O Turismo Ecológico é uma das maiores tendências dos segmentos turísticos no Brasil e no mundo. O turismo realizado em ambientes naturais é apontado como um dos modos de exploração mais aconselhável destas áreas, onde, quando bem feito, possui a capacidade de unir conservação e utilização sustentável da biodiversidade para geração de opções econômicas para as populações.

O Brasil é apontado como um dos países com mais alternativas de prática do ecoturismo por causa da elevada diversidade de ambientes e de seres vivos que estão presentes no território brasileiro.

Os parques nacionais, como exemplo, são unidades de conservação ambiental que possibilitam elevada ligação entre o visitante e a natureza. Desta forma, está presente um ótimo lugar para a prática do ecoturismo.

O turismo ecológico é sustentável devido ter como base o tripé economia/meio ambiente/sociedade. Considerando a parte econômica, estão presentes a geração de empregos, valorização imobiliária, geração de oportunidades de mercado.

Na parte social, o turismo ecológico possibilita o aprimoramento da infraestrutura viária, de abastecimento e de equipamento médicos e sanitários, como também as possibilidades de emprego e expansão do conhecimento.

Na parte ambiental, existe mais investimento em conservação e recuperação do meio ambiente, aprimoramento nos equipamentos de proteção e monitoramento ambiental e, sobretudo, conscientização mais elevada da população local e externa à respeito da necessidade da preservação do meio ambiente para a permanência dos biomas naturais.

Já para o turista, os principais benefícios estão com base na elevação da proximidade com o ambiente natural e com as possibilidades de visualização de paisagens e contato com animais e espécies que, de forma comum, não estão presentes no cotidiano.

O turismo ecológico precisa sempre possuir como base a valorização ambiental e cultural, do lado gestor do patrimônio e também do turista, que precisa recordar-se de não interferir no ritmo comum do local visitado e de expandir a mensagem ambiental relatada na visita.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação/Pixabay


Monte Verde, situada na Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, é uma ótima opção de viagem para quem gosta de aventura.

Além de todo o charme da cidade, dado por sua arquitetura europeia rodeada por montanhas, Monte Verde ainda oferece diversas atrações.

Na cidade é possível fazer passeios de monomotor, rafting pelas águas do rio Jaguary, passeios com Jipe (inclusive em dias de chuva e barro), quadriciclo, além das grandes tirolesas que totalizam mais de 900 metros a mais de 60 metros de altura do solo.

Outro atrativo especial são as trilhas para os picos das montanhas, que devem ser realizadas durante o dia e não necessitam de guia, pois as trilhas são devidamente sinalizadas para garantir a segurança.

O primeiro pico encontra-se a apenas 40 minutos do início da trilha, mas para chegar ao último gasta-se cerca de 4 horas, apenas de ida.

Monte Verde é, com certeza, um lugarzinho todo especial para os amantes de aventuras.

Conheça mais em www.monteverde.com.br.

Por Tamara Fonseca


A 250km da cidade de São Paulo, Brotas destaca-se por sua ampla oferta de atividades para quem gosta de aventura. Oferece atividades como arvorismo, rafting, escalada, rapel, tirolesa, canionismo, trilhas, cavalgada, entre outros. Clique aqui para saber mais sobre as opções de atividades que a Alaya Expedições oferece, ou clique aqui e conheça as opções da EcoAção. 

Diversas também são as opções de hospedagem que Brotas oferece, que vai desde pousadas econômicas até chalés charmosos que contam com ofurô com hidromassagem. Os preços podem ser bem acessíveis dependendo da escolha. Confira aqui algumas opções de estadia.

Reservas – Atividades e Passeios:

Reservas – Hospedagem:

Por Michelle Dantas


Birmingham é a segunda maior cidade da Inglaterra e é conhecia por suas características medievais e por ser um importante centro industrial e de transportes. Por suas ruas é possível encontrar dezenas de restaurantes indianos, assim como em Londres, além de muitos shopping centers. Prédios antigos de arquitetura histórica também podem ser vistos pelo centro ou bairros da cidade. As estações do ano são muito marcantes em Brimingham. Apesar de ser muito frio na maior parte do ano, o verão consegue ser também muito quente.

A cidade é muito conhecida pela sua paixão pelos esportes, sendo considerada a capital européia do esporte. Alguns dos principais eventos de futebol são realizados em Birmingham, e uma das mais importantes ligas de futebol do mundo foi criada lá. Hoje as melhores instalações esportivas de toda a Grã-Bretanha podem ser vistas na cidade. Além dos esportes, Birmingham também é conhecida por ter sido berço de algumas importantes bandas de rock, como Judas Priest, Black Sabbath e Duran Duran.

Por Juliete Lunkes


Conhecida por seus cânions e belezas naturais, há menos de uma década, Cambará do Sul entrou para o roteiro de viagens nacionais e internacionais. Com apenas seis mil habitantes s cidade gaúcha conserva uma paisagem  exuberante. É destino certo para os aventureiros e praticantes de esportes naturais.

Para visitar Cambará não existe melhor época, mas é no inverno que a cidade enche e os badalados hotéis fazem sucesso com turistas do mundo todo. Apesar da pequena, a cidade não deixa a desejar em termos de infra-estrutura para seus visitantes. Quando o sol dá as caras e a temperatura fica mais amena, o ideal é conhecer as cachoeiras e fazer trilhas de jipe ou cavalo pelos cânions da região.

Um dos lugares mais legais para se hospedar na cidade é a pousada Estalagem da Colina. Toda construída em madeira e pedra, a pousada tem um clima rústico e aconchegante, com direito a biblioteca, academia e até uma loja de artesanato e produtos típicos locais.

Por Juliete Lunkes


Ao viajante em busca de amplo contato com a natureza e que gosta de interagir com o meio ambiente, a Reserva do Ninho dos Corvos em Prudentópolis, no Paraná, é um destino obrigatório.

Ecoturismo e Turismo de Aventura são os principais atrativos da reserva, que oferece tirolesa, arvorismo, rapel, visita a diversas cachoeiras, escalas, caminhadas por trilhas entre outros passeios pela natureza.

Outra curiosidade da Reserva Particular do Patrimônio Natural Ninho do Corvo é que ela está aberta para pesquisadores de todo o mundo para pesquisas sobre a vida selvagem e a fauna e flora da região.

A RPPN Ninho do Corvo ainda oferece uma pequena hospedaria e um amplo camping, com muita diversão e aconchegante comida caseira, que são preparados na brasa, típicos da região.

Por José Alberi Fortes Junior.


Para os corajosos amantes dos esportes radicais uma boa pedida encontra-se no centro leste do Paraná a 200 Km de Curitiba.

É a cidade de Tibagi, com o rio de mesmo nome repleto de cachoeiras ao longo dos seus 500 Km. A região é o palco perfeito para o rafting, cascading, canoagem, rapel. Sem falar da flora variada e nas formações rochosas esculpidas pela natureza que compõem o fundo perfeito para aquelas fotos inesquecíveis, onde se destacam quedas d’água, banheiras naturais, o cânion do rio Yapó, a gruta das andorinhas.

E para os que amam o esporte e a natureza mas não abrem mão do conforto a cidade oferece hotéis, pousadas, áreas de camping e bons restaurantes, além de sediar eventos como campeonatos de canoagem.

Para chegar, partindo de São Paulo, pega-se a Rodovia Raposo Tavares (SP 270). Deixe Itapetininga para trás e siga pela BR 151 até a cidade ce Castro, onde se pega a PR 340. Tibagi fica a 62 quilômetros do trevo.


A Alaya Expedições é uma agência que atua no segmento de turismo de aventura na cidade de Brotas, famosa por suas cachoeiras, rios e paisagens completamente adequadas para vários esportes radicais.

A empresa é a maior operadora de Brotas no setor, sendo a única a operar com o Sistema de Gestão de Segurança certificado pela norma ABNT NBR 15.331 para Raftings, Tirolesa e Arvorismo.

Os profissionais da Alaya são extremamente experientes, altamente treinados para que seus momentos de lazer e diversão sejam realmente inesquecíveis!

Com o suporte da Alaya é possível explorar o que Brotas tem de melhor: por exemplo no Eco Parque é possível fazer trilhas, tomar banho de cachoeiras, fazer canionismo, cavalgada, banana boat e muito mais! O parque conta com lanchonete, piscina, deck para a cachoeira do Rio Jacaré e espaço com playground e mini fazenda, que farão a alegria da criançada! Ligue para (14) 3653 5656 e informe-se!

Créditos: Cris Keller


Distante 269 quilômetros da capital paulista e 168 de Campinas, a cidade de Brotas tem 2 grandes atrativos: a prática de esportes radicais e a Fundação CEU: Centro de Estudos do Universo, dedicado ao estudo e prática da astronomia.

Durante os finais de semana a cidade é literalmente invadida por praticantes de esportes radicais e também por entusiastas do turismo de aventura: há por exemplo opção de se fazer uma cavalgada na serra, com duração de 3 horas, cruzando o Rio Jacaré-Pepira, avistando a Cachoeira da Roseira, que possui 55 metros de altura, e a Cachoeira das Meninas, com 40 metros de altura.

Para maiores informações, acesse o portal da cidade, disponível em http://www.brotasonline.com.br/. Bom passeio!

Créditos: Cris Keller


O Parque Nacional das Águas é o grande destaque de Cambuquira: nele é possível conhecer cinco fontes, com águas dos tipos gasosa, sulfurosa e ferruginosa, indicadas para uso terapêutico de diversos males do sistema digestivo, reumatismo, anemia e até obesidade.

A fonte Marimbeiro é naturalmente gasosa e considerada uma das melhores do país, e se localiza na estrada para a cidade de Campanha, também integrante do circuito das águas.

A cidade está a apenas 58 quilômetros de Caxambu e 68 de São Lourenço e realiza vários campeonatos de vôo-livre: as excelentes condições para a prática do esporte atraem cada vez mais adeptos, que decolam da rampa Norte de Cambuquira, situada no Moro do Piripau, que está a 1.300 metros de altitude e possui 400 metros de desnível e permite a decolagem simultânea de até 3 asas/parapentes. De lá é possível avistar várias cidades, como São Tomé das Letras. Conheça e divirta-se!

Créditos: Cris Keller


Que tal se aventurar na capital dos esportes radicais? Ela fica em Queenstown, na Nova Zelândia. A cidade é um paraíso para quem curte adrenalina. Há tantas atrações que o turista se mantém entretido por longos dias.

Para os mais corajosos o bungee jump é o esporte mais procurado. Outros esportes como esqui, parapente, snowboarding, rafting, asa-delta, canoagem, mountain bike, pára-quedismo, caiaque e trilhas em carros são diversão na certa.

Mas Queenstown não é só aventura. A cidade, que cresceu em volta ao lago Wakatipu tem ótimos locais para compras, restaurantes com comidas variadas, hotéis, bares e vida noturna agitada.

Por Rosana Radke


Para quem gosta de verde e muita natureza, a Eslovênia é um dos países mais convidativos da Europa. Pequeno, do tamanho do estado de Sergipe, o país tem mais da metade de seu território coberto por áreas verdes.

A Eslovênia é palco de vários esportes radicais e ao ar livre, inclusive tendo fama de “A Nova Zelândia européia”.  O litoral, assim como o resto do país, costuma ser limpo e preservado.

O país verde fica no centro da Europa, e sua capital, Liubliana, está localizada em meio a cidades conhecidas, como Veneza (Itália) e Budapeste (Hungria), o que facilita a viagem de quem quer conhecer a Eslovênia.

BXK9360_palacio-em-lubiana-eslovenia800

Por Rosana Radke


Ilhabela é um destino apaixonante e que deixa todos que conhecem com vontade de voltar. Para aqueles que gostam de esportes na natureza, é possível praticar mergulho, conhecendo todas as espécies de peixes e vida marinha existentes nas praias, além de Kitesurf, barcos e jipes.

Para aqueles que procuram descanso, também é lugar ideal, os hotéis são ótimos, a estrutura de bares e restaurantes também, e as praias, limpas, tranqüilas e super brancas. Além disso, se o desejo for badalação, a opção também pode ser Ilhabela, a vida noturna é badalada e cada vez mais procurada pelos jovens.

Ou seja, qualquer que seja sua vontade, Ilhabela, tem a opção certa para você e sua família para o próximo verão. Consulte seu agente de viagens e conheça Ilhabela.

Por Susan Mélany


O Parque Estadual do Jalapão é uma área de preservação ambiental que fica na região mais central do Brasil – localiza-se no estado de Tocantins, na divisa com Bahia, Maranhão e Piauí. Possui um baixíssimo índice de densidade populacional e é uma área de difícil acesso, por isso não foi degradada. A natureza é completa e a beleza é predominante, sem artifícios.

Na mata virgem é possível seguir caminhos e trilhas que levam às fontes de água cristalina, corredeiras e lindas cachoeiras. É de onde nascem inúmeros rios que enriquecem a Fauna e a Flora abundante de nosso país. Mas a região é de característica diversa e podem ser observados aspectos de Savana, cerrado e deserto, uma incrível e exuberante biodiversidade. É uma excelente opção de Ecoturismo e interação com o meio natural.

Conheça mais sobre o Jalapão clicando aqui.

Por Lindomar Vieira


Mais certo de dizer sobre a cidade é que não vão faltar coisas para fazer por lá.  A cidade localizada no Circuito da Águas Paulista, fica ao norte do estado de São Paulo e é de fácil acesso.

Muito conhecida pelo comércio de roupas, forte meio econômico da cidade, Serra Negra conquista turistas belas belezas naturais, pela hospitalidade e belo estomago. Um dos passeios que não se pode deixar de fazer é visitar o Sítio Chapadão, para os amantes do bom queijo e dos doces caseiros, é um paraíso.

Há ainda atividades para quem gosta de natureza, pois a cidade possui diversas trilhas e cachoeiras. E passeios para aqueles que procuram sossego, aproveitando as águas com propriedades terapêuticas e o ótimo passeio de teleférico. Venha conhecer Serra Negra!

Por Susan Mélany


Quem ouve falar da cidade lembra na hora do seu mais ilustre conterrâneo, o cantor Daniel. Mais Brotas, tem muito mais para se lembrar. Para os amantes do turismo de aventura, a cidade é porto ideal para a prática de diversas atividades.

A estrutura dos parques e dos locais próprios para os esportes impressiona, além disso, como o turismo aumenta a cada dia, é fácil encontrar bons hotéis e pousadas, além de ótimos restaurantes e simpáticos guias turísticos.

Como a caminhada é inevitável, já que os pontos de prática e esportes e turísticos são bem afastados uns dos outros, é bom arrumar a mala pensando nisso, além de um bom para de tênis, leve também, protetor solar, pois os dias são quentes e um bom repelente, pois os pernilongos reinam na cidade à noite.

Por Susan Mélany


Frio o ano todo e muita diversão. A cidade de Canela, é um lugar de muita aventura para quem gosta de esportes radicais da natureza como tirolesa e passeios nas trilhas com veículos 4×4, e é ótima para aqueles que querem apenas descanso, podendo apreciar uma bela paisagem e muita tranqüilidade.

A cidade recebe muitos turistas e a hospedagem é bem mais barata do que nas cidades vizinhas.

A estrutura dos hotéis é boa e a cidade possui um grande leque de opções de restaurantes e bares. Além disso, como é vizinho de Gramado, o passeio por Canela pode render uma visitinha a cidade vizinha.

Ou seja, guarde um bom tempo das férias para passear pelo Sul do Brasil.

Por Susan Mélany


Estamos tão acostumados a viver envoltos num ambiente agitado, cheio de trânsito e estresse que fica difícil encontrar meios de se divertir fora dali.

Aí que estamos completamente enganados, pois, as cidades interioranas têm uma infinidade de atrações e atividades para derrubar esse conceito. São diversas opções para todos os tipos de pessoas e condições sociais. Entre as principais estão a prática de esportes radicais, hotéis fazenda, spas entre tantas outras coisas legais para se fazer.

A próxima vez em que for programar um descanso, procure se informar sobre essas cidades… com certeza alguma delas tem uma opção divertida e relaxante para você.


O Ecoparque Pesca na Montanha em Campos do Jordão alia Natureza, aventura, lazer, gastronomia e hospedagem tudo em um só lugar!

São mais de 200 mil metros quadrados de florestas de pinheiros, bosques de mata nativa, 03 lagos de pesca e pequenas quedas d’água. É possível andar a cavalo, de bicicleta, fazer trilhas e visitar a criação de trutas. O turismo de aventura do Ecoparque oferece arvorismo, escalada, rapel, tirolesa e outras opções, e não se preocupe com a segurança, já que todas as atividades são acompanhadas pelo equipe do “Corpo de Guias”.

O restaurante oferece opção de buffet no final de semana, com mais de 25 pratos, entre entradas, pratos quentes e sobremesas. Não deixe de conhecer esse magnífico lugar!

Créditos: Cris Keller





CONTINUE NAVEGANDO: