos deparamos com a beleza de mergulhar em águas transparentes e cheias de peixes.

Ilha Tur:

Passeio de buggy que passa pelas principais ilhas, com paradas para mergulho, além dos mirantes da Vila dos Remédios.

Vila dos Remédios:

A vila de construções históricas preservadas abriga o núcleo urbano principal da ilha.

Observação dos Golfinhos:

Às 6h30, na Baía dos Golfinhos, se você tiver sorte, poderá observar os lindos marinhos descansando.

Praia do Atalaia:

Nesse local, é possível fazer mergulhos supervisionados – requer autorização do Ibama, portanto é necessário inscrever-se. No mergulho podemos avistar peixes coloridos, tartarugas, pequenos tubarões e até polvos.

Trilhas:

Fernando de Noronha dispõe de 16 trilhas, para serem executadas tanto a pé como de bicicleta.

Cultural:

No período noturno, no Centro de Visitantes, acontecem apresentações de documentários, a entrada é franca. Lá também acontecem debates.

Passeio de Barco:

De manhã e no período da tarde, acontecem passeios de barcos, com duração de 3 horas.

Por Carolina De Marco Brandenbergher

Praia do Atalaia


Saiba o que fazer em um dos destinos mais procurados do nordeste brasileiro, Porto de Galinhas, em Pernambuco.

Porto de Galinhas é um destino turístico muito procurado. Situado em Pernambuco, fica a apenas 70 quilômetros da capital Recife, no município de Ipojuca. Os grandes cenários do local são constituídos por incríveis piscinas naturais de deliciosas águas mornas e jangadas regidas pela baixa da maré. Em Porto de galinhas é possível tanto observar as cores dos muitos peixes nas piscinas naturais, quanto pegar ondas fortes, em outras regiões do ponto turístico.

O turismo de aventura tem ganhado cada vez mais espaço em Porto de Galinhas, por conta das práticas de esportes, como surf, esqui aquático, jet-ski e wakeboard, principalmente o surf na praia de Maracaípe e os demais na praia de Muro Alto. Ambas tem se estabelecido como point para os amantes da prática dos esportes náuticos, respectivamente.

Além das atrações ligadas aos aquários naturais, o destino não deixa a desejar quando o assunto é vida noturna e atrações paralelas. Durante o verão, principalmente, a vila fica cheia de turistas e estrangeiros das mais diversas regiões do Brasil e do mundo. No centro, é possível conferir artigos artesanais locais. Um passeio a pé por lá se faz revelador também pelo conhecimento de restaurantes especializados em frutos do mar e na culinária local. Carne de sol e galinha cabidela são uns dos pratos típicos da região.

Para onde ir:

Preparamos uma lista de atrativos ditos clássicos, que você não pode deixar de visitar na sua visita a Porto de Galinhas.

Passeios de Jangada às piscinas naturais:

Saindo da Praça das Piscinas naturais, jangadas cheias de cores transportam os visitantes até corais e recifes. O trajeto dura em média 15 minutos.

Praias Muro Alto e Maracaípe:

Essas praias são o point dos que gostam de esportes radicais, seja para praticar ou assistir.

Passeio de jangada pelo rio Maracaípe:

O passeio tem como destino a região de mangues, onde é preservado o cavalo-marinho, símbolo da vila. Nesse trajeto encontra-se o projeto Hippocampus.

Visita ao projeto hippocampus:

O espaço é responsável pela preservação de cavalos-marinhos da costa brasileira. O local funciona como museu de ciências.

Passeio de catamarã à praia dos Carneiros:

O roteiro começa via ônibus ou vã e a volta é feita via estrada. Os trajetos se alteram de acordo com o ponto de saída.

Passeio de buggy:

Apesar de não ser permitido percorrer longas extensões à beira-mar, vale a pena dar o típico passeio de buggy pela região.

Por Carolina De Marco Brandenbergher

Praia dos Carneiros


Confira 5 principais pontos turísticos da cidade de Manaus, no Amazonas.

Manausé a Capital do estado do Amazonas e é conhecida, no sentido turístico, por fazer menção à proximidade com a natureza. Entretanto, a cidade traz muita história em suas construções e também é um bom centro para passeios culturais. Preparamos uma lista de 5 lugares que você não pode deixar de conhecer quando fizer a sua visita a Manaus.

5 atrações turística que não podem faltar quando o assunto é Manaus:

1 – Encontro das Águas

Os fenômenos desse atrativo se dão na união do Rio Solimões com o Rio Negro, o primeiro de água barrenta e o segundo de água escura. Um trecho de longos quilômetros estende-se, sem que os rios se misturem. É isso mesmo, os rios correm, lado a lado, sem se misturar, causando um incrível efeito visual. Em dias ensolarados (o que é muito comum nesta região), a visão fica ainda mais clara.

2 – Teatro Amazonas

Um dos cartões postais da cidade, é um imponente edifício que foi construído em 1896. Conhecer o interior do teatro, acompanhado por um guia, custa apenas 10 reais e vale a pena para conhecer a riqueza proveniente do látex. O edifício possui uma cúpula externa que reúne mais de 19 mil ladrilhos pequeninos, homenageando a República do Brasil.

3 – Zoológico do CIGS

O local é mantido pelo Exército e conta com uma área incrível das mais diversas espécies de macacos, além de tigre, jacarés, cobras, araras e jabutis. Se você vai com crianças, é um passeio muito recompensador e custa apenas 4 reais.

4 – Praia do Rio Negro

Essa é a praia mais badalada de Manaus. A praia só é formada quando o mar está baixo, entretanto o calçadão conta com atrações continuamente. A praia é uma excelente opção para se refrescar um pouco do calor intenso da região, além disso, lá pode-se observar a bela passagem próxima à Ponte Iranduba, ver shows ou fazer caminhadas.

5 – Igreja São Sebastião

Localizada próxima ao teatro, a Igreja de São Sebastião, em seu clima pitoresco, chama atenção pela sua decoração interna. A data da igreja é 1888, trazendo diversos estilos.

Além das atrações citadas, o Palácio Negro Rio Negro, o Palacete Provincial e o Centro Cultural dos Povos da Amazônia, também são lugares clássicos para se visitar em Manaus.

Por Carolina De Marco Brandenbergher

Encontro das Águas


Brasília possui ótimas opções de turismo para todas as idades e gostos. Confira.

Brasília, capital do Distrito Federal, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, já é por si só um atrativo turístico. Porém, é bom saber que ela não possui apenas monumentos dignos de visitação, mas diversos outros tipos de entretenimento. É possível fazer desde programas culturais a passeios ao ar livre em contato com a natureza. Opções ótimas para todos os gostos, idades e orçamentos!

1 – Parque Nacional de Brasília

No parque, mais conhecido pelo apelido de “Água Mineral”, é possível apreciar a vida silvestre, fazer trilhas e ainda tomar banho nas piscinas de água corrente. O acesso é simples e pode ser feito de ônibus, partindo da rodoviária do Plano Piloto, localizada no centro da cidade. Os ingressos custam 26 reais para o público em geral e 13 reais com o Desconto Brasil e o horário de visitação é das 08h00 às 16h00 com permanência permitida até as 17h00, todos os dias.

2 – Memorial dos Povos Indígenas

É sempre interessante ter contato com as raízes históricas que formaram o nosso país, especialmente em uma cidade como Brasília, que ainda hoje é um sinônimo de Modernidade. O Memorial dos Povos indígenas fica localizado em frente ao Memorial JK. Seu acervo é composto de arte plumária, bancos de madeira, máscaras e instrumentos musicais de diversas tribos como Yawalapiti, Kuikuro e Juruna. Além disso, o memorial promove diversos eventos que contam com a presença de indígenas de todas as regiões do país. Seu horário de funcionamento é de terça a sexta-feira, das 9h às 17h e sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.

3 – Lago Paranoá

O Lago Paranoá é belíssimo e bastante amplo em termos de turismo e lazer, oferecendo programas para o dia e para a noite. Casas noturnas, bares, passeio de barco, esporte, lojas, shopping e pesca no lago. Além de tudo isso, é possível ir ao local apenas para apreciar o clima e a bela vista também.

4 – Zoológico de Brasília

Uma ótima opção para as famílias é o zoológico de Brasília. Além de suas várias espécies, o zoo tem também um museu de ciências naturais e uma biblioteca. O funcionamento é de terça a domingo e feriados, de 9h às 17h. Os ingressos custam 10 reais a inteira e 5 reais a meia.

5 – Eixo Monumental

Por fim, temos o famoso Eixo Monumental, uma avenida localizada no “corpo do avião” (Plano Piloto), onde ficam muitos dos principais monumentos históricos e arquitetônicos de Brasília. Como a Catedral Metropolitana de Brasília, o Congresso Nacional, a Praça dos Três Poderes, o Palácio do Itamaraty e o Palácio da Justiça. O acesso ao Eixo Monumental pode ser feito por meio de ônibus ou metrô. Mas o passeio vale a pena ser feito a pé.

Por Carolina Costa

Memorial dos Povos Indígenas


Recife é um dos destinos mais procurados do Brasil. Confira os principais pontos turísticos da cidade.

A capital de Pernambuco é um dos destinos mais concorridos do Brasil e até do exterior. Belezas naturais, povo receptivo, clima atraente – todos fatores que tornam Recife obrigatório em qualquer plano de viagem turística. Conheça alguns pontos que você não pode deixar de visitar.

Praia de Boa Viagem – De águas cristalinas e com uma extensão de areia de 7 quilômetros, o local congrega gente de todas as idades. Possui quiosques espalhados pela orla, onde se pode encontrar todo tipo de petiscos e bebidas geladas. Possui pista de cooper, chuveiros e equipamentos de musculação.

Paço do Frevo – O frenético e conhecido ritmo musical característico da região encontra neste espaço uma forma de difusão da história e memória do frevo. Programa imperdível para quem gosta dos complicados passos da dança pernambucana.

Praia do Paiva – Outra praia, mas desta vez, longe da badalação e inserida em um ambiente natural ainda pouco explorado. A praia é ideal para quem deseja momentos de tranquilidade.

Casa dos Bonecos Gigantes – Estabelecimento que abriga os famosos bonecos gigantes típicos do carnaval da região. A casa funciona durante todo ano.

Ilha de Itamaracá – Local paradisíaco que guarda muita história do período de colonização holandesa no Brasil. Além de praias de tirar o fôlego, conta com restaurantes e infraestrutura adequada para receber os visitantes.

Capela Dourada – Para quem gosta de monumentos históricos, a igreja oferece pinturas em sua cúpula interna e laterais trabalhadas em elementos dourados. Considerada a igreja mais bonita de Recife.

Praça do Marco Zero – Trata-se do ponto de origem de Recife, localizado bem no coração da cidade. Uma dica é observar os elementos artísticos presentes na praça.

Instituto Ricardo Brennand – Na verdade, um complexo formado por um castelo, pinacoteca, e biblioteca. Congrega milhares de peças históricas de grande valor e é considerado um dos principais museus da América Latina. Impossível ir a Recife sem visitá-lo.

Oficina de Cerâmica Francisco Brennand – Utilizando o espaço de uma antiga olaria, a oficina é um dos locais mais pitorescos de Pernambuco. São inúmeros itens históricos e jardins projetados por Burle Marx. Está localizado próximo à extensão remanescente da mata atlântica e ao rio Capibaribe.

Palácio do Campo das Princesas – Sede do governo pernambucano, o palácio é um mergulho no passado, não só na história do estado, como também do país. Possui um mobiliário riquíssimo, além de quadros e outros itens importantes. As visitas são guiadas.

Por Dan Dias

Praia de Boa Viagem


Confira os principais pontos turísticos da cidade de Belém, no Pará.

Uma cidade que nasceu ditada principalmente pelo boom do comércio da borracha em tempos passados, a Belém atual mescla seu passado tradicional e bucólico, com a modernidade que os grandes centros oferecem. Conheça os melhores lugares para se visitar na capital paraense.

Museu Gemas do Pará – Fazendo parte do Espaço São José Liberto, o museu é uma amostra do potencial joalheiro do estado, tendo em seu acervo amostras de inúmeras pedras preciosas.

Museu do Porto de Belém – Sua exposição permanente conta a rica história da navegação do estado do Pará. Fundado em 2000, faz parte do complexo Estação das Docas.

Cidade Velha – Não é um espaço, propriamente dito. Trata-se de um bairro que traz toda a riqueza histórica da cidade, contando com museus, palacetes, casarões e igrejas do período neoclássico.

Orla de Icoaraci – Possui muitos restaurantes e bares, além de inúmeros pontos de artesanato. É também um local para aqueles que buscam tranquilidade.

Bosque Rodrigues Alves – Imagine um local que representa o que de mais valioso existe na rica flora da Amazônia. O parque possui centenas de árvores nativas e oferece as condições ideais para um passeio familiar.

Mangal das Garças – Próximo ao rio Guamá e possuindo mais de 40.000 m2, este parque ecológico oferece a riqueza das matas da região e uma grande quantidade de animais endêmicos da Amazônia. Nele é possível também encontrar inúmeras atrações, como um orquidário, criatório e viveiro de plantas, o Farol de Belém, o Museu Amazônico da Navegação.

Ilha do Algodoal – O local é o mais paradisíaco e sossegado de Belém. Além de praias belíssimas, a ilha possui grandes extensões de algodoais e conta com 19 km2, tendo inclusive uma área de proteção ambiental. O acesso se dá por barcos que saem da capital. Oferece pousadas rústicas para deixar o visitante com vontade de retornar sempre.

Basílica Santuário de Nazaré – Os fiéis contam que a imagem de Nossa Senhora foi encontrada às margens de um igarapé em Belém. A basílica, única da região norte, retrata o fervor religioso relacionado à descoberta da estátua em 1700 e sua importância cultural. Por conta disso, o Círio de Nazaré, procissão que ocorre na segunda semana de outubro, tornou-se uma das maiores manifestações religiosas do Brasil, reunindo mais de dois milhões de pessoas a cada ano.

Por Dan Dias

Orla de Icoaraci


São Luís, no Maranhão, possui diversos pontos turísticos atraentes para a visitação dos turistas. Confira.

Embora tenha sido fundada pelos franceses em 1612, é dos portugueses a influência arquitetônica da capital maranhense. Ao som de reggae, ritmo oficial da região, vamos conhecer os principais pontos turísticos de São Luís.

Parque Estadual do Bacanga: São mais de 3.000 hectares de mata amazônica onde nascem rios que alimentam a capital. Aliás, fauna e flora exuberantes são marcas registradas do local, que também conta com sítios arqueológicos.

Casa de Nhozinho: Museu localizado em prédio colonial no Centro Histórico de São Luís. A casa oferece inúmeros objetos produzidos pelo artesão Nhozinho durante sua vida. São miniaturas e utensílios de pesca indígenas, entre outros.

Teatro Arthur Azevedo: De estilo neoclássico e barroco, o teatro data do século XIX e tem a mão dos comerciantes portugueses em sua construção. A nave central do teatro é magnífica, e as visitas só podem ser feitas com guias.

Palácio dos Leões: É a sede do Governo do Estado do Maranhão, e já foi uma fortaleza construída pelos franceses em 1612. Atualmente, apenas uma parte do palácio está aberta à visitação.

Teatro Arthur Azevedo: Com capacidade para 756 lugares, o teatro guarda a suntuosidade de tempos antigos em toda sua estrutura e mobiliário. Muito utilizado para cerimoniais, formaturas, congressos.

Praia de Calhau: Possui dunas, quiosques, restaurantes-palafitas e águas muito tranquilas. Ideal para passeios familiares.

Igreja Nossa Senhora dos Remédios: Datada de 1719, a construção está localizada na Praça Gonçalves Dias. De frente para o mar, e de arquitetura gótica, a igreja foi citada no livro “O Mulato” de Aluísio de Azevedo.

Centro de Cultura Domingos Vieira Filho: É um centro de cultura popular que tem por objetivo a preservação da cultura maranhense. Possui objetos que lembram as diversas manifestações populares da região.

Valparaíso Acqua Park: O parque aquático, um dos maiores do nordeste, possui atrações para toda família, além de contar com restaurantes e um bar, especializados na gastronomia local.

Museu Histórico e Artístico do Maranhão: São mais de 10.000 peças, compostas por mobiliário do século XIX, peças de numismática, azulejos, vidros, esculturas e gravuras, entre outros itens de interesse. O local ainda funciona para atividades como projetos culturais, palestras, debates, exposição de filmes.

Por Dan Dias

Palácio dos Leões


Maceió tem atrações paradisíacas e atrai milhares de turistas todos os anos.

Debruçada no Oceano Atlântico e com uma orla de águas paradisíacas, Maceió tem muito a oferecer àqueles que, como milhares a cada ano, procuram seus encantos e belezas.

Praia Mirante da Sereia:

De paisagem estonteante, a praia forma inúmeras piscinas com suas águas cristalinas. O nome se deve à estátua de sereia no meio da água. Para aqueles que querem fugir das ondas violentas e procuram águas mornas. Fica um pouco distante da cidade, mas vale a pena.

Teatro Deodoro:

O centenário teatro passou por inúmeras reformas e teve problemas, como um incêndio que afetou o palco. Reformado e modernizado, hoje é palco de peças e espetáculos musicais importantes.

Catedral Metropolitana de Maceió:

Desde 1859, ano de fundação, a construção passou por inúmeras intervenções, sendo difícil apontar uma influência prevalecente em sua arquitetura. Do neoclássico ao moderno, é possível passear pelo tempo através de suas paredes e mobiliário.

Feira de Artesanato da Pajuçara:

São mais de 200 barracas oferecendo todo tipo de artesanato regional, propiciando um mergulho na cultura popular alagoana. Palha, madeira, cerâmica – não há limites para a criatividade dos artesãos.

Praia do Carro Quebrado:

Se você deseja um local afastado e mais radical, esta praia é o destino certo. Com suas encostas que lembram falésias, pouco frequentada, o local fica um pouco afastado de Maceió (45 km da capital), e o acesso não é tão fácil, mas compensa o esforço.

Paripueira:

Local bastante frequentado, principalmente nos fins de semana. Suas águas são mornas e na maré baixa surgem diversas piscinas naturais. Possui falésias que dão uma tonalidade interessante à orla.

Memorial da República:

Localizado à beira mar, o memorial possui peças históricas que remetem à época da República. Um destaque para as estátuas de bronze de alagoanos famosos.

Praia do Gunga:

Possui visual impressionante com suas falésias. De areias muito brancas e finas, há quem diga que é uma das praias mais lindas do Brasil. Possui infraestrutura para refeições, e uma dica é experimentar o caldo de sururu.

Museu da Imagem e do Som:

De história relativamente recente (inaugurado em 1981), o espaço guarda características arquitetônicas neoclássicas. Um destaque fica por conta do acervo de quase 12 mil itens do radialista Edécio Lopes.

Por Dan Dias

Praia do Carro Quebrado


Belo Horizonte reúne uma vasta lista de pontos turísticos que irão encantar os visitantes.

Belo Horizonte é uma das maiores capitais brasileiras, reunindo o histórico e o moderno, ao tempo que encanta o visitante com sua hospitalidade.

Veja os principais locais de visitação na capital mineira:

Parque das Mangabeiras – A assinatura do projeto do parque é de Burle Marx. O espaço é um dos pontos ecológicos mais importantes da capital mineira com 2,3 trilhões de m2. Mata nativa, trilhas, animais silvestres – tudo para encantar o visitante.

Parque Ecológico da Pampulha – Outro exemplo de recanto de tranquilidade junto à natureza, o parque está situado às margens da lagoa da Pampulha e é daqueles espaços ideais para se passar o dia com familiares. Dentro do parque existem outras atrações, como o Memorial da Imigração Japonesa.

Praça da Liberdade – Na verdade um complexo arquitetônico que começou a ser construído no período de fundação da capital mineira. O Palácio Cristo Rei, com seu estilo art decó, faz parte deste complexo.

Teatro Topázio – Um centro de espetáculos moderno que faz parte da estrutura do Minascentro, possuindo um centro de convensões moderno e bem equipado.

Mercado Central – São mais de 400 lojas que reúnem produtos de artesanato, lojas de griffe e restaurantes. O espaço recebe por ano milhares de pessoas do Brasil e do mundo.

Memorial Minas Gerais – Também conhecido como Museu de Experiência, a casa inova ao apresentar ao visitante a mistura do virtual com o real, levando-o a um passeio histórico recheado de sensações.

Basílica Nossa Senhora de Lourdes – Ou Igreja de Lourdes, a construção neogótica conta com uma infinidades de detalhes em suas paredes que encantam os visitantes mais atentos. O projeto é de Manoel Túnes, e a construção é de Antônio Gonçalves Gravatá.

Palácio das Artes – São 18.000 m2 administrados pela Fundação Clóvis Saldado. No espaço existem teatros, cinemas e um centro de formação artística.

Lagoa da Pampulha – Conhecida em todo mundo, principalmente pelo que representa por conta de sua proposta moderna. Este ícone da capital mineira possui 18 km de extensão e traz assinatura de Oscar Niemeyer, além de pinturas de Portinari e esculturas de outros artistas renomados. Em suas proximidades encontramos o campus da Universidade Federal de Minas Gerais, o estádio de futebol Mineirão, entre outros.

Por Dan Dias

Praça da Liberdade


Alguns pontos turísticos são os mais visitados do mundo, confira o que são e onde ficam.

Quando falamos em atrações turísticas, muitas imagens nos vêm à mente. Imagens emblemáticas, eternizadas pela beleza, singularidade e fama. Contudo, alguns pontos turísticos mais visitados surgem como verdadeiros “azarões”. Vamos a alguns dos pontos mais visitados do planeta.

Cataratas do Niágara (Ontário e Nova York): A atração natural está bem na fronteira entre Estados Unidos e Canadá, e recebe, anualmente, cerca de 23 milhões de visitantes. Um dos grandes motivadores para um número tão grande de visitantes é a acessibilidade facilitada ao local.

Magic Kingdom (Orlando): Numa área de mais de 400.000 m2, a atração atrai anualmente por volta de 17 milhões de pessoas. É um dos braços do complexo de atrações Walt Disney.

Grand Bazaar (Istambul): Trata-se de um enorme e antigo mercado coberto na Turquia. Imagine mais de 50 ruas cobertas onde você pode encontrar de tudo, além de comer uns petiscos típicos da região. Pois por essa atração passam 15 milhões de turistas a cada ano.

Central Park (Nova York): Bem no centro da ilha de Manhattan, é uma espécie de pulmão de Nova York. Por lá, passam anualmente mais de incríveis 38 milhões de turistas.

Times Square (Nova York): Mais uma mega atração do leste americano, é o centro nervoso com muitos arranha-céus, letreiros gigantescos de neon, e onde está localizada a famosa Broadway e suas inúmeras casas de espetáculos. É a atração campeã de visitação a cada ano: 39 milhões de pessoas passam pelo espaço.

Catedral de Notre Dame (Paris): De arquitetura gótica e ostentando torres monumentais com seus gárgulas, a construção é datada de 1345, e está no coração da capital francesa. Por lá, passam a cada ano cerca de 14 milhões de pessoas.

Zócalo (Cidade do México): É um espaço aberto histórico bem no centro da capital mexicana. Vizinha do Palácio Nacional e da Catedral Metropolitana, a atração atrai por ano cerca de 10 milhões de visitantes.

Grande Muralha da China: A portentosa construção levou 2 mil anos para ser terminada. Possui uma extensão de cerca de 9 mil quilômetros. Atrai todo ano cerca de 9 milhões de pessoas.

Museu do Louvre (Paris): Mais uma atração francesa, o museu é referência mundial por sua importância histórica, beleza e modernismo. Seu acervo conta com mais de 35 mil obras, expostas em uma área aproximada de 200.000 m2. A visitação anual perfaz 8,5 milhões de pessoas.

Por Dan Dias

Magic Kingdom - Orlando


Conheça alguns pontos turísticos imperdíveis de Florianópolis, Santa Catarina.

As atrações são muitas, desde praias maravilhosas até locais históricos de visitação obrigatória. Conheça alguns pontos turísticos imperdíveis de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina.

Centro histórico: Para mostrar que nem só de mar vive a cidade, é possível fazer um roteiro histórico, onde é possível visitar o Museu Víctor Meirelles, a Catedral Metropolitana, a figueira da praça XV de Novembro, e o Palácio Cruz e Souza. Não deixe também de aproveitar o Mercado Público para comprar lembranças e comer alguns petiscos do local.

Ribeirão da Ilha: Para aqueles que gostam de degustar frutos do mar, o local oferece restaurantes especializados, fazendo jus ao seu passado como colônia de pescadores. Além disso, a orla é bonita e com um visual bastante atraente.

Santo Antonio de Lisboa: Pioneiro na colonização da região, o bairro oferece construções do período colonial, além de uma vasta lista de opções gastronômicas.

Costa da Lagoa: Se sua intenção é caminhar ou pedalar, este é um local imperdível. Próximo a uma lagoa, a trilha margeia o espelho d’água, num ambiente tranquilo e bucólico.

Lagoa da Conceição: Bares e restaurantes para quem aprecia a boa comida, além de ponto certo para noitadas animadas. Várias casas noturnas ajudam a imprimir essas cores da descontração.

Joaquina: Muito famosa, notória por sediar competições de surf, já que suas águas são propícias para a prática desse esporte radical. Possui ainda uma ampla rede de hotéis, restaurantes e bares.

Lagoinha do Leste: Praia praticamente intacta, natureza deslumbrante. Cenário propício para um contato inesquecível com a natureza. Bastante preservada, é local concorrido para a prática de trilhas.

Praia Mole: É um endereço certo para quem pensa em diversidade e beleza. Muito procurada por jovens e surfistas, também é a preferida da comunidade GLBT. Tem ainda bares e restaurantes para atender a todos os visitantes.

Morro da Cruz: Trata-se de um mirante de onde é possível ter uma vista privilegiada da Ilha de Floripa. De lá é possível avistar o aeroporto, a ponte Hercílio Luz e muito mais.

Ponte Hercílio Luz: Inaugurada em 1926, é cartão postal obrigatório quando mencionamos a cidade. Embora esteja inativa há bastante tempo, vale a pena o visual marcante da construção.

Por Dan Dias

Lagoa da Conceição


Além de suas belezas naturais, Salvador possui diversas opções de turismo.

Situada na Zona da Mata da Região Nordeste do Brasil, São Salvador da Bahia de Todos os Santos, nome dado logo na fundação, é o destino preferido dos estrangeiros e brasileiros nessa época de carnaval. O motivo? O lugar apresenta paisagens belas, uma gastronomia picante e ainda conta com a música, carro chefe do município.

Vai conhecer a cidade? Conheça os pontos turísticos de Salvador que não podem ficar de fora do seu roteiro.

Pelourinho:

Quando se trata de paisagens belas, o Pelourinho, situado no Centro Histórico da capital baiana, oferece aos turistas as casas em estilo colonial barroco português. Além disso, Pelourinho, que significa coluna de pedras e que ficava no centro das praças para castigar os escravos, faz parte do Patrimônio Histórico da ONU.

Elevador Lacerda:

Não tem como deixar de fora o Elevador Lacerda, o primeiro elevador urbano do mundo. Além de servir de utilização para os moradores, o Elevador Lacerda é um dos atrativos turísticos mais procurados de Salvador. E o melhor do lugar, é que a atração fica a cargo da bela vista a partir dele.

Farol da Barra:

Construída no século XVII, o Farol da Barra tem 22 metros de altura e é bastante conhecido pelo mundo. Na terra do axé, o Farol é conhecido como Farol de Santo Antônio e se tornou um dos principais cartões-postais da cidade. Anos atrás, era utilizado para guiar embarcações que se aproximavam de Salvador. Além da beleza externa, o Farol da Barra também dá acesso ao museu náutico.

Mercado Modelo:

Visitar o local e não trazer lembranças é a maior burrada de um turista. Por isso, todos que visitam a cidade baiana devem passar no Mercado Modelo, localizado na Cidade Baixa. O Mercado é considerado o maior shopping de artesanato do Brasil, onde há mais de 260 lojas que vendem produtos típicos do estado. Pintou aquela fome? Não se preocupe, o Mercado Modelo conta com restaurantes e bares.

Igreja do Senhor do Bonfim:

Famosa no Brasil inteiro, a igreja do Senhor do Bonfim foi erguida entre 1745 e 1774. O intuito da sua construção era abrigar a imagem do Senhor Bom Jesus do Bonfim, que chegaria de Lisboa. Com o passar dos anos, a igreja ficou bastante conhecido por causa da lavagem de suas escadarias, feita todo ano, e das fitinhas do Senhor do Bonfim.

Praia da Ribeira:

Banhada pela Baía de Todos os Santos, outro ponto turístico de Salvador, a Praia da Ribeira é um dos locais mais charmosos e boêmios do município. Com uma bela vista dos casarões coloniais e de suas ilhas, a praia, que proporciona águas calmas, é um dos locais mais frequentados por velejadores. Uma curiosidade sobre o local é que antigamente, por conta das águas calmas, a praia abrigava pescadores. Em Salvador, a Praia da Ribeira é conhecida como a aldeia de pescadores.

Por Fábio Santos

Farol da Barra


Fortaleza é considerada como um dos locais mais procurados no Brasil nesse período de alto verão.

Segundo as expectativas do setor hoteleiro, a capital cearense deverá receber neste verão cerca de 500 mil visitantes. Mas a que se deve essa atração e fascínio por Fortaleza?

O Ministério do Turismo aponta Fortaleza como um dos locais mais procurados no Brasil nesse período de alto verão. Vamos conhecer agora alguns pontos que mais atraem o visitante a esta capital nordestina.

Museu da cachaça: Para os amantes da segunda bebida mais consumida no Brasil, nada melhor que visitar um local com um dos maiores acervos da bebida em nosso país. Fica na zona da mata em Lagoa do Carro, e possui mais de 13.800 marcas da bebida.

Morro do Branco: Ao contrário do que o nome indica, a região costeira, localizada em Beberibe, possui falésias com a coloração avermelhada. Por conta de sua beleza singular, o local já foi utilizado como ambientação para novelas de canais de televisão.

Casa de José de Alencar: O autor de “Iracema” e “O Guarani” viveu na casa por nove anos. De visitação gratuita, o espaço oferece um passeio pelo Brasil colonial e revive algumas passagens da vida do famoso escritor.

Museu do Ceará: Primeiro museu destinado ao público no estado do Ceará, mantém em seu acervo peças de armamentos, medalhas, moedas, móveis, entre outros itens.

Parque Estadual Marinho da Pedra do Meio: Este nome comprido identifica o parque marinho na capital cearense que contém inúmeras riquezas naturais, possuindo mais de 33,20 km2. Embora lute contra o processo de degradação, ainda é uma referência para estudos, e certamente vale uma visita.

Parque do Cocó: Área de preservação ambiental, o local possui inúmeras possibilidades para os amantes da natureza, mantendo ainda intactos ambientes importantíssimos para a vida marinha, como o manguezal formado na foz do rio Cocó.

Dragão: Fugindo do lugar comum, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura é um espaço com diversos bares descolados, museus, teatros e cinemas. Um espaço perfeito para badalação.

Beach Park: A família não poderia ficar de fora, e esse parque aquático, já uma referência em todo Brasil, possui inúmeras atrações familiares. Está localizado na praia de Porto das Dunas e possui cerca de 35 mil metros quadrados de diversão.

Por Dan Dias

Parque do Cocó


Foz do Iguaçu atrai muitos turistas pelas suas famosas Cataratas, mas há diversos outros pontos turísticos na cidade que podem fazer parte do seu roteiro.

Quando pensamos em Foz do Iguaçu, lembramos logo das cataratas famosas. Mas não é apenas delas que vive o turismo da região.

Este município do estado do Paraná fica a 643 km da capital, e conforme publicações de respeito, é o terceiro destino mais procurado do Brasil. Vamos entender por quê?

Macuco Safári – Trata-se de um passeio de botes através das cataratas. Ou seja, você se sente verdadeiramente inserido no cartão postal. Fortes emoções e visual deslumbrante e radical, com direito a muitos banhos de esguicho durante o trajeto. O percurso vai até o salto Três Mosqueteiros.

Parque das aves – O espaço possui mais de 900 aves vindas de todos os continentes. A imersão na natureza é total, sendo que, em alguns casos, é possível entrar nos viveiros de certas aves. A 500 m do Parque Nacional do Iguaçu, a atração tenta recriar o ambiente dos animais e ainda conta com um belo borboletário.

Lago de Itaipu – Um catamarã percorre o lago em um passeio que dura 1h30min. Os barcos são equipados com mordomias, como american bar e solário. Em alguns períodos ainda é oferecido um jantar especial ao final do passeio.

Parque Nacional do Iguaçu – Chegamos à “cereja do bolo”. O parque, cartão postal conhecido mundialmente, é Patrimônio da Humanidade, e é composto por nada menos que 275 quedas d’água. O trajeto pode ser feito por ônibus, que termina em uma passarela de 1.200 metros, proporcionando ao visitante uma visão deslumbrante das quedas. Aliás, a mais famosa delas, a Garganta do Diabo, possui mais de 90 metros de altura.

Vale dos dinossauros – A atração é nova, e já é uma das mais concorridas. São 20 réplicas robotizadas de dinossauros com movimentos e sons, levando o visitante a eras muito distantes. O passeio dura 45 minutos em uma área ao ar livre. O vale faz parte de um complexo maior, ainda em fase de finalização, o Foz do Iguaçu Park Show, que promete num futuro próximo muito mais atrações de peso e conta até com um site (www.valedinossauros.com.br/c/foz-do-iguacu) para informações adicionais.

Museu de Cera Dreamland – Inaugurada apenas em 2014, a atração conta com réplicas de personalidades como Ayrton Senna, Papa Francisco, Michael Jackson, entre outras. São 16 cenários percorridos em um passeio de 1 hora. O museu faz parte do complexo mencionado anteriormente, e também possui seu próprio site (www.dreamland.com.br/c/foz-do-iguacu) para informações.

Por Dan Dias

Parque Nacional do Iguaçu


Citamos aqui as 10 principais atrações de São Paulo.

São Pauloé uma cidade bem diversificada, com grandes monumentos, museus e opções diferenciadas de lazer. Uma das maiores capitais da América Latina também não poderia deixar a desejar em ótimos restaurantes, bairros e bares de vários segmentos para frequentar aos finais de semana.

Veja abaixo uma pequena lista com as dez principais atrações turísticas de São Paulo:

1. Parque Ibirapuera

Vamos começar falando de lazer. Com certeza você já deve ter ouvido falar dos excelentes parques que tem em São Paulo, dentre eles, o Parque Villa Lobos, o Parque Trianon, o Parque do Carmo, etc. Mas vamos falar de um dos principais, que é o Parque do Ibirapuera, pois é um dos mais bem localizados da cidade, ficando à poucos minutos do centro comercial da capital e dos bairros Moema, Paraíso e Vila Mariana. Lá, é possível passear livremente com animais de estimação e com crianças, fazer piquenique com os amigos e com a família; pois é bastante seguro e o ambiente é super agradável e limpo. Com pátios bastante verdes e arenosos, o parque também possui pista de skate, auditórios, lagos, belas e espaçosas paisagens cheias de árvores, pistas para correr e andar de bicicleta; além de eventos abertos de música, bienal do livro, exposições e outras sessões culturais sempre gratuitas, bem como a entrada nele.

2. Pinacoteca do Estado de São Paulo

Assim como a cidade, os eventos culturais também não param. E é na Pinacoteca de São Paulo que são direcionados a maioria das grandes exposições, pois é um dos museus de arte mais importantes da capital paulistana e também do Brasil. O lugar ocupa uma grande dimensão dentro da estação de metrô Luz, a mais antiga da cidade, e recebe um grande número de visitantes todos os dias, desde moradores da capital à estudantes e turistas de diversos lugares do país. Possui um dos maiores acervos de arte brasileira, desde pintura à esculturas de grandes nomes.

3. Avenida Paulista

Uma das avenidas mais conhecidas que se tornou cartão postal da cidade pela diversidade de pessoas que frequentam ali, pelos seus bares, shoppings, prédios bem iluminados e estruturados, cafés e sua movimentada rotina do dia-a-dia. Impossível não se encantar pela rua plana, aberta e arejada; onde é possível até andar de bicicleta por uma via de acesso construída por entre os carros recentemente. À noite, o lugar é tomado por diversas tribos e estilos de pessoas que frequentam os bares por entre ruas paralelas à Avenida Paulista, como a Rua Augusta, Alameda Santos, Rua da Consolação, entre outras.

4. Museu de Arte de São Paulo – MASP

Se você escolheu dar um passeio na Avenida Paulista, aproveite para dar uma passada no Museu de Artre de São Paulo (MASP). O MASP, como é conhecido, fica localizado próximo à Estação Trianon Masp do Metrô e é alvo de visitações diárias por estudantes e turistas, além de ponto de encontro de muitas manifestações às vezes, por possuir um vão aberto nas suas imediações. Como fica localizado numa das principais avenidas, acabou se tornando também uma das instituições culturais mais importantes de São Paulo e do Brasil por receber grandes obras e autores internacionais e consagrados pelas artes de diversos segmentos.

5. Theatro Municipal de São Paulo

Um dos monumentos históricos da cidade de São Paulo, o Theatro Municipal recebe as mais requintadas peças de teatro e música da cidade, do estilo clássico contemporâneo ao mais moderno estilo de música, para agradar aos mais exigentes gostos musicais. O prédio histórico fica situado na Praça Ramos de Azevedo, e fica aberto para visitação em horários comerciais, sendo sua visita gratuita durante o dia, exceto para fazer parte dos eventos do local.

6. Bairro da Liberdade

O bairro que sempre foi bastante conhecido por ter recebido imigrantes japoneses no início do século, hoje abriga mais chineses e coreanos do que os japoneses. O lugar é bem exótico e cultural e o passeio pelas ruas lembra muito as cidades orientais pelas decorações e os costumes das pessoas que frequentam ali. É repleto de templos de tradições oriental e restaurantes japoneses, chineses e coreanos; além de lojas que vendem produtos e alimentos orientais, feiras e festas de comemorações típicas culturais.

7. Mercadão – Mercado Municipal de São Paulo

Quem gosta de fazer compras e conhecer opções de comidas diferentes vai amar o Marcado Municipal de São Paulo. É lá que serve o famoso sanduíche de mortadela e os pastéis gigantes. Além disso, você vai encontrar feiras e uma grande variedade de comidas, frutas, temperos, especiarias em geral e produtos do norte do país, a maioria à granel. Está localizado na região do Bairro do Brás, e a área abrange também feiras, lojas e empórios de diferentes segmentos.

8. Catavento Cultural

O Catavento Cultural é um museu de ciências e espaço lúdico interativo que fica entre o Palácio das Indústrias, no centro de São Paulo, sendo ele dividido em quatro partes: sociedade, engenho, vida e Universo. Cada um desses espaços divididos é apresentado atrações que explicam o funcinamento delas numa linguagem singular e didática. Por exemplo, na parte do Universo você pode pegar em um meteorito de verdade, entender como funciona o sistema solar, ver de perto as constelações do céu de São Paulo e assim igualmente em outras partes.

9. Museu do Futebol

Para quem é apaixonado por futebol, não pode perder a oportunidade de conhecer o Museu do Futebol quando for à São Paulo. O lugar fica por baixo das arquibancadas do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o famoso Estádio do Pacaembu, e tem 6,9 mil metros. Vale lembrar que o Museu não possui nenhuma ligação com times de futebol, e sim o incentivo do público à conhecer a história do futebol e outros assuntos relacionados.

10. Museu do Ipiranga

O Museu do Ipiranga é bastante famoso por ser um monumento mantido em homenagem à Independência do Brasil, lugar onde abrigava antigamente o Rio Ipiranga. O palácio ainda está mantido como naquele tempo e sua arquitetura chama atenção pelos detalhes de época. Lá é possível encontrar peças valiosíssimas, além de manuscritos, laboratórios de restaurações de peças e uma biblioteca com um imenso acervo de livros.

Por Daniela Almeida

Parque do Ibirapuera


Porto Alegre possui diversos pontos turísticos atraentes. Citamos algumas dicas aqui.

Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, é o lugar ideal para quem quer descansar e renovar as energias nas férias ou feriado. Entre os principais atrativos turísticos destacam-se lugares como as praças, os parques e as churrascarias, que oferecem o tradicional churrasco gaúcho, ou seja, parada obrigatória, para quem deseja saborear e conhecer a culinária típica da região.

O Mercado Público é um dos lugares mais procurados pelos turistas na cidade e oferece bons restaurantes, alimentos gaúchos, além de artefatos diferenciados. O prédio foi construído em 1865, sendo um dos lugares mais antigos de Porto Alegre.

A capital gaúcha também abriga a Usina do Gasômetro, que foi inaugurada no ano de 1928, e na época o local abrigava uma Usina de Energia, que era movida a carvão. Atualmente, o lugar é usado para a realização de eventos culturais e outros atrativos na cidade como, por exemplo, o nascer e o pôr do sol. Portanto, não deixe de contemplar a vista ao visitar Porto Alegre.

Localizada no Centro, a Praça da Alfândega conta com vários atrativos ao seu redor como o Museu de Arte do Estado, Santander Cultural, Memorial do Rio Grande do Sul, entre outros. Além disso, o local é o responsável por ter a maior feira de livro, que é a conhecida Feira de Livro de Porto Alegre, que ocorre entre os meses de outubro e novembro. O evento acontece desde o ano de 1955. Se você for à cidade neste período, não deixe de conhecer!

Além disso, a Praça Marechal Teodoro também uma das mais antigas em Porto Alegre. Estima-se que fundada no ano de 1753, e está situada próximo a Assembleia Legislativa, Theatro São Pedro e a Biblioteca Nacional. Que tal aproveitar para programar o seu passeio?

Para relaxar e curtir a natureza, é só curtir o Parque Redenção, também, conhecido como Farroupilha. Os turistas podem aproveitar para apreciar a paisagem com a família, tomar um chimarrão gaúcho ou, simplesmente, relaxar e curtir o momento.

Desta forma, Porto Alegre destaca-se e encanta por suas belezas e atrações culturais variadas, que são voltadas para todos os gostos e estilos. Não é à toa, que a capital gaúcha é um destino de muitos turistas!

Por Babi

Parque Redenção


Curitiba é conhecida por ser uma cidade sustentável e ter um excelente IDH. Possui vários pontos turísticos atraentes, mas citamos aqui alguns dos principais.

A capital do estado do Paraná possui muitos atributos, dentre eles, o de ter um excelente IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e de ser uma cidade sustentável. Além disso, natureza e clima agradáveis tornam Curitiba um dos destinos mais procurados pelos turistas. Mas o que visitar?

Excursão ferroviária – Se você gosta de natureza e passeios de trem, essa atração é imperdível. Existem dois destinos: Paranaguá e Morretes. Em ambos, a composição passa por paisagens magníficas em meio ao verde exuberante. E unindo o agradável ao também agradável, ainda é possível conhecer ambas as cidades terminais, que são históricas e têm seus próprios atrativos.

Museu do Holocausto – Contando um período negro de nossa história, o museu pretende retratar as tragédias impostas pelo Nazismo. O espaço conta com nove núcleos e um auditório (Anne Frank).

Bosque do Alemão – Localizado em uma área de 38 mil metros quadrados no bairro Jardim Schaffer, o espaço possui inúmeras atrações, todas relacionadas à cultura dos imigrantes alemães trazida para a região.

Parque Estadual de Vila Velha – Abriga uma fauna interessante, composta por lobos guarás, quatis, iraras, furões, entre outros, além de conter em seu espaço uma grande quantidade de elementos geológicos importantes. Os passeios são feitos por trilhas com guias do parque especialmente treinados.

Teatro Ópera de Arame – Atração muito conhecida de Curitiba, é composta na verdade por dois teatros. Ópera de Arame, com estrutura metálica e construída sobre um lago, e Pedreira Paulo Leminski, ao ar livre. Ao todo, a capacidade supera os 31 mil lugares.

Museu Oscar Niemeyer – Com mais de 144 mil metros quadrados, é considerado o maior museu da América Latina. O projeto tem a assinatura do famoso arquiteto, possuindo também outros espaços abertos aos visitantes, como livraria e restaurante.

Jardim Botânico – Espaço com 245 mil metros quadrados, possui jardins e uma estufa (construída em metal no estilo art noveau) contendo diversas espécies da mata atlântica. Possui ainda em suas dependências o Museu Botânico Municipal e o espaço cultural Frans Krajcberg.

Praça do Japão – A ideia foi recriar o ambiente nipônico, com muitos lagos artificiais e diversas cerejeiras. Além disso, conta também com a Casa da Cultura, Casa do Chá e Portal Japonês – tudo para lembrar a importância dos japoneses no processo de imigração para a região.

Por Dan Dias

Ópera de Arame


A Cidade Maravilhosa possui diversos pontos turísticos que atraem muitos turistas.

O Rio de Janeiro é uma cidade cheia de atrativos e encantos, considerada um lugar para todos os tipos de gostos, desde os mais urbanos até os que gostam da natureza. Uma das regiões mais visitadas da cidade é a Zona Sul, onde se encontram as principais praias da cidade como as famosas Copacabana, Ipanema, Arpoador, Leme, Leblon e várias outras que são um colírio para os olhos dos amantes do mar. Na orla das praias se encontram restaurantes, hotéis e tudo o que é necessário para um passeio em família.

Ainda nesta região é possível visitar a Lagoa Rodrigo de Freitas, onde tem o pedalinho e parquinhos, e para os que gostam de natureza e aventura tem o Parque Nacional da Tijuca, que engloba a Floresta, a Serra da Carioca e a Pedra Bonita e Gávea. Na Floresta é possível fazer caminhadas, trilhas, acessar cachoeiras, mirantes, ruínas e fazendas históricas; a Serra da Carioca possui vários dos mais famosos cartões postais da cidade como o Corcovado, Parque Lage, Vista Chinesa e o Mirante Dona Marta; já na Pedra Bonita e na Gávea, que é mais voltada para os amantes da aventura com asa-delta, parapente e trilhas.

Saindo da Zona Sul temos a região do Centro, Portuária, Zona Oeste e a Quinta da Boa Vista. No Centro é possível ver a harmonia entre os prédios modernos e históricos. No Largo da Carioca está o Convento de Santo Antônio, que data do seu início entre o fim do século XVI e início do XVII, e ainda tem o Mosteiro de São Bento, construído no século XVII, que são duas construções de arquitetura barroca e cheias de detalhes artísticos datados de desde a colonização. Para os que gostam de exposições, sempre tem mostras artísticas musicais e visuais no Centro Cultural do Banco do Brasil (mais conhecido como o CCBB), a Casa França Brasil, entre outros. Ainda tem a Biblioteca Nacional, com o maior acervo do país e milhares de livros históricos.

Na Região Portuária estão vários locais históricos da época do Brasil Império como o Cais do Valongo, principal porta de entrada dos escravos vindos da África no século XIX. Além do Cais ainda tem outras atrações como a Pedra do Sal, Jardim Suspenso do Valongo, Largo do Depósito, Cemitério dos Pretos Novos e o Centro Cultural José Bonifácio. Contrastando com o ambiente histórico tem Museu do Amanhã com exposições voltados para a ciência e da sustentabilidade.

A Zona Oeste atualmente é um dos ambientes mais badalados do Rio por causa da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Na Barra da Tijuca foram construídos grande parte dos locais de prova no conglomerado nomeado de Parque Olímpico. Além disso ainda é possível ter acesso a praias como a do Pepê, Reserva, Grumari, entre várias outras. Indo para outra região, já no bairro de São Cristóvão tem o famoso Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, carinhosamente chamada de Feira dos Paraíbas, e a Quinta da Boa Vista, que foi residência oficial do rei de Portugal D. João VI e dos imperadores do Brasil D. Pedro I e D. Pedro II e que atualmente possui uma grande área verde, um zoológico e o Museu Nacional.

Se fosse contar todas as maravilhas do Rio não cabem em um único artigo, ainda faltam muitas atrações a serem listadas e que só conhece quem visita a cidade. Visite e curta a cidade ao máximo de tudo que ela tem para ofererer.

Por Clarissa Batista

Pão de Açúcar


Rio de Janeiro reúne inúmeros pontos turísticos atraentes que encantam os turistas.

Rio de Janeiroé um dos pontos turísticos mais conhecidos do País. Não é à toa que a cidade maravilhosa já foi cenário de filme ou música. As suas belezas naturais, paisagens e as suas atrações turísticas inspiram e se destacam não apenas no cenário nacional, mas, principalmente, no internacional.

O Cristo Redentor é uma das principais atrações, sendo o cartão postal mais famoso da cidade. Situado no alto do morro do Corcovado, está a 700m de altitude, oferecendo uma vista única para a cidade do Rio de Janeiro. É uma parada obrigatória, para os turistas, e não pode ficar fora da agenda. Para garantir fotos maravilhosas, preferencialmente, o tempo deve estar aberto.

Além do Cristo Redentor, o Pão de Açúcar é outro ponto turístico muito visitado na cidade. O passeio de bondinho, por exemplo, é o responsável por garantir muita emoção, antes de chegar ao topo. A primeira parada é o Morro da Urca, que está localizado a 220 metros de altitude, e o turista pode contemplar a vista para a Baía de Guanabara e a Enseada de Botafogo.

Depois, o passeio continua, e na segunda parada, mais alta, o visitante pode contemplar um visual único que retrata um pouco da zona sul da cidade e Niterói. Além disso, também, vale a pena aproveitar para assistir ao pôr do sol, ou à noite para conferir as luzes badaladas da cidade carioca.

Outro local muito visitado é o Maracanã, que foi reaberto em abril de 2013, após uma reforma. O lugar é um atrativo turístico, inclusive para quem não é apaixonado por futebol. Há tours que guiam pelo estádio, a fim de mostrar as suas curiosidades e conhecimentos.

Quer conhecer um pouco sobre a vida marinha? Então, não deixe de ir ao AquaRio, que foi inaugurado este ano na Praça de Mauá, sendo o maior aquário da América do Sul e tem 26 mil metros quadrados de área construída, além de 28 tanques.

Além destes atrativos turísticos, a cidade maravilhosa é famosa por suas belas praias, que contrastam com as paisagens urbanas. Entre as principais estão Copacabana, Ipanema e Leblon, que oferecem estruturas completas para os visitantes com hotel, restaurante e muitos bares badalados nas orlas.

Por Babi


Curitiba possui pelo menos umas 30 praças e parques. É para ser apreciada a pé, com seu tom europeu e uma área verde que chega a impressionar.

Curitibaé uma das cidades brasileiras mais belas e que possuem muitos pontos turísticos para serem visitados. É a capital do estado do Paraná com aproximadamente pouco mais de 1 milhão e 900 mil habitantes.

Segundo o IBGE é a 8ª cidade mais populosa do Brasil. Uma pesquisa feita e que foi publicada na revista Forbes, diz que é a 3ª cidade mais sagaz do mundo, ou seja, a mais esperta e que se preocupa com o conjunto: ser ecologicamente correta (sustentável), tem qualidade de vida, infraestrutura muito boa e uma economia dinâmica.

Continue lendo este artigo e veja como aproveitar todas as atrações que esta bela cidade oferece e porque é considerada uma das melhores para se visitar.

Curitiba possui pelo menos umas 30 praças e parques. É para ser apreciada a pé, com seu tom europeu e uma área verde que chega a impressionar. Além do trânsito bem organizado, o transporte público é considerado modelo do país.

A região sul é conhecida pelas baixas temperaturas e em tempos de inverno chega com muita força. Para quem gosta do frio é uma excelente escolha. Se agasalhar e curtir as ferinhas do Lago da Ordem e a da Praça da Espanha.

Cartões Postais:

Uma bela paisagem ou um fundo romântico? Transformar suas fotos em cartões postais e em Curitiba é o que não falta como, por exemplo: o Museu Oscar Niemeyer, o Teatro Ópera de Arame e o Jardim Botânico.

Vida Noturna:

A noite é possível aproveitar a gastronomia dos melhores restaurantes e bares, sendo que, sete dos seus restaurantes foram reconhecidos no Guia Brasil do ano de 2015. São eles:

· Ernesto Ristorante, italiano, localizado no bairro das Mercês;

· Madero Durski;

· O Corrientes 348;

· Salumeria;

· Pobre Juan;

· Poco Tapas.

As cervejas servidas em Curitiba nos bares são artesanais, para quem gosta de apreciar uma bela bebida estes locais oferecem diversas opções.

Como andar pela cidade:

A preferência é chegar a pé ou também de taxi. O centro de Curitiba tem poucos lugares (vagas) para estacionar. Aproveite o transporte público modelo internacional, se você se deslocar para muitos locais, use os ônibus com diversos locais de paradas, chamadas “tubos” estações de integração onde é possível trocar de ônibus sem necessidade de pagamento de nova passagem.

Alguns locais que podem ser visitados é o Mercado Municipal e a estufa de vidro, belo local para tirar fotos. Museu Oscar Niemeyer é uma bela pedida para ser visitado no período da tarde.

Um passeio no Bosque do Papa para aproveitar as áreas verdes e respirar um ar puro. É recomendado pelo menos três dias para investir nos passeios e conhecer todas as opções de Curitiba.

Programe-se e busque um dos atrativos e divirta-se. Se você quiser gastar o dia todo, o Passeio de Trem que vai pela Serra do Mar e aproveitar as belas paisagens da Mata Atlântica.

Em Dezembro é a época de mais movimento devido ao Evento da Capital do Natal. As hospedagens de Curitiba são muito boas, faça sua pesquisa e aproveite sua estadia.

Por Marcio Ferraz


Confira aqui os principais pontos turísticos do Nordeste Brasileiro.

O Nordeste Brasileiro é repleto de atrações, belas paisagens e muitos pontos turísticos diferentes, que fazem a felicidade de turistas do Brasil e de todo o mundo. Conheça alguns dos principais pontos turísticos do Nordeste e saiba por que a região é tão visitada todos os anos.

– Porto de Galinhas: Localizada na cidade de Ipojuca, perto de Recife, a praia é uma das mais visitadas de Pernambuco. Porto de Galinhas oferece aos turistas águas claras e calmas, ideais para quem não gosta das ondas do mar. A região também é repleta de corais e vida marinha variada.

– Canoa Quebrada: A praia fica no litoral leste do Ceará, a cerca de 160 quilômetros da capital, Fortaleza. Canoa Quebrada é conhecida por suas dunas e por falésias milenares de coloração vermelha. A praia dispõe de boa infraestrutura para receber os turistas.

– Centro Histórico de Salvador: A área histórica da capital da Bahia possui diversos monumentos arquitetônicos datados de séculos atrás, quando o Brasil ainda era Colônia de Portugal. O Centro Histórico é repleto de pontos turísticos que não podem faltar no roteiro de quem visita Salvador: o Pelourinho, Largo do São Francisco, Terreiro de Jesus, entre muitos outros. Há diversas opções de restaurantes, museus, igrejas, lojas e centros culturais.

– Igreja de Nosso Senhor do Bonfim: Também localizado em Salvador, o templo fica na Sagrada Colina e é parada obrigatória para católicos que visitam a cidade. Lá você pode conseguir as famosas fitinhas coloridas do Bonfim, que são um ótimo souvenir para distribuir para a família.

– Praia do Sancho: Localizada no Arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco, a praia é um dos principais pontos turísticos de Noronha e oferece águas claras e calmas para a prática de mergulho amador ou profissional.

– Beach Park: O complexo fica localizado na praia de Porto das Dunas, a cerca de 25 quilômetros da capital do Ceará, Fortaleza. O parque aquático Beach Park é visitado anualmente por mais de 1,5 milhão de pessoas e abriga quase 20 atrações diferentes, destinadas a crianças e adultos.

– Praia do Francês: Localizada na cidade de Marechal Deodoro, no estado de Alagoas, a praia é conhecida por suas ondas calmas e piscinas naturais. O visitante pode encontrar diversos restaurantes, bares e infraestrutura de qualidade por toda a extensão da praia, onde também é possível fazer passeios de barco, voar de ultraleve ou ter uma experiência mais radical no famoso banana boat.

– Praia de Ponta Negra: A praia está localizada em Natal, no estado do Rio Grande do Norte, e é um dos pontos turísticos mais famosos da região. Ela possui 4 quilômetros de extensão e abriga, em seu extremo sul, o Morro do Careca – outro ponto turístico da cidade.

– Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses: Localizado na região nordeste do Maranhão, os Lençóis Maranhenses se encontram em uma área de mais de 156 mil hectares e fazem parte das cidades de Santo Amaro do Maranhão, Primeira Cruz e Barreirinhas. O visitante encontra vasta flora e fauna nas dunas do parque, além de belas paisagens.

– Arraial d’Ajuda Eco Parque: Localizado em Arraial d’Ajuda, em Porto Seguro (BA), o parque aquático oferece diversas atrações aos turistas de todas as idades, além de passeios de quadriciclo e atividades dentro e fora do complexo.

Por Luana Neves


Confira aqui os principais pontos turísticos de Gramado (RS).

O Sul do Brasil é um lugar repleto de paisagens deslumbrantes e ótimos lugares para se visitar. Em Gramado, no Rio Grande do Sul, são muitos os pontos turísticos da cidade, que são visitados diariamente por milhares de turistas do Brasil e do mundo. Conheça alguns pontos turísticos de Gramado e descubra mais sobre esta incrível cidade.

– Lago Negro: É um lago artificial localizado na cidade de Gramado, onde é possível passear de pedalinho. Aberto 24 horas por dia, o local dispõe de bar, restaurante e lojas, ele fica na Rua A.J Renner, no bairro Planalto.

– Lago Joaquina Rita Bier: O lago fica na Rua Leopoldo Rosenfeldt e tem mais de 17 mil metros quadrados, cercados por hotéis, casas de veraneio e araucárias sexagenárias. O local é visitado por turistas e frequentado pelos moradores da cidade, que praticam exercícios no local.

– Mini Mundo: É uma das principais atrações turísticas de Gramado. O local é composto por réplicas em miniatura de famosas construções ao redor do mundo, que podem ser conhecidas pelos visitantes que passeiam pelo parque temático. O Mini Mundo fica na Rua Horácio Cardoso, 291 – Planalto.

– Reino do Chocolate: O espaço temático é totalmente direcionado ao chocolate e foi inaugurado no ano de 2008, pela Caracol Chocolates. No local você conhece a história do chocolate e do cacau de uma forma ilustrativa e divertida. É um ótimo lugar para ir com crianças. O Reino do Chocolate fica na Avenida das Hortênsias, em Gramado.

– Praça Major Nicoletti: A praça tem mais de 80 anos e ganhou, em 2003, uma nova decoração, que inclui árvores, flores, bancos e banheiros públicos. Trata-se de um ponto turístico histórico, que vale a pena ser visitado.

– Hollywood Dream Cars: O Museu está instalado em uma área de cerca de mil metros quadrados e conta com uma coleção rara de veículos antigos, como Cadillacs, Buick 1951, Pontiac 1951, entre muitos outros. O lugar é perfeito para quem gosta de carros antigos. O Hollywood Dream Cars fica na Avenida das Hortênsias, 4151.

– Aldeia do Papai Noel: O local abriga a Casa do Papai Noel e é considerada a residência oficial do Papai Noel na América do Sul. O parque temático possui decoração natalina durante o ano inteiro e simula um cenário tipicamente europeu. Ideal para as crianças. A Aldeia fica na Rua Bela Vista, 353 – no centro de Gramado.

Por Luana Neves


Conheça aqui os principais pontos turísticos de Punta Cana.

Punta Cana é um dos principais destinos de turistas brasileiros que buscam tranquilidade e belas paisagens nos mares azuis do Caribe. Localizada na República Dominicana, Punta Cana oferece praias com areia branca, mar límpido e dezenas de resorts com estrutura completa. Conheça agora alguns dos principais pontos turísticos de Punta Cana e comece a planejar suas férias pelo Caribe.

Playa Macao

A Playa Macao é um dos pontos turísticos mais visitados de Punta. A praia é considerada por muitos turistas como a mais bonita do local, já que dispõe de areia fina, águas mornas e cristalinas, além de restaurantes que oferecem pratos locais típicos como lagostas frescas. É um ótimo local para tirar fotos.

Altos de Chavón

A aldeia é um centro cultural que fica às margens do Rio Chavón e que se tornou uma famosa atração turística de Punta Cana. A arquitetura do local é bastante particular, com ruas feitas com paralelepípedos e pátios desgastados pelo tempo. Ali é possível encontrar obras de arte locais nas galerias e lojas.

Isla Catalina

A ilha paradisíaca de Punta Cana se encontra próxima de duas províncias da região: La Altagracia e La Romana, em pleno mar do Caribe. Na ilha é possível fazer mergulhos, passear de banana boat ou apenas descansar nas areias brancas ou nas águas mornas que a ilha oferece aos turistas.

Bávaro

Também na província de La Altagracia, fica a área turística Bávaro, um dos principais pontos turísticos de Punta Cana. O local tem águas rasas e transparentes e conta com diversos resorts, ideais para descansar e acumular boas recordações para levar para casa na volta da viagem.

Canopy Adventure Zip Line Tours

O parque oferece diversas opções de atividades ao ar livre, como arvorismo e tirolesa. A tirolesa do Canopy Adventure Zip Line Tours é considerada uma das mais longas tirolesa do Caribe e se encontra dentro da floresta tropical de Punta Cana. Para quem gosta de aventuras ao ar livre, o parque é uma ótima opção em Punta Cana e uma das atrações turísticas mais diferentes da região.

Resorts

Os Resorts de Punta Cana são, por si só, pontos turísticos imperdíveis. Eles dispõem de infraestrutura de qualidade para receber hóspedes de todo o mundo, e contam com áreas de lazer, acomodações luxuosas, restaurantes e muitas atividades durante o dia e durante a noite.

Por Luana Neves


Confira aqui quais são os lugares mais visitados de Fortaleza (CE).

Fortaleza é sem dúvida uma das cidades mais lindas do Brasil, tem os mais belos pontos turísticos à serem visitados.

Claros que os preferidos são as belas e paradisíacas praias, algumas bastante conhecidas como Iracema, Meireles, Mucuripe ou a Praia do Futuro. Mas não são apenas as praias com suas areias branquinhas e megabarracas que a capital do Ceará oferece à quem a visita.

Outra excelente ideia é fazer um passeio cultural, começando pelo centro da cidade, aproveite para visitar o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, ou simplesmente “Dragão”, como todos o conhecem. Lá você pode contar com salas de cinema e teatro, o Planetário e o Museu de Arte Contemporânea, além de vários barzinhos e cafés.

Dragão

Ainda no centro da cidade aproveite para fazer uma visita ao Theatro José de Alencar e conhecer um pouco de sua história. Ele foi construído em 1910 com uma bela estrutura metálica, os vitrais coloridos e pinturas feitas no teto, chamam atenção de quem entra. A visita guiada é de graça.

E para conhecer um pouco da história do Ceará, nada melhor do que conhecer o Museu do Ceará, que conta a saga do povo indígena, a escravidão, além do querido e adorado Padre Cícero, são algumas das áreas para se conhecer.

Museu do Ceará

Não deixe de visitar a Feira de Artesanato , na Av. Beira Mar e no Mercado Central, tem peças lindas feitas por artistas locais. Uma boa dica é fazer caminhada à Beira Mar – calçadão – aproveitar a brisa marinha e tomar uma água de coco fresquinha.

Não esqueça de dar uma passadinha num dos parques mais conhecidos do país, o Beach Park, tem brinquedos para toda família.

Veja abaixo alguns dos pontos turísticos mais visitados em Fortaleza:

– Arena Castelão (ou apenas ‘Castelão’)

– Av. Beira Mar (uma das mais belas e importantes da capital)

– Beach Park (Um dos maiores complexos do Brasil)

– Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (centro turístico muito conhecido no estado)

– Feira de Artesanato da Beira Mar (com os melhores artesanatos de Fortaleza)

– Ipark (Para quem gosta de natureza ele é ideal)

– Museu da Cachaça (fica em Maranguape, onde se produz a cachaça Ypióca)

– Parque Ecológico do Cocó (a maior área verde de Fortaleza)

Além desses, a bela capital do Ceará pode oferecer muito mais atrativos para seus visitantes, não deixe de explorar ao máximo.

Por Ruth Galvão


Porto das Galinhas fica na cidade de Ipojuca (PE) e recebeu este interessante nome devido a um fato curioso. Os escravos contrabandeados quando chegavam ao porto ficam escondidos debaixo de engradados de galinhas d’angola.  Então os portugueses gritavam a senha “Tem galinha nova no Porto!”, daí o nome. Curiosidade explicada. Vamos ao que interessa: pontos turísticos deste lugar encantador.

Conhecer as piscinas naturais da região é passagem obrigatória. Elas ficam próximas às feiras artesanais e se formam durante a maré baixa, entre os arrecifes de corais. Os peixes e outros pequenos habitantes marinhos podem ser vistos a olho nu, mas o melhor é poder mergulhar e ver de perto. Recomenda-se ao turista que ao andar ou nadar entre as piscinas, calce algum calçado, tênis ou sandálias, pois pode machucar-se com ouriços ou quebrar algum coral, o quer seria muito ruim para o meio ambiente.

Praias mais famosas:

Camboa: Acesso para esta praia só pode ser feito de buggy ou a pé pela outra praia, por causa das vegetações do Mangue. Nela você encontrará belíssimas piscinas naturais;

Muro Alto: Praia com piscina natural de três quilômetros de comprimento. Também com acesso por buggy ou a pé pela estrada da Praia do Cupê;

Cupê: Uma praia com maior infraestrutura, adornada com coqueiros e arrecifes formando piscinas naturais. Aqui você também encontra bons hotéis;

Maracaípe: Para quem gosta de surfar, esta é a praia. As ondas podem chegar a 2 metros de altura. Periodicamente ocorrem campeonatos nacionais e internacionais de surfe;

Enseadinha: Belíssima praia, com recifes, areia limpa e fininha, porém a entrada é controlada por condomínios;

Serrambi: Esta já é indicada para mergulho devido a suas águas calmas e também para aqueles que caçam tesouros.

Por Dorcas Rosicler

Fonte: Prefeitura do Ipojuca


Como presente de aniversário adiantado, a cidade de Olinda, em Pernambuco, ganhou um elevador panorâmico no bairro do Alto da Sé. A cidade também vai completar 30 anos como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade e além do presente nas alturas, recebeu uma reforma generalizada em vários pontos da cidade.

Foram investidos R$ 4,5 milhões num período de três anos, mas valeu a pena esperar.  Até os postes de iluminação estão de cara nova sem nenhuma fiação aparente. A rua da catedral do Alto da Sé agora é um calçadão para os pedestres.  E os turistas podem apreciar o rico artesanato da região num novo mercado com vista para o mar, saboreando também a famosa tapioca ao som da música regional.

O elevador leva os turistas ao ponto mais alta da cidade, onde ficava o antigo prédio da caixa d’água que abastecia os moradores, e transformou-se num mirante com um panorama a causar inveja a qualquer país vizinho ou da Europa. Do alto pode-se avistar a imensidão do céu, num brilhante azul encontrando o mar, as torres das 22 igrejas do sítio histórico, Recife e seus edifícios, numa visão de tirar o fôlego para nunca mais se esquecer.

Além do novo mirante, o turista que visitar Olinda, dependendo da época, poderá também se divertir no Carnaval, dançando com os gigantescos bonecos, blocos carnavalescos  ao som do frevo, maracatu, ritmos originais de Pernambuco. Durante o ano todo pode visitar as feirinhas de artesanatos, ouvir grupos de reggaes, sambas, maracatus e afoxés.

Há bares, casas de festas e os famosos restaurantes culturais com noites literárias e comida de excelente qualidade, e muitos deles à beira-mar.

Por Dorcas Rosicler

Fonte: Portal Olinda


Dia 25 de novembro, Barra dos Coqueiros ou Ilha dos Coqueiros, como é mais conhecida, faz aniversário.

Segundo a história local, os milhares de coqueiros de hoje foram trazidos pelos franceses que tentavam a colonização.

Após ligar-se a Aracaju pela ponte, a pequena cidade passou a atrair turistas e tornou-se um dos locais que não devem ser deixados de visitar ao passar pela capital do Estado de Sergipe.

O clima da cidade é quente e úmido praticamente durante o ano inteiro, com uma temperatura que varia entre 30ºC e 20ºC, mas no verão sobe muito mais. O período da chuva fica entre abril e junho. Há abundância de peixes, principalmente do atum e do cavala.

Existem hotéis e pousadas na praia da Costa e da Atalaia Nova, ou se preferir em Aracaju que fica a menos de 3 km de distância.

O nome faz jus à cidade, as praias são belíssimas e a água de coco é a mais adocicada de todo o nordeste, garante os barra coqueirensses. Vale a pena conferir.

Aproveite também para conhecer outras praias de Sergipe: Caueira, Atalaia, do Saco (esta possui dunas, passeio de buggy e futebol na areia) e o centro histórico da capital.

Por Dorcas Rosicler

Fonte: Prefeitura de Barra dos Coqueiros


O calor do litoral baiano, sua rica cultura Afro-brasileira, seus tambores e temperos, além de um caloroso povo, fazem de Salvador um lugar perfeito para curtir as férias.

Salvador, capital do estado da Bahia, é uma cidade com quase três milhões de habitantes, divididos por uma enorme área. Fundada em 29 de março de 1549, a cidade conhecida como “Roma Negra”, é marcante por suas belas praias e ilhas, além de sua riqueza histórica.

Seus principais pontos turísticos são o Pelourinho, o Forte do Mar, o Elevador Lacerda (que liga a parte baixa da cidade a alta) e o Mercado Modelo.

O período de maior procura por turismo na cidade é com certeza o carnaval. Nesta época a cidade fica repleta de visitantes de todo o planeta, que procuram desfrutar a festa com seus abadás, música baiana e trios elétricos.

Salvador é uma bela cidade nordestina, com rica cultura africana e lindos lugares para visitação. A cidade é ideal para passar um bom tempo de férias.  

Por Rodolpho Medeiros


Entre os principias destinos turísticos da Inglaterra a cidade de York reina soberana, não muito atrás de Londres. Com atrações para todos os gostos, York é rota certeira em qualquer estação do ano.

A cidade consegue misturar sua história de milhares de anos com elementos modernos, o que a transforma em um centro cultural bastante diversificado. Ruas destinadas exclusivamente a pedestres, as chamadas Shambles, são alguns dos pontos mais remotos de York, onde seus prédios antigos foram transformados em lojinhas de artesanato e restaurantes, tudo sem modificar a arquitetura original.

Entre seus inúmeros monumentos, está a antiga muralha que circunda toda a cidade, entrecortada por enormes torres. A catedral York Minster é um dos atrativos turísticos e culturais mais importantes da cidade. Ela começou a ser construída no ano de 1220 e ficou pronta só 250 anos depois. A cidade possui também inúmeros pubs – para os jovens e para quem está em busca de agito – e também charmosos cafés e casas de chá, ideais para quem visita a cidade durante o inverno.

Por Juliete Lunkes


A cidade de Curitiba (PR) é um excelente local para ser visitado durante o ano todo, devido as suas inúmeras atrações culturais. Para incrementar ainda mais a vida cultural, foi reinaugurado o Teatro Bom Jesus, após dez meses de reformas. O teatro foi o local escolhido para fazer parte da Mostra Oficial do Festival de Teatro da capital paranaense.

Construído há 36 anos, o local já recebeu mais de duas mil peças de teatro, com apresentações inesquecíveis de artistas do quilate de Paulo Autran, Ana Botafogo e Manolo Otero. Para receber o Festival, o local passou por ampla modernização, no entanto suas características originais foram preservadas.

O espaço conta com 660 lugares, recebeu novo revestimento nas cadeiras, e no acabamento em geral. Foram reformados também o palco, instalações sanitárias, bilheteria e na acústica. Para melhorar o conforto dos espectadores, foram instalados novos sistemas de sonorização e climatização.

Para marcar a reinauguração do espaço, foi encenada a pré-estreia da peça “Trilhas Sonoras de Amor Perdidas”, que faz parte do Festival de Teatro de Curitiba. O teatro também recebeu a estréia nacional da encenação ”Tio Vânia (Aos que vierem depois de nós)”, estrelada pelo grupo teatral mineiro Galpão.

Mais informações sobre o teatro e as peças em cartaz no site:

www.teatrobomjesus.com.br

Por Selma Isis


Fortaleza contará com novos pontos turísticos. Um deles é o Jardim Japonês, obra que já se estendia por alguns anos, a qual foi recentemente acelerada e finalmente finalizada.

Segundo a Prefeitura de Fortaleza, o novo local é uma homenagem aos imigrantes japoneses e será inaugurada no dia 11 de abril. Na ocasião, que também comemorará o aniversário da cidade de Fortaleza, haverá um ato ecumênico em memória das vítimas do terremoto e tsunami no Japão.

O Jardim Japonês, que foi projetado pelo arquiteto paisagista Salomão Nogueira, está localizado em frente às quadras de vôlei de praia, na Avenida Beira-Mar. O investimento do jardim foi de R$ 1,2 milhão.

Além desta obra, a prefeitura também estará revitalizando alguns pontos culturais e turísticos já existentes na cidade, o Estoril e o Instituto Cultural de Iracema. As obras fazem parte do projeto de revitalização da Praia de Iracema. É só vir conferir.

Por Monique Mota


Localizada nas cidades históricas mineiras está Ouro Preto.

Para quem gosta de história e ao mesmo tempo quer ver um belo cenário natural nas montanhas, essa é uma boa pedida.

A cidade possui muitas igrejas, museus e prédios que contam um pouquinho da história brasileira nos tempos áureos da extração de ouro.

Além da parte cultural, há também a parte ecológica, o lugar possui parques e oferece passeios ecológicos.

Os valores de hospedagem variam bastante entre as pousadas e hotéis. Outra opção são os albergues e para quem quer um pouco mais de luxo há os spas.

Restaurantes e cafés, também não faltam na cidade.

Ouro Preto é um dos destinos turísticos mais procurados em Minas e por isso fica cheia aos finais de semana e feriados prolongados.

Na página oficial de turismo do local, há indicações de como chegar, de lugares onde ficar e comer. Basta acessar:  http://www.ouropreto.org.br/

Por: Karin Földes


As férias estão chegando ao fim, mas ainda dá tempo de curtir uma das regiões mais belas do nordeste brasileiro. A Chapada Diamantina é extensa e ocupa diversas cidades da Bahia, sendo Lençóis um dos municípios que abriga grandes maravilhas da natureza.

Que tal começar sua viagem visitando o Parque Nacional da Chapada Diamantina? Com o auxílio de um guia turístico local, você terá acesso às cachoeiras da Primavera, do Sossego e da Fumaça, essa última com cem metros de queda d'água.

Tomar banho nas águas cristalinas da Pratinha e da Gruta Azul também são uma ótima pedida. Não deixe de visitar o Poço do Diabo e a Gruta da Lapa Doce, com suas incríveis formações calcáreas. Para completar o passeio, siga até o município vizinho de Palmeiras e realize a subida até o Morro do Pai Inácio, com mais de 1km de altura.

A vista do alto é impagável. Prepare as malas, escolha uma boa pousada e hospede-se por não menos de três dias para aproveitar tudo o que a região oferece de melhor. Confira mais dicas em www.guiachapadadiamantina.com.br/.

Por Caroline Chaves


A cidade inglesa de York está situada no norte da Inglaterra e é uma cidade turística que esbanja história e cultura.

A cidade foi fundada no ano de 71 da era cristã e muitos povos passaram por lá, não apenas os romanos, mas os anglo-saxões e os vikings.

Povos que deixaram muitas coisas que podem ser vistas até hoje, em 2000 anos de história da cidade. Um exemplo disso é o muro que circunda a cidade, herança dos romanos. Além disso, é possível ver muitas construções medievais além da famosa catedral da cidade, a York Minster que, pagando ingresso, pode ser vista por dentro com guia turístico.

Ela começou a ser construída no ano 200 DC e só foi terminada no ano 400. É enorme e bela.

Além de cultural, histórica e graciosa, a cidade ainda tem suas belezas naturais como o rio Ouse que corta York.

Para aqueles que gostam de fazer compras o centro de York tem vários locais para tal.

A dica é ir até Manchester, umas das maiores cidades inglesas e de lá, na estação central, pegar um trem para York. A viagem é curta e a paisagem é encantadora.

Por Karin Foldes


Para os amantes das cidades históricas Tiradentes é parada obrigatória. Localizada a 210 km de Belo Horizonte, em Minas Gerais, a cidade é conhecida mundialmente e recebe visitas de brasileiros e estrangeiros constantemente.

A cidade foi fundada em 1702 e tem preservados diversos monumentos religiosos e civis. Possui 9 igrejas disponíveis para visitação, além de 2 museus, chafariz, arquitetura residencial preservada e a conhecida Maria Fumaça, uma estação ferroviária que hoje é utilizada apenas para fins turísticos, ligando Tiradentes a São João Del Rey nos fins de semana e feriados.

A cidade possui ainda uma estruturada rede de pousadas, restaurantes e bares para receber os turistas, sem contar as inúmeras lojas de artesanato local.

Para mais detalhes sobre a cidade, atrações e hospedagem, acesse o site: www.tiradentes.mg.gov.br.

Por Tamara Fonseca


Não tem como ir a Roma e não ser envolvido com o charme e encanto das lendas e histórias do seu passado. Afinal de contas foi a cidade mais famosa e revolucionária da história antiga!

Hoje, Roma, capital da Itália, recebe todo ano milhares de turistas sedentos pelos seus encantos. Segundo o site de turismo da Folha, durante a noite a cidade tem uma iluminação especial, o Coliseu parece que ganha vida com suas luzes amareladas!

Durante o dia a movimentação de turistas e guias é enorme, sendo que o local mais visitado é a Fontana di Trevi.

O que não falta em Roma é lugar para visitar, os roteiros são diversos, um em questão é a Piazza dei Cavallieri di Malta (um mosteiro da Ordem do Cavaleiros de Malta) que não é muito explorado pelos guias. Sua localização é na colina do Aventino.

Outros lugares interessantes de conhecer em Roma: Forro Imperiale, Circo Massimo, Piazza di Spagna, Pantheon, Obelisco, Rio Tevere, entre vários outros.

Por Viviane Lima


Quem pensa em Manaus, logo se lembra da Floresta Amazônica. Mas essa metrópole de mais de um milhão de habitantes é uma cidade moderna e tem muito mais que verde a oferecer para seus visitantes.

O nome da capital do Amazonas tem relação com seus antigos habitantes, os valentes índios Manáos, considerados rebeldes pelos portugueses por se negarem a servir de mão de obra escrava.

Um dos maiores símbolos do seu desenvolvimento econômico e importante ponto turístico da cidade é o Teatro Amazonas. Mas também existem outros lugares interessantes, que marcam a história da cidade, tais como o Palácio Rio Negro e o Palacete Provincial.

Um passeio imperdível é o ‘Encontro das Águas’, em que o visitante pode acompanhar de perto os Rios Negro e Solimões e sentir suas diferentes temperaturas antes de se unirem e formar o gigantesco Rio Amazonas.

Outra sugestão é visitar o Zoológico do Cigs. Lá existem diversas espécies de animais e uma extensa área verde para caminhar tranquilamente. A emoção fica por conta de uma passarela, em que o visitante tem a oportunidade de andar literalmente sobre a jaula das onças.

Esses são apenas alguns dos inúmeros motivos que você tem para se conhecer Manaus.

Por Lucieny Prado


Se existe um lugar pelo qual você precisa conhecer, esse lugar é Barão Geraldo. Cercado por comércios, indústrias e muita área verde, sendo um dos quatro Distritos da cidade de Campinas, se tornou ponto de encontro entre crianças, jovens, vovós e vovôs.
O nome “Barão Geraldo” se dá a uma homenagem ao antigo proprietário de uma grande fazenda localizada no distrito, a Fazenda Santa Genebra. O nome dele era Geraldo Ribeiro de Sousa Resende (Conhecido como Barão Geraldo de Resende).
Barão Geraldo fica a 12km do centro de Campinas. Conhecida pelo grande número de instituições tecnológicas públicas e privadas: a Unicamp, CPQD, Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, entre outros. Contando também com centros hospitalares como o HC da Unicamp, Centro Boldrini (Referência no mundo inteiro em tratamento câncer).

A alta tecnologia também pode ser encontrada em pólos voltados ao ramo da informática (IBM, HP, Lucent, Motorola). O Parque Dom Pedro Shopping é um dos principais pontos turísticos do Distrito Barão Geraldo. Unindo lojas de grife famosa com as mais populares e com uma praça de alimentação extramamente intuitiva.

Como chegar em Barão Geraldo?

Por Fernando Silva
 


Mesmo não constando mais como um destino regular de companhias aéreas (a Varig oferecia vôos semanais com escala em Londres), a Dinamarca é um país que vale a pena conhecer.

Afora seu diminuto território, de 43.094 km, recortado por diversas ilhas, esta monarquia reúne incríveis e belas atrações, como a estátua da Pequena Sereia, o parque de diversões Tivoli, a fábrica de brinquedos Lego e o parque Legoland, em Billund, além do castelo de Kronborg em Elsinore.

Por estar na parte setentrional do continente europeu, recomenda-se visita-lá nos meses de verão, como junho e julho, onde o clima é mais ameno. 

Por Adriana do Nascimento


O sul de Minas Gerais abriga uma das regiões na qual se pode encontrar águas que nascem naturalmente gasosas. Tal feito deu origem à estância hidromineral de São Lourenço.

A água que sai de suas fontes, localizadas no Parque das Águas de São Lourenço, recebeu o nome de “água da boa mesa” por limpar o paladar na hora da degustação de vinhos graças ao seu sabor leve e bolhas suaves.

A cidade de São Lourenço tem como sua maior fonte de renda o turismo. Além de beber destas águas, o turista também pode se refastelar nas estâncias termais com suas águas ricas em minerais, duchas, ofurôs e banheiras relaxantes.

Serviço:

  • Parque das Águas de São Lourenço
  • Alameda João Lage, s/nº São Lourenço – Minas Gerais
  • Terça a Sexta das 9h00 às 12h00 e das 16h30 às 19h50
  • Sábado das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 20h00
  • Domingo das 9h00 às 12h30
  • Ingresso: R$5,00
  • Tel.: (35) 3332-3066

Por Monica Dinah


Quem gosta de viajar, sempre se interessa pelas curiosidades e belezas locais, então para vocês uma boa opção é conhecer o mercado Ver-O-Peso, um dos símbolos da cidade paranaense de Belém.

Este mercado faz parte da vida dos paraenses e está localizado no porto de Piri há mais de 300 anos, tendo sido construído em 1652 pela coroa portuguesa para que eles pudessem controlar os peso das mercadorias que entravam e saiam da cidade, por isso ele recebeu o nome de Ver-O-Peso.

Porém, nos dias atuais, este mercado tem várias outras atrações como um complexo de lojas com as especialidade da região, a Praça do Relógio além de ser considerada a maior feira livre da América Latina.

Serviço:

  • Mercado Ver-O-Peso
  • Boulevard Castilhos França, 208 Belém – Pará
  • Tel.: (91) 324-2022

Por Monica Dinah


Viajar para Teresópolis na Serra dos Órgãos é uma delícia. Muitos rios, cascatas, cachoeiras, muito verde e uma rica fauna e flora locais. O clima é muito agradável.

A cidade se chama Teresópolis em homenagem a esposa de Dom Pedro II, imperatriz Teresa Cristina.

Abaixo estão alguns pontos turísticos da cidade serrana.
– Mirante do Soberbo
– Parque Nacional da Serra dos Órgãos
– Lago Comary
– CBF e Granja Comary onde os jogadores da seleção brasileira costuma se concentrar.
– Fonte Judith
– Feira de Artesanato de Teresópolis – Feirarte
– Colina dos Mirantes
– Pedra da Tartaruga
– Cascata do Imbuí
– Palácio Municipal / Palácio Teresa Cristina
– Palacete Granado

A cidade também é procurada para a prática de esportes radicais e pelo turismo ecológico.

Fernanda T. Sodré


Como se não bastasse a fama de destino potencial aos turistas locais e estrangeiros, à medida que se aproxima o verão, a cidade do Rio de Janeiro é tomada por uma atmosfera convidativa, própria de um destino pleno de possibilidades com uma natureza exuberante, cultura popular riquíssima, circuito noturno eclético, estrutura de apoio ao viajante já consolidada, garantindo ampla mobilidade entre os destinos conforme a preferência.

Entre as atrações mais conhecidas e imperdíveis podemos destacar o Cristo Redentor, o Pão-de-açúcar e seu famoso "bondinho" e as praias de Copacabana e Ipanema. Não seria exagero dizer do viajante que esteve no Rio e não as visitou que "ele foi a Roma e não viu o Papa".

No circuito ecológico-cultural, temos o Jardim Botânico, o Parque Ecológico da Tijuca, o Palácio do Catete, o Theatro Municipal e a arquitetura decadente e imponente das adjacências da Cinelândia.

Para o turista que aprecia as atrações noturnas, o Bairro da Lapa, reduto tradicional da boemia carioca e as dezenas de boates do Centro e da orla são sempre convidativas.

A quem costuma apreciar a gastronomia típica dos locais que visita, há os restaurantes que servem a famosa feijoada carioca, a tradicional caipirinha e variedade espantosa de frutos do mar.

E isso não é tudo. Ao turista que optar em assistir uma partida de futebol no Maracanã ou assistir a um ensaio de uma das muitas escolas de samba levará consigo a impressão indelével da intensidade com que vive e se exprime o povo dessa localidade que se intitula merecida e orgulhosamente de "Cidade Maravilhosa".

Por Giovanni Biondi Neto


A cidade francesa de Nice está localizada na região dos Alpes Marítimos e tem aproximadamente 400 mil habitantes. Nice é totalmente turística, e, depois de Paris é a cidade que mais atrai visitantes de todas as partes do mundo, oferecendo uma excelente infra-estrutura com vários hotéis e pousadas. Suas praias são belíssimas, com águas claras e exuberantes paisagens.

Mas além das belezas naturais, Nice reserva aos visitantes também muita cultura. Na cidade estão espalhados diversos museus, entre eles o Chagall, o Matisse e o Museu de Arte Moderna, alguns dos mais importantes. Outro grande atrativo de Nice é o Mont Boron, que proporciona ao turista uma visão panorâmica da cidade.

A Vieux-Nice, parte antiga da cidade chama atenção pelas suas belas construções antigas e é lá que estão localizados os principais museus e onde é feito o Passeio dos Ingleses, que vai do teatro Verdure até o aeroporto da cidade.

Por Juliete Lunkes


Depois de Paris, Marselha é a maior cidade da França e é também a mais antiga do país. Localizada na costa do Mediterrâneo na província de Provença, o município possui o maior porto comercial da França e sua população beira aos 900 mil habitantes.  Pelo fato de parte de sua população possuir descendência africana, a cidade conta com uma enorme mistura de culturas, que a deixa com uma personalidade única e marcante. Suas belas paisagens naturais e urbanas chamam atenção dos turistas vindos de todas as partes do mundo.

A beleza do azul do Mar Mediterrâneo é capaz de encantar até aqueles turistas menos ligados à natureza. Pelas águas cristalinas é possível realizar passeios de barco, e pela sua costa o ideal é fazer longas caminhadas parando para descansar em um dos belíssimos mirantes.

A Igreja Notre Dame de La Garde é outro ponto turístico muito visitado em Marselha. Sua construção antiga, datada de aproximadamente 49 anos antes de Cristo, forma com outras antigas construções uma bela coleção arquitetônica que enriquece a cultura local.

Por Juliete Lunkes


Turim é capital e também a maior cidade da região do Piemonte, na Itália, e sua população é de aproximadamente um milhão e setecentos mil habitantes. Turim é uma cidade essencialmente industrial, sendo conhecida como capital do automóvel. O município é um dos mais importantes da Itália e, inclusive, já foi capital do país. Suas ruas e avenidas largas tornam Turim um pouco diferente das demais cidades italianas, mas a cidade ainda é capaz de revelar muitas belezas arquitetônicas e inúmeros pontos turísticos a serem visitados.

Suas praças espaçosas e geometricamente regulares são um dos grandes atrativos para os visitantes, entre as mais belas e conhecidas estão a piazza Carlo Felice e a piazza Castello. A cultura está presente em todos os cantos de Turim, inclusive um dos museus mais importantes do mundo está localizado na cidade, o Museo Egizio.

Outros importantes museus e galerias como a Sabauda, a Galleria d’Arte Moderna, o Museu do Cinema e a Pinacoteca Agnelli Ligotto também são locais importantes que não podem deixar de ser visitados por quem for até a cidade.

Por Juliete Lunkes


A pequena cidade inglesa de Glastonbury esta localizada no distrito de Mendip e é conhecida mundialmente por sediar o Festival de Glastonbury, que reúne artistas de todos os países e deixa toda a Inglaterra fervilhante. Além do festival, há ainda várias razões para você visitar a pequena cidade.

Alguns pontos turísticos, como a Abadia de Glastonbury, o Glastonbury Lake Village e o Glastonbury Tor são excelentes atrativos que carregam grande parte da história local.

Em Glastonbury a música, a cultura e a religião caminham juntas para que ela se torne um ótimo destino turístico. A cidade, que conserva ramos do misticismo e do paganismo, juntamente com o catolicismo, atualmente é rota de turismo religioso e de peregrinação. Algumas de suas belas igrejas, como a de St. John, costumam ser muito visitadas na cidade, tanto por religiosos como apenas por curiosos. A pousada histórica de George and Pilgrims Inn, construída para abrigar quem visita a abadia de Glastonbury é outro atrativo muito procurado na cidade.

Por Juliete Lunkes


O município paranaense de Guaíra está localizado na região Oeste do Paraná e conta com paisagens exóticas e monumentos históricos que carregam características da época em que foram erguidos. Um dos pontos turísticos o município é o Museu Sete Quedas, que possui um acervo de vários espécimes de animais capturados, além de objetos de arte indígena que comprovam a passagem de portugueses e espanhóis pela cidade.

Outro lugar que deve ser visitado por quem for à Guaíra é o Cruzeiro das Américas. Construído em 1556, é a comprovação mais antiga da presença dos espanhóis no País. Junto ao Cruzeiro das Américas está o Centro Náutico Marinas, um espaço de lazer com excelente infra-estrutura para atividades culturais e esportivas. Lá também pode ser encontrada a locomotiva nº 4, trenzinho que pertenceu à Cia Mate Laranjeira e que é também o marco da primeira ferrovia da região.

Há ainda inúmeros pontos turísticos para serem visitados como a Igreja de Pedra Nuestro Señor Del Perdón, o Cine Teatro Sete Quedas, a Ponte Ayrton Senna de Guaíra, e, por que não, fazer uma visita ao Paraguai para fazer compras no enorme centro comercial da cidade de Salto Del Guayrá.

Por Juliete Lunkes


O município catarinense de Indaial possui variadas atrações naturais e históricas. A forte influencia colonial, pode ser vista através das inúmeras casas de estilo enxaimel, entre elas está a Sociedade de Atiradores Warnow, fundada em 1879. Deixada de herança pelos imigrantes alemães, entre os sócios da Warnow estava D. Pedro II. Outra antiga e belíssima construção da cidade é a Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, construída em estilo romântico em 1904.

Um dos lugares mais visitados em Indaial é o Vale do Encanto. Com águas cristalinas, pedras e quedas, o ribeirão conta com boa infra-estrutura para turistas. Sobre ele está a belíssima ponte de madeira de estilo enxaimel. A ponte dos Arcos é outra atração do município. Construída em 1926, foi a primeira ponde de concreto erguida sobre o Rio Itajaí-Açu.

Já para quem gosta de esportes e quer um pouco de lazer e contato com a natureza, uma boa dica é visitar o Parque Municipal Ribeirão das Pedras. São 708 mil metros quadrados onde se encontra pista de MotoCross, de mountain bike, além de uma lagoa, camping e complexo esportivo.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur Prefeitura Municipal


Localizada a sete quilômetros de Gramado, no Rio Grande do Sul, a cidade de Canela mais parece um cenário daqueles filmes de contos de fadas infantis. Ao passear pelo centro, pode-se contemplar as casas que parecem de bonecas, com cortinas coloridas e bonecos de pano.

E é no mês de junho que Canela abriga o Festival Internacional de Teatro de Bonecos, com apresentações em diversos pontos da cidade. Já no Natal, o Sonho de Natal é mais um atrativo, onde Canela ganha uma decoração toda especial. Outro atrativo são as reservas naturais, onde no caminho pode-se parar no Castelinho Caracol, para desfrutar do apfelstrudel, uma torta de maçã servida com sorvete ou creme de nata, tendo ainda chocolate quente ou chá de maçã como acompanhamento.

Já as crianças podem curtir o Mundo a Vapor, onde os processos industriais são representados em miniaturas.

Por Márcia V. L. Galvão


Não tem como ver o filme “Vicky Cristina Barcelona” do Woody Allen e não desejar conhecer Barcelona. A segunda maior cidade da Espanha é um colírio para os amantes da arte.

Os museus são atraentes, obras de Miró são expostas na Fundação Joan Miró, Picasso é representado por algumas obras pouco conhecidas do co-fundador do cubismo e Gaudí fez questão de deixar sua marca registrada na cidade com o Templo Expiatório da Sagrada Família, ainda inacabada e que vem sendo construída seguindo a mesma base das catedrais da Idade Média. O término desta obra esta prevista para 2020. Além das pérolas destes singulares mestres ainda há o modernismo catalão  presente no Hospital de Sant Pau e o Palácio da Música Catalã. É o lugar perfeito para ver, ouvir e sentir com todo seu coração!


Uma das grandes cidades turísticas do país, Recife completa no dia 12 de março 473 anos. Ciente da grandiosidade do local e da grande quantidade de turistas que passam por lá, a Prefeitura da Cidade preparou uma programação diferente.

O prefeito João da Costa já avisou que além do tradicional ato cívico realizado no Forte das Cinco Pontas, haverá o show de Elba Ramalho, no Marco Zero, com participação de vários artistas.

Um dia depois, haverá comemoração de 80 anos da Orquestra Sinfônica do Recife, além de festividades durante toda a semana.

Para o turista que chega algumas dicas de atração são o Marco Zero da cidade, com arquiteturas do século XVI, o Parque das Esculturas, a rua do Bom Jesus, com a primeira sinagoga das Américas e, por último, o museu a céu aberto, com objetos do século 17.

Por Fabrício Fuzimoto


A escolha do Rio de Janeiro como sede da Copa de 2014 e da Olimpíada de 2016, vem gerando nos cariocas uma onda de otimismo e valorização só vistos anteriormente nos anos dourados, época da bossa nova e de JK.

As mudanças de hábito e de atitude dos moradores acontecem às vésperas do aniversário da cidade, no dia 1º de março.

Coincidentemente, mas não por isso, Primeiro de Março é o nome de uma importante rua carioca.

Antiga Rua Direita mudou de nome em homenagem à batalha que deu fim à Guerra do Paraguai em 1870 e não em comemoração pela fundação da cidade, como sugerido.

Rua da moda, dos movimentos políticos, das festas oficiais da Monarquia, do primeiro banco, correios e confeitarias. Ali viu surgir a primeira sorveteria do Rio, sensação no verão de 1835.

Pontos que valem a pena a visita ou ao menos uma foto:

  1. Paço Imperial: Residência dos vice-reis, depois com a vinda da Corte em 1808 abrigou D. Maria I;
  2. Palácio Tiradentes: Prédio da Assembléia Legislativa;
  3. Igreja de São José;
  4. Antigo Convento do Carmo, hoje Universidade Candido Mendes;
  5. Antiga Sé;
  6. Igreja Nossa Senhora do Carmo;
  7. Igreja Santa Cruz dos Militares;
  8. Tribunal Regional Eleitoral;
  9. Correios e Telégrafos;
  10. Centro Cultural do Banco do Brasil;
  11. Igreja Lapa dos Mercadores;
  12. Casa França Brasil;
  13. Igreja da Candelária

Andrea Cardoso


Para quem deseja conhecer Curitiba não deve deixar de passear pelos pontos mais tradicionais da capital paranaense.

O Parque Barigui, é tradicional em Curitiba e por conta disso está sempre lotado nos finais de semana. Oferece várias opções de lazer além de uma pista de caminhada ao redor do lago.

O Jardim Botânico com jardins geométricos e a estufa que abriga plantas de diversas espécies, encanta seu visitante e hoje é um dos cartões postais da cidade. A Ópera de Arame, principal cartão postal de Curitiba, apresenta uma arquitetura que impressiona pelo contraste com a mata nativa.

O tradicional bairro de Santa Felicidade, com muitas opções de restaurantes e comércio com opções de artesanato, chocolates, queijos e vinhos.

A Universidade Livre do Meio Ambiente, deslumbra pelo contraste da natureza com um construção rústica. A Feira do Largo da Ordem, que ocorrem aos domingos, têm ótimas e variadas opções de artesanato.

Ao final do dia a dica é a Avenida Batel, boa opção para sair a noite e ver gente bonita, em uma das regiões tradicionais da cidade.


Quem vem a São Paulo não pode deixar de conhecer a avenida mais famosa da cidade: a Avenida Paulista.

Conhecida por abrigar escritórios de grandes empresas, a Avenida Paulista é muito mais que o maior centro empresarial da capital. Além de grandes escritórios, nos mostra uma arquitetura extremamente urbana, mas que mistura a modernidade e as formas mais clássicas.

Também proporciona um pouco de natureza e cultura para os milhares de pessoas que transitam por ela todos os dias. Além de curtir um pouco da sombra do Parque Trianon, é obrigatório visitar o MASP – Museu de Arte de São Paulo, a Casa das Rosas, a Fnac, a Livraria Cultura…

Sim, se você vier visitar São Paulo, a terra da garoa, passe um dia na Avenida Paulista e descubra tudo de bom que ela reserva!

Por Larissa Nalin


Na verdade, se formos falar sobre São Paulo, ficaríamos aqui escrevendo muito tempo. A cidade tem 10 milhões de habitantes e uma infinita quantidade de atrações.

Então vamos por partes, a começar pela gastronomia, que é parte importante para se montar um bom roteiro de viagem. Quem nunca ouviu falar do Bixiga, no pão com mortadela e do pastel do Mercado Municipal, os bares super badalados da Vila Madalena, não pode deixar de conhecer nenhum desses lugares. Sem falar que na cidade, você encontra todos os tipos de culinária, todos mesmo!

Partimos agora para os eventos, são milhares de feiras e festas o ano inteiro, desde eventos comerciais de negócios, até festas típicas de cultura local e das diversas culturas que formam a cidade. Badalação na certa.

Além de tudo isso, o paulistano, conquista os visitantes com seu jeito de receber os turistas, os hotéis são de todos os tipos e preços, desde os mais baratos, até os mais luxuosos, e os preços das atividades também variam muito. Vale à pena passar as férias por lá!

Por Susan Mélany





CONTINUE NAVEGANDO: